NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Henrique Avancini: É preciso aprender a antecipar as situações para saber usar a marcha certa...

--_Saber usar a marcha certa é um dos gran­des enroscos de quem está começando. Henrique Avancini, 2º colocado no Pan-Americano de 2010, expli­ca que não há uma combinação-chave a ser seguida, pois a capacidade física também influencia na mu­dança das marchas.
-
>>
“Para saber se estou usando a marcha correta, pres­to atenção na cadência. Percebo quantos giros realizo por mi­nuto. Se conseguir manter uma rotação constante, sig­nifica que estou na marcha certa.” Ou­tro ponto importante é antecipar as situações. É preciso fazer uma leitura do terreno para saber que alteração deverá ser feita. “Significa não esperar muito para trocar a marcha.”
-
>> Ele diz que algumas situações pedem condutas específicas.
“Quando vo­cê está parado, o aconselhável é usar uma marcha intermediária, pois ela tornará as primeiras pedaladas mais fáceis, fazendo com que você ga­nhe velocidade. Se for dar um sprint, a marcha deve estar ligeiramente mais pesada, para que a veloci­da­de aumen­te rapidamente, mas sem dei­xar a pedalada lenta demais. Já em uma curva, o segredo é fazer a mudan­ça para uma marcha mais leve antes que o tra­jeto sinuoso comece”, ensina.
--_Se você vir uma subida íngreme, antecipe a mudança de marcha.
“Se o ci­clista retardar demais o momento da troca, terá uma perda de cadência, e o rendimento cai­rá.” Para evitar que isso aconteça, bas­ta um pouco mais de atenção quando houver uma mudança de relevo. Caso esteja em uma descida, preste atenção na trepidação, pois ela será maior e poderá fazer com que a corrente se solte. “Para evitar que isso ocorra, basta mantê-la o mais esticada possível, usando uma combinação de marchas grandes na coroa e atrás, fazendo com que fique mais tensionada.
-
Fonte: TERRA SPORT LIFE
Link Origem

0 comentários: