NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Brasileiro garante o bicampeonato do Open Shimano Latinoamérica

___Atração em Balneário Camboriú (SC) neste último final de semana, a segunda etapa do Open Shimano Latinoamérica reuniu os melhores pilotos de downhill do continente. Campeão em 2015, com 290 milésimos à frente do segundo colocado Muriel Lohn, Silvio Felix Junior repetiu a dose este ano, deixando Muriel outra vez com o vice-campeonato, porém com uma diferença ainda maior: 1seg700 à frente do rival, com o tempo de 2min20seg270. Mario Jarrin, do Equador, Lucas Borba (Audax/Shimano) e Lucas Bertol completaram o pódio.
___Em comum aos cinco primeiros colocados do Open Shimano Latam esteve a evolução dos tempos em relação à qualificatória. Todos baixaram suas marcas, com Silvio Felix pulando do segundo lugar no sábado (2) para o posto mais alto do pódio no domingo (3). Se Mario Jarrin e Lucas Borba mantiveram as colocações nos dois dias, Lucas Bertol foi a novidade no top 5, ao sair do sétimo para o quinto lugar.
___Lucas Borba, do Shimano Sports Team, avaliou sua participação e elogiou a organização do evento. “Me senti bem e treinei rápido, mas na hora da corrida não foi como eu queria. Fico feliz com o resultado, porque o nível foi fortíssimo e andei bem próximo ao campeão, com o tempo de 2min22seg730”, contou o catarinense de Ibirama. “A prova foi muito bem organizada. Evento bacana, tanto para nós atletas quanto para o público que compareceu ao Parque Unipraias”, completou Borba.
___A segunda de três etapas do Open Shimano Latinoamérica teve ainda outras oito categorias em disputa, além da pro. Os demais campeões do evento foram: Thiago Custódio (elite); Matheus Braian (juvenil); Lucas Sabino (cadetes); Volkmar Berchtold (máster A1); Cleber Cagiano (máster A2); Ayr Cláudio Assis (máster B); Vanusa Paulino (feminino); e Bruno Augusto (menores). O Open Shimano é a principal prova da modalidade downhill na América Latina e tem ajudado no desenvolvimento do esporte no continente e na formação de novos ídolos já que, por ser um esporte radical, exerce forte atração nos mais jovens.
___Campeonato Mundial de MTB – O Shimano Sports Team esteve representado por dois atletas no Campeonato Mundial de MTB, realizado na República Tcheca. Enquanto Raiza Goulão (Specialized Racing BR) completou no 23º lugar da elite feminina, Luiz Cocuzzi (Scott/Lar/Shimano) foi o 11ª no Eliminator (XCE) e 55º no Cross Country Olímpico (XCO). “Ao meu ver tive um desempenho excelente no Mundial. Após ir muito bem no XCE, fiz uma prova constante no XCO, sem perder posições e conseguindo chegar no meu limite. Confesso que minhas pernas estavam afiadas”, comemorou Cocuzzi, que fez seu primeiro mundial na elite.
-
Fonte: http://jornaldiadia.com.br/2016/?p=167954

0 comentários: