NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Brasil Ride 2014 - Conheça os grandes campeões desta edição

. A quinta edição da Brasil Ride, principal Ultramaratona de Mountain Bike das Américas, revelou seus grandes campeões neste sábado (25) ensolarado em Mucugê, após 7 dias de muito pedal pelas espetaculares trilhas da Chapada Diamantina, na Bahia.
 http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4228001f.jpg
“Todos estão de parabéns pela coragem de encarar esse desafio. Independente se o atleta é “finisher” ou não, pois durante uma semana de pedal tudo pode acontecer. Temos exemplos de atletas profissionais que infelizmente não chegaram ao fim, mas o que importa é que vocês foram guerreiros de participarem da principal Ultramaratona de MTB das Américas”, comentou Mário Roma, durante o jantar de premiação da prova.
. Na prática, pedalar cerca de 600km, percorrendo montanhas que somam quase 13 mil metros de subidas acumuladas, equivalente a quase duas vezes a subida do ponto mais alto do mundo, o Monte Everest (8.848m): “Dói, dói, dói tudo nessa, mas é bom, muito bom! “Que bonito, que bacana, que demais!” foram alguns dos jargões usados pelo locutor Maquininha para descrever a dureza superada ao longo dos sete dias de prova.
. A equipe Superior Brentjens Mountain Bike Racing consagrou-se a grande campeã da 5ª edição, após vencer o estágio da grande final, que contou com 61,8km de percurso e 926m de altimetria acumulada:
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4228003f.jpg“Ganhamos a prova ontem (24) quando conseguimos uma diferença de 10 minutos. Hoje fizemos o que tínhamos que fazer”, comentou Hans Becking sobre as dicas do chefe da equipe Bart Brentjens. O time fechou a competição com o tempo acumulado de 26 horas, 05 minutos e 47 segundos.
. A decisão pelo título geral foi apertada, com apenas 2 minutos de diferença de tempo, que separavam três equipes da glória: Protek Team, Caloi Elite Team e Superior Brentjens Mountain Bike Racing.
“É como um sonho realizado. Hoje doeu muito. Meu parceiro Jiri Novak é muito forte. Nós atacamos no primeiro singletrack, mas Tiago e Periklis não queriam deixar isso acontecer e nos passaram. No asfalto “mandamos bala” para entrar na frente na segunda trilha e deu tudo certo!”, acrescentou Hans Becking, em que o segredo da vitória da equipe foi a constância durante a semana.
. Na segunda colocação ficou a equipe da Trek Factory Racing, formada por Ricardo Pscheidt e Sérgio Mantecón:
“Pra mim foi uma competição especial, por todas as pessoas que eu convivi nessa última semana, levo na bagagem essa experiência com vários amigos que eu fiz nesses dias”, descreve o catarinense Ricardo Pscheidt, demonstrando que o evento é muito mais do que uma competição por etapas.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4228007f.jpg. A revelação do dia foi a equipe JC Bikes, com Raphael Mesquita “Catalão” e Halysson Ferreira, que faturaram o “Desafio Oakley Brasil Ride” com um ataque fulminante no asfalto e no final ainda conseguiram assegurar o top 3 geral novamente.

“Fechamos com chave de ouro Graças a Deus. Fizemos um ataque suicida no asfalto para pegar a premiação da Oakley. Falei para meu parceiro que tínhamos que nos concentrar na etapa e a estratégia foi acelerar para tentar um pódio. Estou bem feliz e subir no pódio com essas feras aqui é uma grande realização”, comenta Catalão.
. Para o português Tiago Ferreira, que participa pela quarta vez na Brasil Ride: “É um sabor amargo perder a camisa amarela no último dia, mas espero poder lutar pela vitória no próximo ano.”
. Os melhores brasileiros, Henrique Avancini e Sherman Trezza da equipe Caloi Elite, que estavam na briga, infelizmente tiveram um pneu furado, o que aniquilou a chance da vitória na classificação geral, mas garantiu o título na categoria de melhor das “Américas”!
“A Brasil Ride deixa um legado muito forte para o desenvolvimento do mountain bike Olímpico, apesar de ser disputada no formato ultramaratona, a pontuação conta para a classificação dos jogos Olímpicos. Além disso agente tem essa como a única prova realmente de nível internacional realizada no país. Então agente conta com a participação de bons atletas e renomados internacionalmente,” comenta Avancini que despede-se da equipe Caloi e passa a defender o time da Cannondale Factory Racing até os Jogos Olímpicos 2016.
. Na categoria mista, o título ficou com o time Niner / Shimano formado por Mateus Ferraz e Ivonne Kraft, que venceu a última etapa, faturando 5 das sete etapas. Com esse resultado, a ciclista alemã conquista seu quinto título, já Mateus conquista o tetracampeonato.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4213002f.jpg. Na categoria Máster, o título da Brasil Ride 2014 ficou com o time Superior Brentjens, formado por Bart Brentjens e Abraão Azevedo, com destaque para o pentacampeonato de Abraão na competição:
“O Bart é um grande companheiro. Ele é sempre veloz e essa é a terceira vez que corremos juntos e o terceiro título”, comenta o campeão mundial máster Abraão Azevedo, que referiu-se aos dois títulos na Brasil Ride e um na Cape Epic.
. Na categoria Grand Máster, o título ficou com o pessoal de Brasília/DF, Heleno Borges que conquistou seu segundo título, e seu companheiro Paulo Vasconcellos (TEAM KONSK / CICLORACE).
“Em provas nacionais somos ele (Paulo) é meu adversário, mas aqui formamos uma ótima equipe e fico muito feliz com o bicampeonato, e ver que meu treinamento está surtindo efeito”, explica Heleno Borges, que faz o próprio treinamento.
. A categoria mais disputada foi a categoria Corporativa, formada por 3 atletas que competem em revezamento. “Eu nunca tinha vivido uma experiência tão difícil na bicicleta, foi uma das coisas que mais difíceis que eu já enfrentei na minha vida… Mas o que compensa esse esforço todo é a companhia, as amizades, a paisagem maravilhosa,” descreve Caio Guatelli, ciclista profissional nos anos 90, que sagrou-se vice-campeão. “A vida é difícil e isso aqui é um espelho da vida, essas montanhas, essas pedras, a superação é o resultado disso tudo. Isso aqui é uma lição de superação”.

Demais Categorias
. As mulheres brasileiras também conquistaram um grande destaque, já que o time da seleção brasileira formado por Isabella Lacerda e Érika Gramiscelli conquistaram a vitória na última etapa e asseguraram o título de melhor time das Américas.
“Eu sabia que a gente poderia terminar bem, pois tem muita trilha e temos grande facilidade de andar na parte técnica…e deu tudo certo, estamos muito felizes com essa prova.”
. A equipe feminina campeã geral foi o time norte-americano NoTubes / Ergon, formado por Sonya Looney e Nina Baum, que ficaram na segunda colocação no último dia.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4228011f.jpg
“Estou muito feliz de conseguir terminar. Fique doente na noite anterior, tive febre durante toda a noite e estava preocupada com a etapa final. Por isso saímos para pedalar tranquilas e nosso objetivo era completar”
“Sem dúvida é uma experiência única, eu já estou participando pela terceira vez e só por estar na minha cidade com o meu povo aqui já é uma honra para mim. “Nossa equipe está de parabéns, meus dois amigos que também são filhos de Mucugê. A união faz a força e nós mostramos isso,” completa Jooab, da equipe de Mucugê.
. Na categoria Nelore, destinada aos atletas com peso acima dos 90 quilos, estreiou com estilo, com destaque para o título do time “Óticas Diniz”, formada por Robson Tavares Souza/Josias Jose, do Estado de Pernambuco.
. A Brasil Ride fecha a temporada mundial de mountain bike com sucesso absoluto, dentro e fora das pistas: atletas, staffs, voluntários, comunidades locais, entre outros envolvidos. E já marque na agenda: Brasil Ride 2015 acontecerá entre os dias 18 a 24 outubro!
-
Fonte: http://www.pedal.com.br/brasil-ride-2014-conheca-os-grandes-campeoes-desta-edicao_texto8686.html

0 comentários: