.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

A 4a Etapa da Claro 100k é marcada por ventos fortes e calor

::: Os 450 atletas inscritos na Claro 100k encaram clima quente, ventania e quedas na quarta etapa da competição, disputada na Asa Norte. João Paulo Firmino foi o primeiro a cruzar a linha de chegada.
-
- -_Debaixo de sol e diante de muito vento, 450 ciclistas disputaram ontem a quarta etapa da Claro 100k, em Brasília. Depois de duas horas e oito minutos, João Paulo Firmino foi o primeiro a cruzar a linha de chegada, conquistando sua segunda vitória na categoria elite moutain bike (MTB). Poucos segundos depois, Aílton Barros, atual líder do Campeonato Brasiliense de Ciclismo, garantiu a vitória no grupo elite estrada. No triatlo, o destaque foi Cássio Eduardo Martins.
- -_Na competição feminina, Raquel França de Queiroz ocupou o primeiro lugar do pódio no grupo de mountain bike. Luzia Bello e Márcia Fernandes Silva venceram, respectivamente, as categorias triatlon e elite estrada. As campeãs de cada classe embolsaram R$ 800. Já os ganhadores em cada categoria masculina ganharam prêmios de R$ 1,2 mil.
- -_Atual campeã da Copa Internacional de MTB, Julyana Machado foi a segunda colocada na categoria e a quarta na classificação geral. “O mais difícil da prova foram as quedas dos competidores. A gente precisa ter atenção para não cair junto”, disse a brasiliense. “Fora isso, foi tudo bem. Estou em casa.”

:::Cara no vento
- -_Nem a baixa umidade do ar — o Instituto Nacional de Meteorologia registrou 20%, com uma temperatura máxima de 28ºC — desanimou os atletas. João Paulo Firmino considerou a prova dura, mas, para ele, o principal obstáculo foi manter-se à frente do primeiro pelotão. “Aproveitei uma fuga para me destacar dos outros, mas se não fosse um trabalho em equipe, em que cada um põe a cara no vento de vez em quando, seria mais difícil”, diz o vencedor, atleta da equipe Pedal Pró.
- -_Segundo o organizador, Mário Roma, em virtude do calor e da secura do ar, a etapa de Brasília tem alguns diferenciais em relação às demais. “Cada região tem uma característica particular e, por conta do tempo seco, optamos por reduzir o tamanho do percurso em relação às outras etapas, além de oferecermos um quiosque para hidratação, com água e isotônico à vontade para os corredores.”
- -_ com os cuidados, os imprevistos — comuns em provas do gênero — não deixaram de acontecer. A organização registrou 33 acidentes. Segundo Roma, os tombos são naturais, já que os pelotões tornam-se grandes aglomerações de ciclistas. Agora, os campeões — ilesos ou não durante a prova — precisam se preparar para a final, que será em Campos de Jordão, em 10 de outubro.
-
Fonte: Superesportes

0 comentários: