Campeonato Paranaense de DH 2019
7º Desafio de Cicloturismo da Santa do Paredao
}
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Novidades da SRAM 2011

A SRAM apresentou suas novidades nesse ano de uma forma bem direta, em um estande originalmente decorado com as peças da marca.

:: Novo grupo XO
- -_No ano passado, a SRAM revolucionou o mercado lançando seu levíssimo grupo XX. Além do peso, uma das maiores inovações foi o uso de 2 coroas ao invés de 3 e 10 catracas ao invés de 9. Nesse ano, a empresa reformulou seus já tradicionais grupos, adaptando a tecnologia 2x10 e inserindo novos refinamentos. A tecnologia 2X10 agora está disponível nos grupos X7, X9 e X0.

- -_O grupo XO sempre foi a estrela da marca, com diversas vitórias em mundiais e copas do mundo, tanto em cross-country e maratona, quanto em downhill e 4X. Uma curiosidade é que o grupo nunca foi focado em uma modalidade, pois sempre teve um baixo peso para XC e desempenho e resistência suficiente para downhill.
- -_Ao contrário do que muitos pensam, o XX não veio para substituir o XO. O XX é um grupo feito para quem quer a bike mais leve possível, pagando um preço mais elevado por isso. Em termos de funcionamento, o XO não perde em quase nada para o XX e deve continuar sendo campeão de diversas provas em todo o mundo.
- -_O grupo agora conta com pedivela e freios, e todas as peças já existentes passaram por reformulações, tanto visual quanto técnica, para oferecer a nova relação com 10 velocidades. Quando falamos em inovação no visual, nos referimos às 4 opções de coroas para todas as peças do grupo. Os componentes serão oferecidos em preto com detalhes no tradicional vermelho, ou em dourado, preto ou azul. Em termos estruturais, algumas das principais mudanças foram:
- -_.Cambio traseiro - Ainda existem os três tamanhos de braço, sendo o curto para o pedivela com uma coroa (downhill e 4X) ou com pedivela Hammerschmidt, o médio e o longo podem ser usados com 2 ou 3 coroas. Todos os tamanhos de câmbio podem ser usados com cassetes de até 36 dentes. O funcionamento também foi ajustado para o uso de 10 catracas. Outra mudança está no design da parte externa, que está mais estreito, e o uso da tecnologia Exact Actuation (derivada do consagrado 1:1 Actuation) oferece menor risco de desajuste, menor inerência às intempéries do que os sistemas comuns. Os parafusos de ajuste agora são rosqueados diretamente na peça e não em uma bucha plástica que existiam no modelo anterior antes, evitando problemas. Já os pinos que prendem o link, não possuem mais o clip de metal. O peso é 203g.
- -_.Pedivela - Novidade na linha SRAM, o novo pedivela X0 tem os braços em carbono com "recheio" em espuma de baixa densidade (e não com esqueleto de alumínio). O miolo (spider) é em alumínio. As coroas usam a tecnologia X-Glide proveniente do grupo XX (ver abaixo). Será oferecido para centrais PressFit 30, BB 30, PressFit GXP e GXP. A versão de 2 coroas terá 26 e 39 dentes ou 28 e 42 dentes, e a versão com 3 coroas terá 22, 33 e 44 dentes. O peso vai estar entre 728g e 788g.
- -_.Cassete - Para aqueles em busca de baixo peso, o grupo poderá ser montado com o cassete XG-1099, o mesmo do grupo XX, usinado em uma peça única de cromo e com a catraca maior em alumínio, pesando apenas 206g na configuração 11-36. Os cassetes PG-1050 e PG-1070 também estarão disponíveis nas versões 11-32 e 12-36, com as catracas em cromo e pesando 260g (PG-1070 12-36).
- -_.Freios XO - Os freios XO são a evoluçãodos Avid Elixir CR Mag. A potência de frenagem é a mesma, porém, ao invés de usar magnésio na sua construção, foi possível atingir o mesmo peso com alumínio, através de um novo processo de produção, oferecendo mais resistência e melhor dissipação de calor.

:: Tecnologia 2x10 e X-Glide
- -_O uso de duas coroas com 10 velocidades no mountain biking trouxe certo receio. Mas a SRAM diz que não criou essa tecnologia por marketing. Na verdade, alguns pilotos já estavam usando e adaptando soluções caseiras para o uso desse sistema. Existem diversas vantagens no seu uso: mais leve e mais simples, além de algumas implicações técnicas.

- -_O sistema 3 x 9 na verdade nunca permitiu 27 marchas reais. Algumas combinações geravam a mesma força, ou bem próxima, na roda. Então, usar um sistema de 20 marchas, não significa efetivamente menos opções, na verdade são mais. Além disso, sempre existiu o cruzamento de marchas, que é algo bem prejudicial a durabilidade da transmissão.
- -_O sistema 2x10 alterou o chainline (alinhamento das coroas com o cassete), permitindo usar combinações mais radicais de marchas (não há limites para o cruzamento da corrente) com menos problemas e também melhorando a performance da troca de marcha dianteira.
- -_Outra mudança possível com esse sistema está nas coroas. No sistema de 3 coroas, a coroa do meio deve permitir mudanças de marcha para a coroa pequena e também para a coroa grande. Isso trazia um problema de projeto. E aí que entra a tecnologia X-Glide. A nova coroa do sistema 2x10 tem um projeto que foca na mudança rápida de marchas. O resultado final é que no sistema antigo existiam 4 pontos propensos a passagem de marcha, em toda a circunferência da coroa. Agora, com o X-Glide, existem 14 !!! Isso significa que passar a marcha dianteira é muito mais rápido, inclusive fazendo força no pedivela.

:: SRAM Red Special Edition
- -_Para o pessoal de speed, as maiores novidades estavam na edição especial do grupo SRAM Red, em amarelo, em homenagem ao Tour de France, e no novíssimo grupo Apex, que vem para ser o grupo mais acessível da marca e empregar novas relações com cassetes de até 32 dentes. Mais detalhes em breve aqui no Pedal.

:: No Brasil
- -_A SRAM é distribuida no Brasil pela Pro Parts (http://www.proparts.esp.br/) e o site oficial é: http://www.sram.com/. A empresa também tem um site dedicado
a tecnologia 2x10:http://sram2x10.com/.
-
Fonte:
Pedal.com.br

0 comentários: