.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Organizador culpa secretário por atropelamento de ciclista em Guarulhos...

George Panara/MundoBici
Organizador da Volta Internacional da Cidade de Guarulhos, Cláudio "Facex" culpa o secretário de Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Guarulhos, Paulo Carvalho, pelo atropelamento de um ciclista durante a terceira e última etapa da competição, no domingo. Endrigo Rosa Pereira sofreu apenas lesões leves, mas por milésimos não foi acertado em cheio por um veículo que trafegava em avenida que deveria estar fechada. A bicicleta ficou destruída.
"O secretário não deu importância para o evento e fez de tudo para sabotá-lo", acusa Facex, como é conhecido o organizador, em referência a uma faculdade que o patrocinava durante a carreira de ciclista. Segundo ele, a secretaria de transportes não fechou a via, conforme combinado. "Era para dar dez voltas no circuito de dois quilômetros. Quando ia entrar a sétima volta, o carro entrou. Antes tinha o cone lá, mesmo sem a viatura atravessada para fechar a rua, como deveria ser. Mas aí alguém tirou o cone", explica.
A reportagem esteve com Facex no início do ano e ouviu dele diversos relatos de dificuldades para tirar a Volta de Guarulhos do papel. Para esta quarta edição os problemas se repetiriam. Segundo ele, o governador João Doria (PSDB) ordenou que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vetasse a utilização da Rodovia Ayrton Senna por questões políticas contra o prefeito de Guarulhos Gustavo Henric Costa, o Guti (PSB).
Por isso, uma etapa precisou acontecer dentro da cidade de Pindamonhangaba, graças à intervenção de um amigo. As outras duas, em Guarulhos, dependiam da prefeitura. "O prefeito sempre nos deu apoio. Ele fez reunião com todos os secretários dizendo: 'Eu quero que faça, e bem feito'. Só que o secretário de trânsito saiu da reunião dizendo que não ia fazer o que ele pediu. O Ministério Público exigiu uma série de documentos e todas as secretarias deram. A de trânsito só liberou em cima da hora, com um monte de alterações", conta.
O local e o horário da primeira etapa foram alterados, assim como todo o trajeto da etapa final, que deveria percorrer toda a cidade de Guarulhos. Diversas equipes desistiram da prova após essas alterações. As que ficaram decidiram encerrar a corrida logo após o atropelamento de Endrigo. E se solidarizaram com Facex, entendendo que a responsabilidade por fechar a pista era da prefeitura. Ele diz que nunca mais vai organizar corridas de bicicleta.
Em nota a prefeitura disse que: "a volta ciclística não é organizada pela municipalidade e que apenas deu suporte estratégico para a realização do evento", ressaltando que "o isolamento da área deveria ser realizado pelos organizadores, com o apoio da administração".
-

0 comentários: