Banner do Campeonato Paranaense de DH 2018
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Passista, Camelar, Andar na roda, Torcer o Cabo... As expressões utilizadas pelos ciclistas...

::: Sprintista, passista, torcer o cabo, camelar, botar a cara no vento, andar na roda... As expressões e termos utilizados pelos ciclistas podem causar estranheza em quem não é do esporte, mas são importantes para determinar o ritmo de uma prova.
-
--_Tetracampeão da Copa América de Ciclismo, o paranaense Nilceu Aparecido dos Santos, o "The Flash", contou que as expressões foram criadas pelas gerações antigas e que persistem até hoje entre os ciclistas.
>> - Quem não conhece o esporte deve achar complicado entender algumas expressões, mas os ciclistas estão mais do que habituados com isso. Elas foram criadas há bastante tempo e são importantes para determinar o que cada competidor vai fazer durante uma prova. São as gírias do ciclismo - destacou Nilceu, que faz parte da equipe de Pindamonhangaba (SP).
--_Apesar dos nomes engraçados de algumas expressões e palavras do vocabulário dos ciclistas, Nilceu explicou que o respeito entre os atletas não permite brincadeiras durante as provas.
-
>>- Cada membro de equipe, seja ele passista ou sprintista, entra na prova sabendo que função vai realizar. Não dá nem tempo de brincar e chamar alguém de camelo ou afogado. Pode acontecer, mas só entre os atletas mais chegados por conta do clima de amizade. O ciclismo é um esporte muito profissional - contou Nilceu.
-
--_O significado do termo gregário, por exemplo, está na ponta da língua de Robson Ribeiro Dias, membro da equipe de São José dos Campos (SP). Durante a prova, é ele quem fica de frente para o vento, neutraliza fugas e ainda busca água e alimentos para os outros atletas do time se necessário.
-
>>- É um trabalho importante que eu desenvolvo e pouca gente sabe que existe. Até pegar água no carro da equipe enquanto a prova está acontecendo está entre as minhas funções. Se o pneu do sprintista furar, eu espero ele trocar e o acompanho até encostar novamente no pelotão da frente. O gregário é um dos responsáveis por embalar o sprintista nos metros finais da prova e abdica do sucesso pessoal para servir à equipe - explicou Robson.
-
Confira abaixo 10 expressões e termos que fazem parte do vocabulário dos ciclistas:
-
:: Afogado: quando um ciclista força muito o ritmo e chega a sentir falta de ar, sem manter o ritmo que tinha antes.
:: Andar na roda: ficar atrás de outro ciclista na prova a uma distância de poucos centímetros aproveitando-se do vácuo.
:: Atacar ou torcer o cabo: quando o ciclista tenta uma fuga aumentando a velocidade de forma repentina durante o percurso.
:: Botar a cara no vento ou puxar: Sair do vácuo proporcionado pelos ciclistas imediatamente à frente e ditar o ritmo da prova.
:: Camelar: é quando um ciclista tem que ficar muito tempo puxando o pelotão (camelando) para ajudar seu companheiro de equipe.
:: Fuga: quando um ciclista ou um pequeno grupo se desliga do pelotão tentando estabelecer uma diferença de tempo impossível de ser tirada.
:: Gregário: É fundamental em uma equipe. Estes atletas abdicam do sucesso pessoal para servir a equipe e ao líder. Colocam a cara no vento, neutralizam fugas e ainda buscam água e alimentos.
:: Passista: ciclista especialista em "puxar" a equipe. Todo passista deve dar proteção ao sprintista da equipe para ganhar a prova.
:: Sobrado: é o ciclista que não consegue acompanhar o ritmo do pelotão, fica para trás e acaba perdendo o contato com o grupo que está mais à frente.
:: Sprintista: especialista em arrancadas de alta velocidade. Geralmente corre o percurso quase todo no vácuo do pelotão, guardando energia para a chegada, onde tem obrigação de ganhar.
-
Fonte: GLOBO ESPORTE
Link Origem

0 comentários: