.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Contador diz que participação da UCI não exclui contaminação

- -_Os advogados do espanhol Alberto Contador asseguram que a participação da União Ciclista Internacional (UCI) à Real Federação Espanhola de Ciclismo (RFEC), divulgado esta quarta-feira no diário espanhol 'El Pais', "não prova a inexistência de uma contaminação alimentar".
- -_Em comunicado, a defesa do corredor desmente "redondamente as informações divulgadas por alguns meios de comunicação, segundo as quais, supostamente, se desmontaria a teoria de que o resultado adverso de Alberto Contador, na última Volta a França, se ficou a dever à ingestão de carne contaminada com 'clembuterol' ".
- -_O 'El País' noticiou que "os inspectores da agência antidopagem investigaram o talho de Irún e o matadouro de que provinha o bife e não encontraram rasto de clembuterol que provocou o positivo ao ciclista".
- -_Os advogados do vencedor de três edições da 'Grande Boucle' explicam que "a informação apresentada pela UCI não descarta em absoluto a hipótese de contaminação alimentar, nem tem o rigor necessário para que, baseando-se nele, se possa acusar Alberto Contador de que a origem do 'clembuterol' presente na sua urina se deve a um ato de 'dopagem'".
- -_"Após um cuidado estudo da documentação enviada pela UCI, na qual se inclui a informação de uma agência de investigadores contratada para descobrir a origem da carne, não se pode determinar que a carne não estava contaminada", assinalam os advogados.
- -_Os advogados de Contador explicam que "na documentação enviada nem consta que a AMA tenha efectuado qualquer tipo de análises ao talho em questão e, muito menos, aos matadouros mencionados".
- -_Quanto à informação sobre os controles efetuados pela União Europeia (UE) aos animais destinados ao consumo humano e em especial à carne bovina, "a informação da UCI limita-se a dar por definitiva a informação oficial, segundo a qual cada país membro está obrigado a controlar apenas 0,4 por cento dos animais sacrificados no ano anterior".
- -_"Segundo a última informação oficial da UE, correspondente a 2008, de quase 27 milhões de bovinos sacrificados na EU, foram analisados um total de 122.648 amostras (0,48 por cento), das quais só foram procurados rastos de beta agonistas, entre eles o 'clembuterol', em 22.518 casos", sublinham.
- -_De acordo com os juristas, "o sistema actual de controlo de carne na UE não é infalível, nem suficiente para detectar suspeitas de fraude".
- -_A equipa de advogados e o próprio Contador dizem-se "ansiosos por poder apresentar, nos próximos dias, diante do Comité de Competição da RFEC as suas alegações e provas para demonstrar, perante a autoridade competente, a falsidade dos juízos paralelos e das infiltrações mal-intencionadas que aparecem sobre o caso nos meios de comunicação".
-
Fonte: DN Desporto

0 comentários: