Banner do Campeonato Paranaense de DH 2018
}
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Ciclista de Toledo percorre 1.100 km até Santuário de Aparecida

Eram cerca de 7h do dia 22 de dezembro de 2017 quando Delmar Marino Hoffmann deixou sua casa em Toledo para uma jornada que seria um divisor em sua vida. Com uma bicicleta usada, pouca bagagem e muito entusiasmo ele começou um percurso de pouco mais de 1.100 quilômetros de Toledo a Aparecida, em São Paulo: pedalando.
Delmar passou a pedalar após um problema no joelho e foi o ciclismo que o incentivou a fazer essa jornada até o Santuário de Aparecida.
“Eu queria muito conhecer o lugar, e ir de bicicleta era uma forma de agradecimento pela vida e pela saúde”, conta o ciclista.

BENEFÍCIOS

Com o ciclismo, Delmar conseguiu eliminar aproximadamente 15 quilos o que trouxe mais qualidade de vida, uma vez que o novo estilo de vida melhorou as taxas de colesterol, triglicerídeos, a disposição e o ânimo para encarar a vida. Até então, além dos trechos curtos na região, o percurso mais longo feito de bicicleta foi até Pato Branco, pouco mais de 260 quilômetros. A viagem até Aparecida era desafiadora. “Só contei para minha família na última hora, porque eles não iriam aceitar, mas no fim me apoiaram”, lembra o ciclista. Além da família, ele também recebeu apoio de amigos do grupo de pedal, do deputado e amigo José Carlos Schiavinato e dos policiais dos postos da Polícia Rodoviária Federal por onde passava. “Além de água, um ponto de descanso, eles me orientavam também por qual trecho seria melhor, onde era perigoso pra eu passar e qual caminho alternativo”, cita Hoffmann.

A VIAGEM

Delmar saiu de Toledo e seguiu pelo Norte do Estado do Paraná passando por cidades como Maringá, Londrina, Cornélio Procópio, Bandeirantes, onde almoçou no dia de Natal. Já no Estado de São Paulo a primeira cidade que o ciclista passou foi Ourinhos. Ele seguiu pela Rodovia Raposo Tavares, mas teve dificuldades de acostamento adequado. Foi quando trocou pela Rodovia Castelo Branco, trecho que lhe deu mais segurança para pedalar. O diário de bordo era atualizado para a família e amigos e postado na internet quando era possível.
“Eles vibravam a cada conquista que eu alcançava”, conta o ciclista que atualizava a família em cada ponto de parada para descansar.
Percorrer um trecho longo e muito movimentado foi um dos desafios que Delmar enfrentou nessa jornada. Chuva, pneu furado e risco de assalto foram outras dificuldades. Mas ele conta que mesmo assim valeu a pena. “Foi cansativo, muito movimento nas estradas, mas deu tudo certo”, comenta alegre o ciclista.

CHEGADA

Delmar Hoffmann chegou em Aparecida no dia 29 de dezembro de 2017, no dia em que ele completou 54 anos. Como presente de aniversário ele pisou pela primeira vez no Santuário de Aparecida, acompanhando de sua bike e muita emoção no coração.
“Foi um alívio terminar essa jornada. Ela é um divisor na minha vida. Foram oito dias de reflexão na estrada e isso me fez muito bem. Começo 2018 renovado e pronto para o que vier”, enfatiza.
Ele chegou em Aparecida por volta das 17h, ainda participou de uma missa no Santuário, encontrou com outros ciclistas que fizeram o Caminho da Fé, percurso mais curto no interior de São Paulo. Ele ainda descansou, visitou o Santuário com mais calma e retornou à Toledo no dia 31 de dezembro de carro com o seu irmão.

RETORNO

Delmar retornou a Toledo no dia 1º de janeiro de 2018 à tarde e foi recepcionado com muito carinho e entusiasmo pela família e amigos. Depois dessa experiência ele garante que é outra pessoa.
“Essa jornada me mostrou que tudo o que a gente quer, a gente consegue. Pra mim foi uma experiência incrível”, conta entusiasmado.
Delmar Marino Hoffmann é assessor parlamentar e em 2018 vai assumir novos desafios. O ciclismo continua na sua rotina e ele quer motivar outras pessoas a seguir esse estilo de vida.
-
Fonte: https://www.jornaldooeste.com.br/noticia/ciclista-de-toledo-percorre-1100-km-ate-santuario-de-aparecida

0 comentários: