...Mazobikers

Através destas fontes você consegue acompanhar as principais provas do ciclismo mundial!

Clique em uma das Opções de Streaming para assistir...

Para fechar basta clicar no botão na referida Streaming...

As Transmissões do ciclismo feitas pela CyclingToday, EUROSPORT1 UK, EUROSPORT1 ES e EUROSPORT1 POR-PT iníciam-se sempre em torno de 08:00am(BRT).

Indicamos o uso do Browser BRAVE para que não haja aberturas de Popups/ADs.

Para o download do Brave Browser acesse aqui!


Tadej Pogacar conquista primeiro ''monumento'' da carreira

    Liège-Bastogne-Liège rima com Eslovénia. Depois de Primoz Roglic, em 2020, o esloveno Tadej Pogacar sucedeu ao seu compatriota e conquistou o “monumento” belga neste domingo, ao sprint de um grupo pequeno.
Pogacar celebra na Liege-Bastogne-Liege LUSA/JULIEN WARNAND
    O campeão da Volta a França conquistou uma das cinco clássicas “monumento” pela primeira vez na carreira e mostra que consegue fazer de tudo no ciclismo. Aos 22 anos, já venceu o Tour, fez pódio na Vuelta, conquistou um “monumento” e venceu várias provas de uma semana. Seja um dia, uma semana ou três semanas, Pogacar responde a preceito.
    Mesmo o tipo de triunfo tem sido variado, já que o esloveno venceu neste domingo numa vertente longe de ser a sua especialidade.
    O final da corrida foi decidido num grupo de cinco ciclistas – Michael Woods (Israel Start-Up), David Gaudu (FDJ), Tadej Pogacar (Emirates), Julian Alaphilippe (Quick-Step) e Alejandro Valverde (Movistar) – e o esloveno, que se “escondeu” na cauda do grupo, foi o mais forte no sprint final, batendo ciclistas bem mais explosivos e cotados nessa valência, como Alaphilippe ou Valverde. O pódio ficou completo com os franceses Alaphilippe e Gaudu.
A Classificação Final

     Para Valverde, que se posicionou mal no sprint final, era a oportunidade de se tornar, aos 41 anos (feitos neste domingo), o ciclista mais velho a vencer um “monumento” e ultrapassar Eddy Merckx no número de pódios nestas cinco clássicas.
    Já para Alaphilippe este foi mais um domingo negro na Liège-Bastogne-Liège. O francês continua sem conseguir vencer esta clássica e foi novamente batido perto da linha de linha de chegada.
    Fora da decisão final ficaram nomes como Primoz Roglic, Max Schachmann, Michal Kwiatkowski, Jakob Fuglsang ou os portugueses João Almeida e Rui Costa.
    O primeiro, a trabalhar para Alaphilippe, acabou por pagar o desgaste e ficar fora do grupo que lutou pelo triunfo. 
-
Labels:

Postar um comentário

[blogger]

Mazobiker

{google#Mazobiker}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget