Banner do Campeonato Paranaense de DH 2019
-->
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Amantes do ciclismo criam serviço de delivery por bicicletas em Maceió

http://s2.glbimg.com/UbzY_c0T67i7nXqMmIEg2bff5Hs=/620x465/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2014/03/19/dsc05133.jpg
Ciclistas criam empresa sustentável de entrega em Maceió. (Foto: Michelle Farias/G1)

# Ecourier tem dois meses no mercado e já fidelizou vários clientes.
# Amigos queriam serviço de entrega que não agredisse o meio ambiente.
-
. Eles não imaginavam que a paixão por bicicletas poderia se tornar algo rentável e totalmente sustentável. Foi pensando no meio ambiente que sete amigos ciclistas decidiram criar uma empresa que fizesse a inovação no serviço de entregas em Maceió. A Ecourier tem dois meses no mercado e já conseguiu fidelizar vários clientes. Além de não agredir o meio ambiente, as entregas são feitas de forma rápida e custam em média cerca de 40% a menos que as realizadas por motoboys.
. Um dos representantes da empresa, Edval Santana, diz que já gostava de pedalar e que resolveu, junto aos amigos, utilizar a bicicleta como uma alternativa sustentável de trabalho. “A grande vantagem é que não utilizamos combustível e nosso meio de entrega dificilmente quebra. Mas sentimos que ainda há uma resistência pela motocicleta como meio de transporte mais rápido”, afirma ao ressaltar que a diferença entre os dois veículos é mínima.
. Santana diz ainda que a empresa consegue fazer entregas em toda a capital. Mas para isso acontecer, cinco entregadores ficam em três pontos diferentes da cidade: Centro, Farol e Tabuleiro. Com isso, as entregas são feitas mais rapidamente.
http://s2.glbimg.com/htqX10wJzatcbWAZQQ799lXVurw=/300x225/s.glbimg.com/jo/g1/f/original/2014/03/19/dsc05150_2.jpg
Entregas são feitas de forma rápida e segura.
(Foto: Michelle Farias/G1)
“Temos uma central que funciona no bairro de Pajuçara, que filtra as entregas e repassa para os entregadores. Fazemos entregas com peso de até 10 kg, mas já conseguimos carregar uma bicicleta desmontada. Vale lembrar que os produtos não podem ser frágeis”, esclarece.
. A reportagem do G1 acompanhou Talvane Correia em uma das entregas. A saída foi da Rua Dr. Abelardo Pontes Lima, no bairro da Gruta, até um banco próximo ao Shopping Cidade, no Farol. Logo no início do trajeto o carro da reportagem ficou pra trás. Correia fez o percurso pela Avenida Fernandes Lima utilizando a Faixa Azul e chegou em cinco minutos. Já a reportagem chegou 20 minutos depois. Em seguida, fomos ao Centro e novamente o entregador chegou mais rápido, completando todo o percurso pelos bairros da Gruta e Farol até o destino final em 15 minutos.
“Nós temos essa vantagem de usar a Faixa Azul na Av. Fernandes Lima e dividimos o espaço com os motoristas de ônibus. Estamos sentindo que os motoristas estão nos respeitando mais e que estão nos dando preferência. Espero que essa condição melhore e que todos os ciclistas se sintam mais seguros”, afirma Correia.
. Como eles não utilizam combustível, as entregas são mais baratas que as realizadas com motocicleta. De acordo com Santana, as entregas custam de R$ 6 a R$ 20 e eles já possuem clientes fiéis. Como é o caso da corretora de seguros Keyla Macêdo, que pelo menos uma vez por semana contrata os serviços da empresa. “Foi uma alternativa mais barata e que sei que não agride o meio ambiente. Eu fazia o mesmo serviço com o motoboy e estou economizando cerca de 40%”, afirma.
. Além de utilizarem um meio de transporte sustentável, a empresa também avisa por mensagem de texto no celular quando o pedido é entregue. A bancária Camila Mendes diz que se sente segura utilizando os serviços. "Além de ser mais barato, é de confiança. Além disso, me sinto segura porque eles avisam que o pedido foi entregue por meio de mensagem no celular, o que faz toda diferença", diz.
-
http://www.bikemagazine.com.br/wp-content/uploads/2012/09/1rush1.jpg
Joseph Gordon-Levitt vive bike courier no filme Premium Rush
. Isso é a prova que basta a iniciativa de alguém que para que algo concreto tome forma,  esse tipo de serviço já existe a muito tempo em outros paises, assim como é retratado no filme filme “Perigo por Encomenda” (Premium Rush) leva para a telona a adrenalina dos entregadores de bicicleta pelas ruas de Nova York.
. A história segue, praticamente em tempo real, a perseguição entre um bike courier vivido por Joseph Gordon-Levitt, encarregado de levar um misterioso envelope para um endereço em Chinatown, e um policial corrupto que tentar arrancar o documento dele.
. A direção é David Koepp, roteirista de Missão: Impossível (1996), O Homem Aranha (2002) e A Guerra dos Mundos (2005). Koepp se inspirou na comunidade de entregadores de Nova York, os primeiros a utilizar pelas ruas da cidade as fixas, bikes leves, sem freios, sem marcha e muito rápidas.
“Existe uma comunidade de mensageiros e ciclistas em geral que tomaram a decisão de pedir emprestada uma alternativa subversiva aos meios de transporte. A cultura americana está muito apegada ao carro. A bicicleta é muito mais saudável, tanto para quem pedala quanto para o planeta”, diz o diretor.
O ator Joseph Gordon-Levitt, em entrevistas de divulgação do filme, afirmou que passou a usar as fixas.
 “Prefiro as fixies às bicicletas clássicas. Você desenvolve uma conexão maior com a bicicleta e ela faz parte de seu corpo.”
-
Fonte: http://g1.globo.com

0 comentários: