NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Fabian Cancellara é ouro no contra-relógio

___Aconteceu hoje, dia 8 de agosto, o contra-relógio de ciclismo de estrada das Olimpíadas Rio 2016. Assim como na competição feminina, a prova masculina também foi marcada pelo forte vento e pela chuva que caiu em diversos momentos do dia. Ao todo, os atletas deram duas voltas no circuito olímpico, escalando duas vezes as subidas da Grota Funda e de Grumari, percorrendo um total de 54.6km.

___Em seu ano de aposentadoria, o suíço Fabian Cancellara conquistou o ouro com um desempenho espetacular no montanhoso circuito da cidade do Rio de Janeiro. A prata ficou com Tom Dumoulin (Holanda), que cruzou a meta com um tempo quase 50 segundos maior do que o vencedor. Chris Froome (Grã-Bretanha) ficou com o bronze, tomando mais de um minuto do suíço.
___Com o resultado, Cancellara conquista seu segundo ouro em provas de contra-relógio olímpicas. Há 8 anos, em Pequim, ele já havia subido no lugar mais alto do pódio neste tipo de competição.
___Vale lembrar que, embora seja um excelente passista e um dos especialistas em contra-relógio mais velozes de todos os tempos, Cancellara não era o favorito para a vitória hoje graças a grande quantidade de subidas do trajeto. Por isso, este resultado certamente tem um gostinho especial de superação para o ciclista.

Como foi a prova___Apesar do favoritismo de Froome, quem andou extremamente bem no início da competição foi o australiano Rohan Dennis. Ele vinha disputando com Fabian Cancellara (Suíça) e Tom Dumoulin (Holanda) nas duas primeiras parciais. Porém, o guidão da bicicleta do australiano quebrou e ele acabou perdendo tempo para trocar de equipamento.
___Froome, por sua vez, vinha fazendo uma prova abaixou do esperado - assim como aconteceu na competição de estrada. No terceiro ponto de checagem de tempo, com 36km já percorridos, o ciclista da Sky era apenas o quarto colocado, perdendo mas de 30 segundos para Cancellara, que já era líder naquele momento.

___Porém, na última parcial, provavelmente sentindo o ritmo forte e o problema mecânico, Dennis acabou perdendo velocidade e fechou a competição apenas na quinta colocação. Depois de chegar, Cancellara ainda teve que esperar a passagem de Dumoulin, Tony Martin (Alemanha), Vasil Kiryienka (Bielorrússia) e de Froome para poder finalmente comemorar sua medalha de ouro.
_
Fonte: www.pedal.com.br/olimpiadas-rio-2016-cancellara-e-ouro-no-contrarelogio_texto11100.html

0 comentários: