.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Risco da Volta ao Algarve não ir para a estrada está ultrapassado

--_A realização da 38ª edição da Volta ao Algarve em Ciclismo, a cargo da Associação de Ciclismo do Algarve, que deverá ir para a estrada de 14 a 19 de fevereiro, foi há dias colocada em risco por ainda não ter sido para a dívida à Guarda Nacional Republicana (GNR), correspondente aos serviços de policiamento referentes à edição anterior.
--_Quase um ano depois do serviço prestado, segundo uma notícia avançada pelo Correio da Manhã, "17 militares da GNR que fizeram a segurança da Volta ao Algarve ainda não receberam o serviço gratificado pedido pela organização da prova", no montante total de cerca de 3800 euros.
--_A situação de dívida é, efectivamente, lamentada pelos dirigentes da ACA, mas garantem que essa parte já está resolvida temporariamente e a GNR garante o policiamento da prova independentemente do valor em dívida ser entretanto pago, ou não.
--_Contudo, há um outro problema mais delicado para resolver, segundo a organização da prova, que tem a ver com as dívidas de vários organismos, que somadas podem ascender os 75.000 euros. Há "três câmaras municipais que ainda não pagaram o valor contratado para o ano passado e é isso que nos está a criar maiores dificuldades", disse ao nosso jornal o vice-presidente da ACA, Bernardino Caliço, acrescentando que "algumas câmaras têm dívidas para conosco vai para dois anos".
-
:: ACA corresponde com transmissão televisiva da prova ao vivo
--_Os dirigentes da ACA não querem divulgar as autarquias que estão nessas circunstâncias e adiantam o seu optimismo, dizendo: "estamos convictos que tudo se vai resolver a contento, tanto mais que este ano temos uma Volta ao Algarve com grandes transmissões televisivas ao vivo pela RTP e Eurosport e essas autarquias vão perceber que deveriam já ter resolvido a situação".
--_A responsabilidade desta situação deficitária é dessas autarquias e dai estarem a "retirar-nos muita capacidade de manobra, retirando também o «brilho» que desejávamos colocar neste evento promocional da nossa região".
--_Rogério Teixeira realça ainda que as boas relações existentes entre a ACA e as autarquias, a GNR e outras entidades, vão permitir que a 38ª edição da Volta ao Algarve de ciclismo possa iniciar-se no dia 14 de fevereiro "com total normalidade".
-
Fonte: REGIÃO SUL
Link Origem

0 comentários: