NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Mundial de Enduro MTB é referência para Shimano Brasil Enduro Series


http://dhbrasil.com.br/wp-content/uploads/cache/2014/04/bender3c/1949168687.jpg . Os atletas de Enduro MTB, Daniel Bender e Théo Duarte, estiveram no último final de semana no Chile, onde disputaram a abertura do Campeonato Mundial de Enduro MTB, o Enduro World Series (EWS). Além da participação na prova, a dupla teve outro motivo para acompanhar cada detalhe do evento. Junto com o biker Dálcio Bianchini, Daniel e Théo terão a responsabilidade de realizar nos dias 10 e 11 de maio, em Itaipava (RJ), o inédito campeonato da modalidade com abrangência nacional: o Shimano Brasil Enduro Series.
. Apesar da boa colocação de ambos entre 95 ciclistas da categoria Máster A, Théo Duarte foi o 14º e Daniel Bender, o 19º, as principais lições vieram do processo de organização. "Pela primeira vez tive a oportunidade de andar em trilhas no Chile e observar que a organização do Enduro World Series fez um excelente trabalho no levantamento dos estágios cronometrados", avaliou Daniel. "Trocamos muitas ideias com o Chris Ball e o Enrico Guala, ambos do EWS, e também com os amigos Eduardo e Nacho, da MontenBaik, empresa chilena que organizou o evento. Eles foram super acessíveis e nos deram várias dicas relevantes", completou.
"Meus objetivos nessa viagem foram alcançados durante uma semana de sonhos, nas melhores trilhas que já percorri na minha vida. Pude experimentar e ver de perto como é o Enduro e aprender a mecânica da competição. Fiquei como esponja, absorvendo tudo", contou bem-humorado, Théo Duarte. "Pude ver as práticas do evento Top no mundo da modalidade e trazer ideias para o nosso Shimano Brasil Enduro Series. O pessoal que faz a gestão deixou claro que podemos contar com eles. É uma segurança", concluiu.
. Daniel e Théo contam o que consideraram mais importante no aprendizado vivido no país andino.
http://mtbbrasilia.com.br/wp-content/uploads/2014/04/221449_398926_ebs___estagio_2.jpg"Manter as ações de forma simples é um dos pontos para o sucesso. Vale tanto para a retirada do kit, quanto para o briefing com os atletas. Tudo é feito de maneira leve. Vamos adotar o modelo no SBES", revelou Daniel, que tem a opinião compartilhada por Théo. "A lição mais importante foi constatar que eles começaram com simplicidade e competência e chegaram à excelência. Por isso foram capazes de realizar a etapa considerada como a mais eficiente do EWS. Nossa intenção é seguir um caminho parecido, implantando um evento marcante e que evolua a cada etapa", analisou.
. Além da etapa fluminense, catarinenses e paulistas receberão o evento que tem como característica a mescla de categorias do MTB, como o Cross Country e o Downhill. Nos dias 1 e 2 de agosto, será disputada a etapa intermediária em Santa Catarina, enquanto o encerramento do Shimano Brasil Enduro Series será em 4 e 5 de outubro no estado de São Paulo. Ambas as cidades serão definidas em breve pela organização.
. Modalidade nasceu na Europa - O Enduro MTB nasceu há mais de dez anos na Europa. Teve um 'boom' nos últimos três anos e chegou ao continente americano, onde se populariza cada vez mais. A modalidade é uma união de duas vertentes do Mountain Bike, o Cross Country e o Downhill, retornando às origens do esporte, com grandes deslocamentos em terrenos desafiadores e pouco explorados.
. Enquanto no Cross Country os atletas se destacam pelo forte condicionamento físico para enfrentar grandes distâncias, no Downhill a técnica e o 'know-how' para as descidas é o que faz a diferença. Em 2014 o Chile se tornou o primeiro país fora do eixo Europa-América do Norte a realizar uma etapa do Enduro World Series.
-
Fonte: http://360graus.terra.com.br/

0 comentários: