Banner do Campeonato Paranaense de DH 2019
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Cape Epic 2019 - Nino Schurter confirma participação ao lado de Andri Frischknecht

O campeão Mundial e Olímpico, Nino Schurter está de volta na Cape Epic este ano. Desta vez, o atleta irá tentar recuperar o título, já que ele foi em campeão em 2017. Em 2018, a equipe Scott-Sram teve que deixar a prova, depois que o companheiro de Nino, Matthias Stirnemann contraiu uma infecção logo após a primeira etapa. Agora, Nino corre ao lado de Andri Frischknecht.
Esta é a sexta experiência de Schurter no Cape Epic. Apesar de ter ganho os principais títulos mundiais do mountain bike, o atleta afirma que a motivação continua. "Eu ainda amo correr - eu amo me desafiar. Esta gana de correr e buscar o meu melhor não diminuiu", afirmou heptacampeão mundial da XCO.
Cape Epic / Divulgação
Tanto Nino quanto Frischknecht são pragmáticos sobre as lições que da corrida de 2018, onde Frischknecht caiu durante a Etapa 3.
"A lição é que a Absa Cape Epic pode ir para todas as direções: tanto para o bem quanto para o mal ", refletiu Schurter. "Doença, mecânica e lesões não são algo que você pode evitar 100%, você pode apenas tentar limitar o risco", argumentou o suíço.
"Foi péssimo estragar em 2018, com certeza, mas tudo pode acontecer no Absa Cape Epic" acrescentou Frischknecht reforçando os sentimentos de Schurter. O jovem de 24 anos foi rápido em mudar o foco para a corrida deste ano: "Para mim, o sonho surge quando vou competir no Cape Epic com meu mentor, Nino Schurter. Vou dar 110% e ver isso como uma ótima oportunidade para mostrar do que sou capaz."
Apoiando Schurter e Frischknecht na tentativa de recuperar o título para a SCOTT-SRAM, a dupla Forster e Heyns estará pilotando as cores da DSV / SCOTT-SRAM onde os patrocinadores da Maratona Sul-Africana também estão representados nas camisetas da equipe. Será a estreia do Forster no Absa Cape Epic, mas ele terá ao lado Heyns, um dos pilotos mais talentosos da África do Sul, para ajudar nesta experiência.
"Eu ouvi muitas histórias boas sobre o Absa Cape Epic", disse Forster. "Estou super animado para finalmente estar no início da mais prestigiosa corrida do mundo".
A expectativa do Campeão Europeu XCO pela corrida não envolve apenas sofrimento.
"Estou ansioso para correr por belas paisagens e fazer algumas trilhas agradáveis também", ele sorriu. Com Heyns ao lado, ele será capaz de encontrar momentos para desfrutar, especialmente nas descidas técnicas que se mistura ao sofrimento.
Zoon Cronje
"Eu sou um piloto muito mais completo do que em 2014, quando vencemos a fase final, Absa African Jersey e terminamos em 6º na classificação geral. Eu madureci muito como piloto nos últimos anos e não posso esperar para competir neste evento", revelou.
"Embora a competição tenha aumentado a cada ano, estou confiante de que, se tudo se encaixar, o pódio seja possível. Mas nosso objetivo principal para a corrida é apoiar Nino [Schurter] e Andri [Frischknecht] em sua busca pela vitória. Já faz alguns anos desde que comecei o Absa Cape Epic, em 2016. Foi um ano cheio de drama; Eu tive que desistir da corrida devido a doença enquanto liderava a classificação do Absa African Jersey. Nos últimos anos eu não tinha um companheiro de equipe com quem eu pudesse competir no evento, então optei por me concentrar nos meus estudos durante esse período ", disse o piloto da DSV.
A parceria da SCOTT-SRAM e DSV é uma colaboração especial organizada para o Absa Cape Epic de 2019 por dois ex-ciclistas profissionais: Thomas Frischknecht - lenda do ciclismo de montanha e proprietário da SCOTT-SRAM, e Malcolm Lange da Lange Sports, campeão South African road and track e proprietário da DSV Pro Cycling.
Heyns afirmou: "Há alguns meses recebemos uma ligação de Thomas Frischknecht, o gerente da equipe SCOTT-SRAM, perguntando se eu estaria interessado em trabalhar em parceria com Lars Forster para o Absa Cape Epic. Não há dúvida de que Lars é um atleta incrível e definitivamente um piloto que está pronto para competir no final da corrida. Sinto-me muito privilegiado por ter recebido esta oportunidade e estou muito agradecido pelo modo como todos se acomodaram ao fazer esta colaboração entre o trabalho SCOTT-SRAM e DSV. "
-
Fonte: https://www.pedal.com.br/cape-epic-2019-nino-schurter-confirma-participacao-ao-lado-de-andri-frischknecht_texto13537.html

Grupo usa o ciclismo para combater a depressão e a obesidade em Assis

Recentemente, um grupo de Assis decidiu começar a praticar ciclismo e em pouco tempo já sentiu na vida as mudanças trazidas pelo esporte. Segundo a microempresária Alessandra Marques de Oliveira, ela começou a pedalar em novembro do ano passado e conseguiu superar um quadro de obesidade.
"Comecei a praticar o ciclismo e conheci várias pessoas com suas histórias de superação de vida, como por exemplo as que saíram da depressão e da obesidade. Inclusive eu mesma estou saindo da obesidade e já consegui perder 9 quilos pedalando. No grupo conheci pessoas depressivas, que ficavam trancadas em casa e sem ânimo para a vida, mas depois de começarem a pedalar essa realidade começou a mudar”, conta.
O grupo percorre vários pontos da região e nesta terça-feira, 29, fez seu último pedal até a cidade de Nova Alexandria. Ainda essa semana, os ciclistas pretendem dar uma volta pelo bairro rural do Cervinho.
Alessandra conta que uma pessoa da família está saindo da depressão e também tem participado do grupo, relatando estar contente em ter conseguido fazer um percurso.
"Minha parente me disse que está mais animada, feliz e com vontade de viver, e isso é muito importante. Ela até perguntou quando vamos fazer outro pedal e fiquei bastante feliz também em poder ajudar. Outra moça do grupo, que foi quem me incentivou a pedalar, ela era bem gordinha e todo mundo que olha diz que ela realmente é um exemplo de superação. Isso tem me dado força para continuar”, detalhou.
Atualmente o grupo tem se dedicado a divulgar a prática do esporte como forma de combater a depressão e a obesidade.
Os ciclistas pretendem motivar quem passa pelas mesmas dificuldades e incentivar a melhoria na qualidade de vida.
"Ouvir de outros praticantes do grupo de ciclismo que eles estão tendo vontade de viver é uma inspiração para continuarmos e divulgarmos cada vez mais. São histórias de vida incríveis, de pessoas que realmente saíram do fundo do poço”, comentou.
Alessandra acrescenta ainda que os proprietários da Life Adventure de Assis, Letícia e Renato Rosa, estão dando suporte ao grupo.
"Está sendo muito bacana esse suporte que a Life está dando aos iniciantes, marcando pedal toda quarta-feira, orientando sobre acessórios e sobre os benefícios do ciclismo para a saúde. Está sendo maravilhoso participar desse grupo, pois são pessoas que pensavam em desistir e até em suicídio, mas que estão superando as próprias expectativas, se apaixonando pelo esporte e por tudo que isso tem significado para a vida delas. Realmente o ciclismo muda a realidade dos praticantes. Que mais pessoas possam conhecer e praticar”, finaliza.
O grupo pretende incentivar novos praticantes de ciclismo
A ideia é atrair interessados no esporte, que queiram superar suas dificuldades
-
Fonte: https://www.assiscity.com/?b=86485

Sherman Trezza fatura Copa Chile Internacional






Copa Chile Internacional de Cross Country aconteceu no último final de semana (26 e 27) na região de Valdivia. O Brasil contou com o bom desempenho dos atletas que participaram da competição e alcançou resultados expressivos para o mountain bike nacional.
No masculino, com tempo de 1h41m23s, Sherman Trezza de Paiva conquistou o título na categoria anotando 30 pontos. O atleta de 30 anos compartilhou o pódio com o chileno Martin Vidaurre, segundo colocado, e Guilherme Muller, brasileiro que ficou com a terceira posição.
Aos 26 anos, Guilherme Muller fez o tempo 1h43m13s, garantindo 15 pontos na tabela de classificação da Copa Chile Internacional.
Viviane Favery, de 33 anos, foi a única brasileira que competiu na categoria feminina, ficando na quarta colocação com o tempo de 1h58m57s, além de 12 pontos anotados. A formação do pódio contou com três argentinas: Paula Quiros, Maria Apaza e Luciana Roland são as donas das primeiras posições do torneio, respectivamente. Quiros, a grande campeã, fechou a prova em 1h49m30s.
-
Fonte: https://www.olimpiadatododia.com.br/ciclismo-mountain-bike/116008-sherman-trezza-titulo-copa-chile-internacional/

Corinthians Audax conquista quatro medalhas no Rally Piocerá

O Corinthians estreou oficialmente a equipe de ciclismo. A nova modalidade do clube começou em ótimo ritmo na disputa da primeira competição. Em Teresina, no Piauí, na 32ª edição do Rally Piocerá, foram quatro pódios conquistados, com três ouros e uma prata. Destaque para a atleta Raiza Goulão, integrante do Time Brasil, nos Jogos do Rio, em 2016, campeã na Elite feminina.
Além do título de Raiza Goulão, Letícia Cândido levou a medalha de prata para o Corinthians na categoria. Já na Elite Masculina, foi a vez do atleta Daniel Zóia comemorar o tricampeonato do Rally Piocerá, mostrando sua especialidade no Mountain Bike XCM. O outro ouro do clube paulista foi conqusitado pelo atleta alvinegro Gustavo Xavier, campeão na categoria Turismo.
A etapa do Rally Piocerá contou com cinco dias de percurso, cruzando cinco cidades entre o Piauí e Ceará. Além das conquistas, o paratleta Bruno Paim recebeu a homenagem de “Atleta Superação”, correndo na categoria sub-30, contra atletas sem necessidades especiais chegando na oitava posição.
- O sucesso nesta primeira prova mostra que a equipe vem muito forte e brigará por diversos títulos neste ano, além de termos nossos atletas com fortes chances de conquistarem vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio - declara Donato Votta, diretor de esportes terrestres do Corinthians.
Daniel Zoia comemora a conquista pelo Corinthians — Foto: Samuel Torres /Divulgação

Investimento para "nova era no ciclismo brasileiro"

Na última semana, o Corinthians havia lançado a equipe. O projeto, de acordo com Donato Votta, é protagonizar uma "nova era do ciclismo brasileiro". Os números do investimento não foram divulgados, mas o dirigente afirma que "é o maior em uma equipe de ciclismo do país".

- A gente não pode pensar em títulos, mas sim competitividade. Estamos no final de um ciclo olímpico, então é muito possível termos um representante em Tóquio. Agora a nossa nação tem um time de ciclismo para torcer- completou Vadda.
Um dos objetivos, claro, é ter representantes nos nos Jogos de 2020, em Tóquio. Para isso, o Corinthians contratou Raiza Goulão, que esteve na Rio 2016, na modalidade mountain bike. Ela é o principal nome da equipe.

A equipe alvinegra conta com:

• Raiza Goulão Henrique
• José Gabriel Marques de Almeida
• Letícia Jaqueline Soares
• Gustavo Xavier de Oliveira
• Daniel Carneiro Brum Ribeiro Zoia
• Bruno Paim (atleta paralímpico)
-
Fonte: http://www.mazobikers.com.br/2019/01/equipe-de-ribeirao-preto-conquista.html

Equipe de Ribeirão Preto conquista licença Continental UCI

A UCI (União Ciclística Internacional) confirmou que a equipe de ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME) recebeu a licença Continental para a temporada 2019. Tetracampeã do ranking nacional, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Donnabella, primeiro lugar no ranking em 2012, 2013, 2017 e 2018, passa a ser o único time brasileiro Elite masculino na categoria e poderá participar de provas 2.1 e 2.2 UCI. “Com a licença Continental poderemos disputar mais provas fora do Brasil e elevar o nível”, diz Donnabella ao Bikemagazine.
Vale destacar que Ribeirão Preto conta com Rodrigo do Nascimento, atual campeão brasileiro de estrada, além de Rafael Andriato, que depois de dez temporadas na Europa, retornou ao Brasil em 2018. Uma das novidades de 2019 é a contratação de Alessandro Guimarães, de 24 anos, que estava na equipe Rio de Janeiro Cycling Team e foi o escolhido para integrar a seleção brasileira que estará na disputa da Volta de San Juan, na Argentina, de 27 de janeiro a 3 de fevereiro. A apresentação oficial da equipe de Ribeirão será no dia 29 e o técnico afirma que há mais novidades.
Com a licença Continental, Donnabella acredita que a equipe poderá ajudar o Brasil a conquistar vaga para o ciclismo nos Jogos Tóquio-2020.
“Sem provas no Brasil é difícil acumular pontos, mas, se conseguirmos pontos nas provas do America Tour, poderemos ajudar”, afirma.
No calendário de início de temporada, Donnabella afirma que a equipe estará em provas como a Doble Bragado, na Argentina, de 3 a 10 de fevereiro, e a Volta a Chiloé, no Chile, de 5 a 10 de março, antes da Volta do Uruguai, de 12 a 21 de abril. “Mas queremos mais, estamos planejando um estágio na Bélgica e estudando a possibilidade de participar de outras corridas na Europa e na China”, completa.
-
Fonte:  http://www.bikemagazine.com.br/2019/01/equipe-de-ribeirao-preto-conquista-licenca-continental-uci/

Serviço de aluguel de bicicletas e patinetes sem estações pré-definidas é lançado em Curitiba

O serviço de compartilhamento de bicicletas e patinetes elétricos no sistema ‘dockless’, ou seja, fora de estações pré-definidas, começa a valer nesta terça-feira (22) em Curitiba. Inicialmente, serão 400 bikes e 100 patinetes disponíveis para locação.
As bicicletas estarão disponíveis inicialmente em pontos privados parceiros, podem ser usadas de segunda a segunda, 24 horas por dia, e estacionadas depois em qualquer lugar dentro da área de atuação da empresa responsável na cidade. Veja os locais no mapa abaixo.
As bicicletas têm GPS integrado, de modo que a localização de cada uma sempre esteja monitorada. O preço é de R$ 1 a cada 10 minutos de uso.
A operação piloto das bikes começa na Rua Itupava, no Alto da XV.
Já os patinetes estarão disponíveis todos os dias da semana, das 7h às 21h, em um dos 40 pontos parceiros. O usuário pode encerrar a corrida em um desses pontos ou em qualquer local da área de atendimento.
A operação piloto de patinetes começa na região do Alto da Glória. Para usá-lo é preciso pagar inicialmente R$ 3 e pagar mais R$ 0,50 a cada minuto de uso.
As corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro.

Veja no mapa a área de atuação da empresa

Em vermelho mostra a área de operação da empresa em Curitiba; em preto, área onde funciona o serviço de patinetes — Foto: Divulgação/Yellow

Como funciona o sistema

O primeiro passo é instalar o aplicativo da empresa responsável;
Ir até uma uma estação buscar a bike ou o patinete. (Em Curitiba nos bairros: Centro, Centro Cívico, Ahu, Cabral, Juvevê, Alto da Glória, Hugo Lange, Alto da Rua XV, Batel, Seminário, Rebouças e Campina do Siqueira);
Colocar créditos na conta com cartão ou dinheiro. (Os créditos podem ser comprados em bancas de jornal e lojas);
Localizar o cadeado;
Escanear o QR Code, clicar em “iniciar viagem” e destravar a bike ou o patinete;
Após o passeio, estacionar em local indicado ou em local seguro;
Fechar o cadeado manualmente no caso da bike e finalizar diretamente pelo app no caso do patinete. (Em seguida, o usuário vai receber um resumo da sua viagem direto no app).
No final do dia, as bicicletas e os patinetes são recolhidos para manutenção e limpeza.
Este serviço já existe em outras cidades do Brasil, como: São Paulo, São José dos Campos, Rio de Janeiro, Florianópolis, Belo Horizonte, Campinas e Verão de Ilhabela.
-
Fonte:  http://www.revistabicicleta.com.br/bicicleta_noticia.php?servico_de_aluguel_de_bicicletas_e_patinetes_eletricos_sem_estacoes_predefinidas_e_lancado_em_curitiba&id=36173

Inscrições abertas para etapa em Petrópolis da Copa Internacional de Mountain Bike

# A pista está localizada no Vale do Cuiabá e foi elaborada pelo campeão mundial Henrique Avancini
-
Estão abertas as inscrições para a etapa em Petrópolis da Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) que será realizada nos dias 9 e 10 março. Os interessados devem garantir a vaga no site oficial do evento (www.cimtb.com.br). São 31 categorias em disputa - entre profissionais e amadoras - que atendem desde crianças até idosos. A pista fica localizada no Vale do Cuiabá e foi elaborada pelo campeão mundial da modalidade, o petropolitano Henrique Avancini. A cidade foi escolhida para abrir a temporada da competição, como forma de aproveitar o bom momento e a força do nome do atleta brasileiro para impulsionar os fãs e aumentar o número de apoiadores. O evento conta com o apoio da prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer e da Turispetro. 
A competição vai reunir as principais referências do segmento, sendo também uma oportunidade dos atletas terem contato com os representantes das marcas, conhecerem melhores equipamentos e ficarem por dentro de tudo o que rola no universo do mountain bike. Além disso, a CIMB conta pontos para o ranking estadual, nacional e mundial da modalidade. Inédita da cidade, a copa vai funcionar como ferramenta para atrair mais turistas.
"É um evento mundial que incentiva os jovens na prática esportiva e movimenta a economia da cidade", destaca o prefeito Bernardo Rossi, ressaltando a importância da presença do petropolitano Henrique Avancini para o desenvolvimento da modalidade no município.
"Temos procurado sempre firmar parcerias para trazer para Petrópolis eventos que aqueçam o turismo da cidade, ocupem quartos de hotéis e pousadas e movimentem o comércio. Precisamos aproveitar o bom momento do Avancini para que a gente fomente a modalidade", completou o prefeito.
A ideia de inserir Petrópolis no roteiro da CIMB está sendo uma "grande sacada", como explica Rogério Bernardes, organizador da prova. Segundo ele, para o sucesso do evento é importante o conhecimento técnico com o maravilhoso momento que o Avancini está vivendo mundialmente.
"Tenho certeza que será uma grande etapa, cheia de emoções e com competidores de alto nível. Acreditamos em uma parceria a longo prazo, que vai trazer para Petrópolis turistas do mundo todo", disse Rogério, que a logística para os pilotos também é um fator importante: são 60km entre Petrópolis e o aeroporto do Galeão.
Além disso, a prefeitura está planejando um conjunto de ações para estimular a prática do Mountain Bike em Petrópolis. O governo municipal fez uma parceria com Avancini, que recomendou quatro pistas na cidade - que estão sendo chamadas de “polos”, onde serão feitas ciclorrotas: em Secretário, Vale do Cuiabá, Vale das Videiras e Vale Florido.
“O mountain bike é uma modalidade que está crescendo em todo o país e a nossa cidade conta com um campeão mundial, que vai nos ajudar fomentando a modalidade em Petrópolis. Também é uma forma de atrair os praticantes de todo o país para o município, estimulando a vinda de mais turistas, além de fomentar o esporte como um todo”, explica Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer.
O objetivo principal é preparar os locais para que os praticantes percorram as trilhas de maneira autônoma, sem a utilização de serviços de guia ou de GPS. Para isso, os locais vão receber sinalização específica para fortalecer o esporte e ainda atrair visitantes.
No ano passado, a prefeitura criou a primeira prova da modalidade permanente no calendário esportivo: a Copa Imperial de MTB. Mais de 400 atletas participaram do evento, que foi realizado em Secretário.
"A Copa Imperial foi um grande sucesso no ano passado e seguimos pensando em outras maneiras de aumentar o número de adeptos da modalidade na cidade”, completa Hingo Hammes.
-
Fonte: https://www.diariodepetropolis.com.br/integra/inscricoes-abertas-para-etapa-em-petropolis-da-copa-internacional-de-mountain-bike-160959

Mairiporã receberá três etapas do Mountain Bike Festival em 2019

# Organização do evento investirá na construção de um centro de referência em treinamento de ciclismo para transformar Mairiporã na cidade da bike no Brasil

Mairiporã irá receber três etapas do Mountain Bike Festival, torneio chancelado pela União Internacional de Ciclismo que garante vagas no mundial da categoria. O evento será realizado no início de 2019 nas dependências do Instituto Mairiporã.
Representantes das empresas Caloi, Cannondale e Shimano, do ramo de ciclismo e organizadoras do evento, e o presidente da Confederação Brasileira de Ciclismo, José Luiz Vasconcelos, estiveram na reunião que selou a parceria. Além da organização do campeonato, as empresas ainda investirão para transformar Mairiporã no centro de referência em treinamento de ciclismo. Para isso, já estão em construção 3 novas pistas de bicicleta e toda a estrutura necessária.
“Estamos investindo muito na prática esportiva nesta gestão. Trazer estes eventos deste porte para Mairiporã é importante para engajar nossos munícipes com o esporte e também para alavancar o turismo, que gera emprego, renda, e melhora a economia da nossa cidade”, disse o prefeito Antonio Aiacyda. “Além, é claro, dos importantes investimentos que serão realizados aqui em benefício da população”, completou.
Entre o evento mundial e as obras, serão investidos cerca de dois milhões de reais na cidade. Serão inúmeras conquistas, com a elaboração de projetos sociais com crianças e o desenvolvimento do turismo esportivo.
A expectativa é que, até 2020, Mairiporã se torne a cidade da bike no Brasil, com os principais nomes do esporte treinando aqui, incluindo atletas que representarão o país nas Olimpíadas.
A cidade ainda receberá a convenção mundial da Shimano e o lançamento da campanha de marketing da Caloi. Todas estas ações representarão avanços no esporte do município, além da geração de empregos e novos negócios.
-
Fonte: http://www.mairipora.sp.gov.br/mairipora-recebera-tres-etapas-do-mountain-bike-festival-em-2019/

Equipe Corinthians Audax Bike Team é apresentada oficialmente

A cidade piauiense de Teresina foi palco da apresentação oficial do Corinthians Audax Bike Team, equipe recheada de grandes nomes do esporte com um conceito mais abrangente, que vai além apenas da equipe principal, estendendo sua atuação não só para nomes consagrados do esporte, mas também para atletas em crescimento, incluindo cerca de 70 ciclistas de modalidades e categorias variadas. Uma das principais novidades é a atleta Raiza Goulão, que integra a equipe também com sua equipe de desenvolvimento.
O evento de apresentação aconteceu na fábrica da Houston, marca de bicicletas que também pertence ao grupo Claudino, mesma dona da Audax. Durante algumas horas, tivemos a oportunidade de conversar com os principais nomes da equipe, além dos responsáveis pelo gerenciamento.
O atletas
 
O Corinthians Audax Bike Team chega com objetivos bastante variados em diversas categorias do ciclismo, com atletas focados em provas de XCO, XCM e ciclismo de estrada. Um dos principais objetivos do time é conquistar vagas olímpicas. Diferente do que aconteceu nas olimpíadas do Rio, a ideia da Audax é focar em provas de maior qualidade para não só obter os pontos, mas também para elevar o nível dos atletas.

Equipe Principal

  • Raiza Goulão
  • José Gabriel
  • Daniel Zoia
  • Gustavo Xavier
  • Bruno Paim
  • Letícia Cândido

Raiza Goulão

Uma das principais e mais vencedoras mountain bikers do Brasil está de volta ao Brasil depois de duas temporadas na Europa. Com energias renovadas, a atleta espera ampliar ainda mais sua variada gama de vitórias, somando de quebra os pontos que ela precisa para conquistar a vaga olímpica pela segunda vez em sua carreira.
"Para esta temporada, o foco total é buscar a vaga olímpica, buscar novamente a liderança do ranking olímpico", explicou a atleta. Elaboramos um calendário para que eu possa favorecer minha performance e não chegar com cansaço físico em Tokio 2020", continuou.
Além de voltar para casa, Raiza está plenamente recuperada de uma lesão sofrida no joelho no ano passado.
"Todo atleta passa por isso, só não está esperando passar por isso naquele momento. Foi necessário mas doloroso, não vou mentir." Comenta Raiza.

-
Fonte: https://www.pedal.com.br/equipe-corinthians-audax-bike-team-e-apresentada-oficialmente-em-teresina_texto13524.html

Blog O DIÁRIO sorteia camiseta oficial do ciclismo de Maringá

O Clube Maringaense de Ciclismo está entre as melhores do Brasil. Os atletas, no feminino e masculino, ganham várias medalhas em competições estaduais e nacionais. E o blog vai sortear uma camiseta oficial (tamanho M) entre os internautas. O sorteio será em 15 de fevereiro.

Para concorrer, envie mensagem com o nome completo, número do whatsapp e o email no link http://blogs.odiario.com/orlandogonzalez/2019/01/17/blog-sorteia-camisetas-oficial-do-ciclismo-de-maringa/

Henrique Avancini divulga nova formação de equipe de ciclismo

Henrique Avancini e os três atletas que compõem sua nova equipe de ciclismo (Foto: Divulgação)
Segundo colocado no ranking mundial da UCI e dono dos principais recordes do Mountain Bike brasileiro na história, Henrique Avancini segue firme com seu compromisso de divulgar o esporte no país. Nesta sexta-feira, o atleta apresentou a nova formação de sua equipe, a Caloi Avancini Team, composta por promessas do ciclismo até a categoria sub-23.
O objetivo principal do campeão mundial de MTB é capacitar os mais jovens, oferecendo a eles uma estrutura de treinamentos completa. O time do carioca é formado por três atletas de grande potencial: Marcela Lima, Edson Rezende e Pedro Lage.
- Esse é o quinto ano do projeto, que começou como AVA Project e evoluiu muito o ano passado com o lançamento oficial da Caloi Avancini Team. Nessa temporada, estamos rejuvenescendo a nossa equipe. Nosso objetivo é que os atletas não só consigam crescer a curto prazo, mas também a longo prazo. Esses jovens atletas têm muito a se desenvolver se forem guiados no caminho correto. É uma oportunidade pra mim de muito valor, construir esse ambiente para poder potencializar o futuro do mountain bike brasileiro - disse Henrique.
Com apenas 18 anos de idade, Marcela Lima é a caçula da equipe, mas já coleciona alguns títulos - como o da Etapa da Copa do Mundo de Eliminator, (Congonhas) e de campeã mineira XCO, ambos em 2018. Aos 20 anos, Pedro Lage tem um título brasileiro juvenil, conquistado em 2015. Já Edson Rezende foi vice-campeão brasileiro XCM Elite, em 2018, assim como o segundo lugar na última edição do Brasil Ride (categoria American Man).
Além dos equipamentos de última geração, a equipe Caloi Avancini Team terá uma estrutura repleta de profissionais especializados, como nutricionista, fisioterapeuta, mecânico, psicóloga, fisiologista, entre outros. O time também tem uma parceria com o NAR (Núcleo de Alto Rendimento), que fica em São Paulo, contribuindo para a melhor performance aos atletas. Todo o time será gerido por Ruy Avancini, pai e inspiração profissional de Henrique.
- Estamos proporcionando a esses jovens uma experiência única e de grande valor: dividir toda a minha vivência como atleta, onde quebrei e ainda estou quebrando barreiras, profissionalizando ainda mais o esporte, unido com a força e o histórico de uma marca como a Caloi, que é sinônimo de bicicleta no Brasil. Assim estamos conseguindo desenvolver esse trabalho, que é muito profissional, com tipo de gestão diferente, com outros objetivos além de resultados a curto prazo, pois é assim que eu acredito que seja um modelo que gera maior sucesso esportivo - declarou Avancini.
Além da Caloi, patrocinam a equipe Caloi Avancini Team as marcas Amino Vital, Argo Seguros, Barbedo, Continetal, Fabric, Fokus Fit e Shimano.
-
Fonte: https://www.lance.com.br/mais-esportes/henrique-avancini-divulga-nova-formacao-equipe-ciclismo.html

Discovery compra empresa para dominar o ciclismo

O grupo de mídia Discovery quer se tornar a maior empresa de mídia relacionada ao ciclismo no mundo. Nesta terça-feira (8), a Discovery anunciou a compra de 71% das ações da Play Sports Group, empresa que detém três marcas líderes do segmento no esporte: a Global Cycling Network, a Global Mountain Bike Network e a Global Triathlon Network.
A ideia é fazer com que, ao deter o controle dessas três marcas, a Discovery se transforme na maior detentora de propriedades de mídia sobre o universo de bicicletas, criando tudo sob o mesmo guarda-chuva.
O objetivo da empresa americana é se apropriar da comunidade do ciclismo, que hoje tem um mercado global avaliado em US$ 50 bilhões. Conteúdo voltado para estilo de vida, eventos voltados para atletas profissionais e amadores e até mesmo conteúdo sobre a bicicleta como meio alternativo de transporte estão no radar da Discovery com o negócio.
Desde fevereiro de 2017 que a empresa já havia se associado ao grupo Discovery, que naquela ocasião comprou 20% das ações da empresa. Agora, a Play Sports se tornará uma subsidiária do grupo Discovery, que recentemente também passou a apostar no golfe. Na Europa, a empresa é dona do canal Eurosport.
O canal Global Cycling Network conta com 1,6 milhões de assinantes no YouTube / © Divulgação
"Esse é outro importante passo na estratégia da Discovery de ser a líder global em marcas e produtos que empoderem a paixão das pessoas. Estou muito animado para auxiliar na expansão e globalização do grupo Play Sports", afirmou em comunicado JB Perrette, presidente e CEO da Discovery Networks International.
O grupo Play Sports tem oito canais de vídeo sobre ciclismo, com uma média de 45 milhões de visualizações de vídeos por mês, além de quase 6 milhões de seguidores em redes sociais e 3 milhões de assinantes de seus serviços.
"Estou tremendamente orgulhoso e com grande expectativa de nos juntarmos à família Discovery. Como fã e dono de um negócio de nicho, não poderíamos estar mais alinhados com o que representa a Discovery: história em servir apaixonadamente, audiência especializada e conteúdo da mais alta qualidade", afirmou o fundador e CEO da Play Sports, Simon Wear.
"A oportunidade de construir um negócio digital global, em múltiplas línguas, para o fã de ciclismo, era muito boa para ser perdida", complementou Wear. Os valores do negócio não foram revelados.
-
Fonte: https://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/discovery-compra-empresa-para-dominar-o-ciclismo_36214.html

Campeonato Paranaense de Downhill 2019 - Inscrições Abertas - 1a. Etapa

Olá a todos os downhillers de plantão, estão abertas as inscrições para a 1a. Etapa do CAMPEONATO PARANAENSE DE DOWNHILL 2019, que será realizado na cidade de  Londrina-PR nos dias 16 e 17 de março.
Para se inscrever clique no menu "DH 2019" e em seguida "INSCRIÇÕES" e preencha o formulário.

  • DATA/PERÍODO PARA INSCRIÇÕES COM O SEGURO DE VIDA:
    1º ETAPA - LONDRINA: 16 E 17 DE MARÇO 2019

    VALORES - CATEGORIAS MASCULINAS
    DIA 18/02 A 10/03: R$100,00 REAIS (VIA DEPOSITO)
    DIA 11/03 ATÉ AS 14:00 HORAS DO DIA 15/03: R$120,00 REAIS (VIA DEPOSITO)
    DAS 14:00 HORAS DO DIA 15/03 ATE AS 15:00 DO DIA 16/03: R$150,00 (PAGAMENTO SOMENTE NA SECRETARIA DE PROVA)

    VALORES - CATEGORIA FEMININA
    DIA 18/02 A 10/03: R$50,00 REAIS (VIA DEPOSITO)
    DIA 11/03 ATÉ AS 14:00 HORAS DO DIA 15/03: R$80,00 REAIS (VIA DEPOSITO)
    DAS 14:00 HORAS DO DIA 15/03 ATE AS 15:00HORAS DO DIA 16/03: R$150,00 (PAGAMENTO SOMENTE NA SECRETARIA DE PROVA)
    DEPÓSITOS EFETUADO APÓS AS 14:00 HORAS DO DIA 15/03
     NÃO SERA VÁLIDO
    • DADOS PARA DEPOSITO OU TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA:
      • CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
        • Agência: 0384
        • Operação: 013 (Poupança)
        • Conta: 61789-0
          • Titular: Vinícius Ramos Gardin
          • CPF: 083.905.229-42
    Os comprovantes devem ser enviados para douglasruth@gmail.com, e os mesmos deve ser novamente apresentados junto com a identificação na hora da retirada do Number Plate.

    Jaguariaíva também tem sua Taça... #mazobikers #mtb #trilharaiz #xc #jaguariaíva #melhordoparana #valedocodó


    from Instagram

    Cachoeira Escondida... Um verdadeiro retiro! #mazobikers #pedal #jaguariaíva #mtb #xco #mountainbike #melhordoparana


    from Instagram

    Com objetivo de incentivar o ciclismo feminino Trek Brasil forma time 100% de mulheres

    Alinhados com o momento de sua matriz americana, que lançou recentemente o time de ciclismo profissional feminino Trek Segafredo, a Trek Brasil reuniu nomes fortes para renovar seu time Trek Brasil Racing, agora só com atletas mulheres.
    Trek - Divulgação
    “Já tínhamos ótimas atletas em nossa equipe e ao iniciar a seleção de novos integrantes, percebemos alguns talentos sem apoio algum, dentre eles, meninas com muito potencial e de modalidades diferentes, o que faz total sentido com os objetivos da Trek, de apoiar o ciclismo como um todo”, comenta Rafael Niro, gerente de marketing da Trek.
    O time é formado por atletas experientes e por algumas revelações dos últimos anos. Bia Neres, que acumula títulos no triátlon olímpico, como Campeã Mundial Militar e Vice-Campeã Sul-americana, representará a Trek nas distâncias curtas e na corrida pela vaga Olímpica.
    Bruna Mahn foi top 10 nos campeonatos europeu e sul-americano de Ironman em 2018 e é um dos nomes mais cogitados para levar o Brasil ao campeonato mundial de Ironman em Kona no profissional feminino.

    Trek - Divulgação
    Ana Luisa Panini, atual 3o lugar no ranking Brasileiro, e com títulos como 3o lugar misto em 2016 e 3o lugar feminino 2017 na Brasil Ride, segue com a marca nas provas de mountain bike maratona e XCO.

    Trek - Divulgação
    Luma Diniz chega ao time Trek Brasil Racing com foco nas provas de XCO. A atleta de Rezende, RJ, entrou recentemente para a elite do MTB e mostrou que tem muito potencial para fazer um grande trabalho em 2019, Victória Remaili será a representante Trek nas provas de ciclismo e se prepara para repetiruma super temporada como ano passado, quando conquistou o titulo do GFNY RJ e o 3o lugar no Letape Brasil em Campos do Jordão.
    “Estamos bastante animados com este novo direcionamento de nosso time profissional e com todas as novidades que teremos para as mulheres neste ano. Porém, isso não significa que deixaremos os homens de lado, rs. Nossas ações visam abordar todos os ciclistas e colocar cada vez mais pessoas para pedalar”, complementa Rafael.
    Novos patrocínios de eventos serão divulgados em breve, que fazem parte de um plano de marketing completo da marca.
    -
    Fonte: https://www.pedal.com.br/trek-brasil-apresenta-seu-novo-time-de-atletas-profissionais_texto13507.html

    Atleta ANDERSON DE BARROS -DECO- estará presente na Copa América de Downhill 4X 2019

    A décima primeira edição da Copa América de Downhill 4X 2019, que se realiza neste próximo final de semana (18,19 e 20/01), mais uma vez na pista montada no Ski Mountain Park, na cidade de São Roque (SP), onde os principais pilotos do pais e de destaques do exterior, no masculino e feminino, participarão da disputa. O evento terá transmissão da prova final para todo o país no domingo (20/01), a partir das 9h30 da manhã, no quadro VERÃO ESPETACULAR, dentro do Esporte Espetacular, da Rede Globo..
    O atleta ANDERSON DE BARROS SOARES o "DECO", estará representando novamente a cidade de Jaguariaíva neste evento que é considerado um dos maiores eventos da modalidade Mountain Bike Downhill do país, juntamente com a Descida das Escadas de Santos.
    DECO juntamente com a Equipe TARTARUGAS Racing Team, tem levado o nome de Jaguariaíva-PR a diversos eventos no Sul do Brasil e em outros estado, mostrando essa que é a modalidade mais perigosa do Mountain Bike.
    Os pilotos terão de mostrar muita habilidade e ousadia para superar adversários e, principalmente, os desafios de uma pista muito técnica, com cerca de 600 metros, 13 obstáculos e oito wallrides de terra no total. É um traçado rápido e com obstáculos que tornam o desafio ainda mais técnico.
    ANIMAÇÃO DO PERCURSO COMPLETO
    Participarão desta edição cerca de 120 pilotos, 90 no masculino e 30 no feminino, entre os melhores atletas do país, incluindo os destaques do ano e do Brasileiro de Downhill 2018. Alguns pilotos do exterior já estão confirmados e competirão no masculino.
    VIDEO DE UM POUCO DO TREINO DO "DECO" NA PISTA DE DOMINGO
    Todos estes atletas só participam deste evento mediante a um convite especial, ou seja, a coisa não é para qualquer um.
    O evento surgiu em 2002 e foi disputado até 2006, retornando em 2014 com a mesma força. Ao longo das nove edições realizadas, os brasileiros têm total supremacia sobre os estrangeiros, com sete vitórias e apenas duas derrotas no masculino. Robson Urubu Santos é o maior vencedor, com três conquistas. No feminino, que começou em 2014, Júlia Santos é o destaque, com três vitórias em quatro edições.
    Esta é a 11ª edição da Copa América de Downhill. O Brasil tem oito taças no masculino, e Gabriel Giovannini defende o título. Entre as mulheres, Bruna Ulrich é a atual campeã.

    Programação da Copa América

    18/01 - Sexta-feira

    13h às 17h, treino livre - Masculino e Feminino

    19/01 - Sábado

    8h às 9h, treino livre, masculino e feminino;
    9h30 às 12h, 1ª tomada de tempo, masculino e feminino;
    13h30 às 14h, treino livre,
    14h30 às 16h, 2ª tomada de tempo, masculino e feminino

    20/01 - Domingo

    7h30 às 8h30, treino livre;
    9h15, início da Prova Principal.

    Campeões da Copa América

    2002 - Robson "Urubu" Santos (BRA)
    2003 - Robson "Urubu " Santos (BRA)
    2003 - Robson "Urubu" Santos (BRA)
    2005 - Sebastián Vasquez (CHI)
    2006 - Doron Cattoni (BRA)
    2014 - Lucas de Borba (BRA) e Julia Santos (BRA)
    2015 - Enrique Genova (CHI) e Júlia Santos (BRA)
    2016 - Thiago Boaretto (BRA) e Júlia Santos (BRA)
    2017 - Anderson de Souza Filho (BRA) e Thaynara Chaves (BRA)
    2018 - Gabriel Giovannini (BRA) e Bruna Ulrich (BRA)

    Como será a prova?

    O sistema de disputa prevê que os 24 mais bem colocados na fase de classificação no masculino passarão para as oitavas de final, juntamente com o oito convidados pelo evento. No feminino, as três primeiras da edição anterior estarão classificadas automaticamente para a Prova Principal de domingo, mas deverão participar da tomada de tempo para definição de Cabeças de Chave.
    -
    VAI LÁ DECO, A CIDADE DE JAGUARIAÍVA e todos os seus amigos estão torcendo por você.


    Parque Alberto Simões ganha uma nova pista de XCO

    Local recebeu um traçado para o Cross Country Olímpico (XCO) e teve a pista original reformada
    Os amantes de esportes radicais, principalmente do mountain bike ganharam um ‘presentaço’ para o lazer e treinamentos em São José dos Campos.
    A prefeitura entregou uma nova pista Cross Crountry Olímpico (XCO), no Parque Alberto Simões, na região norte da cidade. Além disso, houve uma reforma na pista paralela que já existia no local, deixando o traçado mais técnico e seguro aos ciclistas.
    Os serviços no Bike Park (nome dado ao espaço para uso esportivo das bicicletas) foram realizados em dezembro por meio de parceria formada pela Urbam (Urbanizadora Municipal) e as secretarias e Manutenção da Cidade e Esporte e Qualidade de Vida.
    A equipe de Manutenção implantou no novo traçado um Rock Garden (Jardim de Pedra), uma ponte de passagem para evitar cruzamento das pistas, vários pontos de single track (faixa única) e subidas técnicas. Agora, a Administração está iniciando a sinalização das duas pistas.
    Não há restrição de idade ou necessidade de cadastro para uso do Bike Park, no entanto, técnicos da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida orientam menores de idade a serem acompanhados por um responsável e que os praticantes utilizem equipamentos básicos de segurança, como capacete, luvas, cotoveleiras e joelheiras.

    Vocação esportiva

    Além do Bike Park, o Alberto Simões conta ainda com Skate Park (pista para skate, BMX street e patins in line), duas tirolesas, paredão de escalada e estrutura para arborismo, além de circuito para caminhada e playground para crianças. A unidade tem também uma academia ao ar livre para adultos, com 10 aparelhos, e outra destinada às crianças.
    O Parque Alberto Simões funciona de terça a sexta-feira, de 6h às 20h. Sábados, domingos e feriados, o horário é das 6h às 18h. A tirolesa, a escalada e o arborismo estão abertos somente aos finais de semana e feriados e a participação nas atividades está sujeita à retirada de senhas limitadas no local.
    -
    Fonte: http://meon.com.br/noticias/regiao/parque-alberto-simoes-ganha-uma-nova-pista-de-moutain-bike-olimpico-2019

    Jaque Mourão volta ao Mundo da Bike

    Nada como o tempo para curar a dor e a revolta e trazer de volta para sua rotina, pessoal e profissional, a paixão que o Mountain bike sempre despertou. Em 2008, Jaqueline Mourão estava muito perto de ser confirmada como membro da equipe brasileira na Olimpíada de Pequim. No entanto, uma alteração no critério, de última hora, fez com que ela precisasse entrar na disputa com atletas que estavam muitas posições atrás.
    O incômodo pela forma como tudo aconteceu fez Jaqueline, 43, natural de Belo Horizonte, deixar de lado uma companheira de décadas.
    "Não queria nem olhar para a bike, estava de mal dela. Fiquei muito triste e magoada, eu tinha mais de 50% dos pontos que eram necessários. Decidiram que uma disputa interna deveria acontecer do zero, aquilo me afetou muito, era um ano em que eu poderia estar tendo outras prioridades. Tive que sair do circuito internacional para competir dentro do Brasil", recorda.
    Depois disso, seu foco no mundo esportivo de alto rendimento foi na neve. Residindo no Canadá, Jaque aproveitou a realidade de temperaturas abaixo de zero para dedicar ao esqui cross country e também ao biathlon. Foi por estas modalidades que ela reencontrou a paixão por tentar ir além, representando o Brasil em quatro edições das Olimpíadas de Inverno. Foi desta forma que Jaque chegou a seis participações olímpicas, uma recordista de participações entre atletas ao lado da jogadora de futebol Formiga.
    "Aquilo supriu minha necessidade de competir, foi algo muito importante na minha carreira. O tempo passou e as cicatrizes por tudo que havia acontecido fizeram com que a mountain bike recuperasse na mente e do coração da mineira um espaço que se mostrava apagado.
    "Eu sempre pensava no que poderia ter acontecido se eu tivesse continuado. Pedalar é algo tão prazeroso e eu queria saber como seria se eu voltasse. Comecei a treinar, inicialmente, em bikes na neve. Quando o inverno foi embora, voltei a fazer trilhas", lembra.
    No ano passado, no final de fevereiro, ela resolveu testar em que nível se encontrava participando de competições na América do Norte, terminando provas na sétima e quarta posição. Ao ir bem, em menos de um mês, ela conseguiu vaga para disputar etapas da Copa do Mundo.
    Um dos resultados que mais a motivaram foi a conquista do Campeonato Brasileiro da modalidade, chegando na frente de Raiza Goulão e Letícia Cândido, dois dos maiores nomes do país, que foram descobertas justamente em um projeto de Jaque, em 2011.

    "Estar em uma Copa do Mundo foi um sentimento diferente, largando na última fila, sem ranking nenhum e tendo outro tipo de sensação. Da posição 500, fui pra 40ª", conta. "Em todas as provas, fui por conta própria, sem ajuda financeira de ninguém", relata.
    O (re) despertar de todos os sentimentos que a bike proporciona fizeram Jaque retomar a convivência com a magrela, que voltará a estar presente por mais tempo em 2019. No dia 10 de março, ela estará em Petrópolis para a disputa da 1ª etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike.
    Mesmo depois de dez anos, e vendo o ciclismo feminino do Brasil evoluir bastante, Jaque ainda não teve superada sua melhor colocação no ranking internacional, quando chegou à oitava posição no ranking internacional.
    "Uma das maiores diferenças é que, agora, existem muitos obstáculos artificiais e ainda estou me acostumando a isso", observa. Tanto tempo depois, as mudanças foram muito além das características das pistas. "Antes eu não podia, de forma alguma, dar entrevista na linha de largada, sempre com os nervos à flor da pele. Hoje estou mais madura e isso me ajudou muito. O esqui cross country me ajudou a ser mais forte, tenho mais potência e meus pontos fortes foram trabalhados", comemora.

    Pupilas como concorrentes

    Na linha de largada do Campeonato Brasileiro, Jaque esteve perfilada ao lado de duas pupilas: Raíza Goulão, que vem crescendo a cada ano dentro do cenário internacional e também de Letícia Cândido.
    "Foi muito legal reencontrá-las, mas também um pouco estranho, uma experiência interessante. O mountain bike feminino cresceu do Brasil cresceu demais neste período e elas são responsáveis por isso. Estávamos competindo, mas o carinho sempre esteve presente, o companheirismo também. É muito bom ver a evolução delas", aponta.
    A presença de Jaque pode contribuiu para o Brasil ter mais representantes na Olimpíada de Tóquio, uma vez que o número de atletas de cada país vai de acordo com a pontuação das atletas.
    "Acho que minha volta pode acrescentar muito, estou me sinto forte, mesmo com 43 anos. Enquanto estiver motivada, vou buscar a excelência. No que puder ajudar, seja com experiência, com dicas, opiniões ou pontos de vista, estou aí", afirma.

    Marca mineira como nova apoiadora

    A motivação que Jaque demonstrou e todos os percalços superados fez a Sense apostar no seu talento para patrociná-la em 2019. "É uma empresa mineira que tem muito a ver comigo, tem essa história da resiliência, de abrir portas pro mundo. É a realização de um sonho fazer parte desta equipe, sempre tive patrocinadores individuais, e essa é a primeira vez que faço parte de uma equipe de verdade", agradece. Para contar sua história para novos talentos, Jaque está prestes a publicar um livro infantil inspirado na sua trajetória esportiva.
    "Quero estimular as crianças a sonharem, para que cada um siga seu caminho. A ideia é compartilhar e contar o caminho de uma menina que sempre quis seguir o pôr do sol", ensina a atleta e mais nova escritora. 
    -
    Fonte: https://www.otempo.com.br/superfc/outros/jaque-mour%C3%A3o-volta-ao-mundo-da-bike-1.2090317