...Mazobikers

TOUR DE FRANCE: Tadej Pogacar arrebenta no contrarrelógio da 5ª etapa

O atual campeão do Tour de France recupera o tempo perdido, Van der Poel mantém a camisa amarela
    Tadej Pogačar (UAE Team Emirates) foi um marco importante no Tour de France ao reivindicar a vitória no contra-relógio da 5ª etapa para Laval. Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) resistiu ferozmente para reter a camisa amarela por 8 segundos, mas é claro que o caminho para a vitória geral nesta corrida passa pelo atual campeão.
    Pogačar fez um trabalho leve no teste de 27 km de Changé a Laval, estabelecendo o melhor tempo em cada uma das verificações intermediárias e atingiu uma velocidade média de 51 km/h ao vencer o campeão europeu de contrarrelógio Stefan Küng (Groupama-FDJ) por 18 segundos.
    Nesse momento, Pogačar parecia pronto para entrar na camisa amarela para arrancar, mas Van der Poel conjurou um belo esforço final para terminar em 5º na etapa aos 31 segundos, e assim manter a liderança geral por 8 segundos.
    Embora Pogačar tenha perdido uma passagem inicial no maillot jaune, ele teve o consolo considerável de ganhar terreno significativo para todos os homens com planos de usá-lo em Paris. Ele pegou 44 segundos de seu compatriota Primož Roglič (Jumbo-Visma), 1m18s de Geraint Thomas (Ineos), 1m41s em Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma), 1m43s em Richard Carapaz (Ineos), 1:48s em Wilco Kelderman (Bora-Hansgrohe) e 2m08s em Miguel Angel Lopez (Movistar).
    Com apenas cinco dias de Tour, Pogačar já se encontra a 1m36s de distância de Carapaz, 1m40s à frente de Roglič e 1m46s de Thomas. Em setembro passado, o jovem saiu de trás na mais dramática das circunstâncias em La Planche des Belles Filles. Desta vez, a responsabilidade recai sobre Roglič et al para conjurar uma resposta quando a corrida chegar às montanhas. Na evidência de quarta-feira, não será simples.
“Hoje foi um dia muito bom. Não cometi nenhum erro ”, disse Pogačar. “O tempo estava perfeito para mim, mas infelizmente alguns caras saíram em estradas molhadas. Felizmente eu tinha condições perfeitas e também a temperatura para mim estava perfeita. Hoje foi um dia muito bom para mim.
“Verifiquei o percurso. Nos últimos contra-relógio cometi erros porque comecei muito rápido. Aqui, com pequenas subidas, comecei a andar muito bem e encontrei um ritmo perfeito até o final.
“O objetivo era não perder tempo, mas ganhei tempo, por isso estou super feliz. Estou muito animado para todo o Tour. Adoraria ter a camisa amarela, mas Mathieu está super bonito, então está tudo bem.”
    Van der Poel começou a etapa a apenas 8 segundos de Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) e 31 à frente de Wout van Aert (Jumbo-Visma), ambos com ambições realistas de passar para o amarelo. No entanto, nem Van Aert (4º aos 30 segundos) nem Alaphilippe (14º aos 1:11) pareciam totalmente confortáveis ​​no campo, enquanto Van der Poel esforçava-se por defender a sua vantagem.
    O holandês caiu 7 segundos sobre Pogačar na primeira verificação após 8,5 km e 22 segundos na segunda após 17 km, mas fez o suficiente para terminar o dia em 5º na etapa, 30 segundos atrás do esloveno. Ele se mantém amarelo por 8 segundos, com Van Aert em 3º com 30 segundos e Alaphilippe mais 18 segundos atrás em 4º.
“Eu me surpreendi hoje. Tenho de agradecer à equipe, trabalhamos até à meia-noite na bicicleta preparada para tentar obter mais watts, ”disse Van der Poel. “Eu me forcei além dos meus limites, estou super orgulhoso de mim mesmo. Eu sabia que os últimos 2km foram decisivos. Eu ainda tinha um pouco no tanque - estou muito orgulhoso de mim mesmo. Eu disse ontem que achava que perderia a camisa e não era mentira. Não é minha especialidade, mas me superei hoje. "

Como se desenrolou

    Enquanto Van der Poel se superou, vários concorrentes da classificação geral estavam basicamente lutando consigo mesmos, prejudicados pelas lesões sofridas em acidentes no início da semana.
    Roglič caiu forte no tenso final da 3ª etapa e ele foi claramente tímido não mostrando o seu melhor aqui, mesmo se ele ainda produziu uma exibição consistente ao longo do percurso para ficar em 7º na etapa, 44 segundos atrás no voador Pogačar. Em setembro passado, sua equipe Jumbo-Visma procurou controlar o Tour. Desta vez, eles terão que encontrar uma maneira de abri-lo.
“É difícil, definitivamente. Todos os contrarrelógio são sempre muito dolorosos, digamos assim ”, disse Roglič. “Mas eu acabei de perder algum poder. Eu realmente espremi totalmente tudo para fora de mim. Eu estou por trás disso e estou super orgulhoso de mim mesmo. ”
    Foi uma tarde semelhante para Thomas. Este contra-relógio deveria ter sido uma oportunidade para ele ganhar tempo em Pogačar e outros, mas depois de deslocar o ombro na segunda-feira, suas expectativas diminuíram. Ele ficou em 16º no classificação, 1m18s abaixo em Pogačar.
    O primeiro a definir o ritmo na berlinda foi o companheiro de equipe de Pogačar, Mikkel Bjerg, que terminou a etapa em 11º lugar, mas foi uma tarde mais difícil para outro piloto da UAE Team Emirates, Brandon McNulty, que sofreu uma forte queda após uma panca de chuva traiçoeira no meio da tarde.
    Stefan Bissegger (EF-Nippo) por pouco evitou cair naquele período, mas as condições misericordiosamente diminuíram a tempo para os iniciantes posteriores. O campeão europeu Stefan Küng (Groupama-FDJ) já estava na berlinda nessa altura, e o suíço deve ter pensado que tinha feito o suficiente para vencer a etapa quando homens como Roglič, Jonas Vingegaard (3º a 27 segundos) e Kasper Asgreen ( 6º a 37 segundos) não conseguiu melhorar o seu tempo. Sua decepção foi palpável enquanto observava Pogačar cruzar a linha com o melhor horário do dia.
“Tive um bom desempenho, fiz o que queria, mas não foi o suficiente”, disse ele.
Resultados
Pos.Atleta (País) EquipeTempo
1Tadej Pogacar (Slo) UAE Team Emirates0:32:00
2Stefan Küng (Swi) Groupama-FDJ0:00:19
3Jonas Vingegaard (Den) Jumbo-Visma0:00:27
4Wout Van Aert (Bel) Jumbo-Visma0:00:30
5Mathieu van der Poel (Ned) Alpecin-Fenix0:00:31
6Kasper Asgreen (Den) Deceuninck-QuickStep0:00:37
7Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma0:00:44
8Mattia Cattaneo (Ita) Deceuninck-QuickStep0:00:55
9Richie Porte (Aus) Ineos Grenadiers
10Alexey Lutsenko (Kaz) Astana-Premier Tech0:01:00
General classification after stage 5
Pos.Atleta (País) EquipeTempo
1Mathieu van der Poel (Ned) Alpecin-Fenix16:51:41
2Tadej Pogacar (Slo) UAE Team Emirates0:00:08
3Wout Van Aert (Bel) Jumbo-Visma0:00:30
4Julian Alaphilippe (Fra) Deceuninck-QuickStep0:00:48
5Alexey Lutsenko (Kaz) Astana-Premier Tech0:01:21
6Pierre Latour (Fra) TotalEnergies0:01:28
7Rigoberto Uran (Col) EF Education-Nippo0:01:29
8Jonas Vingegaard (Den) Jumbo-Visma0:01:43
9Richard Carapaz (Ecu) Ineos Grenadiers0:01:44
10Primoz Roglic (Slo) Jumbo-Visma0:01:48
-
Fonte: https://www.cyclingnews.com/races/tour-de-france-2021/stage-5/results/
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget