...Mazobikers

-->

Através destas fontes você consegue acompanhar as principais provas do ciclismo mundial!

Clique em uma das Opções de Streaming para assistir...

Para fechar basta clicar no botão na referida Streaming...

As Transmissões do ciclismo feitas pela CyclingToday, EUROSPORT1 UK, EUROSPORT1 ES e EUROSPORT1 POR-PT iníciam-se sempre em torno de 09:00am.

Indicamos o uso do Browser BRAVE para que não haja aberturas de Popups/ADs.

Para o download do Brave Browser acesse aqui!


SWEET PROTECTION REDEEMER - Marca anuncia capacete desenhado por engenheiros da F1

    Depois de ganhar as manchetes no Tour de France do ano passado, os capacetes gigantes de contrarrelógio, com suas formas estranhas se comparado com os usuais, parecem estar consolidando seu lugar no ciclismo. A marca norueguesa Sweet Protection anunciou o "Redeemer 2Vi MIPS", capacete feito para uso em competições de contrarrelógio e projetado para se integrar à parte superior do corpo e aos ombros do piloto para reduzir o arrasto aerodinâmico.
Sweet Protection "Redeemer 2Vi MIPS" - foto: divulgação / Sweet Protecion
    A empresa divulgou o lançamento após o teste na prova portuguesa Volta ao Algarve e durante o contrarrelógio da corrida Paris-Nice. Segundo a marca, o Redeemer 2Vi MIPS foi projetado em conjunto com a equipe Uno-X Pro Cycling (que a empresa patrocina) e com Kyle Forster, um especialista em aerodinâmica que já trabalhou na equipe de Fórmula 1 Mercedes-AMG Petronas.
    O Redeemer 2Vi MIPS parece se inspirar no POC Tempor - um capacete de contrarrelógio que foi lançado há mais de uma década. Só que alguns detalhes o diferenciam do pioneiro e para melhor, já que detalhes melhoram ainda mais a aerodinâmica do modelo.
Sweet Protection Redeemer - foto: divulgação / Sweet Protecion
Sweet Protection Redeemer - foto: divulgação / Sweet Protecion
    O conceito de moldar um capacete para se integrar à parte superior do corpo do ciclista não é uma ideia nova. Além do POC Tempor, os capacetes de esqui de velocidade levaram essa ideia ao extremo por muitos anos.
    O Redeemer 2Vi MIPS usa as bordas dos ombros para gerenciar o fluxo de ar ao redor dos ombros do atleta. Ele foi projetado para reduzir o arrasto aerodinâmico geral do ciclista, gerenciando com mais eficiência o fluxo de ar sobre o tronco. Forster diz que a largura das bordas que dissipam o ar foi otimizada para levar em conta as diferentes larguras dos ombros do piloto.
    A Sweet Protection produziu dois tamanhos de capacete, que variam em tamanho nesta área: um para ciclistas menores com ombros mais estreitos e um maior para ciclistas maiores com ombros mais largos. Como esperado (já que foi usado no WorldTour), o capacete é aprovado pela UCI, ou seja, o tamanho maior se encaixa nas dimensões especificadas pela recente atualização do regulamento técnico da UCI.
Sweet Protection Redeemer - foto: divulgação / Sweet Protecion
    Forster diz que o orifício central na testa é um 'Duto de desvio de fluxo laminar', que supostamente direciona o fluxo de ar através de dois canais internos dentro do capacete. Em vez de resfriar o ciclista (como acontece com a maioria dos capacetes), a Sweet Protection diz que esse fluxo de ar é acelerado através do capacete em direção às aberturas de saída na borda traseira. Isso então flui sobre os ombros do piloto, supostamente reduzindo o arrasto geral dele ao pedalar. O ex-engenheiro da Fórmula 1 diz que esse recurso também ajuda a reduzir a pressão de ar local na frente do capacete, o que também reduz o arrasto aerodinâmico.
    De acordo com Casper von Folsach, treinador de desempenho da Uno-X Pro Cycling Team, citar a economia de watts em certas velocidades é “demais” por causa das variações nos protocolos e cenários de teste entre fabricantes e instalações onde foram testados. Envolvido com o processo de benchmarking em relação aos capacetes dos concorrentes, porém, Casper diz que “sem dúvida, este é o capacete que eu preferiria que nossa equipe usasse”.
Tecnologia pra lá de personalizada
Sweet Protection no tunel de vento - foto: divulgação / Sweet Protecion
Sweet Protection diz que Søren Wærenskjold, o campeão mundial de contrarrelógio individual sub-23 de 2022 (que faz parte da equipe Uno-X), foi escaneado em 3D e usado como modelo para o novo capacete em CFD (Computational Fluid Dynamics - essencialmente um túnel de vento virtual).

Veja um vídeo promocional do modelo:

    Os testes de túnel de vento foram realizados com Wærenskjold e Joss Lowden, ex-detentora do recorde feminino de contra-relógio da UCI e atual atleta da equipe Uno-X, num equipamento em Silverstone, na Inglatera. O Redeemer 2Vi MIPS foi desenvolvido usando um scanner 3D de Søren Wærenskjold, campeão mundial de contrarrelógio individual Sub-23 de 2022.
    Esse processo remonta o design do POC Tempor, que foi projetado em torno do medalhista de prata de contrarrelógio olímpico de 2008, Gustav Erik Larsson. O resultado desse processo de design (que se concentrou em um único piloto e sua posição de pilotagem específica) foi um capacete que é supostamente mais sensível à posição da cabeça do piloto.
-
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

Mazobiker

{google#Mazobiker}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget