NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Sky torna públicas as contas: os milhões de Froome e muito mais

Gastando 28,5 milhões de euros em salários (cerca de quatro milhões para Chris Froome), a equipe mais rica do mundo é paga pela Sky UK (telecomunicações) e pela 21st Century Fox, de Rupert Murdoch.
Cumprindo a lei britânica, a Team Sky é das raras equipes de ciclismo que torna públicas as suas contas, uma transparência que permite surpresas como saber-se que na temporada passada - os números revelados são referentes a 2016 - os vencedores da Volta a França excederam todas as estimativas que haviam sido publicadas, atingindo os 36,3 milhões de euros.
O valor representa um aumento de 27%, em relação a 2015, do investimento feito pelos dois grandes patrocinadores, a Sky UK, empresa de telecomunicações britânica, e a 21st Century Fox, empresa de média norte-americana do magnata Rupert Murdoch, que tem tentado adquirir a Sky e contribui com 15% para a equipe que em 2016 venceu Volta a França, Paris-Nice, Dauphiné e Liège-Bastogne-Liège, entre um total de 39 êxitos que incluíram a Volta ao Algarve.
Este ano, e com valores semelhantes - provavelmente novo aumento para compensar a desvalorização da libra, como também aconteceu em 2016 -, a equipe juntou Tour e Vuelta a um total de 34 triunfos. A maioria dos gastos vai para salários (28,5 milhões de euros), sendo apenas 33 os trabalhadores a tempo inteiro, o que significa terem contrato a prazo boa parte dos 28 ciclistas. Deslocações (2,5 milhões) e equipamento (2,7) são as restantes grandes rúbricas, mas a Sky ainda gasta 357 mil euros em "ciência e médicos", 60 mil em "pesquisa", 500 mil em relações públicas e 740 mil euros no pagamento de cláusulas. Em 2016, recorde-se, contratou Michal Kwiatkowski, Mikel Landa e Benat Intxausti, embora tenha abatido Richie Porte e Bradley Wiggins na coluna dos salários.
-
Fonte: https://www.ojogo.pt/modalidades/ciclismo/noticias/interior/sky-torna-publicas-as-contas-os-milhoes-de-froome-e-muito-mais-8807075.html

0 comentários: