NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Bernardo Cruz fatura Penta do Brasileiro de mountain bike downhill, Jaguariaívense fica em 7º

Vitória de Bernardo na Elite
Crédito: Briscila Barroca/Equipic
Pilotos de vários estados aceleraram forte no último fim de semana, durante o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Downhill realizado em Minas Gerais. Os atletas mais velozes do dia foram Bernardo Cruz e Bruna Ulrich, que comemoraram o título nacional em grande estilo.
A prova aconteceu na pista do Hotel Fazenda Santa Helena, localizado na cidade de Simão Pereira. Mais de 300 pilotos marcaram presença na competição mais importante da temporada. No sábado (22) aconteceu a fase classificatória (tomada de tempo), que definiu a ordem de largada para a grande final no domingo (23).
Com pouco mais de 1km de descida, o percurso contou com muitas raízes, poeira, e foi considerado bastante exigente na parte técnica. Atletas com idade entre 12 e 60 anos alinharam para a largada distribuídos em 14 categorias oficiais da confederação.

O mineiro Bernardo Cruz, maior nome do downhill brasileiro, fez os adversários comerem poeira, mais uma vez. Na disputa do Campeonato Brasileiro, em Simão Pereira (MG), o maior favorito ao título deixou a turma para trás para conquistar o pentacampeonato, que cravou o tempo de 2min05s003.
A diferença para Lucas Borba, vice-colocado, foi pequena com 2min05s814, mas suficiente para Bernardo se garantir no lugar mais alto do pódio. Gabriel Giovanni completou a classificação marcando 2min06s438. Bernardo, agora, ruma para o Canadá para a disputa do Crankworx Whistler, onde vai competir na categoria de manobras.
"Estou bem contente, pois foi uma competição muita acirrada, bem apertada. A pista era curta, mas muito legal e técnica. Foi preciso ser muito constante para superar as pedras e curvas. Felizmente consegui acertar todas as minhas linhas e garantir meu quinto título", comemora.
 
Jaguariaíva estava muito bem representado, com o atleta Anderson de Barros Soares "DECO" e a equipe TARTARUGA'S DH, o mesmo garantiu a vaga para as finais entre os TOP 10, e na descida final acabou por conquistando a 7ª colocação. Uma excelente conquista pois as diferenças entre os tempos do 1º colocado ao 7º colocado ficou na casa dos milésimos de segundo.
Parabéns ao DECO e a sua equipe pela belíssima participação.

Pódio da Elite feminino
Crédito: Briscila Barroca/Equipic
Na disputa da elite feminina, Bruna Ulrich comemorou o quinto título na modalidade. A catarinense cruzou a linha de chegada fazendo 2min37s, enquanto Julia Freire (2min54s) e Vanessa Cristina (2min55s), ambas de São Paulo, terminaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.
Já entre as revelações da nova geração, os destaques foram Matheus Neitzke, campeão da Junior Masculino com 2min10s e Augusto Pereira que completou a prova em 2min18s e venceu na categoria Juvenil. Entre os atletas mais experientes, a família Berchtold não facilitou para os adversários e conquistou o título em duas. O piloto Volkmar Berchtold Filho venceu na Master A1 e Markolf Berchtold levou a melhor na Master A2.
-
Fonte: http://www.cbc.esp.br/default/noticias.php?m=mtb&n=10524

Campeonato Brasileiro de Ciclismo terá início nesta sexta-feira

Começa nesta sexta-feira (28), em João Pessoa, o Campeonato Brasileiro de Ciclismo. A competição é promovida pela Federação Paraibana de Ciclismo (FPC) e conta com o apoio do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel). O evento terá duração de três dias e ocorrerá na PB-008, nas proximidades do Centro de Convenções, contando com cerca de 400 atletas de todo o país.
As provas terão o percurso de 100 quilômetros, para a modalidade de estrada, e 15 quilômetros, a de corrida contra o relógio.
“Durante os três dias as provas terão início às 7h. Esse é o principal campeonato do ciclismo a nível de Brasil”, disse Waldemar Medeiros, presidente da FPC.
“O apoio do Governo do Estado é de extrema importância para que esse evento possa ser realizado aqui na Paraíba, trazendo os melhores ciclistas brasileiros. Em nome da Federação, agradeço por esse incentivo”, concluiu Waldermar.
O secretário Bruno Roberto, da Sejel, destacou a contribuição também turística, que o evento trará para a Paraíba.
“Por se tratar de uma competição esportiva, esse evento estará contribuindo diretamente para o turismo aqui no Estado, pois serão 400 competidores, o que vai movimentar também a economia em termos de hotéis, restaurantes e outros setores. O Governo do Estado não se limita a trazer o que for de positivo para a Paraíba”, frisou.
-
Fonte:  http://www.paraiba.com.br/2017/07/27/46723-campeonato-brasileiro-de-ciclismo-tera-inicio-nesta-sexta-feira

Pedalar com coragem para enfrentar a vida...

Grupo faz passeios ciclísticos para defender a inclusão e incentivar pessoas com deficiência a sair de casa. Associação de pessoas com Esclerose Múltipla promove encontros para combater o preconceito, aumentar o conhecimento sobre a doença, além de unir pacientes e a população. Bike que possibilita a participação de pessoas que usam cadeira de rodas está em teste.
-
‘Pedal da Inclusão’ celebra a liberdade e a alegria. Imagem: Reprodução
Sair de casa para praticar uma atividade esportiva é amplamente recomendado por profissionais de saúde em vários setores. Se você curte, melhor ainda. Mas na rotina agitada da vida moderna, com mais tempo dedicado ao trabalho do que ao lazer e à saúde, com todas as milhares de coisas que precisamos fazer diariamente, conciliar academia, futebol, corrida e natação – ou pedalar no parque, praia ou cidade – é algo bastante difícil.
Para pessoas que convivem com deficiências físicas, sensoriais e intelectuais, ou para aquelas responsáveis por alguém nessa condição, é comum unir falta de tempo e medo, imaginando que a atividade criada para possibilitar a socialização, incentivar a autonomia e ampliar o autoconhecimento acabe resultando em ferimentos e, consequentemente, mais receio de ‘botar a cara na rua’ para viver a vida.
Rita Siminovich, criadora do Pedal da Inclusão.. Imagem: Reprodução

Reportagem publicada pela AME – Amigos Múltiplos pela Esclerose, conta as história do ‘Pedal da Inclusão’, lançado em 10 de julho de 2016, em Porto Alegre (RS), para celebra a liberdade e a alegria de pedalar. O primeiro passeio reuniu pessoas com deficiência visual e teve mais de 100 participantes.
“Comecei a pedalar há aproximadamente três anos, quando tive que parar de correr porque surgiram hérnias de disco na minha coluna. No ano passado, vi na TV uma reportagem sobre empresários do Rio de Janeiro que criaram um evento para incentivar pessoas cegas a andar de bicicleta. E eu, amante do ciclismo, pensei: ‘será que temos algo semelhante por aqui?’, mas não achei nada. Então, procurei a Associação dos Cegos do Rio Grande do Sul (Acergs) e perguntei se eles teriam interesse e fazer algo do tipo”, conta Rita Siminovich, criadora do Pedal da Inclusão.
“Muitas famílias de pessoas cegas com quem eu conversava e convidava para participar tinham medo, achavam perigoso, mas a associação gostou muito da ideia, e eles mantém vários projetos esportivos. São pessoas que buscam desafios. Eu já conhecia as bicicletas Tandem, aquelas usadas por duas pessoas ao mesmo tempo. Tive dificuldades para encontrar essas bikes por causa do preço. Elas custam, em média, R$ 1.500”.
Qual a solução? Voluntária há 13 anos em trabalhos da Na’amat Pioneiras, Rita buscou parceiros para arrecadar fundos e comprar as bikes Tandem, e arrecadou tampas de garrafas pets, que foram vendidas para empresas se reciclagem.
“Em 2016, nós conseguimos bancar a compra de 11 bicicletas e demos todas para a associação dos cegos. Eles fazem eventos todo mês e a prática do ciclismo está na rotina dos associados”, comemora a fundadora do Pedal da Inclusão.
Grupo testa bike que possibilita a participação de pessoas que usam cadeira de rodas. Imagem: Reprodução
Rita Siminovich também passou a pesquisar mais sobre eventos e acabou conhecendo o ‘Pedale por uma Causa – Esclerose Múltipla’, promovido pela AME.
“Eu participei do evento em Porto Alegre e até ajudei a divulgar o passeio na cidade”, conta.
A proposta da AME é unir pacientes e a população para alertar sobre a necessidade de repensar a inclusão e a acessibilidade como algo fundamental nas cidades, além de diminuir preconceitos sobre a Esclerose Múltipla e aumentar o conhecimento sobre seus sinais e sintomas.
Evolução – O Pedal da Inclusão caminha para se tornar uma associação, o procedimento para obter CNPJ está em andamento. Seus eventos conseguem reunir público substancial, com mais de 160 participantes. O grupo testa atualmente uma bike que possibilita a participação de pessoas que usam cadeira de rodas.
-
Fonte: http://brasil.estadao.com.br/blogs/vencer-limites/pedalar-com-coragem-para-enfrentar-a-vida/

Vencedor do Tour Chris Froome anuncia que vai correr Volta a Espanha

O ciclista britânico Chris Froome (Sky), que este ano venceu a Tour de France pela quarta vez, anunciou hoje que o próximo objetivo é a Volta a Espanha, onde foi segundo por três vezes.
“Vou tentar ganhar a Vuelta”, afirmou o ciclista britânico, de 32 anos, citado em comunicado da Sky.
Depois de ter vencido o Tour em 2013, 2015, 2016 e 2017, segue-se a Vuelta, na qual foi segundo em 2011, 2014 e 2016, e que este ano se corre de 19 de agosto a 10 de setembro.
“É uma prova que adoro correr. É complicada, mas são três semanas em que me divirto. Fui três vezes segundo e quero ganhá-la. Conseguir vencer o Tour e a Vuelta no mesmo ano seria absolutamente incrível”, explicou o escalador, que no domingo foi terceiro no contrarrelógio que encerrou a 104.ª Volta a França, consumando a terceira vitória seguida.
-
Fonte: https://desporto.sapo.pt/modalidades/ciclismo/artigos/vencedor-do-tour-chris-froome-anuncia-que-vai-correr-volta-a-espanha

Santa-cruzense vai pedalar 2,6 mil km para ver o U2 em São Paulo

Acylon Júnior, de 44 anos, vai realizar dois desejos em uma tacada só: fazer um longo percurso de bicicleta e assistir a um show da sua banda favorita.

A partir de 9 de outubro o motoboy Acylon Júnior, 44 anos, vai trocar a motocicleta por um transporte que não polui. Sobre sua bicicleta speed, batizada carinhosamente de Scarlet, terá a missão de percorrer 2,6 mil quilômetros de ida e volta. O destino é São Paulo e o objetivo é assistir ao show da banda preferida, o U2, marcado para o dia 19 do mesmo mês. Mas não para por aí. Em cada capital que passar, o aventureiro vai plantar uma muda de árvore. Trata-se de uma iniciativa que visa compensar emissões de carbono e ainda deixar uma herança dessa experiência.
Conforme o santa-cruzense, que começa a intensificar os treinos, a ideia de viajar um longo percurso de bike já vinha sendo trabalhada desde que começou a pedalar, em 2004.
“Quando meu irmão comentou que o show do U2 estava marcado, logo pensei que poderia unir essas duas paixões: bicicleta e música.” Desde então, Acylon busca estreitar os contatos com ciclistas das cidades onde irá circular a fim de pedir dicas e aquele pouso esperto para não precisar acampar. “A rede de contatos dos ciclistas é muito grande. Todo mundo se ajuda e se mostra disposto a colaborar. Quanto a isso, não preciso me preocupar”, acrescenta.

Santa-cruzense pretende pedalar entre sete e oito horas por dia.
Foto: Lula Helfer.

Em meio aos DVDs da banda e livros como O mundo ao lado: uma volta ao mundo de bicicleta, de Arthur Simões, e Operação Banda Oriental, de Demétrio Soster – professor da Unisc que recentemente cumpriu trajeto até Argentina e Uruguai–, Acylon planeja o roteiro da viagem. Ele pretende executar o trajeto Santa Cruz-Porto Alegre-Torres-Laguna-Floripa-Joinville-Curitiba-Registro e, finalmente, São Paulo em um período de oito dias.

O percurso mais difícil, segundo ele, será entre Curitiba e São Paulo, trecho de 420 quilômetros onde vai encarar a serra paulista.
“A estrada é hostil para a bicicleta e é preciso ter muito cuidado. Muitos me chamam de louco e alguns ainda perguntam: ‘Tu vai fazer isso mesmo? É só pagar R$ 300,00 e ir de avião.’”
Mas ele retruca: “Não é pelo dinheiro. É a experiência”. Além da superação de limites físicos, o ciclista também quer se desafiar psicologicamente. “É uma jornada interna de autoconhecimento e persistência”, finaliza.
“Não podemos banalizar o uso do carro”

Há 13 anos, Acylon Júnior começou a andar de bike como uma opção para ir e voltar do trabalho.
 “Eram 10 quilômetros por dia e conseguia chegar bem mais rápido do que se fosse de ônibus, por exemplo.”
Desde então, passou a participar de passeios organizados pelo Santa Ciclismo e fez viagens até Torres, Charqueadas, Caxias, Sobradinho entre outras. Também foi vice-campeão da modalidade enduro bike, em 2008.

Prestes a dar início ao seu mais intenso desafio sobre duas rodas, o santa-cruzense também quer chamar atenção para o meio ambiente. “Não podemos banalizar o uso do carro. Acredito que é possível usar esses veículos de forma mais racional.”

Vaquinha online


Interessados em ajudar Acylon Júnior a custear sua viagem de bike podem acessar o site vakinha.com.br e procurar Santa Pampa no link de busca. Ou clique aqui.
-
Fonte: http://gaz.com.br/conteudos/regional/2017/07/26/99516-santa_cruzense_vai_pedalar_26_mil_km_para_ver_o_u2_em_sao_paulo.html.php

Ciclistas utilizando componentes Shimano ganham todas as camisas e etapas do Tour

Em uma competição de bicicletas, certamente o componente mais importante é o ciclista. Além disso, por questão de patrocínio ou escolha da equipe, muitos competidores não podem escolher os componentes que vai utilizar. De uma forma ou de outra, um fato sobre o último Tour de France chama bastante atenção: em sua 104ª, cada uma das etapas, assim como as principais classificações, foram vencidas por ciclistas usando componentes da Shimano.

Desde a abertura, na prova de contrarrelógio, vencida pelo atleta Geraint Thomas (SKY) usando componentes Shimano Dura-Ace específicos para a modalidade, até o sprint final na última etapa em Paris, vencido por Dylan Groenewegen (LottoNL-Jumbo), todos os ciclistas tinham suas bikes equipadas com componentes Dura-Ace.
Chris Froome (Sky), reivindicou o título da classificação geral utilizando transmissão, freios, rodas e pedais Dura-Ace, junto com a combinação guidão e mesa Stealth (mais fita de guidão) da marca PRO, defendendo a camisa amarela em 14 das 21 etapas do Tour para garantir seu quarto título de classificação geral no Tour.
Enquanto isso, Michael Matthews e Warren Barguil, da equipe Team Sunweb, e Simon Yates (Orica-Scott), venceram as classificações por Pontos, de Montanha e de Jovem Atleta, garantindo as camisas verde, de bolinhas vermelhas e branca, respectivamente.

Não obstante todos estes resultados, um dos mais produtivos ciclistas nas etapas planas do Tour esse ano foi Marcel Kittel (Quickstep Floors), que conquistou cinco vitórias, incluindo a primeira vitória em uma etapa do evento usando-se freios a disco hidráulicos Shimano.
“Os freios a disco são um grande avanço, em termos de desenvolvimento tecnológico, que temos para o futuro do ciclismo. Principalmente em condições mais úmidas, estes freios ajudam os ciclistas a frearem melhor”, afirmou Kittel.
Já Warren Barguil sagrou-se vencedor das etapas de Montanha do Tour, competindo com o novo powermeter da Shimano, enquanto a etapa final foi vencida pelo holandês Dylan Groenewegen, que também utilizou componentes da marca.

Das 22 equipes deste ano, oito são patrocinadas diretamente pela Shimano. São elas: Française Des Jeux, Trek-Segafredo, LottoNL-Jumbo, Team Sunweb, Orica-Scott, BMC, Bora-Hansgrohe e Team Sky. Estes times dividiram vitórias em 11 etapas, incluindo as seis decisivas de montanha, da 13ª a 18ª.
Como comparação, a SRAM e a Campagnolo, outros fabricantes de componentes presentes no Tour de France, equiparam bicicletas de apenas duas equipes cada. Vale ressaltar que a Shimano não patrocina todas as equipes vencedoras do Tour, já que algumas delas preferem utilizar os componentes da gigante japonesa por escolha própria.

-
Fonte: https://www.pedal.com.br/ciclistas-utilizando-componentes-shimano-ganham-todas-as-camisas-e-etapas-do-tour_texto12270.html

VEM AI!! Campeonato Paranaense de Downhill 2017 - DHU JAGUARIAÍVA-PR

___No sábado (16) e domingo (17) de Setembro, acontecerá na cidade de Jaguariaíva (Pr), o Campeonato Paranaense de Downhill 2017 - Etapa Única.
___Downhill é uma modalidade do mountain bike que consiste em descer o mais rápido possível um determinado percurso com diversas irregularidades ou obstáculos de uma dada montanha. É um esporte que permite estar em contato direto com a natureza e gozar da máxima adrenalina que uma descida vertiginosa proporciona.
___Este evento tem um diferencial importantíssimo na modalidade, pois trata-se de DOWNHILL URBANO, que por muitos é considerado o mais técnico e perigoso da modalidade.
___ A largada será realizada no coreto da Praça Isabel Branco (cidade alta) e a chegada em frente o Colégio Estadual Rodrigues Alves (cidade baixa).
___O percurso mede 1.300 metros devidamente isolados com faixas específica para bumpeamentos de qualidade Protork.
___Caso o atleta interessado em participar seja menor de idade, é necessário que ele venha acompanhado pelos responsáveis e apresente a Carteira de Identidade e o comprovante de residência.
___Este guia baseia-se nas normas disciplinares da União Ciclística Internacional – UCI e da Confederação Brasileira de Ciclismo - CBC.
___Só participaram do Campeonato Paranaense de Downhill 2017 e pontuarão no ranking Paranaense, os atletas devidamente filiados na FPC ou outras Federações de qualquer outro Estado de nosso território Nacional.

Informações sobre o evento:

Programação dia 16/09/2016 - Sábado
  • Horários
    • 08:30 às 9:00 Congresso Técnico
    • 09:00 às 12:00 Treinos livres e retirada do kit de inscrição
    • 12:00 às 13:00 Pista fechada
    • 13:00 ás 17:00 Treinos livres e retirada do kit de inscrição
 Programação dia 17/09/2016 - Domingo
  • Horários
    • 09:00 às 10:30 Treino oficial - Todas as categorias
    • 11:00 “Qualify“
    • 13:30 Descida oficial - Todas as categorias

INSCRIÇÕES

A.___As inscrições serão realizadas exclusivamente ON-LINE através deste site no botão indicado no banner acima. 
B.___Período: Das 12h do dia 10/08/2016 às 23h 59min do dia 13/09/2016 (quarta-feira).
C.___Valor: R$ 100,00 (cem reais).
D.___Nota única: Os atletas/piloto que atenderam todos os quesitos para participar da prova (dados pessoais, pagamentos), até a data acima descrito, terão direito a SEGURO DE VIDA. Serão reabertas no sábado sendo que a quantidade será decidida pela comissão organizadora, porém no valor de R$ 100,00 (cem reais) e sem direito a SEGURO DE VIDA.

D.___Forma de pagamento: Depósito IDENTIFICADO bancário/transferência online na seguinte conta CORRENTE:


TITULAR: ANDERSON DE BARROS SOARES
CNPJ/MF: 101758979-80
AGENCIA: 6061-5
CONTA CORRENTE: 1335-8
BANCO BRADESCO S/A
E. Após o pagamento enviar o comprovante de pagamento para o e-mail: coordenacaodh.jaguariaiva@gmail.com

CATEGORIAS:

  • Feminino: Livre
  • Estreante: Livre (critério técnico) 
  • Juvenil: Nascidos em 2000 e 2001
  • Junior: Nascidos em 1998 e 1999 
  • Sub30: Nascidos entre 1987 a 1997
  • MasterA: Nascidos entre 1977 a 1986 
  • MasterB: Nascidos entre 1957 a 1976 
  • Elite: +18 anos ou Critério Técnico 
  • Rigida: Livre

CONSIDERAÇÕES RELEVANTES

A.___Os Organizadores poderão suspender o evento por questões de segurança pública, atos públicos, fatores climáticos, vandalismo e/ou motivos de força maior sem que caiba qualquer tipo de indenização sobre os mesmos.
B.___Este Guia poderá sofrer alterações até a data de sua publicação impressa antes da prova. Em caso de dúvida, prevalece a edição impressa e disponível na secretaria do evento.
C.___Casos omissos serão julgados pelo Comissário da FPC que estará presente.
D.___A base do evento será montada na chegada da pista “Frente o Colégio Estadual Rodrigues Alves (cidade baixa), em Jaguariaiva/Pr. A infraestrutura contará com a presença de ambulância e paramédicos, som ambiente, locução da prova, banheiros químicos, local para instalação de tendas das equipes e praça de alimentação para os atletas e do público presente.

Vem ai o 1º DESAFIO DA ONÇA BRAVA DE CICLOTURISMO - JAGUARIAÍVA-PR

Amigos Bikers, vem ai o 1o. DESAFIO DA ONÇA BRAVA DE CICLOTURISMO, que será realizado no dia 03/09/2017 na cidade de Jaguariaíva-PR.
Sendo que para este desafio, a escolha foi especialmente para quem gosta de um pedal aventura e que não irá deixar nenhum ciclista de lado, agradará desde o PEBA até o GALÁCTICO, pois serão dois percursos:
Percurso Nível LIGHT, com um total de 31,3 km, para quem está começando e quer um pedal diferente e desafiador, percurso por estradas rurais e que os levará a algumas das mais belas visões do 8º maior canyon do mundo em extensão, marcadas pelos seguintes pontos, turisticos:
  1. Palacete do Conde Francisco Matarazzo (SAÍDA)
  2. Rio do Butía,
  3. Cachoeiras do Rio Butiá,
  4. Mirante do Alagado,
  5. Mirante Principal do Vale do Codó,
  6. Palacete do Conde Francisco Matarazzo (CHEGADA)
Mapa e altimetria do percurso - Nível LIGHT
SIMULAÇÃO 3D DO PERCURSO NÍVEL LIGHT -  Assistam o video abaixo:


Percurso Nível HARD, com um total de 40,1 km, para quem quer realmente um percurso que contenha o verdadeiro espírito do mountain bike. É um percurso misto que inclui todos os níveis de dificuldade fácil, médio e difícil, sendo estes passando por algumas das paisagens mais belas do Estado do Paraná, o percurso passará por estradas rurais, cruzará lajeados, cachoeiras, mirantes de uma visão excepcional do vale, e single tracks que irão desafiar até os que curtem um pedal mais técnicos, ou seja um verdadeiro percurso de enduro (20km XCO e 21km XCM) e levando-os aos seguintes pontos turisticos:
  1. Palacete do Conde Francisco Matarazzo (SAÍDA)
  2. Mirante da Pedra Bonita
  3. Rio do Butía,
  4. Cachoeiras do Rio Butiá,
  5. Mirante do Alagado,
  6. Mirante Principal do Vale do Codó,
  7. Mirante da Toca da Onça.
  8. Palacete do Conde Francisco Matarazzo (CHEGADA)

Mapa e altimetria do percurso - Nível HARD
SIMULAÇÃO 3D DO PERCURSO NÍVEL HARD -  Assistam o video abaixo:

Ambos os percursos, tem como START o ponto turístico PALACETE CONDE FRANCISCO MATARAZZO, e serão feitos ao ritmo de cicloturismo e tem como tempo médio de conclusão de 5 a 6 horas, isso já contando com tempo de paradas para fotos e etc, ou seja, algo que qualquer ciclista que ame pedalar poderá concluir.

Vista frontal do Palacete.

Conheça um pouco da história do PALACETE CONDE FRANCISCO MATARAZZO o qual você pode ver clicando NESTE LINK.
-
OBS: As distâncias dos percursos já estão inclusos os acessos aos mirantes e cachoeiras.

Inscrições

  • Primeiro lote:
    • Inscrições até o dia 20/08 R$ 40,00
      • Segundo lote - A partir de 21/08 R$ 60,00

As inscrições devem ser feitas aqui: LINK PARA INSCRIÇÃO , ou no botão no banner do topo da página.

  1. A sua inscrição será de suma importância pois além do controle de cicloturistas que irão participar do evento, estaremos providenciando um lanche (água mineral, frutas e sanduíche natural) para ser distribuído a cada participante em nossa parada principal do percurso (Mirante do Vale do Codó) e em um segundo ponto de controle onde será disponibilizado o reabastecimento com água e frutas.
  2. Aos participantes inscritos será disponibilizado uma bela ÁREA DE CAMPING (no Palacete Conde Francisco Matarazzo, e estará disponível para o estabelecimento dos ciclistas e familiares a partir do dia 01/09 (sexta-feira), para que assim possam aproveitar do que a cidade de Jaguariaíva tem a oferecer.
  3. Teremos uma ambulância disponível para qualquer eventualidade, sendo que a mesma acompanhará parte do percurso e fica alocada em pontos estratégicos com o desenvolver do pedal.
  4. Apesar do percurso estar todo sinalizado para o pedal, haverá ciclistas da Equipe Mazobikers (STAFFS) acompanhando a todos e dando dicas e informações sobre o percurso e locais visitados.
  5. Cada ciclista inscrito, já está com Seguro de Vida Individual incluso.
ATENÇÃO: É importante que todos façam exames médicos regularmente, principalmente com um cardiologista. Não esqueça do aquecimento e dos alongamentos, antes e depois das pedaladas.

* O participante, declara assumir total responsabilidade por qualquer acidente que venha a ocorrer e/ou der causa, por não acatar as determinações e instruções do guia e/ou instrutores, ou por atos de imprudência, negligência ou imperícia.

Indispensável levar junto:

  • - Bicicleta revisada e somente "mountain bike" e ou "downhill" .
  • - Câmara de ar reserva ou reparos.
  • - Roupa apropriada para ciclismo.
  • - Carregue uma jaqueta corta vento.
  • - Leve lanterna e sinalizadores.
  • - Não esqueça o protetor solar e repelente.
  • - Lembre-se de trazer suas luvas.
  • - Óculos de sol.
  • - É indispensável o uso do capacete.

Serviço:

  • EVENTO: 1º DESAFIO DA ONÇA BRAVA DE CICLOTURISMO - JAGUARIAÍVA-PR
  • DATA: 03 DE SETEMBRO DE 2017
  • LOCAL DE CONCENTRAÇÃO: PALACETE CONDE FRANCISCO MATARAZZO
  • CONCENTRAÇÃO DOS CICLISTAS DAS 07:30 ÀS 08:30
  • INÍCIO DO PEDAL: 09:00 
  • PARA DÚVIDAS OU MAIS INFORMAÇÕES: FONE/WHATSAPP (43) 98821-2099 (Rogério)

Organização: 

  • MAZOBIKERS BLOG, LOBI.com.br, Equipe Mazobikers

Apoio:

  • LOBI, Prefeitura Municipal de Jaguariaíva, Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo (SMICT).

Informações referentes a estabelecimentos hoteleiros e restaurantes da cidade.



HOTELARIA





NOME DO ESTABELECIMENTO
SINGLE
DUPLO
TRIPLO
Observação
TELEFONE
SAN JUAN
 R$       140,00
 R$  170,00
 R$          230,00

(43) 3535-1161
LONDON
 R$         75,00
 R$  135,00


(43) 3535-6850
SANTA MARIA
 R$         60,00


* Por Pessoa
(43) 3535-5312
CONDE ALEMÃO
 R$       218,00
 R$  295,00


(43) 3535-1145
DOM THOMAS
 R$       149,00
 R$  189,00
 R$          250,00

(43) 3535-7761
DIB CENTER
 R$         72,00
 R$  107,00


(43) 3535-2784
HOTEL ANDREAZZA
 R$         75,00
 R$  120,00


(43) 3535-1714
HOTEL PRESERVE
 R$         82,00
 R$  125,00


(43) 3535-2740
POUSADA MINAS
 R$         60,00
 R$   70,00
 R$            80,00
* Valores por Apartamento
(43) 3535-1559


 R$   45,00

* Apartamento duplo












RESTAURANTES





NOME DO ESTABELECIMENTO
BUFFET
KILO
Prato Feito
OBS
TELEFONE
MIRANDINHAS
 R$         24,90
 R$   44,90


(43) 3535-6993
SANTA MARIA
 R$         13,00



(43) 3535-2587
RP - RESTAURANTE
 R$         17,00
 R$   32,00
 R$            12,00

(43) 3535-7238
DI PATELLI
 R$         27,90
 R$   47,90

SEGUNDA – SEXTA
(43) 3535-1507

 R$         34,00
 R$   49,00

SÁBADO FEIJOADA


 R$         41,00
 R$   53,00

DOMINGO

LENE'S
 R$         20,00



(43) 3535-7240
BEM MAIS
 R$         13,00



(43) 3535-4983
PIZZARIA PRIMAVERA
 R$         25,00
 R$   39,00


(43) 99615-7214