NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

3o. Desafio de Cicloturismo do Dia do Trabalhador - SUCESSO TOTAL

Com um dia de sol maravilhoso se deu o 3º. Desafio de Cicloturismo do Dia do Trabalhador na cidade de Jaguariaíva-PR.
Aquela incógnita pairava sobre o evento em relação ao tempo, pois durante a semana que passou, havia chovido, mas o espírito do mountain bike prevalece, a coragem de dar andamento com a organização do evento for maior.A expectativa em função da grande quantidade de inscritos para o evento surpreendeu a todos, pois a mudança da data para o dia 30/04 foi algo meio que estratégico para que os ciclistas de todo a região pudessem vir prestigiar o evento que além do fim turístico, tinha o caráter beneficente, pois o custo da participação no evento era de 2kg de alimento não perecível, os quais seriam doados para o Asilo Lar Bom Jesus da cidade de Jaguariaíva.
Pois bem, fomos agraciados por vários presentes para este pedal na cidade de Jaguariaíva, pois se tornou um marco para um pedal de cicloturismo na cidade, com um total de 150 ciclistas que tiraram um pouco do seu tempo para sair da mesmisse e da rotina, para curtir e ver algo diferente.
Ciclistas de Jaguariaíva, Arapoti, Sengés, Ponta Grossa, Curitiba, Piraí do Sul, Carambeí, Wenceslau Braz, Siqueira Campos, Guapirama, Telêmaco Borba, Itararé-SP e Santo André-SP, participaram deste desafio.
Em especial a presença de nossos novos amigos Ivan Mendes e Klaus Hermann da LOBI (www.lobi.com.br), que vieram curtir conosco o pedal e ver um pouco das nossas belezas naturais com o intuito de colocar Jaguariaíva-PR no mapa de roteiro das belezas a serem oferecidas aos bikers de todo o Brasil. Com um belíssimo trabalho, a LOBI tem tornado possível a muitos turistas a acessibilidade a vários locais lindos do nosso estado do Paraná.
Tudo começou após um café da manhã que aguardava os ciclistas, logo após a galera abastecida, partimos para o pedal... 
Pois o percurso foi escolhido a dedo, pois além de nos levar a alguns dos mais belos pontos turísticos ao longo do Vale do Codó (8º maior canyon do mundo em extensão), era bem desafiador pois exigia bem da parte técnica dos ciclistas.
Aceiros abandonados ao redor das florestas de Pinus e Eucaliptus e em função do desgaste da chuva e do tempo tornaram-se excelentes trechos de subidas/descidas técnicas, single tracks, off cambers, trechos de raízes, ou seja, percurso para desafiar qualquer ciclista que ama um bom e verdadeiro mountain bike.
Vencer desafios é o que amamos, mas o resultado, de poder parar e vislumbrar a vista, dos mirantes da Pedra Bonita e do alto do Vale do Codó, são coisas que não tem preço, pois nos fazem lembrar que a liberdade só é conquistada com esforço.
Atravessar lageados como o do Rio Butiá em dois de seus pontos é um refresco para os pneus e pés, mas o refrescar os olhos, veio depois de passar por um single track desafiador e poder parar a bike no meio do rio e perceber que se está no meio de uma sequência de cachoeiras, sendo que a mais bela e bonita, que desemboca dentro do Vale, com seus mais de 60 metros de altura, está a menos de 100m ao lado esquerdo, brilham nossos olhos ao ver o que Deus nos proporciona.
Chegar ao mirante principal é um desafio encarado por poucos pois mesmo sendo por estrada... estrada judidada pelas enterperies e junto as pedras, tornam um desafio ao equilíbrio/equipamento/ciclista, mesmo que devagar, leva alguns ao limite, botando o suor e a adrenalina para fora, coisa que só o mountain bike proporciona.
Ao chegar no mirante principal, desgastados pelo esforço, nada como um sanduíche natural acompanhado de bananas, maçãs e água para repor as energias e ao mesmo tempo poder ver uma das mais belas vistas do estado do Paraná de um ângulo bem peculiar...
De baterias carregadas, bora girar, e encarar 7km de puro single track, é nesse momento que vemos, que o mountain bike não é só manter a cadência, o esforço é provado de várias formas, subir, descer, troca de marchas, homens e mulheres encarando o mesmo desafio, de igual para igual, sem competitividade, pelo bel prazer de curtir a liberdade.
Ao vencer mais essa parte, encarar mais um percurso técnico, passando por mais algumas subidas e descidas terminando com o desbravar, com uma bike de XC, uma das pistas de Downhill mais tops da região, e tendo como prêmio a vista superior do Lago Azul, um lugar Maravilhoso que não poupa elogios em relação a sua beleza.
Saindo do Lago, retoma-se o pedal rumo ao final do percurso, a qual o resultado é deparar com a bela visão do Cachoeirão do parque linear da cidade, algo muito dificil de se ver hoje... uma bela visão dentro de uma cidade... uma peculiaridade jaguariaivense...
Tendo por fim a chegada o nosso ponto de partida, a Estação Cidadã... Desafio Concluído.
Para muitos dos ciclistas, uma vitória conquistada com garra, pois muitos encaram sempre as mesmas estradas rurais, a mesma altimetria, o mesmo percurso sempre, pois suas regiões não tem muito em questão de desafios a serem vencidos... e quando vem a Jaguariaíva-PR, acabam por deparar-se com um verdadeiro paraíso para o Mountain Bike em relação a quantidade de possibilidades de trechos, trilhas, percursos e belezas naturais a serem desbravadas com suas bikes.
Eu (Redator Mazobikers) que vos escrevo, agradeço imensamente as Equipes Mazobikers, Guerreiros da Bike e Pedal Jaguariaíva, pois foi pela união de todos que foi possível realizar tudo isso. O apoio de todos foi de suma importância para tudo fosse perfeito... e assim foi... perfeito.
Apesar de eu, e o mazobiker André Oliveira termos sido os fechas trilha, para que não deixassemos ninguém para trás, ao encontrar o restante da galera, só ouviamos os elogios em relação a organização e suporte a tudo. Isso foi gratificante demais, pois sabemos que em muitos outros lugares, eventos de maior porte, não deram um suporte igual ao que pudemos proporcionar.
A alegria, sorrisos, elogios e o ouvir de... Queremos vir novamente!... Não tem preço.
Agradeço muito aos patrocinadores que proporcionaram a Água, Lanches e Frutas e Café da Manhã aos Ciclistas visitantes, conforme a lista e representantes abaixo.
  • VALOR FLORESTAL: representado por Edson Balloni
  • BRASPINE MADEIRAS: representado por Rafael Barella
  • LOJAS LEÃOZINHO: representado por Jefferson Krubnik
  • PHEONIX CONSULTORIA: representado por Adriano e Anelise Arnoud
  • VIVEIRO BORTOLLI: representado por Gentil Bortolli
  • CLINISAÚDE: representado por Dr. Leonardo Muniz
  • CLINIVIDA: representado por Dr. João Ricardo de Castro
  • TRINDADE IMÓVEIS: representado por José Trindade
  • MUTANT FORCE: representado por Jovane Verner
  • LUIZ HENRIQUE LEGAT
  • MARIANA ANDRETTO BALLONI
Agradeço a IDEAL FLORESTAS representado por Renato Teixeira Lima ao apoio logístico dado para o transporte dos suprimentos até o Mirante do Vale do Codó.
Agradeço a FLORESTAL VALE DO CORISCO representado pelos Sr. Rogério Salamuni e Erlon Costa que permitiram a passagem através da Fazenda Jaguariaíva para o acesso ao Vale do Codó.
Agradeço a TSG Serviços representada pelo Sr. Fábio Henning e também a Haraldo Soares pela captura de imagens com drone e qual tenho certeza dará origem origem a um video espetacular sobre o evento.
Agradeço a Prefeitura Municipal de Jaguariaíva representada pela Sra. Mariana Andretto Balloni através das secretarias SMECE e SMCIT, equipe de TURISMO que auxiliaram na acolhida, recepção dos ciclistas, recepção dos alimentos, e suporte no Mirante do Vale do Codó.
Agradeço a todos que de um modo ou de outro acreditaram e apoiaram esta iniciativa, que podemos por assim dizer, foi um SUCESSO!

Só tenho a dizer a todos, OBRIGADO!

Cliques do 3º Desafio de Cicloturismo do Dia do Trabalhador.
Imagens por  Fabio Tanaka, Klaus Hermann, Sandro Passa Munhoz, Henrique Samuel Stark, Osmar Prestes de Camargo, Ivan Mendes, Fabio Pires, Dennis Rain, Eliane Cristina Gonçalves, Dalmar Barbosa, João Pedro Alves de Lima, Carlos Henrique Ribeiro e Vicente Fernandes Pereira Neto.

Para aumentar, basta clicar nas fotos, são quase 500 fotos para serem vistas!!

CONCENTRAÇÃO


SAÍDA


PERCURSO


MIRANTE DA PEDRA BONITA


CACHOEIRA DO BUTIÁ


MIRANTE DO VALE DO CODÓ


LAGO AZUL

1 comentários:

Lobi Cicloturismo disse...

Muito obrigado pela recepção, organização do evento, roteiro, espírito de irmandade e a consideração. O artigo retrata muito bem como foi esta integração. Ano que vem estaremos juntos. Vocês estão de PARABÉNS Rogerinho!