...Mazobikers

Clique em uma das Opções de Streaming para assistir...

Para fechar basta clicar no botão na referida Streaming...

As Transmissões são pela TIZCycling, EUROSPORT, BeIN Sports2, ESPN3 a partir das 08:30 da manhã.

Indicamos o uso do Browser BRAVE para que não haja aberturas de Popups/ADs.

Para o download do Brave Browser acesse aqui!


Pidcock supera Dascalu em Nove Mesto com um sprint impressionante

Sprint Final entre Pidcock e Dascalu (Fotos: brujulabike)
    Todos os olhos estavam voltados para o britânico, mas desta vez sua vitória não foi tão fácil. Tom Pidcock venceu a Copa do Mundo Nove Mesto XCO com um impressionante sprint final ao lado de Vlad Dascalu.

Tom Pidcock vence a Copa do Mundo de sprint XCO em Nove Mesto 2022

    A vitória do alemão Luca Schwarbauer na última sexta-feira no XCC, acrescentou mais um nome à lista cada vez mais volumosa de favoritos. Mas foi o romeno Vlad Dascalu que assumiu o comando da corrida quase desde o início e estabeleceu um ritmo alto para esticar o pelotão.
    No início da volta 1, as posições da frente começaram a mudar e vimos várias mudanças entre Filippo Colombo, Nino Schurter, o próprio Vlad Dascalu ou Henrique Avancini, entre outros.
    No meio da volta 2, o britânico Tom Pidcock assumiu a liderança para disparar alarmes para todos os seus rivais . Mas ao contrário de outras vezes, ele não lançou nenhum ataque definitivo, limitou-se a liderar o teste por alguns quilômetros até que na volta 4, Nino Schurter e Vlad Dascalu o ultrapassaram novamente.
    Sem grandes diferenças entre os favoritos, a volta 5 começou com Schurter, Dascalu, Pidcock , Alan Hatherly e Mathias Flueckiger na liderança . O alemão Schwarbauer juntamente com Anton Cooper fez uma volta de 17 segundos e quase meio minuto foi feito por um grupo muito maior liderado por Avancini.
    A primeira luta pela vitória começou na volta 5, quando um furo de Nino Schurter incentivou um tímido ataque de Vlad Dascalu na subida mais difícil do circuito.
    Nino Schurter conseguiu mudar a roda rapidamente e apesar de ter caído para a 15ª posição, a 1 minuto da frente da corrida, a verdade é que não jogou a toalha e parecia que o seu único objetivo então era voltar junto com o primeiro.
    Nada foi decidido ainda e o pelotão cresceu no início da volta 7, quando o neozelandês Anton Cooper e Hatherly assumiram a liderança. Por seu lado, Nino Schurter continuou a sua épica recuperação e na penúltima volta já estava em sexto, 15 segundos atrás dos líderes.
    A emoção da corrida foi catapultada quando a largada da última volta começou com Nino Schurter de volta ao primeiro grupo.
    Flueckiger estava liderando uma volta final de parar o coração até que Dascalu atacou na colina e permitiu que ele puxasse alguns segundos à frente de Pidcock e Schurter.
    Dascalu continuou o ataque na descida também, mas Tom Pidcock conseguiu chegar perto o suficiente para ter uma última chance no final. Schurter estava pagando pelo esforço do retorno e parecia se contentar com o terceiro lugar.
    Tudo foi resolvido na reta final do circuito com um tremendo sprint que deu a vitória a Tom Pidcock. Dascalu entrou em segundo e Schurter em terceiro.
   O atleta brasileiro Henrique Avancini terminou na 14º colocação com o tempo de  1h23m20s, Ulan Galisnki na 70º colocação com 1h29m13s e Edson Junior na 99º colocação e Luiz Henrique Cocuzzi não concluiu a prova por problemas mecânicos.
-
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget