.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Freeriders: quem são e aonde estão eles?

# Quais são os países que mais exportam pilotos e a força desta modalidade do MTB nesses lugares.
-
. A FMB World Tour é um circuito mundial de mountain bike freeride composto por competições nas modalidades: dirt jump, slopestyle e All Mountain. Com 35 eventos espalhados por quatro continentes, nos propusemos a estabelecer quais são os países que estão produzindo mais talentos no freeride.
http://image2.redbull.com/rbcom/010/2014-05-09/1331649926120_2/0010/1/1200/800/2/fmb-world-tour-pilotos-por-pa%C3%ADses.jpg
. As causas e os efeitos são complexas, mas para obter uma visão sobre porque alguns países têm visivelmente mais pilotos do que outros, convidamos aos próprios pilotos para eles mesmo descreverem como é o cenário do Mountain Bike em seus países.

Darren Berrecloth - Canadá
http://image3.redbull.com/rbcom/010/2014-05-09/1331649926293_2/0010/1/1200/800/2/darren-berrecloth-do-canad%C3%A1.jpg
.  O Canadá é considerado um paraíso para o MTB. A indústria da bike é viva e saudável, mas na maioria das vezes é ainda sustentada por grandes marcas norte-americanas. No entanto, os fãs do esporte é o maior legado. Não sei dizer a quantidade de atletas no circuito mundial de freeride - FMB - mas posso assegurar que existe um grande número no slopestyle. Embora, as pistas de Slopestyle não são facilmente acessíveis aos jovens, de quando eram anteriormente quando surgiu Brandon Semenuk, por exemplo.


Kelly McGarry - Nova Zelândia
http://image1.redbull.com/rbcom/010/2014-05-09/1331649926467_2/0010/1/1200/800/2/kelly-mcgarry-da-nova-zel%C3%A2ndia.jpg. Eu acho que a Nova Zelândia é um grande país para o mountain bike com alguns pilotos de alto nível, graças aos terrenos épicos. A indústria da bike é muito boa por aqui com as empresas locais dando o apoio aos pilotos e desenvolvendo o esporte. Desde o evento slopestyle em Queenstown, temos mais alguns atletas do país no FMB, mas estamos bem longe de sermos protagonistas das competições. É difícil para os pilotos conseguirem progredir em nível internacional. Eu acho que a medida com que o esporte cresce em todo o mundo, teremos mais eventos no hemisfério sul do planeta.


Sam Reynolds - Reino Unido
http://image1.redbull.com/rbcom/010/2014-05-09/1331649926552_2/0010/1/1200/800/2/sam-reynolds-do-reino-unido.jpg. Eu acho que o Reino Unido tem muito fortes meios de comunicação, como as publicações Dirt e MBUK. Temos também alguns grandes esportistas na indústria da bike, com isso o mercado da bike é muito grande. O maior problema é encontrar um lugar para pedalar (downhill/freeride), pois o Reino Unido é super superpovoado. Acho que há muito mais potencial no Reino Unido, mas acredito que os pilotos preferem fazer uma boa sessão de bike com os amigos do que ir competir nos eventos da FMB.



Antoine Bizet - França
http://image1.redbull.com/rbcom/010/2014-05-09/1331649926385_2/0010/1/1200/800/2/antonie-bizet-da-fran%C3%A7a.jpg. A França é incrível! Há 4 anos, havia apenas o piloto Yannick Granier nas competições internacionais, agora há cinco ou seis de nós competindo no FMB World Tour, sempre com um bom nível. A França tem um monte de esportistas bons, mas na minha opinião, o terreno tem uma importância menor, o impacto principal é o caráter do piloto e o estilo que ele desenvolve.






Amir Kabbani - Alemanha
http://image1.redbull.com/rbcom/010/2014-05-09/1331649926349_2/0010/1/1200/800/2/amir-kabbani-da-alemanha.jpg. Parece que há mais coisas acontecendo na Alemanha em comparação com outros países. Existem mais pessoas pedalando e uma série de eventos. Por quê? Eu acho que é de 50 por cento por causa da localização geográfica (centro da Europa) e 50 por cento para o fato de que há mais pessoas usando bons equipamentos. Mas, isso não tem haver com o número de atletas no FMB, pois temos um monte de jovens pilotos com altíssimo nível que nem sempre participam das competições.



-
. O fato é que os dados mostram que o desenvolvimento do esporte é promissor e o número de atletas está crescendo a cada ano. Desde 2010, o número de atletas competindo mais do que duplicou. E com o apoio contínuo, mais locais de treinos, pistas e eventos... mais fácil das coisas evoluírem.
-
Fonte:  http://www.redbull.com/br/pt/bike

0 comentários: