.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

SRAM OU SHIMANO?

  Esta é uma pergunta que sempre aparece quando alguém resolve montar a segunda bike. Na primeira os gastos são sempre contidos, mas depois que o sujeito toma gosto pela coisa resolve colocar o melhor na sua magrela. 
Aí vem a dúvida, pergunta pra lá, pergunta pra cá e a confusão só faz aumentar. Têm apaixonados por cada uma das marcas em todo canto.

  Transmissão

  O destaque entre os dois sistemas de transmissão é a suavidade e rapidez do lado japonês contra o ruidoso e lento americano, mas que apesar de fazer barulho e demorar um pouco faz o serviço como mandando, sem refugo ou pulos de duas coroas ao mesmo tempo. Essa diferença é explicada pela razão de disparo do cabo. O SRAM move com 1.1 enquanto o Deore só se mexe com 2.1. Este valor se refere ao quanto você precisa contrair ou soltar de cabo para o trocador fazer o serviço lá nas coroas. Outro aspecto importante que foi anotado é o alongamento da corrente ao longo do teste. A cada 250 km eles mediam o alongamento da corrente. Com os 1500 km percorridos, a corrente da Shimano, uma 7701, alongou 4,5mm enquanto a SRAM apenas 2,5mm. Se considerarmos que o máximo que se pode admitir de alongamento de uma corrente é 6 mm, a Shimano já estava no fim da vida com 1,5 mil km e a americana ainda agüentaria refazer todo o teste. Talvez isto até explique o porquê do XTR requisitar regulagens com mais freqüência.

  Comandos

  No grupo do XTR o comando fica a cargo do Rapid Fire Plus, do lado contrário, o Trigger equipa o SRAM. O Trigger permite um ajuste mais personalizado entre os gatilhos que podem se aproximar ou separar mais. O XTR é tudo fixo em uma só braçadeira e limita um ajuste fino. A revista acentua que a suavidade do XTR faz com que os comandos fiquem sensíveis demais. Qualquer esbarrão e lá vem marcha, ou até duas. É preciso umas centenas de quilômetros para se habituar a suavidade do comando e parar de mandar marchas erradas. O repórter acabou preferindo o Trigger que ao longo de todo o teste sempre foi mais confiável. A única ressalva é que depois de dar uma joelhada num deles, ele passou a enganchar um pouco nas trocas.

  (Fonte: ondepedalar.com)

0 comentários: