NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Shimano apresenta o ciclismo para crianças de comunidade carente no Rio

___Há exatos 10 anos ensinando as quatro lutas olímpicas, Judô, Taekwondo, Boxe e Luta Livre, para garotas e garotos da comunidade do Morro dos Cabritos (Ladeira dos Tabajaras), em Copacabana, o projeto Energia Olímpica recebeu nesta terça-feira (9) uma visita especial. Quatro integrantes do Team Shimano estivaram nas instalações da iniciativa sócio-desportivo, na quadra esportiva Vila Rica, na zona Sul do Rio de Janeiro.
___Durante a palestra, os alunos do projeto aprenderam sobre as modalidades ciclísticas olímpicas, BMX, mountain bike, ciclismo de estrada e de pista, a história do esporte e também da Shimano.
"Falamos para esse jovens garotos e garotas sobre como a bicicleta também é um esporte olímpico e pode mudar a realidade das pessoas, não apenas como modalidade esportiva, mas também como alternativa sustentável de transporte", comentou o coordenador de comunicação da Shimano, João Magalhães.
"Levamos uma bike Dura-Ace com câmbio eletrônico e uma XTR, também eletrônica, ambas para demonstração. Além disso, também distribuímos brindes e lanches para os jovens, com sorteio de duas bicicletas. Este é um pequeno legado deixado pela Shimano, mas feito de coração, para estes jovens que estão envolvidos com o esporte por meio do projeto Energia Olímpica", complementou João.

___Coordenador do Energia Olímpica, Marcelo Sauaia conta a história do projeto e atuação na comunidade do Morro dos Cabritos. "Nós começamos esse trabalho há dez anos, antes do Rio de Janeiro ser escolhido como sede dos Jogos e antes também do processo de pacificação no local", contou Marcelo.
 "A ideia é trabalhar no contraturno escolar, disponibilizando para as crianças aulas nos turnos matutino e vespertino, e eventualmente no período noturno, com o intuito de facilitar o acesso aos esportes", complementou.
"As aulas servem de suporte para outras ações, como as atividades voltadas às mães e avós dos alunos, ginástica funcional, boxe e defesa pessoal. Além de ter o suporte psicossocial de uma assistente social e um psicóloga, que trabalham assessorando os professores e estendendo nosso raio de atuação às famílias e escolas. Fomentando assim uma rede social, com ativos sociais que atendem a comunidade, justamente para ampliar esse leque de atuação e ao mesmo tempo provar o poder do esporte enquanto base de um projeto plural nessa missão da formação integral do individuo", avaliou Marcelo Sauaia.
___Atualmente, 200 crianças participam do projeto nas quatro modalidades de lutas olímpicas, além de 50 mães e avós inscritas nas demais atividades. "A iniciativa dos funcionários da Shimano Brasil foi bem bacana. Justamente com a ideia de mostrar aos nossos alunos outros esportes, neste caso as modalidades que envolvem o ciclismo na Olimpíada. Esse tipo de atitude é sempre legal, porque amplia o horizonte de conhecimento dos alunos, despertando neles ainda mais interesse pela prática do esporte e também aproveitando o cenário positivo com a Rio 2016", concluiu Sauaia.
-
Fonte: http://www.pedal.com.br/olimpiadas-rio-2016-shimano-apresenta-o-ciclismo-para-criancas-carentes_texto11097.html

0 comentários: