.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Pedalar engrossa as pernas? Descubra se isto é mito ou verdade

- -_Além de uma opção ecológica de meio de transporte, andar de bicicleta é uma atividade saudável e divertida que pode ser praticada ao ar live e dentro das academias, o que, aliás, há alguns anos já é muito comum. Porém, há alguns mitos que envolvem a prática da bike.
- -_O mais comum deles é achar que pedalar engrossa as pernas. Basta observar os atletas profissionais de ciclismo. Eles são bastante magros e não têm as pernas grossas. Na verdade, seu corpo precisa ser leve para ganhar vantagem nas competições. O que ocorre, ao pedalar com frequência, é que se ganha massa magra e tônus muscular nas pernas, glúteos e coxas.

::Tipos de treino
- -_Os treinos “indoor” são importantes porque o ambiente fechado ajuda a controlar a temperatura, hidratação, alimentação, ritmo de pedalada e força exercida.
- -_Ao ar livre, o ciclista deve se preocupar com aspectos que dentro da academia são impossíveis de simular: vento contra, lateral e a favor. Frio, calor, chuva, obstáculos, equilíbrio, coordenação motora, habilidades na troca de marcha e percepção de espaços (carros, caminhões, ônibus, motos, pedras, árvores). O ideal é mesclar as modalidades. Treinos durante a semana na academia e fim de semana sair com os amigos e encarar parques ou trilhas.
- -_Quem pedala na academia sabe pedalar nas ruas. Existe um período de adaptação e orientação. É importante saber regular o banco (selim), distância entre o corpo e o guidão e todos os acessórios de segurança. O despreparo pode causar sérios problemas nas articulações e acidentes.
- -_Já a bicicleta ergométrica em casa, na maioria das vezes, se transforma em um ótimo cabide ou em um treino sem evolução, por não ter acompanhamento especifico. Por isso, é bom procurar uma academia para ter orientação profissional.
-
Fonte: UAI

0 comentários: