...Mazobikers

Entre as 5 MTBs mais rápidas da Copa do Mundo de Albstadt, há apenas uma Full...

    O percurso de Albstadt é, para muitos, o mais exigente fisicamente de toda a Copa do Mundo, mas é menos técnico e permite que os pilotos escolham entre correr com Full Suspension ou Hardtail. Uma decisão que, no caso de Nino Schurter, parece ter trabalhado contra ele. Aqui você pode encontrar as 5 mountain bikes dos pilotos mais rápidos da Copa do Mundo de Albstadt.


Os 5 MTBs mais rápidos da Copa do Mundo de Albstadt

Não parece coincidência que no top 5 só encontremos uma mountain bike de Full Suspension, o que confirma que as hardtails ainda são a escolha perfeita quando o importante é andar rápido e o terreno não é extremamente técnico.

5. BMC TwoStroke de Thomas Pidcock

    O britânico Tom Pidcock foi um dos principais protagonistas do fim de semana, terminando em quinto lugar depois de largar em 93º. Ele também teve que parar para consertar um pneu furado durante a corrida e não podemos esquecer que apesar de ser um dos melhores pilotos do momento, esta foi sua primeira Copa do Mundo como piloto de elite com apenas 21 anos. Ninguém sabe onde será o limite desse ciclista.


     Mas se nos concentrarmos em sua bike, ela também tem uma história. Como sua equipe, Ineos Grenadier, é patrocinada pela Pinarello e Pinarello não tem mountain bikes em seu catálogo, e Pidcock tem uma feita sob medida. O quadro é de BMC Towstroke, sem logotipo em qualquer lugar, o garfo é um SR Suntour Axon Werz 34, quase único na Copa do Mundo, canote telescópico DT Swiss, rodas e guidão Syncros, e relação e freios Shimano XTR. Sem dúvida, uma das opções mais ecléticas que vimos nos últimos anos.

4. Kross Level TE de Ondrej Cink

    O tcheco Ondrej Cink foi outro dos pilotos mais combativos da temporada, sempre lutando pela liderança.

    Cink pilotou o modelo hardtail da Kross, o Level TE com canote de selim telescópico e o novo garfo Fox 34 SC. Este garfo foi apresentado há algumas semanas e para muitos já é o sucessor do Fox 32 para XCO.

3. Thomus Tomcat de Mathias Flueckiger

    O suíço Mathias Fluckiger já é sinônimo de ação, e qualquer corrida em que participe será divertida para os fãs. Embora desta vez a corrida não tenha terminado da melhor maneira para ele, visto que o canote telescópico do selim falhou na última volta quando lutava pela vitória.

    Sua mountain bike é uma Thomus Tomcat Worldcup com garfo DT Swiss F232 One , rodas DT Swiss XRC 1200, pneus protótipo Schwalbe 2.25, relação Shimano XTR e canote de selim telescópico KS.

2. Scott Spark de Nino Schurter

    Embora o início da corrida não tenha parecido boa para Schurter, na última volta muitos de nós o consideramos o vencedor e mesmo que não fosse o caso, é uma boa notícia ver os suíços lutando pela vitória novamente desde a primeira corrida.


    Há pouco que ainda não foi falado sobre a Spark, aqui você pode analisá-la em detalhes, mas foi surpreendente que no final da corrida, Nino Schurter declarasse que talvez competir com a Spark não fosse a melhor escolha. E talvez tenha sido, já que é a única bike com full suspensionl que chegou ao top 5 em Albstadt.

1. Orbea Alma de Victor Koretzky

    Depois da corrida, Victor Koretzky confessou que não se sentiu bem no aquecimento e pensou que não estava pronto para competir com os melhores. No entanto, ele era o melhor. Koretzky fez uma excelente estratégia de corrida e conseguiu vencer o sprint contra Nino Schurter. Talvez ele também tenha feito a melhor escolha de equipamento, optando por montar a MTB mais leve desta classificação.


    A Orbea Alma OMX 2021 de Victor Koretky tem um dos quadros mais leves do mercado e sem dúvida dos da frente ontem, apenas 830g. Foi também o único da frente que optou por não usar canote telescópico e montou com o garfo Fox 32 SC, o mais leve do catálogo Fox.

    Tudo isso o beneficiou nos últimos metros, quando arriscou tudo no sprint para conquistar sua primeira vitória na Copa do Mundo, assumir a liderança na competição e também garantir a liderança para seu time.

    Deixando de lado as falhas mecânicas, você acha que o equipamento da Copa do Mundo de Albstadt foi decisivo? Deixe sua opnião nas redes sociais.

-
Fonte: https://www.brujulabike.com/5-fastest-mtb-albstadt-world-cup-2021/
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget