NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

“O ciclismo tem que ser democrático”, diz o Escocês Voador

--_Conhecido por revolucionar conceitos no ciclismo, o escocês Graeme Obree recentemente declarou ao jornal britânico Scotland on Sunday que recusou a se dopar para melhorar seu desempenho nas pistas.



PARECE PIADA, mas vejam por si só, em frente aos delegados da UCI, Graeme Obree serra seu selim
para se ajustar às “normas” do Campeonato Mundial de Ciclismo de Pista (FOTO: MGM, 1994)
--_Fazendo o link do que viveu na década de 1990 – quando a União Ciclística Internacional (UCI) proibiu alteração na postura do ciclista durante suas tentativas de quebra da hora-recorde, uma marca do ciclismo em velódromo – com o escândalo de doping de Lance Armstrong, o Escocês Voador disse que a UCI tem que se reestruturar e aceitar mais a participação de patrocinadores, de ciclistas e das equipes.
-
>> “O ciclismo não pode mais ser o mesmo, e esta é a hora de mudar”, atacou o ex-ciclista profissional, que atualmente trabalha no desenvolvimento de uma bicicleta que pretende ser o veículo de propulsão humana mais rápido da história.
>>“O problema é que a UCI
 não é uma organização democrática, e sim autocrática.”
-
--_O escocês também lembrou de quando foi desclassificado dos campeonatos em 1994, depois que a posição criada por ele foi banida pela UCI por ser julgada “perigosa inclusive para outros ciclistas”, sendo que ele nunca caíra da bicicleta nesses eventos. No ano seguinte, Graeme integrou a equipe profissional Groupement.
--_Em 1996, ao passar por experiências desagradáveis com outros ciclistas, Graeme disse ao jornal francês L’Equipe que 99%  dos pilotos profissionais estavam se dopando, criando um clima de tensão com outros atletas durante as competições. Ele garante que não conseguir ter entrado no jogo o fez ficar deprimido durante toda a década seguinte, tentando inclusive se matar mais de uma vez.
--_Hoje, empenhado com o novo projeto, ele diz que seu medo não é cair da bicicleta a mais de 120 km/h e se ralar no asfalto, mas sim se pegar sentado numa cadeira a 90° pensando que poderia ter feito mais
.
-

Fonte: GOOUTSITE.COM.BR
Link Origem: gooutside.uol.com.br/1839

0 comentários: