Campeonato Paranaense de DH 2018
7º Desafio de Cicloturismo da Santa do Paredao
}
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Vuelta 2015: A dupla 'queda' de Sagan: na bicicleta e na Vuelta... e abandona a prova... e outras quedas

# Ciclista eslovaco foi derrubado por veículo motorizado e envolveu-se numa troca de palavras tensa com o condutor.
-
. O eslovaco foi derrubado por uma moto e não reagiu da melhor forma. Entre palavras menos amistosas e empurrões, para com o condutor e mesmo outros veículos, o ciclista mostrou-se realmente desagradado com o incidente.
. A comissão da Volta a Espanha decidiu expulsar o condutor da moto, integrante da própria organização do evento, mas Sagan não se livrou da punição.
. Receberá uma multa de 300 francos suíços (278 euros) por “ofensas, ameaças e por atentar contra a imagem do ciclismo”.
-
-
"Infelizmente, o colíder da equipe na 'Vuelta' não está em condições de continuar na corrida e vai regressar a casa para se refazer das lesões", indicou a equipe russa em comunicado, antes do início da nona etapa.
. Segundo a equipe, Sagan sofreu ferimentos e escoriações de primeiro e segundo grau no lado esquerdo do corpo, desde a quadril até ao fundo da perna, bem como um hematoma intramuscular no antebraço direito.
"Infelizmente, não é a primeira vez que um incidente destes acontece. Mesmo que tenham de passar um pelotão de ciclistas, as motas têm de o fazer com atenção e não com imprudência. Na minha opinião, os 'motociclistas' não levam suficientemente a sério a segurança dos corredores", lamentou Peter Sagan.
. Visivelmente enervado após o acidente, Sagan foi multado em 300 francos suíços (cerca de 208 euros) pelo júri por injúrias, ameaças e comportamento atentatório contra a imagem do ciclismo, enquanto o 'motard' implicado foi excluído da presente edição da prova.
Entre outras vítimas da etapa está o belga Kris Boeckmans (Lotto Soudal), qui foi colocado em coma artificial depois de ter sofrido um traumatismo craniano grave na sequência de uma queda coletiva a 50 quilômetros da meta, em Múrcia.

Vejam o momento da queda.

. O irlandês Dan Martin (Cannondale-Garmin), então terceiro da geral, o norte-americano Tejay van Garderen (BMC) e o francês Nacer Bouhanni (Cofidis) também tiveram de abandonar.
.O belga Jasper Stuyven (Trek) venceu a etapa, mas hoje já não alinha à partida porque a queda deixou-lhe uma fratura numa mão.

0 comentários: