Campeonato Paranaense de DH 2018
7º Desafio de Cicloturismo da Santa do Paredao
}
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Ciclismo alimenta esperança de medalhas para o Brasil na Olimpíada

# Renato Rezende e Henrique Avancini estão embalados pelo Pan-Americano e confiantes em boa participação nos Jogos.
-
http://ejesa.statig.com.br/bancodeimagens/4k/mb/7i/4kmb7i12n7bvuz85ydnp7d3yg.jpg
. Ela é brinquedo para os pequenos e meio de transporte para os adultos, mas só agora ganhou a valorização merecida pelos brasileiros como esporte. Enraizada na nossa cultura, a bicicleta tem papel de destaque nos Jogos do Rio-2016 e surge como boa esperança de medalha em duas das oito modalidades do ciclismo.
. Na 13ª posição no ranking mundial, Renato Rezende puxa a fila na categoria BMX e vai para sua segunda Olimpíada. No mountain bike cross country, Henrique Avancini aparece em 17º lugar e também é considerado esperança de pódio. Ambos estão credenciados pela conquista do Pan-Americano deste ano e sonham alto com a disputa na Cidade Maravilhosa.

“Temos uma geração evoluindo e chegamos na melhor delas, por números, ranking e vitórias. Espero que a próxima geração seja ainda melhor. COB, confederação e patrocinadores ajudaram a juntar isso tudo. Hoje a gente consegue se dedicar só ao esporte e isso ajuda nos resultados”, afirma Renato Rezende.
. O fato de serem duas modalidades consideravelmente novas no programa olímpico favorece os jovens brasileiros, acostumados a adversidades de terrenos irregulares. O BMX passou a figurar apenas em Londres-2012. Já o mountain bike ganhou espaço a partir de Atlanta-1996. Se o otimismo impera nessas modalidades, o ciclismo de pista e estrada (e suas subdivisões, com masculino e feminino) vêm na contramão. O Brasil caminha diante das principais potências asiáticas e europeias e busca apenas uma participação honrosa nas provas implementadas em 1986.
. As provas do ciclismo de estrada serão divididas entre o Forte de Copacabana e o Pontal (contrarrelógio). O velódromo olímpico, na Barra da Tijuca, vai receber o ciclismo de pista, enquanto Parque Radical de Deodoro vai abrigar o mountain bike e o BMX.
. Com o peso de trazer uma medalha inédita para o Brasil, Renato Rezende diz que adora o sabor da responsabilidade e garante que os brasileiros vão mostrar sua franca evolução. Um lugar no pódio será apenas consequência do trabalho que vem sendo desempenhado com intercâmbios, atletas indo morar nos EUA e apoio do Governo Federal com o Bolsa Pódio.
“Nada eu já tenho. Ninguém prometeu a medalha para mim. Então, vamos buscar. Se olhar nos esportes, está todo mundo melhor no ranking, evoluindo. Os brasileiros estão chegando com chance. Se vamos ganhar é outra coisa”, garante, Renato, otimista. A expectativa é de que a torcida pedale com os atletas: “Será ótimo sentir a adrenalina da galera.”
-
Fonte: http://odia.ig.com.br/esporte/2015-10-03/ciclismo-alimenta-esperanca-de-medalhas-para-o-brasil-na-olimpiada.html

0 comentários: