...Mazobikers

Através destas fontes você consegue acompanhar as principais provas do ciclismo mundial!

Clique em uma das Opções de Streaming para assistir...

Para fechar basta clicar no botão na referida Streaming...

As Transmissões do ciclismo feitas pela CyclingToday, EUROSPORT1 UK, EUROSPORT1 ES e EUROSPORT1 POR-PT iníciam-se sempre em torno de 09:00am.

Indicamos o uso do Browser BRAVE para que não haja aberturas de Popups/ADs.

Para o download do Brave Browser acesse aqui!


Giro 2017: Pöstlberger estraga festa dos sprinters e veste camisa rosa

Em Olbia, o austríaco de 25 anos aproveitou as curvas apertadas dos últimos quilômetros e a luta 'particular' entre os principais velocistas para ganhar distância dentro dos últimos dois quilômetros, a suficiente para surpreender e vencer a etapa.
Depois de 206 quilômetros que partiram de Alghero, o australiano Caleb Ewan (Orica-Scott) acabou por ficar com o segundo lugar à frente de André Greipel (Lotto-Soudal), terceiro com o mesmo tempo do vencedor, 05h13m35s.
O primeiro austríaco a vencer no Giro disse, no final da prova, que "ainda não acreditava" na vitória, que surpreendeu os 'sprinters' que se preparavam para disputar entre si a primeira de sete chegadas com perspetiva de pelotão compacto.
A etapa arrancou de forma emotiva, com um minuto de silêncio guardado em memória de Michele Scarponi, vencedor em 2011 e que morreu a 22 de abril durante um treino, com a equipe do italiano, a Astana, a liderar um pelotão que cedo se viu a braços com uma fuga de vários ciclistas.
Mirco Maestri, da Bardiani - CSF, equipe que perdeu Nicola Ruffoni e Stefano Pirazzi na quinta-feira devido a doping, integrou o grupo da fuga, juntamente com Benedetti (Bora-Hansgrohe), Bialoblocki (CCC Sprandi Polkowice), Brutt (Gazprom-RusVelo), Teklehaimanot (Dimension Data) e Zhupa (Willier Tristina -- Selle Italia), com a fuga a aguentar-se até aos últimos quilômetros da inaugural da 'corsa rosa', a primeira de três dias na Sardenha.
Chegaram a ter sete minutos de vantagem, mas a subida a San Pantaleo, a 20 quilômetros da meta, foi demolidora para os quatro resistentes, acabando por ser apanhados pelo pelotão, liderado pela Lotto-Soudal de Greipel, à entrada para os últimos quilômetros.
A quatro quilômetros do final, as equipes dos velocistas começaram a preparar posições para os favoritos, ainda que uma queda, dentro dos 3.500 metros finais, tenha provocado estragos, da confusão generalizada no grupo compacto à queda de alguns ciclistas.
Pöstlberger, que já não tinha o 'sprinter' da equipe Matteo Pelucchi para discutir a vitória, recusou-se a ceder terreno para o 'comboios' dos favoritos, abalados pelas curvas rápidas e apertadas que 'esticaram' o pelotão, e a sua 'rebeldia' deu-lhe vantagem suficiente para conquistar a primeira camisa rosa da edição centenária da prova italiana.
No sábado, a segunda etapa liga Olbia a Tortoli em 221 quilômetros com duas escaladas, uma de terceira e outra de segunda categoria, ainda distantes da linha de chegada, pelo que se percebia para a nova chegada com pelotão compacto.
-
Fonte: https://www.rtp.pt/noticias/ciclismo/giro-postlberger-estraga-festa-dos-sprinters-e-veste-camisola-rosa_d999665

Postar um comentário

[blogger]

Mazobiker

{google#Mazobiker}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget