.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Lauro Chaman é ouro e Márcia Fanhani bronze no ciclismo

O Velódromo de Lima recebeu sua última sessão dos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019. E para fechar com chave de ouro, literalmente, o ciclismo de pista brasileiro somou mais duas medalhas, um ouro com Lauro Chaman na prova de perseguição, enquanto Márcia Fanhani foi bronze contrarrelógio.
Grande favorito na final da prova de perseguição individual C4-5, o ciclista brasileiro Lauro Chaman provou na pista toda sua qualidade técnica e força. Logo depois da marca dos 2000m percorridos, o colombiano Diego Dueñas foi alcançado e acabou com a prata. Lauro Chaman ainda estava com gás para mais voltas, mas não foi preciso. Ouro para ele, o primeiro e o único do ciclismo brasileiro de pista no Parapan de Lima.
Já no contrarrelógio feminino B 1000m, Márcia Fanhani e a piloto Cristiane Pereira garantiram mais uma medalha. Depois do bronze na perseguição individual, a dupla voltou para ganhar o bronze, agora no contrarrelógio. A prova B no ciclismo de pista é para deficientes visuais e, por conta disso, a bicicleta é de dois lugares.
Márcia Fanhani, que nasceu com atrofia do nervo ótico e só tem percepções de vultos e claridade, foi a atleta pilotada por Cristiane Pereira, que enxerga normalmente. A função do pilot0 neste tipo de prova é semelhante à do guia nas provas de atletismo.

-

0 comentários: