...Mazobikers

VUELTA 2021: Jasper Philipsen vence a 5ª etapa marcado por um acidente

    Jasper Philipsen (Alpecin-Fenix) venceu sua segunda etapa da Vuelta a Espanha, saindo por cima no sprint frenético ao final da 5ª etapa em Albacete.
Jasper Philipsen vencendo a 5ª etapa, esta é a sua segunda vitória ao sprint
da Vuelta deste ano até agora (Créditos: Getty Images Sport)
    No final do que foi um dia bastante tranquilo de corrida, o belga venceu Fabio Jakobsen (Deceuninck-QuickStep) para a linha, com Alberto Dainese (Team DSM) a terminar em terceiro, enquanto a liderança da corrida trocou de mãos após um acidente tardio.
    Em outro lugar, a camisa vermelha Rein Taaramäe (Intermarché-Wanty-Gobert) foi perdida aos 2m21s depois de ser retida pela queda em massa no pelotão a 11 quilômetros da linha de chegada, entregando a liderança da corrida para Kenny Elissonde (Trek-Segafredo).
"Fica ainda mais bonito se você ver nos cinco quilômetros finais como estivemos lá junto com a equipe. Não posso descrever isso", disse Philipsen, que agora lidera Jakobsen por um único ponto na classificação.
“Esta equipe, nós não rodamos há muito tempo juntos, mas é incrível o que todos fazemos uns pelos outros e penso que é tão bonito terminá-lo juntos.
“Depois de ontem fiquei um pouco decepcionado por não poder dar o meu sprint como queria, mas ganhar hoje é muito bom virar a página de ontem e aproveitar este momento junto com a equipe.
"Não é que já esteja a pensar no fim da Vuelta e da camisola verde, mas é bom usá-la dia após dia e depois veremos até onde podemos chegar."
    Philipsen liderou da frente no sprint, beneficiando da liderança mais organizada na final. Ele pegou o vento a 200 metros para ir com Dainese e Reinardt Janse van Rensburg (Qhubeka NextHash) posicionados em seu volante.
    O posicionamento de Jakobsen provou ser a sua ruína, com o holandês a ter de dar a volta na sexta roda para percorrer o caminho mais longo para ultrapassar o sul-africano. Ele estava no ar puro na marca dos 100 metros e conseguiu passar Dainese, mas Philipsen já estava no ar puro, pronto para comemorar e pronto para a vitória naquele ponto.
    Mais atrás, a 23ª posição de Elissonde no dia garantiu-lhe a camisa vermelha para a finalização desta quinta-feira no topo da colina no Alto de la Montaña de Cullera, com o francês a liderar Primož Roglič (Jumbo-Visma) por cinco segundos na classificação geral.
    Todos, exceto um dos concorrentes da Classificação Geral voltaram para casa em segurança no pelotão, com Romain Bardet (Team DSM) caindo no acidente e perdendo mais de 12m32s no final.


Como se desenrolou

    A quinta etapa da Vuelta a Espanha levou o pelotão ao sul, cruzando a região central de Castilla-La Mancha, uma corrida plana de 184 quilômetros de Tarancón a Albacete e mais um dia para os velocistas.
    Nenhuma subida categorizada estava no caminho para os pilotos, com apenas alguns pequenos protuberâncias surgindo no palco junto com uma corrida de curta distância intermediária após 132 quilômetros de corrida.
    Com pouco pelo que lutar ao longo do palco, exceto o tempo de TV e uma pequena chance de vitória, não havia muito estômago para uma batalha para fazer o romper do dia quando a bandeira caiu no quilômetro zero.
    Pelayo Sanchez (Burgos-BH), Oier Lazkano (Caja Rural-Seguros RGA) e Xabier Mikel Azparren (Euskaltel-Euskadi) foram os três homens que saltaram do pelotão no início do dia, o trio não encontrando resistência enquanto se aventuravam no que seria o amanhecer do dia.
    Nenhum outro piloto tentou chegar à frente, já que a fuga saltou para uma vantagem de sete minutos no final da primeira hora de corrida. De volta ao pelotão, Intermarché-Wanty-Gobert fez o trabalho na frente em nome do líder da corrida Rein Taaramäe.
    Alpecin-Fenix ​​e Deceuninck-QuickStep - trabalhando para os velocistas Jasper Philipsen e Fabio Jakobsen - também estiveram presentes na frente nos primeiros quilômetros do que certamente seria um dia para os velozes. O Groupama-FDJ também enviou homens para a frente para trabalhar para o vice-campeão da fase 4, Arnaud Démare.
    Foi um dia bastante tranquilo na estrada, com poucos incidentes no pelotão e nada pelo que lutar no intervalo até que eles alcançaram o sprint intermediário a 53 quilômetros do fim.
    Lá, foi Lazkano quem obteve o máximo de pontos, levando Sanchez e Azparren além da linha. De volta ao pelotão, foi Philipsen quem ganhou o sprint com 13 pontos à frente de Démare com 10.
    Seguindo aquele toque de drama, um novo grupo de equipes assumiu o comando do pelotão enquanto os esquadrões focados na CG da Jumbo-Visma, Ineos Grenadiers e Movistar, entre outros, avançavam em antecipação aos ventos cruzados na corrida para o final.
    Com 34 quilômetros pela frente, Sanchez foi o primeiro homem a ficar para trás na fuga, caindo para trás enquanto o pelotão se escondia dois minutos adiante na estrada. Lazkano e Azparren continuaram na direção do vento contrário, que mudaria para um vento cruzado na marca de 30 quilômetros quando a estrada virasse para o sul.
    A vantagem do intervalo caiu para 1m30s na marca de 25 quilômetros, após um aumento de ritmo na frente do pelotão, enquanto Azparren não durou muito mais na frente, caindo para trás com 22 quilômetros para percorrer.
    Deceuninck-QuickStep e Groupama-FDJ estavam de volta à frente nos últimos 20 quilômetros, as equipes aceleraram o ritmo junto com várias outras equipes, embora o vento não fosse forte o suficiente para provocar escalões no pelotão.
    Lazkano foi finalmente trazido de volta aos 16 quilômetros finais com Deceuninck-QuickStep avançando na frente, seus esforços o suficiente para garantir o prêmio de combatividade do dia. No entanto, a corrida suave e rápida para a linha foi interrompida a 11 quilômetros após um grande acidente no meio do pelotão.
    A camisa vermelha Taaramäe foi apanhada pelo segundo dia consecutivo depois que o campeão dinamarquês Mads Würtz Schmidt (Israel Start-Up Nation) foi vítima de um toque de rodas perto da frente do pelotão. Enquanto muitos dos envolvidos estavam de volta e correndo com o mínimo de barulho, Bardet e Mikel Nieve (Team BikeExchange) estavam entre os que ainda estavam no solo minutos depois.
    Uma desaceleração visível no pelotão seguiu o engavetamento conforme grupos de ciclistas caídos voltaram, enquanto Bardet - vestindo uma camisa rasgada - voltou a subir em sua bicicleta para terminar a etapa, embora minutos atrás do pelotão.

    Com a queda ocorrendo no final do dia, o pelotão não conseguiu continuar o passo lento até a linha, devidamente voltando à velocidade com cinco quilômetros para correr. A camisa vermelha ainda estava com problemas, com Taaramäe ainda perseguindo a um minuto e meio abaixo.
    Alpecin-Fenix ​​assumiu o comando na frente do pelotão rumo aos dois quilômetros finais, com a UAE Team Emirates avançando para se juntar a eles logo depois. Deceuninck-QuickStep e Groupama-FDJ também estiveram presentes na frente no que acabou sendo uma movimentação confusa para a linhade chegada.
    A equipe de Philipsen voltou no momento perfeito no quilômetro final, entregando o que acabou sendo a liderança mais organizada das equipes de sprint, resultando na vitória de seu homem por uma distância de bicicleta clara à frente de Jakobsen.
Results
Pos.Rider Name (Country) TeamResult
1Jasper Philipsen (Bel) Alpecin-Fenix4:24:41
2Fabio Jakobsen (Ned) Deceuninck-QuickStep
3Alberto Dainese (Ita) Team DSM
4Juan Sebastian Molano Benavides (Col) UAE Team Emirates
5Piet Allegaert (Bel) Cofidis
6Jon Aberasturi Izaga (Spa) Caja Rural-Seguros RGA
7Jordi Meeus (Bel) Bora-Hansgrohe
8Riccardo Minali (Ita) Intermarché-Wanty-Gobert Matériaux
9Reinardt Janse Van Rensburg (RSA) Qhubeka NextHash
10Arnaud Demare (Fra) Groupama-FDJ
General classification after stage 5
Pos.Rider Name (Country) TeamResult
1Kenny Elissonde (Fra) Trek-Segafredo17:33:57
2Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma0:00:05
3Lilian Calmejane (Fra) AG2R Citroën Team0:00:10
4Enric Mas Nicolau (Spa) Movistar Team0:00:20
5Miguel Angel Lopez Moreno (Col) Movistar Team0:00:26
6Alejandro Valverde (Spa) Movistar Team0:00:32
7Giulio Ciccone (Ita) Trek-Segafredo
8Egan Bernal Gomez (Col) Ineos Grenadiers
9Mikel Landa Meana (Spa) Bahrain Victorious0:00:44
10Gino Mäder (Swi) Bahrain Victorious0:00:45
-
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget