Banner Inscrições para o 1º Cicloturismo do Padroeiro
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Circuito radical marcou neste domingo a etapa X-Treme às margens do Poty

. Um domingo familiar, de amizade e de grandes pegas, marcado por disputas alucinantes em um circuito travado nas trilhas do Parque Ambiental Poty I, que fica às margens do Rio Poty e da Av. Marechal Castelo Branco, em Teresina.
http://cidadeverde.com/assets/uploads/noticias/8e4f1b297b30a5e403351a9b29e409ce.jpg. As maioria mais 140 atletas inscritos encararam com raça a prova X-Treme, que teve sua primeira edição, comemorando e homenageando os 20 anos do club de bike mais tradicional do Piauí, o Teresina Bikers Club –TBC. No estilo circuito olímpico ou XCO, os participantes foram divididos por categorias e realizaram baterias de quatro e cinco voltas no percurso que tinha 4,5 km. Apesar do sol forte e do calor, as sombras das árvores ajudaram a não desgastar os competidores. Vários curiosos foram conferir a técnica dos atletas em subidas e descidas radicais.
. O organizador da prova empresário do ramo de turismo e esportes de aventura, Márcio Braz Filho disse que o circuito foi minuciosamente pensado para oferecer uma prova de bom nível técnico. “Os competidores adoraram, porque esse é o verdadeiro XCO, cheio de curvas, areia fofa, muitas subidas e descidas em ligação, alguns obstáculos como pedras e árvores para desviar, onde em alguns pontos até os mais fortes tinha que empurrar a bike e correr contra o tempo”, destacou Márcio, afirmando que nenhum incidente grave foi registrado. Uma ambulância com paramédicos esteve à disposição dos participantes, além do apoio da PM.
. A atleta Cristiany Siqueira Dantas fez um passeio pela trilha sem adversárias na categoria Máster Feminino. “Prova muito boa, bastante difícil em alguns pontos, tanto que fiquei com hematomas, mas estarei recuperada amanhã”, destacou, ela que está na liderança do campeonato em sua categoria.
. Carmem Castro, tetracampeã piauiense de mountain bike também adorou a trilha. “Prova dura, muito bem elaborada, com surpresas e obstáculos em todo o circuito para fazer a gente usar a cabeça e a força para concluir as baterias com êxito”, disse.
http://cidadeverde.com/assets/uploads/noticias/ef345c2fbcee053728115b8e8a430767.jpg
. Se é para encarar a prova, pois que seja até o fim. Foi assim que Francisco de Assis (o Bombom), fez. No final da sua bateria, a roda dianteira ficou danificada após cair em um ponto mais profundo da trilha e não pensou duas vezes, seguiu carregando a bike até a chegada final. Motivo de aplausos dos colegas. O atleta que já foi campeão brasileiro de judô, pesa 166 kg e sua meta no MTB é conseguir reduzir para 100 kg.
 “Eu não tinha mais condições de continuar pedalando, mas eu queria chegar, concluir e carreguei a bike até o final. O importante é sempre completar”, disse.
. Entre as mulheres da categoria Elite, a caçula mostrou que pode ser uma forte concorrente no futuro. Vitória Alencar, de apenas 15 anos, encarou pela primeira vez um circuito e aprovou a experiência.
“Foi minha segunda competição, a primeira foi a Bike Explorer e eu adorei. Para essa prova tinha que estar treinado, foi muito pesado. O mais difícil foi descer e subir, muitas vezes empurrando a bike, pois não tinha como trocar a marcha rapidamente, principalmente nos areões”, disse. A jovem resolveu encarar o esporte por adorar pedalar, mas conta com o incentivo dos amigos e do pai, que também gosta de bicicleta.
“Eu pretendo fazer todas as demais etapas do campeonato”, disse Vitória, que integra a Equipe kalangos.
 Na categoria Elite Masculino, o atleta Emanuel Rabelo, o Kiko, foi o campeão, na Elite Feminino, a campeã foi Carmem Castro e na Master Feminino deu Cristiany Dantas. Na Master A-1, Rogério Nascimento foi o melhor; na Master A-2, o atleta de Altos, Lindomar Ferreira venceu; na Master B-2 o campeão foi José Ribamar da Silva.
. O resultado oficial será divulgado em breve na pagina https://www.facebook.com/pages/Xtrememtb.
-
Fotos: Márcia Cristina

Fonte: Ass. Imprensa FCP

0 comentários: