NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Elaboração do Ciclo Paraná reúne 25 instituições do Governo.

. Representantes de 25 instituições públicas estaduais e federais reuniram-se, nesta quinta-feira (27), na Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos para a primeira reunião técnica de trabalho do grupo interinstitucional que irá coordenar a execução do Programa Paranaense de Mobilidade Não Motorizada por Bicicleta, o Ciclo Paraná.
. Os debates foram em torno da criação de uma metodologia de trabalho e proposição de ações referentes aos eixos cicloturismo, ciclocidadania e cicloestrutura.
ciclovia-instalada
"Em um prazo máximo de seis meses o Paraná terá todas as diretrizes para implementar ações de incentivo ao uso da bicicleta em seus 399 municípios", declarou o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luiz Eduardo Cheida, que leva a discussão sobre o Ciclo Paraná para Maringá, nesta quinta-feira (27), às 19h, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil.
. O professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e representante do programa Ciclovida, Ken Fonseca, falou que a abertura da discussão do grupo técnico já se mostrou interessante. "É a primeira vez que discutimos - entre diferentes instituições de governo - o tema mobilidade. Além disso, levar este debate para outras cidades também é importante", reforçou Ken.
"Temos toda a capacidade técnica para desenvolver um programa que será um marco para o Paraná", destacou Adir que é presidente da Federação Paranaense de Ciclismo. Pare ele, o grupo técnico envolvido na elaboração do programa apresenta experiência e interesse em fazer com que as ações prosperem.
. O ciclista e representante da Tecnologia da Informação e da Comunicação do Paraná (Celepar), Luis Cláudio Brito Patrício, acredita que a primeira reunião do grupo já comprovou a necessidade de uma ação conjunta e articulada para o estado. "O volume de trabalho que teremos pela frente para a elaboração de uma política concreta e permanente justifica porque este grupo é composto por quase 30 instituições", ressaltou Patrício.
. O ativista da bicicleta e representante da Associação dos Ciclistas do Alto Iguaçu (Cicloiguaçu), Cristiano Pedro, declarou estar animado com o início dos trabalhos "Pudemos ver que o Governo tem um interesse real em incentivar a mobilidade pela bicicleta. E o melhor de tudo é que estamos participando da construção desta política", relatou Cristiano.
. INTEGRAÇÃO - A Política Nacional de Mobilidade Urbana estabelece como diretriz a prioridade dos modos de transporte não motorizados sobre os motorizados. Além disso, exige que os Planos de Mobilidade urbana dos estados e municípios devem contemplar a integração dos modais de transporte público com os não motorizados.
. Além dos órgãos ambientais do estado, participaram da primeira reunião do Grupo Técnico Interinstitucional do Ciclo Paraná : Secretaria Estadual de Ciências e Tecnologia, Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística, Secretaria de Estado da Educação, Política Militar do Paraná, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR), Celepar, Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Federação Paranaense de Ciclismo, Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu (Cicloiguaçu), Programa Ciclo Vida – UFPR e Universidades Estaduais.
-
Fonte: http://www.aen.pr.gov.br

0 comentários: