Banner do Campeonato Paranaense de DH 2018
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Rui Costa, André Cardoso, Bruno Pires e Sérgio Paulinho eleitos para a competirem na COPA DO MUNDO de Estrada

--_Rui Costa (Movistar), André Cardoso (Caja Rural), Bruno Pires e Sérgio Paulinho (Saxo Bank) são os selecionados de Portugal para a corrida de fundo da COPA DO MUNDO de estrada, anunciou nesta ultima quarta feira a a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC).
--_Manuel Cardoso (Caja Rural) e Tiago Machado (RadioShack), que estavam entre os seis pré-convocados pelo selecionador português, José Poeira, permanecem de prevenção para a corrida de 261 quilômetros do Mundial de Maastricht, na Holanda, agendada para 23 de setembro.
-
>>«O Rui Costa é um excelente corredor e atravessa um grande momento de forma. Nas últimas três corridas em que participou – três provas de um dia do calendário “World Tour” – ficou sempre nos dez primeiros, chegando ao pódio em duas delas. Os outros três selecionados demonstraram na Volta a Espanha estarem em muito boas condições, o que potencia as melhores qualidades de todos eles», afirmou José Poeira, citado pela FPC.
--_O selecionador luso acrescentou ainda que «André Cardoso tem feito sempre bons lugares nos Mundiais, mesmo quando o percurso é menos ao seu jeito do que o deste ano», destacando ainda que Sérgio Paulinho «também tem provas dadas em corridas de um dia, pois já foi vice-campeão olímpico [Atenas2004]» e «Bruno Pires tem vindo a afirmar-se como um dos mais consistentes trabalhadores de equipa do pelotão ‘World Tour’».
--_A corrida de fundo para os ciclistas de elite terá 261 quilômetros e, ao contrário de outras edições, não será propícia a “sprinters”, uma vez que será um constante "sobe e desce", com vários "picos" a serem transpostos.
--_Após a largada em Maastricht, o pelotão percorre 100 quilômetros com sete subidas, curtas, mas íngremes, e entra no circuito de 16,1 quilômetros, ao qual serão dadas dez voltas, em redor de Valkenburg. Este percurso inclui duas "subidas", um dos quais, a cerca de dois quilómetros da chegada é o emblemático Cauberg, que muitas vezes determina os vencedores da "clássica" Amstel Gold Race.
--_Portugal abdicou de participar na prova de contrarrelógio, na qual não poderia contar com o seu melhor especialista, Nelson Oliveira, 17.º no ano passado, que recupera de uma infeção bacteriana, e decidiu “apostar” na corrida de fundo, considerando que perfil do traçado encaixa nas características dos corredores lusos.
--_Também a 23 de setembro, Portugal vai estar representado por Francisco Valinho (CC José Maria Nicolau), Luís Gomes (Silva & Vinha-ADRAP) e Rúben Guerreiro (Alcobaça CC), na corrida de fundo de juniores, cujos 128,8 quilômetros serão disputados no circuito de 16,1 quilômetros.
-
>>«Qualquer um dos três deu boas indicações na recente Volta a Portugal de Juniores, embora lhes falte experiência de competição ao mais alto nível mundial. Assim, tentaremos dar o melhor, assumindo uma postura ambiciosa, mas sem nos comprometermos com uma meta concreta», explicou José Poeira.
--_Além do “crono” de elites, Portugal abdicou também do exercício individual de juniores e vai estar ausente das competições de sub-23, uma vez que não conseguiram pontos suficientes para a apuração.
-
Fonte: SAPO DESPORTO
Link Origem: http://desporto.sapo.pt/ciclismo/artigo/2012/09/12/rui_costa_andr_cardoso_bruno_.html

0 comentários: