NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Novos talentos do BMX nacional fazem bonito no Mundial da Colômbia

___O Brasil começou muito bem o Mundial de BMX, que rolou a semana passada em Medellín, na Colômbia. A nova geração do país na modalidade mostrou como o BMX brasileiro deu um salto de qualidade nas categorias de base, conquistando resultados expressivos na classe Challenge. Foram 19 atletas finalistas, faturando uma medalha de ouro e duas de bronze para o País.
___Na categoria Girls 5-7 anos, a pequena Stephany Brazão mostrou que a garra e a perseverança é forte nos brasileiros desde cedo, foi até as semi-finais e acabou ficando na 11a. colocação da geral.
___Ela apesar da pouca idade tem se destacado muito tanto em campeonatos no Estado do Paraná e São Paulo, tanto no BMX quanto no DH. Paixão esta, herdada do seu Pai, o piloto André Brazão. Sua família e amigos se sentem orgulhosos em ver a pequena Stephany entre os TOP 15 do mundo no BMX em sua faixa etária.
"Apesar da sua pouquíssima idade, para ela é um salto imenso, estar correndo entre as melhores do mundo na modalidade, sabemos que a estrutura e apoio que os outros países e equipes tem é muito grande e nós brasileiros ainda estamos engatinhando e acabamos dependendo de ajuda, de patrocínio, da ajuda de amigos e de pessoas ligadas a nós, para que possamos levar o amor de nossos filhos pelo esporte mais adiante, pois foi com este tipo de ajuda que pudemos chegar aqui em Medelin, e a Stephany com sua garra e determinação pode mostrar ao mundo que o Brasil tem fibra e coragem sobre duas rodas e assim pode chegar aonde chegou. Agora é chegar ao Brasil e começar a treinar para o mundial do ano que vem, que será nos EUA." comenta André Brazão - Pai e Treinador da Stephany
___Na categoria Boys 10 anos, Lucas Moresco Zimmerman ficou com a 5ª colocação em uma disputa contra mais 77 atletas. Na categoria Men 17-24, Fellipe Gonçalves terminou na 6ª colocação. Na categoria Boys 14, Iago Reinheimer Machado terminou em 7º lugar enquanto Julia Lauffer Schuler alcançou o 4º Lugar na categoria Girls 13 anos e Maite Naves Barreto ficou na 8ª posição na categoria Girls 16 anos.
 ___Na Cruiser, Felllipe Gonçalves por pouco não subiu ao pódio, terminando na 4ª colocação da categoria Men 17-24. Iago Reinhemer Machado conquistou 3º lugar na Boys 13-14, prova que teve ainda Pedro Vinicius Santos Medeiros de Queiroz finalizando em 4o lugar. Mas o destaque do Brasil foi Eduardo Rezende, irmão do piloto da seleção brasileira Renato Rezende, que pelo segundo ano consecutivo, faturou o título na categoria Men 17-24 Cruiser e ainda conquistou a medalha de bronze na categoria Men 17-24 da aro 20.
"Gostei muito dos resultados dos nossos atletas, mostrando muita garra e determinação em cada bateria. Fazia muito tempo que não tínhamos tantos atletas disputando as oito primeiras posições num campeonato mundial e isto é muito importante para o crescimento da modalidade em nosso país", afirmou o técnico Guilherme Pussieldi.
___Mas não foram só os jovens que colocaram o Brasil entre as melhores equipes do Mundo. Gustavo Mesquita alcançou a medalha de prata na categoria Men 25-29 da aro 20 e ainda foi 4º colocado na Cruiser 25-29 Men. Ainda na aro 20, Person Pauletto conquistou o 7º Lugar na Master e enquanto Ricardo Fernando Belter e Giovanni Fernandes Vieira terminaram em 7º e 8º Lugar, respectivamente, na Categoria 30+. Na Cruiser 35-39 Men, Edmilson Gomes da Silva ficou em 5º lugar, uma posição a mais que Vitor José Plentz, 6º na Cruiser 45+ Men. Entre as mulheres, Leticia Martins Alves Pereira conquistou a 4ª colocação na Cruiser 17-29 Women, pouco a frente de Thaise Lanusa Ribeiro de Souza, que cruzou em 6º lugar.___Os Pilotos da Elite e Júnior competem na nova pista do Complexo de Ciclismo em Medellín. Os 16 melhores tempos no masculino e as 8 atletas mais rápidas do feminino se classificam para a Super Final, valendo o título mundial de Time Trial. No mesmo dia ocorrem as etapas eliminatórias da Racing, no qual os campeões serão conhecidos após as fases finais, marcadas para hoje. Na elite, a seleção brasileira será representada pelos pilotos Renato Rezende, Rogério Reis e Priscilla Carnaval. A disputa promete ser uma das mais acirradas, visto que para muitos pilotos de várias seleções essa é a principal chance de carimbar o passaporte para os Jogos Olímpicos do Rio 2016.
"Estamos na reta final de preparação para as Olimpíadas. É importante aproveitar a oportunidade para observar os adversários que teremos no Rio de Janeiro, além de somar o maior número de pontos possíveis para assegurar a classificação para os Jogos", lembra o técnico Pussieldi.
-
Fonte: http://blogs.oglobo.globo.com/de-bike/post/novos-talentos-do-bmx-nacional-fazem-bonito-no-mundial-da-colombia.html

0 comentários: