NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Economia com uso de bicicleta como transporte chega a R$ 1 mil por mês

. Para fugir dos engarrafamentos, muita gente tem escolhido a bicicleta como meio de transporte. Pedalar aos domingos, com as ciclofaixas para garantir a segurança do ciclista, é uma experiência que tem sido aprovada. Mas e no dia a dia? Quais os projetos para fazer com que ruas e avenidas do Grande Recife sejam espaços compartilhados por todos? Esse é o tema da terceira reportagem da série especial O Preço da Imobilidade.
. Há quase três anos, o engenheiro eletrônico Raphael Vasconcelos trocou o carro pela bicicleta. Ela se tornou o principal meio de transporte dele, que sai todos os dias do bairro das Graças, na zona norte da cidade, onde mora, e pedala até o trabalho, no Recife Antigo. São seis quilômetros que ele percorre em menos de meia hora.
. A bicicleta tem sido uma alternativa de mobilidade para muita gente. Mas ainda não é vista como uma opção viável pra quem enfrenta deslocamentos maiores todos os dias. Sem ciclovias ligando mais pontos do Grande Recife, disputar espaço com carros, ônibus e motos pode ser uma aventura perigosa.
. Estima-se que no Recife 17 mil pessoas usem a bicicleta como principal meio de transporte. Tem até empresa especializada em entrega com bicicleta, o chamado Bike Delivery. Em apenas 9 meses, a EcoDelivery já tem 50 clientes.  E esse número vem crescendo. Desde a criação há um ano e meio do BikePE, um sistema de aluguel de bicicletas, já são 82 mil adeptos. A maioria, segundo a coordenadora do serviço, Rosali Almeida, usa na hora do almoço ou na volta pra casa.
. De carro, no transporte público, a pé, ou de bicicleta. Não importa o modal. Em cidades transitáveis e acolhedoras, todos juntos, cidadãos e poder público, fazem sua parte. Na quarta e última reportagem da série O Preço da Imobilidade, os caminhos que podemos trilhar para garantir deslocamentos rápidos e seguros para todos.
-

Fonte: http://tvjornal.ne10.uol.com.br/noticia/ultimas/2014/11/27/economia-com-uso-de-bicicleta-como-transporte-chega-a-r-1-mil-por-mes-16887.php

0 comentários: