Campeonato Paranaense de DH 2019
7º Desafio de Cicloturismo da Santa do Paredao
}
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...
Você está curioso para o que você vai encarar no dia 28/04 no 5º Desafio de Cicloturismo do Dia do Trabalhador, pois é... tá ai uma pequena amostra do que você vai percorrer.

Claro... virtual é legal... mas o REAL é muuuuuitoooo melhor!

Imagem da visão completa do percurso (IMAGEM EM ALTA RESOLUÇÃO - Clique para Ampliar:

ALTIMETRIA DO PERCURSO







Olá cicloturistas, faltam poucos dias para o 5° Desafio de Cicloturismo do Dia do Trabalhador, dia 28/048 está ficando cada vez mais perto.
Estamos correndo com os preparativos para todos sejam bem recebidos..
Para aqueles cicloturistas que querem economizar ou curtir mais a natureza disponibilizamos uma ÁREA DE CAMPING no capricho, um lugarzinho aconchegante para quem gosta deste tipo de pouso/aventura.
A área é um dos pontos turísticos de nossa cidade, é o Parque Ruy Cunha ou "Bosque dos Tropeiros" que fica na entrada de nossa cidade.
  • O que há tanto nele:
    • Galpão coberto, com espaço para colocação de churrasqueira.
    • Pequena cozinha com Pia, Fogão e Geladeira para ser partilhada.
    • Banheiros Masculino e Feminino com chuveiros.
    • Espaço amplo.
    • Trilhas sinalizadas para caminhadas.
    • Quarto para trancar as bikes.
    • E no período da noite o portão é trancado por questão de segurança
Se você cicloturista inscrito para participar do 5º Desafio do Dia do Trabalhador optar por esta opção de pouso, FAVOR ENTRAR EM CONTATO através do Whatsapp (43)988212099 informando seu NOME e quantas pessoas estarão lhe acompanhando para que seja registrado na Secretaria de Turismo.
Á área de camping já estará disponível para você participante desde sexta-feira (26/04), para que assim você possa conhecer mais nossa hospitaleira cidade.
------- / / -------  
Segue as fotos do local para que vocês conheçam:
O mesmo se localiza próximo ao trevo de acesso ao Distrito Industrial de Jaguariaíva, conforme mapa abaixo com as informações de localização do mesmo.
#Organização aposta na estrutura diferenciada e em parceria com a CBC para levar o enduro nacional para um novo patamar.
-
 Nos anos 1970, lendas como Joe Breeze, Tom Ritchey e Gary Fisher davam os primeiros passos do mountain biking no mundo. Naquela época, o esporte era pura diversão e o objetivo era descer as trilhas e estradas de terra da Califórnia o mais rápido possível, tudo com bicicletas cruiser adaptadas chamadas clunkers. 
Foto 71486
Bretas, vencedor na Elite   Ney Evangelista
No Brasil, o MTB chegou nos anos 1980 e ganhou força nos 1990. Porém, a modalidade mais praticada em território nacional sempre foi o cross-country, seja ele maratona ou olímpico. As modalidades mais extremas como o downhill sempre estiveram presentes, mas com competições menores e com organização mais simples. 
Foto 71494
Danielle Villela, vencedora na Elite   Ney Evangelista
Apesar de outras provas e copas de Enduro já terem acontecido em terras tupiniquins, a chegada do Sense Enduro Cup promete levar a modalidade para um outro patamar, apostando em uma organização de alto nível e em parcerias com a Confederação Brasileira de Ciclismo para profissionalizar o esporte - tudo para trazer de volta um pouco do verdadeiro espírito do MTB, que nasceu como uma atividade voltada praticamente só para a diversão. 

Estreia em Nova Lima com novos ares para o enduro

No fim de semana dos dias 6 e 7 de Abril, o Sense Enduro Cup teve sua primeira etapa na cidade mineira de Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte. O evento teve início oficialmente na sexta-feira, dia 5, com a entrega dos kits, mas foi no sábado que as coisas realmente começaram a acontecer.
Foto 71485
Arena da prova agradou   Ney Evangelista
Enquanto os pilotos passaram o dia reconhecendo as duras trilhas da região, público e espectadores curtiam shows de rock, apresentação de DJs e muito mais. A festa se concentrou na Arena coberta montada pela organização em uma área com 2.300 metros quadrados. Além disso, um prólogo aconteceu ainda no sábado em uma trilha ao lado da Arena, o que colocou o público em contato direto com a adrenalina da prova. 
No domingo, a disputa entre os melhores do Brasil no Enduro correu solta, com André Bretas sagrando-se campeão na Elite Masculina ao lado de Dani Daher na feminina. Segundo ambos os atletas, foi uma prova dura e que exigiu bastante da parte técnica e do físico dos pilotos. 
Foto 71490
Preparativos na Arena   Ney Evangelista

“A prova foi muito legal porque envolveu muita resistência e técnica”, afirmou Danielle. “Foi um evento super bacana e a organização foi nota 10! Tudo muito bem organizado, a Sense está de parabéns”, comentou. Segundo Bretas, contudo, a melhor parte do fim de semana foi o clima de curtição. “Todos se divertiram demais”, afirmou. 
“O Sense Enduro Cup é um marco para o enduro nacional. Tivemos um público de mais de 2500 pessoas e recebemos muitos elogios. Além disso, o evento contou com apresentações de bike trial, mini ramp, dirt jump, food trucks, cerveja e muito mais”, contou Milton Furtado, diretor da Production Eventos e responsável pela organização. 
“Nossa parceria com a CBC funcionou perfeitamente e estamos começando uma nova fase para esta modalidade. Apostamos no profissionalismo, na dedicação e na qualidade e parece que deu tudo certo. Temos que agradecer a mídia, pilotos e todos os patrocinadores que acreditaram que isso era possível, principalmente a Sense Bike”, complementou.
Segundo ele, a parceria com a CBC e a criação do primeiro Campeonato Brasileiro oficial de Enduro segue uma tendência internacional que começou no ano passado, quando a UCI passou a chancelar o Enduro World Series - competição mais importante da categoria. 
Foto 71488
Luciano KDra, meste de cerimônia   Ney Evangelista
Além das diversas atrações, o mestre de cerimônias Luciano "KDra" Lancelotti agitou a galera, colocando o público em contato direto com seu bom-humor e conhecimento sobre as modalidades mais radicais do esporte. 
“O Sense Enduro Cup começou com os dois pedais direitos. A modalidade é muito completa e necessária para seguir expandido a cultura do Mountain Biking no Brasil, já que ela traz uma cultura diferente de rolê, mais focado na diversão. O competição chega com força total pela experiência da Production Eventos e, principalmente, pela força e comprometimento da Sense”, afirmou Kdra.
Segundo ele, o cenário escolhido não poderia ter sido melhor, já que trata-se do quintal das duas empresas.
“A prova não foi um teste, mas certamente permitirá que nós façamos as alterações necessárias para as próximas duas etapas sejam ainda melhores. Estou muito feliz em fazer parte desta equipe. A parceria com a CBC prova que, finalmente, a modalidade atingiu seu momento de amadurecimento. Foi um evento show de rodas”, finalizou o experiente Kdra. 

A prova

Segundo os participantes, a primeira etapa do Sense Enduro Cup foi uma competição dura até para quem tem experiência internacional, com a organização mesclando bem os desafios técnicos e os físicos. A prova contou com a presença de 180 participantes em 11 categorias, englobando atletas da elite, amadores em diversas faixas de idade, iniciantes masculino e feminino, além da categoria elétricas.
Foto 71489
Pedro Cury do Pedal.com.br   Ney Evangelista
Ao todo, foram quase 10 quilômetros de descida cronometradas com cerca de 800 metros negativos de desnível e quase 20 quilômetros de deslocamento - cenário que testou a velocidade e a resistência de pilotos. 
Especiais como a “Tapete Branco” exigiram habilidade em trechos com muitas pedras e erosões. Segundo a organização, esta descida mostra a preocupação da prova em atender diferentes públicos, já que a categoria iniciantes, por exemplo, não passou por este trecho. 
Foto 71493
Trilhas técnicas   Ney Evangelista
“Foi uma prova dura de completar até para quem já tem bagagem internacional. A organização soube mesclar bem a parte física e a técnica, então ficou bem desafiador. Foram 19 minutos de especiais cronometradas em um dia, o que é bastante coisa. O Sense Enduro Cup não ficou devendo em nada para as provas lá de fora”, afirmou Léo Mattioli, quarto colocado entre os homens. 
Outros detalhes também agradaram, com a Arena sendo sendo um destaque positivo, assim como as características das trilhas e a organização em geral.
“ As descidas tinham um nível técnico razoável, não muito inclinadas, mas de alta velocidade. Foram muitas valas, pedras grandes soltas, minério, curvas fechadas e trechos off-camber” contou Willyen Ip, amador que participou da competição.

Foto 71492
Sinalização de alto nível   Ney Evangelista
“A estrutura estava muito top. A organização pensou até no resgate de caminhão para fazer um deslocamento que seria impossível para a galera do enduro naquelas condições de calor, poeira e muitas subidas. Nunca participei de uma prova de enduro tão bem organizada e a Sense está de parabéns”, complementou Willyen. 
Um detalhe interessante é que as trilhas utilizadas na prova foram aperfeiçoadas por ninguém menos do que Diego Knob, um dos principais atletas de Enduro do Brasil.
“O esporte estava merecendo uma prova com este nível de organização. No fim, minha participação foi mais simbólica, já que passei a semana inteira trabalhando nas pistas, algo que faz parte do meu projeto Knob Trail System em parceria com a galera da Mud Hand. Acabei deixando meu legado como builder, então as especiais ficaram super bem montadas e a logística muito boa. Uma prova que vai marcar o enduro brasileiro", afirmou. 

Foto 71487
Knob e sua Exalt   Ney Evangelista
"Tive a oportunidade de andar com a Sense Exalt e achei a bike excelente, uma verdadeira máquina. Apesar de ter tido apenas um dia de adaptação, fiz um ótimo tempo”, finalizou Knob.
A prova em Nova Lima foi apenas a primeira de três etapas da Copa, que agora deve rumar para o Rio de Janeiro, em Petrópolis, antes de fechar o ano em Urubici, Santa Catarina, onde será coroado o primeiro campeão brasileiro oficial de Enduro. 
“Tudo que sonhamos aconteceu neste fim de semana! Mountain Bike Enduro de verdade, com centenas de pessoas especiais! Agora é foco total na segunda etapa em Petrópolis”, finalizou Henrique Ribeiro, CEO da Sense Bike.

Resultados Top 5

Elite Feminina
1 - Danielle Villela Jorge Daher - 00:23:53.580 
2 - Nara Faria - 00:25:39.870 
3 - Barbara Jechow - 00:26:03.390
4 - Monica Mccosh - 00:28:03.040
5 - Camila Jorge - 00:30:50.980
Elite Masculina
1 - Andre Bretas - 00:18:58.520
2 - Henrique Becker - 00:19:12.180
3 - Bernardo Neves - 00:19:13.750
4 - Leonardo Mattioli - 00:19:22.790
5 - Diego Neumann Knob - 00:19:42.000
Calendário Sense Enduro Cup
Etapa 1 - Nova LIma, Minas Gerais - Dias 6 e 7 de Abril - Concluída
Etapa 2 - Petrópolis, Rio de Janeiro - Data a definir
Etapa 3 - Urubici, Santa Catarina - Dias 14 e 15 de Setembro 

Mais informações no site do Sense Enduro Cup.
Resultados completos no site da GPS Control.
Dados levantados pelo Araxá Convention & Visitors Bureau mostra que a Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) movimenta mais de R$ 2 milhões no município na semana do evento. Porém, a expectativa de acordo com a instituição para 2019 é aumentar em cerca de 15% esse número, já que o evento acontece durante quatro dias. A competição será de 25 a 28 de abril, diferente dos anos anteriores que era durante três dias. Em Araxá, a CIMTB Michelin é realizada há mais de uma década, são 16 anos de trabalho na cidade.

A etapa está com as inscrições abertas e oferece 29 categorias para todas as idades no Mountain bike, além da corrida noturna a pé, a Night Run. Acesse aqui e se inscreva.
Juliano Guerra / Narrasa Bike TV
O secretário municipal de esportes, Edson Souza, ressaltou a importância da competição tanto no cunho econômico quanto esportivo. “É o maior evento da cidade e a maior competição de mountain bike da América. Através da Secretaria de Esportes, conseguimos um repasse que quase dobra o valor que a Prefeitura disponibilizou nos últimos anos. Isso porque, o Governo Municipal reconhece a importância do evento e o retorno que a CIMTB dá para os hotéis, restaurantes e outros setores”, comentou.
O secretário também levantou a questão do legado de 16 anos que a CIMTB vem construindo junto com a Prefeitura. “Desde quando o evento começou na cidade, em 2004, tenho o conhecimento dele e trabalhei com o Rogério. Eram cerca de 400 atletas a primeira vez e Araxá tinham poucos competidores. Hoje a modalidade cresceu demais. A gente vê pessoas praticando o mtb, coisa que não víamos antes hoje tem para todos os lados na cidade. Despertou o interesse da população e também do Governo Municipal que está estruturando um ciclovia na cidade. Com certeza estes são legados que a CIMTB construiu ao longo destes anos”, ressaltou.
Edson ainda ressaltou sobre a visibilidade que CIMTB Michelin traz para a cidade. “Diversas secretarias se envolvem como a de Serviços Urbanos, de Esportes, Turismo, Saúde, Educação, etc. Além da questão financeira, a Prefeitura também disponibiliza serviços e logística. Além de todo retorno econômico que a cidade tem, isso também volta em divulgação no Brasil e no mundo. Todos conhecem Araxá como a cidade do mountain bike. Este retorno é inigualável”, finalizou.
Para o organizador do evento, Rogério Bernardes, trabalhar em conjunto é a chave para que evento flua de forma natural e os resultados sejam consequências.
“Há 16 anos em Araxá e vemos como a cidade abraça o evento, desde o Governo Municipal, autoridades, entidades, empresários, moradores e atletas. É um projeto de mais de uma década que esperamos estender por longos anos. Vemos que a cada ano está mais fortalecido e importante no cenário nacional e mundial da modalidade”, comentou.
-
Fonte: https://www.pedal.com.br/cimtb-2019-2-araxa-municipio-estima-movimentacao-financeira-maior-em-2019_texto13693.html
#Warm Up Ilhabela é a próxima atração da 'caravana' Brasil Ride na temporada
Segunda edição do evento será no dia 5 de maio, com duas modalidades: mountain bike e trail run. Inscrições seguem abertas.
A agência Brasil Ride já iniciou os trabalhos para a sua próxima competição: o Warm Up Ilhabela, marcado para daqui um mês, em 5 de maio. Em paralelo, será realizada a segunda etapa da corrida de montanha, também na manhã do mesmo dia.
Foto: Divulgação

"A etapa de Ilhabela, realizada pelo segundo ano consecutivo, com o mountain bike e a trail run, presenteia os amantes dos esportes radicais com um fim de semana único. O ideal é chegar logo cedo no sábado, 4, ao arquipélago, para aproveitar um dia de praia e lazer, seja com a família ou com os amigos. Já na manhã do dia seguinte, a diversão é outra, pedalar ou correr nas trilhas do município. A cada quilômetro os participantes terão um visual mais bonito do que o outro para contemplar. Se em 2018 o evento já foi um sucesso, neste ano tenho certeza que será ainda melhor", conta Mario Roma, fundador da Brasil Ride.

Ambas as disputas contarão com duas categorias para os diferentes níveis de experiência dos atletas. No mountain bike, o percurso pro terá 50 km e o sport, 22km, com 1.986 e 775m de altimetria acumulada, respectivamente. Já na Trail Run Series, 19km (776 m de altimetria) e 8km (413 m de altimetria) são as distâncias que os corredores de montanha terão de enfrentar. Em comum às duas modalidades, está a certeza de que a pratica esportiva será recompensada com o lindo visual da ilha mais bela do litoral paulista.


Foto: Divulgação
Inscreva-se - As inscrições para a etapa de Ilhabela do Warm Up da Brasil Ride de Mountain Bike (http://www.brasilride.com.br/press/prova/Warmupilhabela2) e da Brasil Ride Trail Run Series (http://www.brasilride.com.br/press/prova/TrailRunilhabela2) seguem abertas. Para garantir vaga nas provas, basta acessar os links diretos:
- Warm Up: https://app.sprinta.com.br/event/15bbf8aff7f457

- Trail Run Series: https://app.sprinta.com.br/event/540565bc781bebf058

O Warm Up e a Brasil Ride Trail Run Series Ilhabela têm os patrocínios da Prefeitura Municipal de Ilhabela, Land Rover, Specialized, Shimano e Unidas - Aluguel de Carros. Conta com os apoios de Full Gas, LAF Corretora de Seguros, La Maglia, Oakley, Red Bull e Thule. A organização é da Roma Comunicação.


Programação Warm Up e Brasil Trail Run Series

  • Dia 4 de maio
    • 14h às 20h - Entrega de Kit
  • Dia 5 de maio
    • 8h15 -Largada do MTB categoria Pro - 50 km
    • 8h30 - Largada do MTB categoria Sport - 22 km
    • 9h – Largada da Trail Run categoria Longa - 19 km
    • 9h30 – Largada da Trail Run categoria Curta - 8 km
    • 12h às 12h30 – Cerimônias de premiação MTB e Trail Run


Brasil Ride: Mais que uma prova, uma etapa em sua vida.


Mais informações:Site: http://www.BRASILRIDE.COM.BR

Facebook: www.facebook.com/BRASILRIDE

Twitter: @brasil_rideInstagram: @brasilride

-
Fonte: http://d.costanorte.com.br/esportes/30495/warm-up-ilhabela-e-a-proxima-atracao-da-caravana-brasil-ride-na-temporada
Raphael Gagne (CAN) e Kate Courtney (USA) foram os vencedores do Pan-Americano de Mountain Bike, disputado no sábado (6) em Aguas Calientes (MEX).
No masculino, Gagne ganhou com o tempo de 1:25:49, 16 minutos a frente do segundo colocado, Jose Arevalo (MEX). Fabio Monsalve (COL) completou o pódio. O melhor brasileiro foi Guilherme Muller, que ficou em 6º lugar, 3:06 atrás do vencedor.
Já no feminino, Courtney foi a vencedora com o tempo de 1:22:30, sendo seguida por Erin Huck (USA), que cruzou a linha de chegada 1:16 depois da compatriota. Daniela Peon (MEX) ficou com o terceiro posto. Jaqueline Mourão foi a melhor brasileira, terminando em 8º lugar, 7:33 atrás da campeão.
Com os resultados, Gagne e Courtney garantiram vagas em Tóquio 2020. No entanto, a prioridade das vagas é pelo ranking mundial e os dois países devem pegar vaga por ele, ou seja, a vaga do Pan deve ser redistribuída para outro país.
-
Fonte: http://www.surtoolimpico.com.br/2019/04/estados-unidos-e-canada-dominam-o-pan.html
No masculino um ciclista de Pindamonhangaba foi o destaque da maior prova de ciclismo de estrada do Brasil, ao vencer no último domingo () o 2º Desafio KOM (King of Mountain). Euller Rabelo, da equipe Funvic Pindamonhangaba foi o vencedor da prova e ficou com o prêmio no valor de R$ 1.500.
A largada da prova ocorreu na praça do Rosário, centro de Cunha, dando partida a um circuito de 80 quilômetros em uma das mais belas estradas de São Paulo, percorrendo a exuberante paisagem da Serra da Bocaina. A prova teve dois percursos nessa edição: um com 60 km e 1.400m de altimetria e o outro com 80 km e 2.100m de altimetria.
De acordo coma organizadora do evento, a Yellow Casco, o circuito é dos mais propícios à prática do ciclismo de estrada do mais alto nível no Brasil. Vias públicas de Cunha foram completamente fechadas e houve serviço médico à disposição dos atletas, assim como pontos de alimentação e hidratação.
Vale destacar ainda respeito ao meio ambiente que é um dos princípios do evento, com cestas de lixo para o descarte das embalagens. Após a prova, aconteceu uma festa com DJs e espaço kids.
Nesta edição, o Desafio KOM premiou até o 5° colocado, tanto para o masculino quanto para o feminino.
No feminino a são-carlense Victoria Remaili, da equipe Trek Brasil Racing, foi a vencedora do 2º Desafio KOM (King of Mountain), a maior prova de ciclismo de estrada do Brasil, recebendo o valor de R$ 1.500 como premiação. O prêmio masculino ficou com Euller Rabelo, da equipe Funvic Pindamonhangaba (SP).
Ainda em 2019, estão previstas mais duas provas da competição. A intenção dos organizadores é levar o circuito para outras cidades.
-
Fonte: https://www.agoravale.com.br/noticias/Esporte/ciclista-de-pindamonhangaba-vence-maior-prova-de-ciclismo-de-estrada-do-brasil

O ciclista belga Stijn Steels está longe de integrar a elite do esporte mundial, mas uma cena inusitada durante entrevista o fez ter uma "atenção que nunca teve", segundo suas próprias palavras.
Tudo começou quando Steels conversava ao vivo com a repórter Linde Merckpoel antes de uma prova de ciclismo de estrada na Bélgica. Ao final da entrevista, Linde se aproximou para se despedir com um beijo, e Steels acabou virando bruscamente, protagonizando um selinho que não estava programada.
Os dois caíram na gargalhada imediatamente, levando com bom humor a situação. Steels comentou, em entrevista ao site do jornal "Het Nieuwsblad", que recebeu mensagens de todas as partes do mundo e se impressionou com a repercussão da cena.
"Eu recebi um grande número de mensagens. No Instagram, até mesmo pessoas da Alemanha e Rússia me mandaram mensagem. Na Rússia, o vídeo foi visto 2 milhões de vezes. Eu tive uma prova ruim - terminou em 110º -, mas nunca recebi tanta atenção", contou,
A repórter Linde Merckpoel também brincou com a situação em seu Instagram. "Desculpe amor, eu posso explicar", brincou a repórter, que namora o apresentador Gilles De Coster há 10 anos.

-
Fonte: https://esporte.uol.com.br/ultimas-noticias/2019/04/10/beijo-sem-querer-em-reporter-faz-ciclista-ganhar-atencao-que-nunca-teve.htm
A equipe feminina de ciclismo da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, que recebe o apoio da Unifev, participou, no último domingo (07/04), com destaque da 2° Etapa da Copa Pedal Sem Limites, promovida na cidade de Arealva.
Na 1º etapa as atletas já mostraram desempenho, na classificação geral feminina, a votuporanguense Viviane Hara ficou em 1º lugar e Juliana Morseli, em 2º.
Nesta 2º etapa, elas enfrentaram um percurso reduzido, por conta da forte chuva durante a noite anterior a prova, percorrendo 27km em um trajeto de puro barro. Viviane Hara sagrou-se campeã na classificação geral e Juliana Morseli conquistou o terceiro lugar.
"2° Etapa da Copa Pedal Sem Limites na cidade de Arealva, por conta da forte chuva o percurso foi reduzido para 27km. De início ficamos um pouco chateados por ser uma prova curta, mas depois demos graças a Deus 😯 pensa num barro, pensa numa lama! Altos capotes, inclusive o meu 🙋. Sigo liderando o campeonato..." Disse Viviane...
Ela agradece aos patrocinadores:
@nacionalbikes 
@sodbike
@soul_cycles
@brasiluxtintas
@inpulse_assessoriaesportiva
@dihervas
#alinhamentoararaquara
#redshop
@bio.suplementos
@prefeituradevotuporanga 
@callashair 
@lathorfe_professional

-
Fonte: http://www.acidadevotuporanga.com.br/cidade/2019/04/equipe-feminina-de-ciclismo-se-destaca-em-competicao-n54708
Sexta edição da iniciativa seguiu estimulando a doação de sangue.
Pedalando pela Vida: Evento reúne mais de 450 ciclistas


Mais uma vez, a adrenalina do ciclismo se misturou com a solidariedade. Gravatal recebeu a 6ª edição do Pedalando Pela Vida, reunindo mais de 450 participantes e cerca de 500 doações de sangue.

Segundo o organizador do evento, Thiago Deodato Pereira, a edição deste ano quebrou recordes tanto do número de participantes, quanto em doações de sangue.
“O evento contou com um percurso diferenciado esse ano, com 27 quilômetros, passando por cachoeiras, trilhas no interior de Gravatal. Depois fizemos um almoço no salão, com 650 pessoas. Só não tivemos mais gente participando, porque o salão não comportava mais. O evento foi um sucesso”, afirmou.
Para 2020, a ideia é receber ainda mais participantes. Para isso, a organização busca um local que comporte mais pessoas para o almoço.
“Neste ano tivemos vários ciclistas que entraram em contato na última hora e ficaram fora. A tendência é ano que vem, não termos mais essa limitação, adianta Thiago.

Objetivo de ajudar


Antes de ganhar a dimensão atual, o evento começou mais simples, mas desde o início já contava com um grande número de pessoas. “O evento começou com o primeiro pedal solidário, onde foi dois grupos. Um era o meu e outro de Tubarão. Nesse evento, a intenção era comprar uma bike adaptada para uma criança paraplégica. E na época não tinha inscrição. Cada um doava o que queria. Esperávamos cerca de 30, 40 pessoas. E chegamos a 230 ciclistas. Foi o pontapé inicial. Arrecadamos mais de R$ 3 mil, compramos a bike adaptada e o resto do dinheiro compramos cestas básicas e fraldas geriátricas para a Apae e outras famílias carentes”, conta.

Foi apenas no segundo ano que o Pedalando Pela Vida ganhou esse formato. E quase por acaso. “No segundo ano, não sabíamos o objetivo do evento. Minha mãe e meu irmão tinham chegado de uma doação de sangue e sugeriram isso. Eu achei que não ia dar certo, pois alguns tem medo da doação de sangue. Então eu tive a ideia, que todo o ciclista que doasse sangue, ganharia uma camiseta de ciclismo de doador”, afirma.

A ideia da doação era nova para os participantes. Tanto que cerca de 70% deles, fez a doação pela primeira vez na ocasião. Mas a iniciativa se manteve. Segundo Thiago, mais da metade continuou doando durante o ano. “Criaram o hábito pela nossa campanha. E a gente viu que hoje, não doam só pela camiseta. Não se for contabilizar, durante o ano inteiro, as passamos de 600, 700 doações”, revela.

Exemplo para outras cidades

A idéia que surgiu em Gravatal ganhou o Brasil. Principalmente após o vídeo que o grupo fez no ano passado, viralizou em todo o país. Na ocasião, o menino de Vitor, que lutava contra o câncer, gravou um agradecimento a todos que doaram sangue.

Com o sucesso do movimento, grupos de diversas cidades do país fizeram seus próprios eventos com o objetivo de estimular a doação de sangue.
“Mais de 50 cidades realizaram um Pedalando Pela Vida. Não podemos contabilizar quantas vidas foram salvas com isso”, conta Thiago.
O evento corre o Brasil. Foram realizados eventos do Rio Grande do Sul a Rondônia. Neste mês, será feito um em Presidente Prudente, no interior de São Paulo.
-
Fonte: https://notisul.com.br/geral/145861/pedalando-pela-vida-evento-reune-mais-de-450-ciclistas
O ciclismo de Maringá, comandado pelo técnico Carlos Martinelli, conquistou seis medalhas no Campeonato Brasileiro de Pista, realizado no velódromo de Indaiatuba-SP, no último fim de semana. A medalha de ouro veio na prova Perseguição por Equipes, com o Rauny Leonardo, Pedro Rossi, Gustavo Martinelli e Arthur Almenara. As medalhas de prata na prova de Velocidade Olímpica, com Bruna Adati e Gabriela Yumi; na prova Keirin, com Gabriela Yumi e na Velocidade Olímpica masculina, com Fernando Sikora, Rauny Leonardo e Arthur Almenara. Os bronzes, na prova Madison, com Amanda Kunkel e Esther Fernanda.
-
Fonte: https://d.blogs.odiario.com/orlandogonzalez/756099/coluna-dois-toques-com-orlando-gonzalez-0904 
Olá amigos bikers, faltam somente 20 dias para o 5o DESAFIO DE CICLOTURISMO DO DIA DO TRABALHADOR que irá acontecer na cidade de Jaguariaíva-PR, e estamos ansiosos em ter você Mountain Biker pedalando conosco nesta aventura, por uma das paisagens mais belas do país.

Como sempre, para participar do evento, se faz necessário a inscrição no site, pois ele é o parâmetro para quantidade de alimentos para o CAFÉ DA MANHÃ (servido das 6:45 às 08:00), PONTOS DE APOIO e PARADA DO ALMOÇO a servido aos ciclistas, para que não falte nada e todos sejam bem supridos.
O almoço será no ponto de parada principal, POUSADA CHAKRAS, ao qual a APAE de Jaguariaíva estará organizando tudo para que você seja bem recebido e possa se alimentar bem para encarar o restinho do desafio.
  • VALOR DO ALMOÇO:

    • R$ 20,00 por participantes e envolvidos no evento
    •  BEBIDAS à parte
    • O valor arrecadado é todo voltado a APAE de Jaguariaíva
Haverá no local a KOMBI DE CHOPP da Confraria do Conde para aqueles que quiserem degustar um chopinho durante o almoço. 

Para aqueles que viram um dia antes do evento conforme já havíamos adiantado temos os seguintes  hotéis a qual foi firmado parceria e apoio ao evento através de um valor diferenciado da diária e principalmente o CHECKOUT acertado para as 17:00hs do dia do evento, para os bikers possam participar tranquilos do evento.

Os hotéis apoiadores são o SAN JUAN, CONDE MATARAZZO, PRESERVE, DOM THOMAZ

O HOTEL SAN JUAN oferece além da diária, café da manhã, checkout diferenciado para o evento (17h), opção de jantar e uma excelente estrutura (Área de Lazer, Piscina, Barzinho, Garagem fechada) para você cicloturista.
VALORES:  
Preços especiais para o evento:
Single - R$ 165,00
Duplo - R$ 185,00
Triplo - R$ 235,00
Opcional: JANTAR - R$ 29,90 por pessoa
-
Endereço: Av. Condé Francisco Matarazzo, 460

 ----- // -----
 O HOTEL CONDE MATARAZZO oferece além da diária, café da manhã, garagem fechada e checkout diferenciado para o evento (17h)  com conforto e atendimento excelentes para você cicloturista.
VALORES:  
Preços especiais para o evento:
Single R$ 75,00
Casal R$ 130,00
Duplo R$ 130,00
Triplo R$ 180,00
Quádruplo R$ R$ 210,00
RESERVAS: hotelrestaurantecondematarazzo@hotmail.com
-
Endereço: Av. Condé Francisco Matarazzo, 764
 
  ----- // -----

O HOTEL DOM THOMAZ oferece além da diária, café da manhã, garagem fechada e checkout diferenciado para o evento (17h)  com conforto e atendimento excelentes para você cicloturista..
Obs: Para os grupos de ciclistas hospedados o hotel disponibiliza sala de jogos para fazer confraternização e churrasco.

VALORES:  
Preços especiais para o evento:
Single R$ 120,00
Duplo R$ 160,00
Triplo R$ 190,00 (Somente 5 quartos)
RESERVAS: reservas@hoteldomthomaz.com.br
-
Endereço: Av. Paulo da Cruz Pímentel, 616

  ----- // -----
O HOTEL PRESERVE oferece além da diária, café da manhã, garagem fechada e checkout diferenciado para o evento (17h)  com conforto e atendimento excelentes para você cicloturista.
 VALORES:  
Preços especiais para o evento:
Single R$ 95,00 c/ ar condicionado
Single R$ 85,00 s/ ar condicionado
Duplo R$ 145,00 c/ ar condicionado
Duplo R$ 130,00 s/ ar condicionado
Triplo R$ 195,00 c/ ar condicionado
Triplo R$ 180,00 s/ ar condicionado
RESERVAS: hotelpreserve@hotmail.com
-
Endereço: Rua Leônidas Ferreira Barros, 13 - Cidade Alta

  ----- // -----
O HOTEL DON LUIS oferece além da diária, café da manhã, garagem fechada e checkout diferenciado para o evento (17h)  com conforto e atendimento excelentes para você cicloturista.

  VALORES:  
Preços especiais para o evento:
Single R$ 99,00 c/ ar condicionado e frigobar
Duplo R$ 140,00 c/ ar condicionado e frigobar
Triplo R$ 180,00 c/ ar condicionado e frigobar
- - -
Opção econômica - Camas de Solteiro
Single R$ 60,00 s/ ar condicionado
Duplo R$ 120,00 s/ ar condicionado
Triplo R$ 160,00 s/ ar condicionado
OBS: Para grupos acima de 20 pessoas o hotel disponibiliza área para confraternização e churrasco.
RESERVAS: donluishotel@globo.com



Informações sobre o EVENTO - CLIQUE AQUI

   Esperamos vocês ciclista de braços abertos, venham pedalar conosco e conhecer Jaguariaíva-PR