NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Cabeleireiro que se divide entre o ofício e o ciclismo lidera Rally Cerapió

--_De camiseta vermelha e com o número 467 estampado na bike, o ciclista José Ivanildo de Souza foi o primeiro a completar os 92km na abertura do Rally Cerapió para as bicicletas. Aos 38 anos, ele defende o título geral conquistado no ano passado. Porém, mais do que vencedor nas trilhas, a história de vida de Lampião, como é conhecido o atleta, é o que mais impressiona. Cabeleireiro na cidade de Crato, interior do Ceará, ele fala da bicicleta com paixão e se emociona ao se lembrar das dificuldades que enfrenta para competir.
-
>> -
Humilde, Lampião conta que acorda todos os dias às 4h20 da manhã para pedalar. “Eu treino até às 7h30 e percorro, em média, entre 65km e 120km”, diz. O que já seria cansativo para qualquer um, é apenas o começo para ele. “Às 8h já estou no salão cortando cabelo. Fico lá até as 22h. Na hora do almoço, minha esposa faz a comida e leva para mim. Essa é a minha rotina. É dura, por isso a satisfação e a emoção de estar aqui agora”, destaca.
>> - A paixão do atleta pelas duas rodas começou pela necessidade, já que não tinha carro e começou a usar a bicicleta como meio de transporte. A partir daí, uma coisa levou a outra. Um amigo sugeriu que ele começasse a competir —
“mas me avisou que aquilo não ia dar dinheiro”, brinca — e foi o que aconteceu. Mesmo com os dois títulos no currículo, ele garante que as conquistas não são o mais importante. “O principal é a saúde. Hoje, com 38 anos, não sei o que é dor de cabeça, febre ou preguiça. É o diferencial.”
>> - Sobre o excelente primeiro dia, o ciclista conta aos risos do tombo que levou após encontrar um buraco na areia, da fuga que rendeu a vitória e das belíssimas paisagens. Mas nada disso supera outras coisas bem mais simples que ficaram na cabeça dele.
“A gente passa em umas vilas e as crianças, que não sabem nem o que está acontecendo, estão lá te incentivando. Isso é que deixa a gente realizado. Aqui não tem profissionais, que vivem da bike. É uma satisfação vir aqui fazer o que gosto e chegar na frente de todo mundo”, diz.
>> - Nem o natural favoritismo sobe à cabeça do cearense, que faz questão de lembrar que deu apenas o primeiro passo para repetir o feito de 2011.
“Consegui fazer uma fuga bem-sucedida e chegar na frente, mas isso não quer dizer nada. O rali tem quatro etapas. Agora, tenho que usar a cabeça, porque esse tipo de prova não é decidido na força bruta”, ensina.
-
Ontem , Lampião e os outros 81 ciclistas que disputa o Cerapió viajaram entre as cidades de Trairi e Sobral, no Ceará. No total, eles percorreram 85km, em uma etapa classificada pela direção da prova com um nível de dificuldade médio para alto. A largada foi as às 8h e o trajeto foi de 10km de asfalto e 75km em trilhas de terra.
-
Fonte: SUPERESPORTES
Link Origem

0 comentários: