Campeonato Paranaense de DH 2019
7º Desafio de Cicloturismo da Santa do Paredao
}
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Pedalando até o Santuário de Nossa Sra. de Fátima

- -_Todos os anos, é realizado a Peregrinação Nacional dos Ciclistas até o Santuário de Nossa Sra. de Fátima e José Fernandes Tomás pedala na sua bicicleta até Fátima. Tem 74 anos, é natural de Casais Castelos, freguesia de Riachos, Torres Novas, e é um apaixonado pelo ciclismo. Já percorreu a Costa Vicentina, deu a volta ao Ribatejo, já fez a Volta a Portugal de Ciclismo afirma que este ano, se tiver apoios, França está à sua espera para participar em mais uma competição.
- -_No domingo, 6 de Fevereiro, decidiu chegar a Fátima numa bicicleta diferente das cerca de quatro mil que participaram na bênção no Santuário de Fátima. Com um velho pote de azeite na garupa e duas bandeiras de Portugal, afirmou que a ideia foi conseguir sobressair entre a multidão. E conseguiu! Por entre velhas pasteleiras ou bicicletas de quatro lugares, José Fernandes Tomás seguiu determinado em direção a Aljustrel.
- -_“Venho todos os anos. Mas no ano passado vi pessoas com enfeites nas bicicletas e resolvi fazer o mesmo este ano”. Reformado, antigo emigrante da França, começou a mostrar interesse pelo ciclismo quando regressou a Portugal. Com 70 anos, participou da Volta a Portugal.
- -_“O ano passado quis fazer a volta à Península Ibérica, mas não tive apoios”, lamenta. Para a volta à França espera ter mais sorte e as perspectivas apontam para que tudo corra sem problemas.
- -_“Apesar da idade, diz que não desiste e recusa-se a fazer parte do caminho a pé. “É uma vergonha, vou sempre de bicicleta”. Segue uma alimentação vegetariana e afirma que é mais do que suficiente para lhe dar forças para pedalar. Pela manhã de domingo já havia realizado 32 quilometros desde Casais Castelos, trazendo dentro do velho pote o farnel.
- -_Para José Fernandes Tomás a ida a Fátima no dia da Bênção dos Ciclistas é uma tradição, mas muitos fazem-no para pedir proteção a Nossa Senhora face aos muitos perigos que se encontram nas estradas, comentou a organização, da União de Ciclismo de Leiria.
-
Por Cláudia Gameiro
-
Fonte:
O Mirante
OBS: José Fernandes é a prova viva de que a idade e a distância não são barreiras, quando á paixão pelo esporte é mais forte!

0 comentários: