.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Anderson Ezequiel volta a pontuar no USA BMX Nationals

Depois de voltar da etapa australiana da Copa do Mundo de BMX sem pontuar, Andinho conseguiu um 4º e um 5º lugar na prova americana deste final de semana.
-
Depois de um mau desempenho na etapa de Shepparton da Copa do Mundo de BMX, Anderson Ezequiel, o Andinho, voltou a correr neste final de semana no USA BMX Winter Nationals, realizado em Phoenix, nos Estados Unidos.
No primeiro dia de descidas, dia 14, Andinho chegou na 5ª colocação. O norte-americano Corben Sharrah foi o vencedor da prova.
Na manhã seguinte, o brasileiro melhorou e terminou em 4º lugar. Corben Sharrah foi o primeiro colocado mais uma vez.
Com os resultados, Andinho somou 30 pontos no primeiro dia e 35 pontos no segundo. No ranking mundial do BMX, ele segue atrás de Renato Rezende. Com 769 pontos, Andinho é o 23º colocado, enquanto Renato é 21º, com 821 pontos.
Corrida Olímpica
Nos Jogos de Tóquio 2020, serão 24 pilotos de cada gênero na disputa. Para conseguir a vaga, os atletas têm três possibilidades classificatórias. São 18 vagas para os melhores no ranking mundial de nações, que será publicado no dia 2 de junho. A posição do país define a quantidade de vagas: os dois países líderes levam três vagas cada. Do terceiro ao quinto colocado fatura duas vagas cada. Do quarto ao 11º país do ranking garante um posto cada.
Atualmente, o Brasil está na 9ª posição do ranking masculino, ou seja, está garantindo uma vaga, que, no momento, é de Renato Rezende. Caso o Brasil consiga subir bastante no ranking, pode conseguir duas vagas.
Há outras duas formas de conseguir a vaga para as Olimpíadas. Uma é de acordo com o ranking mundial individual fechado no dia 2 de junho: são três vagas para os primeiros colocados que ainda não tenham o país classificado no ranking anterior. A terceira forma é via Mundial de ciclismo BMX marcado para maio: são duas vagas para os melhores colocados no torneio.
-

0 comentários: