...Mazobikers

Tóquio2020: Governo do Equador ao lado do ciclista Carapaz nas críticas ao Comité Olímpico

    O ministro dos esportes do Equador, Sabastián Palácios, manifestou ontem apoio ao ciclista Richard Carapaz, medalha de ouro em Tóquio2020, após as críticas dirigidas ao Comité Olímpico, devido à falta de apoio aos atletas daquele país sul-americano.
Richard Carapaz alcançou a glória nos Jogos. (Imagem: Greg Baker / AFP) AFP ou licensors
    Sabastián Palácios, que acompanha comitiva equatoriana em Tóquio, Japão, confessou que tem visto coisas que chamam à atenção, preocupam e indignam, algo que vai ao encontro do que o campeão olímpico na prova de fundo masculina de ciclismo de estrada revelou, após conquistar o ouro.
“Fui um atleta que vim quase sem apoio. O país nunca acreditou em mim e a medalha é minha e ele foi uma das poucas pessoas que sempre me apoiaram”, disse, na altura, Carapaz.
    O Comité Olímpico é “responsável pelas passagens, por coordenar a viagem, receber os atletas na aldeia olímpica, ou seja, cuidar de toda a logística dos atletas nos Jogos Olímpicos”, relembrou Palácios.
    Contudo, o ministro dos esportes mostrou-se indignado pela “falta de treinadores, de uma equipa multidisciplinar junto dos atletas e de todas aquelas pessoas”.
“Estamos aqui para acompanhar os atletas, para que se sintam próximos do seu Ministério dos esportes e do seu Governo. Estamos aqui para acompanhar como se dá essa coordenação e logística (do COE). Infelizmente, temos visto coisas que nos chamam a atenção, estamos preocupados e indignados", confirmou Palácios, através de um vídeo divulgado nas redes sociais.
E acrescentou: “Depois de ter vivido um dos momentos mais incríveis da história do esporte equatoriano, sentir orgulho da conquista e triunfo de Richard Carapaz, e após as suas declarações, que entendo e compartilho, devem saber de algumas coisas da participação do Equador nos Jogos Olímpicos".
    Por sua vez, o COE, através de comunicado assinado pelo presidente Augusto Morán, deu conta de que a sua missão é "promover e apoiar a proteção" dos atletas neste tipo de competição, adiantando, por exemplo, que o ciclista chegou à capital japonesa através da gestão efetuada pelo organismo.
    Também o presidente do Equador, Guillermo Lasso, disse, após tomar conhecimento das declarações de Carapaz, que para o seu Governo é "uma prioridade acompanhar os atletas equatorianos em vitórias e derrotas".
“Concordamos com Richard Carapaz e trabalhamos para fornecer um apoio abrangente”, assegurou o Chefe de Estado.
    Carapaz, de 28 anos, cumpriu os 234 quilômetros entre o Parque Musashinonomori e a Pista Internacional de Fuji em 6h05m26s, num triunfo a solo, com 1m07s de vantagem para o belga Wout van Aert, que levou a prata ao 'sprint' face ao esloveno Tadej Pogacar em terceiro.
-
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget