...Mazobikers

-->

Através destas fontes você consegue acompanhar as principais provas do ciclismo mundial!

Clique em uma das Opções de Streaming para assistir...

Para fechar basta clicar no botão na referida Streaming...

As Transmissões do ciclismo feitas pela CyclingToday, EUROSPORT1 UK, EUROSPORT1 ES e EUROSPORT1 POR-PT iníciam-se sempre em torno de 09:00am.

Indicamos o uso do Browser BRAVE para que não haja aberturas de Popups/ADs.

Para o download do Brave Browser acesse aqui!


LA VUELTA: Organização aplica ‘corte’ de três segundos e Primoz Roglic é novo líder

    
    O esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma), que hoje venceu a 10.ª etapa da Volta a Espanha, é o novo líder da prova, após a organização decidir contra a anulação de um ‘corte’ de três segundos à chegada.
        O 'corte' [quebra no pelotão, que fica dividido em uma ou mais colunas] coloca Roglic e o antigo líder, o equatoriano Richard Carapaz (INEOS), com menos de um segundo de diferença, levando vantagem o vencedor de 2019 da Vuelta, que hoje se impôs na chegada a Suances.
        Além dos três segundos, Roglic bonificou 10 segundos por vencer a etapa, após os 185 quilômetros entre Castro Urdiales e Suances, tendo batido o austríaco Felix Grossschartner (BORA-hansgrohe), segundo colocado, e o italiano Andrea Bagioli (Deceuninck-QuickStep), terceiro.
        Carapaz foi 14.º e, com a decisão da organização da Vuelta, caiu para segundo da geral individual, com irlandês Dan Martin (Israel Start-Up Nation) a fechar o pódio, a 28 segundos.
        Num dia com apenas uma contagem de montanha, mas de um final ‘enganador' para os ‘sprinters', mais propício a ciclistas rápidos e com boa ponta final em pequenas ascensões, como a que se verificou hoje até à meta, foi o principal favorito à vitória final a brilhar de novo.
        Antes, a sete quilômetros da linha de chegada, o português Ivo Oliveira (UAE Emirates) seguiu na roda do francês Rémi Cavagna (Deceuninck-QuickStep), à procura de surpreender o pelotão e discutirem entre si a vitória, mas não conseguiram mais do que algumas dezenas de segundos antes de serem reintegrados.
        Na luta pela vitória em etapa, foi Daniel Martin o primeiro a lançar o ‘sprint', mas de muito longe, e nos últimos 200 metros ninguém conseguiu superar ‘Rogla', que mantém o bom momento de forma, com um ‘hat trick' na Vuelta.
        Vencedor em 2019, o esloveno persegue nova vitória nesta grande volta, depois da desilusão na Volta a França, perdida no final para o compatriota Tadej Pogacar (UAE Emirates), num ano em que já triunfou também na Liège-Bastogne-Liège, voltando hoje a mostrar dotes em chegadas rápidas.
        "É sempre bom ganhar, é algo que quero sempre fazer. Hoje, tive pernas para o conseguir", disse o campeão esloveno de fundo, após o final.
        O dia foi ‘animado' para os comissários, que voltaram a ter de fazer correções na tabela pelo segundo dia consecutivo, após terem atribuído, na nona etapa de quinta-feira, a vitória ao alemão Pascal Ackermann (BORA-hansgrohe), por irregularidades no ‘sprint' do irlandês Sam Bennett (Deceuninck-QuickStep).
        Apesar de chegar à liderança, o novo camisoa vermelha, que já tinha liderado a Vuelta do primeiro ao quinto dia e hoje somou o quarto triunfo na prova, o terceiro em 2020, admite que esta melhoria "não muda muito as coisas".
-
Fonte: https://desporto.sapo.pt/modalidades/ciclismo/artigos/vuelta-organizacao-aplica-corte-de-tres-segundos-e-primoz-roglic-e-novo-lider

Postar um comentário

[blogger]

Mazobiker

{google#Mazobiker}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget