NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Tour de France 2015 - 20a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 20a e penúltima etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

Modane Valfréjus a Alpe d'Huez - 110,5 km

Etapa de alta montanha... a chegada lendária Alpe d'Huez promete!!

Não percam!

Scott 2016 - Foil e rodas plus são destaques

. Criar experiências verdadeiras e reais para os ciclistas é o que faz a Scott ser o que é, uma das principais marcas de bicicletas do mundo. O lançamento da linha 2016 mais uma vez mostra que a grande paixão da marca é melhorar o que já existe: muita tecnologia e inovação aplicadas às bikes, com o objetivo de dar um up na performance de quem pedala.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/5024001f.jpg
. Com previsão de chegada ao Brasil para o final de agosto, os novos modelos mantêm algumas características que são marcas registradas da empresa suíça. A atenção aos detalhes, o design cuidadoso e tecnologias que vão fazer diferença para os scotteiros – destaque para a inovadora tecnologia Plus, disponível em alguns modelos Scale e Genius, e para a nova aerodinâmica da estradeira Foil, que traz ganhos reais aos ciclistas.

Confira abaixo um breve resumo das novidades:
. Tecnologia PlusA tecnologia Plus é literalmente a próxima “grande coisa” no mountain bike. Não é apenas um “plus” na bicicleta, mas uma solução inteligente que vai fazer a diferença real para os ciclistas. Ao todo são 11 modelos com aros 27,5+, entre Scale, Genius e Genius LT.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/5024005f.jpg
. São três grandes diferenciais tecnológicos que possibilitam a chegada das bikes Plus ao mercado:
- pneus mais largos, tamanho 2.8;
- aros com largura interna de 40mm;
- eixos mais largos: o traseiro com 12 X 148mm, o Sram Boost, e dianteiro 15 X 110mm.

. Tudo em conjunto traz benefícios como maior aderência, maior tração e mais controle para o ciclista durante a trilha.


Nova Scott Foil

. As tecnologias estão em constante evolução, mesmo em produtos já conceituados como a Scott Foil. Todo o quadro das novas Foil, incluindo o garfo, headtube e seat tube, foi otimizado aerodinamicamente – tanto individualmente quanto em conjunto com as outras partes. Desde que o projeto Plasma 3 se iniciou em 2009, um time de engenheiros se dedicou totalmente a pesquisas científicas sobre a aerodinâmica do ciclismo. A nova Foil é a última inovação da unidade de Ciência da Aerodinâmica da Scott.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/5024004f.jpg

Scott Scale 2016
. Referência mundial quando o assunto é MTB, a Scott Scale vem com algumas novidades para 2016. Tecnologia de gancheiras IDS-SL, sistema de amortecimento SDS nos quadros de carbono e um investimento pesado na linha de alumínio.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/5024007f.jpg
. Assim como as Scale de carbono, agora a linha alumínio ganhou o modelo SL, com uma nova liga extremamente leve e resistente. Com paredes 20% mais finas que as anteriores, ele é cerca de 200g mais leve do que os demais: pesa apenas 1.362g – todos com passagem interna dos cabos.

Linha Contessa 2016
. A cada ano o número de mulheres pedalando aumenta – e no Brasil esta é uma realidade muito presente. No próximo ano, serão 6 modelos Scott Contessa exclusivos para o público feminino.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/5024006f.jpg
. Além das bikes Contessa Scale 710, 720 e 730, este ano o portfólio conta com modelos de entrada, com as bicicletas Contessa 710, 720 e 730, mais acessíveis. Tecnologia atualizada também nos quadros: com novo design no tubo superior, ele melhora o posicionamento da ciclista, além de tornar a bike ainda mais charmosa.


Nova Aspect
. A Scott Aspect sempre foi um modelo desenvolvido com foco no cicloturismo. Desta vez, a marca trouxe tecnologias normalmente usadas em modelos de competição adaptadas para a linha: passagem interna dos cabos de câmbio e canote 27.2 para um conforto ainda maior do ciclista.
http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/5024003f.jpg
Outra novidade para o público brasileiro é a introdução de uma versão mais simples. As Aspect 760 (aro 27,5”) e 960 (aro 29”) vem com 21 velocidades, freios hidráulicos e suspensão com trava.


Lançamento oficial
. No Brasil, a apresentação ao público será na Brasil Cycle Fair 2015, que acontece de 27 a 30 de setembro, em São Paulo-SP.
. No Brasil, a marca suíça é distribuída há mais de 20 anos pela IGP Sports, sempre trabalhando com marcas premium de prestígio mundial.
-
. Em Jaguariaíva e Região o representante de vendas da SCOTT é a ITARARÉ ADVENTURE BIKE SHOP do nosso amigo Osmin Ferraz.
-
Fonte: http://www.pedal.com.br/scott-2016-foil-e-rodas-plus-em-destaque_texto9483.html

Tour de France 2015: 11a. Etapa - Polonês vence a etapa rainha, mas Froome mantém camisa amarela

http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/photos/stage-11/170846_IMG_9445.jpg 
. A 11ª etapa do Tour, realizada nesta quarta-feira entre as cidades de Pau e Cauterets, terminou com vitória do polonês Rafal Majka, da Tinkoff-Saxo.
. O resultado mantém a liderança da mais importante prova do ciclismo mundial nas mãos do britânico Chris Froome, da Sky, que terminou a etapa na nona colocação.
http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/photos/stage-11/160000_RTX1KELD.jpg
. Majka percorreu os 188 km de prova em 5h02m01s, com um minuto à frente do segundo colocado, o irlandês Daniel Martin, da Cannondale-Garmin.
. O ciclista polonês garantiu a vitória com uma fuga solitária do pelotão intermediário a cerca de 50 km do fim. Na classificação geral, Majka não figura nem entre os 20 primeiros, e ocupa a 46ª posição, com um total de 41h49m3s.
. Sendo assim, a vitória do polonês não representou nenhum prejuízo para Chris Froome, que segue com a camisa amarela com 41h03m31s, a 2m52s do segundo colocado, o norte-americano Tejay Van Garderen, da BMC. O principal rival do britânico na atual edição da Tour de France terminou a etapa desta quarta em 13º, em 5h7m22s.
. Campeão em 2014, o italiano Vincenzo Nibali não mostra fôlego para alcançar o bicampeonato. O atleta da Astana terminou a 11ª etapa em 23º lugar, com 5h8m12s, a mais de seis minutos do líder Majka. Na classificação geral, Nibali aparece na 11ª posição, a 7m47 do líder Froome.
. O eslovaco Peter Sagan terminou na 100ª colocação, porém retomou a camisa verde, de maior pontuador da Volta. Companheiro de Froome na Tinkoff-Saxo, o ciclista soma 239 pontos, contra 232 de André Greipel
-
Classificação da 11a. Etapa
POL  1  MAJKA, Rafal (TINKOFF - SAXO)                       5:02:01
IRL  2  MARTIN, Daniel (CANNONDALE - GARMIN)                +  1:00
GER  3  BUCHMANN, Emanuel (BORA-ARGON 18)                   +  1:23
BEL  4  PAUWELS, Serge (MTN - QHUBEKA)                      +  2:08
FRA  5  VOECKLER, Thomas (EUROPCAR)                         +  3:34
FRA  6  SIMON, Julien (COFIDIS, SOLUTIONS CREDITS)          
NED  7  MOLLEMA, Bauke (TREK FACTORY RACING)                +  5:11
ESP  8  VALVERDE BELMONTE, Alejandro (MOVISTAR)             +  5:19
GBR  9  FROOME, Christopher (SKY)                           +  5:21
ESP  10 CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO) 
-
Classificação geral após a 11a. Etapa
GBR  1  FROOME, Christopher (SKY)                    41:03:31
USA  2  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)              +  2:52
COL  3  QUINTANA ROJAS, Nairo Alexander (MOVISTAR)    +  3:09
ESP  4  VALVERDE BELMONTE, Alejandro (MOVISTAR)       +  3:59
GBR  5  THOMAS, Geraint (SKY)                         +  4:03
ESP  6  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)    +  4:04
FRA  7  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                 +  4:33
NED  8  GESINK, Robert (LOTTO NL - JUMBO)             +  4:35
FRA  9  BARGUIL, Warren (GIANT - ALPECIN)             +  6:44
NED  10 MOLLEMA, Bauke (TREK FACTORY RACING)          +  7:05 
-
Fonte: http://esportes.terra.com.br/polones-vence-11-etapa-mas-froome-mantem-camisa-amarela,960d41583c36660c567f516d8cf32e8673ysRCRD.html

Tour de France 2015 - 12a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 12a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

Lannemezan à Plateau de Beille - 195 km

Etapa de alta montanha... 
Não percam!

Tour de France 2015: Rui Costa abandona o Tour

http://thumbs.web.sapo.io/?W=800&H=533&Q=65&pic=https%3A%2F%2Fsm2.imgs.sapo.pt%2Fmb%2Fe%2F1%2F769ae06761139f2180dbba7059ba1402550b39.jpg&hash=f0a73a7ab011a96f5c020b0872c19cd9&errorpic=http%3A%2F%2Fassets.web.sapo.io%2Fdesporto%2Fimgs%2Fno-photo.jpg 
# O ciclista português desistiu da prova, quando faltavam 44 quilômetros para o final da 11.ª etapa.
-
. Rui Costa abandonou o Tour. O ciclista português desistiu da prova raínha do ciclismo mundial, quando faltavam 44 quilômetros para o final da 11.ª etapa.

. O ciclista da Lampre Merida tinha sido um dos mais afetados na etapa de terça-feira, quando chegou com com mais de 17 minutos de atraso em relação a Chris Froome, vencedor da primeira etapa de montanha.

. O português reconheceu, no seu diário da Volta, que foi um dia para esquecer.

"Hoje [terça-feira] tive um dia ruim. A dor da perna esquerda a juntar ao calor e depois de um dia de descanso, fizeram um esforço em conjunto para que eu fosse todo o dia com dores. Fiquei triste mas estou conformado”, escreveu o português.

. Rui Costa tinha caído para o 33.º posto a 22m10s do Camisola amarela e assumiu que o seu objetivo ia passar por vencer uma etapa.

“Sem desanimar, vou avançar para o plano B. Plano esse que passa por perder mais tempo para ter maior liberdade de entrar numa fuga. Quem sabe se a sorte ainda me bate à porta e eu possa dar uma alegria a vocês que me apoiam e à minha equipe”, escreveu Rui Costa na terça-feira.

. Hoje o antigo campeão mundial acabou por desistir quando faltavam 44 quilômetros para o fim da etapa, que liga Pau/Cauterets-Vallée de Saint-Savin, etapa de 188 km.

. Recorde-se que o ciclista português caiu na terceira etapa do Tour, juntamente com o português Tiago Machado e o, na altura, camisola amarela, Fabian Cancellara.
-
Fonte: http://desporto.sapo.pt/ciclismo/artigo/2015/07/15/rui-costa-abandona-a-volta-a-franca

Tour de France 2015: Enfim as montanhas demolidoras do Tour!

A passagem do pelotão hoje pelo alto do Tourmalet. Na penúltima etapa, dia 25, segue-se a mítica subida ao topo do Alpes d'Huez. Será aqui que tudo se decide. E onde se forjam as lendas.
-
. O Tour chegou aos Pirenéus. Domingo foi dia de transfer para a caravana do Tour, que deixou Plumelec, na Bretanha, e aterrou em Pau, depois de nove dias a rodar. Segunda-feira foi dia de descanso para todos (e de más notícias para Ivan Basso), mas terça já houve Tour, uma etapa de montanha, a primeira de três em três dias, mais suave, com três contagens de 4.ª categoria até ao final, em La Pierre-Saint-Martin, mas que antecipa o “inferno” que se aproxima dois dias, hoje o pelotão está subindo o Col du Tourmalet. Quem sair vivo, ainda terá de subir aos Alpes nas etapas finais. Mas já lá vamos.
. Hoje são seis contagens de montanha na etapa de amanhã. As três primeiras são de 3.ª e 4.ª categoria. Até aqui, tudo bem. Depois vem Col d’Aspin, contagem de 1.ª, com 2.115 de metros de altitude, 17,1 km e 7,3% de inclinação. Tourmalet é uma contagem de categoria extra, a chamada Hors Catégorie. São 2.115m de altitude, 17,1 km e 7,3% de inclinação. A chegada à meda é no Côtealtitude de Cauterets, contagem de 3.ª categoria. A dureza vai certamente fazer “vitimas” no pelotão e definir, desde já, quem são os escaladores (ou as surpresas) que vão apontar à vitória final.
Tour-de-France-Etapa11
. Marco Chagas é um nome (e uma voz, na TV) incontornável do ciclismo português. Também andou por França, no Tour, e foi um ciclista de eleição nas décadas de 1970 e 1980.
“É difícil para todos, mas para os homens de terreno plano são dias mais complicados. Eles sabem disso e também se organizam, formando grupos mais atrasados para, em conjunto, porque isoladamente corriam um risco maior de ser eliminados, ultrapassar as montanhas. São dias complicados, mas se querem chegar a Paris, têm que os fazer”, lembra Chagas.
“Por si só, a inclinação, toda aquela altitude, já faz estragos. São montanhas longas, míticas, que definem muitas vezes o vencedor. E são etapas que logicamente os trepadores querem ganhar. Quem não é trepador, limita-se a tentar acabar. E tentar acabar já é uma vitória”, explica Paulo Ferreira, ex-ciclista do Sporting, que venceu uma etapa do Tour na década de 1980.
Paulo recorda o que lhe dizia um ex-treinador: “A recuperação é feita logo através de líquidos, banho, massagens e jantar. O resto é a noite que faz, com repouso. Eu tinha um treinador, o Manuel Graça, que dizia que 50 por cento da recuperação era um bom banho. Mas o ciclismo é um esporte particular. No outro dia há mais. É um esporte em que damos tudo. E no dia seguinte voltamos a dar tudo. O ciclista tem que sofrer. O sofrimento é a base da modalidade.”
. Nuno Loureiro, 35 anos, é o diretor clínico da Seleção Nacional de Ciclismo desde 2013. Sempre foi um amante da modalidade, chegou mesmo a ser praticante de MTB, e por isso se dedicou à medicina desportiva no ciclismo. Explica como é possível superar uma prova tão dura, e sobretudo como é possível aos atletas superarem os dias terríveis da alta montanha.
“Nós temos uma grande preocupação do ponto de vista nutricional. Fazemos um reforço dos hidratos de carbono, de proteína, e, durante a etapa, intensificamos esse reforço. Posteriormente, temos estratégias de recuperação que vão desde a alcalinização da água às massagens, à eletroterapia. O fundamental é, imediatamente após o fim da corrida, repor o que foi gasto. Nós temos um período entre 30 minutos a uma hora em que fazemos essa reposição. Depois o atleta faz um período de trabalho de recuperação física, toma banho, janta e descansa até à prova seguinte.”
. Após a passagem pelos Pirenéus, seguem-se mais alguns dias de média montanha, sem subidas de maior. Os Alpes vêm à 17.ª e penúltima etapa. Numa das 21 curvas do Alpe D’Huez, está a estátua que homenageia a vitória de Joaquim Agostinho. O português alcançou o maior feito da sua carreira ao vencer a mítica etapa de 14 km, após se ter distanciado do pelotão numa das curvas, e chegou isolado à meta.
 http://observador.pt/wp-content/uploads/2015/07/tour-de-france-etapa201.jpg
. A penúltima etapa promete ser uma das mais emocionantes. É a primeira vez na sua história que a Volta a França vai subir ao Alpe D’Huez tão tardiamente e com tanto por resolver na classificação. O Arco do Triunfo, a 26 de julho, vem logo a seguir. Mas este Tour, mais do que qualquer outro num passado recente, é o Tour dos trepadores por excelência, com oito montanhas pelo meio.

.
“São duas provas de montanha, quer o Tourmalet quer o Alpes d’Huez, míticas, por, cada uma delas, decorrer em regiões marcantes como os Pirenéus e os Alpes, e por estarem na maior prova velocipédica do mundo. Há mais etapas de montanha noutras corridas, talvez mais ou igualmente difíceis, mas o Tour já passa por aqui há muitos, muitos anos, decidiram-se aqui muitas provas, nasceram aqui muitos campeões, e a superação é imensa.”
. Desde 2011, quando francês Pierre Roland venceu nos Alpes, que o Tour não passava por cá. Marco Pantini, o “pirata”, é ainda hoje o detentor das duas subidas mais rápidas, em 1995 e 1994. Curiosamente, o vencedor nesses anos foi o espanhol Miguel Induráin.
. A chegada ao Alpe D’Huez tem duas contagens de montagem de categoria extra: Col de la Croix de Fer, com 2067m de altitude, 29 km e 5,2% de inclinação; e claro, Alpe D’Huez, a meta, a 1850m, 13.8 km a 8.1%.

O mito de Joaquim Agostinho
. Alves Barbosa, em 1956, foi o primeiro dos ciclistas portugueses a pedalar na volta a França. Mas quando se fala da presença de portugueses no Tour, Joaquim Agostinho é nome que mais se destaca. O malogrado ciclista de Torres Vedras detém até hoje o recorde de presenças nacionais na prova, 13 no total, mas também de vitórias em etapas: cinco. E quando se relembram as vitórias de Agostinho na Volta a França, à memória vem-nos logo o dia 15 de julho de 1979, quando venceu na mítica etapa do Alpe d’Huez. Em 1979, Joaquim Agostinho terminaria o Tour em terceiro lugar. Pelo segundo ano consecutivo.. Foi também ele, Joaquim Agostinho, o primeiro português a subir ao lugar mais alto do pódio na Volta à França. Foi em 1969 — e logo em duas etapas. A 3 de julho de 1969, Agostinho venceu isolado a 5.ª etapa, entre Nancy e Mulhouse. Dez dias mais tarde, o ciclista voltaria a vencer, desta vez entre Motte e Revel. “Ele só começou a correr aos 25 anos. Não tinha escola de ciclismo, não tinha técnica, chegou ao Tour e só tinha começado a correr no ano antes. Mas esteve logo na discussão da Volta a Portugal, e em França ganhou as tais duas etapas e fez oitavo lugar. E caiu não sei quantas vezes”, recorda Marco Chagas.
. Chagas correu ao lado de Joaquim Agostinho no Sporting. “O Joaquim era um fora-de-série. Aquele homem tinha uma compleição física fora do comum, era um verdadeiro atleta. Tinha uma capacidade de oxigenação enorme — e à época nem se faziam os testes que se fazem hoje para saber isso. Era muito bom em termos musculares. Ah, e descansava com muito facilidade. Ele terminava uma etapa, tomava banho, e recuperava-se rapidamente. Desligava a ficha, como se costuma dizer na gíria. Tudo isso fazia dele um corredor extraordinário”, explica.
. Depois da morte de Joaquim Agostinho na Volta ao Algarve de 1984, na sequência de uma queda motivada por um choque contra um cão durante uma das etapas, Marco Chagas e o Sporting voltaram a França para disputar o Tour sem ele. Chagas terminou em 77.º lugar. Outro ciclista do clube, Paulo Ferreira, surpreendeu o pelotão e venceu uma das etapas. Com a vitória na etapa entre Bethume-Cergy e Pontaise, o ciclista tornou-se no segundo português, depois de Agostinho, a subir ao lugar mais alto do pódio.
. Paulo Ferreira deixou de correr em 1988, por causa de uma maldita queda. Começou a pedalar aos 12 anos. Hoje, aos 53 anos, voltou à bicicleta para manter a forma.
“Recordo-me bem daquela etapa. Foi uma etapa plana, a quinta do Tour, e eu senti que poderia ser aí que eu poderia fazer a diferença. Na alta montanha não teria qualquer hipótese. Ataquei, entrei na fuga e cheguei isolado ao fim. Era um tempo em que corria o Bernard Hinault, o Greg LeMond, o Laurent Fignon, e eu venci uma etapa.”
. Mas a participação do Sporting na Volta a França desse ano, um grande Sporting, com Agostinho, Chagas, Eduardo Correia, Benedito Ferreira ou José Xavier, só aconteceu por causa de Agostinho, e podia bem não ter acontecido devido à sua morte, poucos meses antes.
“A nossa participação não estava prevista nesse ano. Foi o Agostinho, com o nome todo que granjeou, que conseguiu integrar a equipa do Sporting no pelotão. Sem ele não daquilo teria sido possível. Quando ele faleceu, em maio, ficou tudo em causa, claro. Mas nós somos profissionais e entendemos que haveríamos de participar. Sempre com a imagem dele presente. Dediquei-lhe a vitória”, lembra Paulo Ferreira.
-
Fonte: http://observador.pt/2015/07/14/vem-ai-as-montanhas-demolidoras-do-tour/

Tour de France 2015 - 10a Etapa: Froome dá show na montanha e vence; Contador cai, e Quintana sobe

http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/10-PIC547570821-640.jpg
. Chris Froome mostrou a que veio ao Tour de France nesta terça-feira. O britânico da SKY deixou seus rivais no chinelo e subiu a Pierre-Saint-Martin como quem andava em linha reta para vencer a 10ª etapa da mais tradicional prova do ciclismo mundial com larga vantagem. Depois de sessões planas e em contrarrelógios, a competição teve sua primeira etapa de montanha, com trecho de 167 Km e largada em Tarbes.
. O pelotão principal, com 21 ciclistas, seguiu unido e sem definição alguma até quilômetros finais. Foi então que faltando 6,5 Km para a linha de chegada, o britânico Chris Froome resolveu usar todo o fôlego que ainda tinha. O líder do Tour de France passou a acelerar muito, deixando todos para trás a 5 km de vencer. Em uma arrancada incrível, não foi ameaçado e fez 59s de vantagem para o segundo, o australiano Richie Porte.
. Com o resultado, Froome segue com a camisa amarela, dada ao líder da competição por tempo. Agora, ele está 2m52s à frente do norte-americano Tejay van Garderen, indicado pelo britânico como o grande rival do momento na competição. O ciclista da BMC foi apenas o 10º nesta terça-feira.
Quem também se deu bem na primeira etapa de montanha do Tour 2015 foi Nairo Quinta, outro favorito ao título. O colombiano cruzou a linha de chegada em terceiro e, com o resultado, assume a camisa branca, entregue ao melhor ciclista jovem - com no máximo 25 anos -, e sobe da nona para a terceira colocação na classificação geral.
. Alberto Contador, bicampeão em 2007 e 2009, vinha bem junto ao pelotão principal, mas perdeu o ritmo nos 7 Km finais e ficou para trás. O espanhol terminou em 11º e caiu de quinto para sexto na briga pela camisa amarela, 4m4s de desvantagem para Froome.
. A camisa verde, dada ao líder por pontos, voltou para André Greipel. O alemão da Lotto-Soudal, que já venceu duas etapas (2ª e 5ª), havia perdido o posto para o eslovaco Peter Sagan, mas agora tem 225 pontos, contra 222 do adversário.
. O melhor montanhista, que usa a camisa branca com bolinhas vermelhas, agora é Chris Froome. Como a chegada da etapa era em subida que valia 50 pontos, ele tomou o lugar de Daniel Teklehaimanot, estreante e pioneiro africano, de Eritreia.
. Vicenzo Nibali, outro favorito ao título, foi apenas o 21º colocado nesta etapa (+4m25s). O italiano da Astan Pro é o 10º na classificação geral no momento, 6m57s atrás de Chris Froome.
-
Classificação da 10a. Etapa
GBR  1  FROOME, Christopher (SKY)                           4:22:07
AUS  2  PORTE, Richie (SKY)                                  +   59
COL  3  QUINTANA ROJAS, Nairo Alexander (MOVISTAR)           + 1:04
NED  4  GESINK, Robert (LOTTO NL - JUMBO)                    + 1:33
ESP  5  VALVERDE BELMONTE, Alejandro (MOVISTAR)              + 2:01
GBR  6  THOMAS, Geraint (SKY)                               
GBR  7  YATES, Adam (ORICA GreenEDGE)                        + 2:04
FRA  8  ROLLAND, Pierre (EUROPCAR)                          
FRA  9  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                        + 2:22
USA  10 VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)                     + 2:30
-
Classificação geral após a 10a. Etapa
GBR  1  FROOME, Christopher (SKY)                    35:56:09
USA  2  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)              +  2:52
COL  3  QUINTANA ROJAS, Nairo Alexander (MOVISTAR)    +  3:09
ESP  4  VALVERDE BELMONTE, Alejandro (MOVISTAR)       +  4:01
GBR  5  THOMAS, Geraint (SKY)                         +  4:03
ESP  6  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)    +  4:04
FRA  7  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                 +  4:33
NED  8  GESINK, Robert (LOTTO NL - JUMBO)             +  4:35
FRA  9  BARGUIL, Warren (GIANT - ALPECIN)             +  6:12
ITA  10 NIBALI, Vincenzo (ASTANA)                     +  6:57
-
Fonte:  http://espn.uol.com.br/noticia/527063_froome-da-show-na-montanha-e-vence-10-etapa-do-tour-contador-cai-e-quintana-sobe

Tour de France 2015 - 11a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 11a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

Pau à Cauterets Vallée de Saint-Savin - 188 km

Hoje é a passagem pelo lendário Col du Tourmalet
Não percam!

Tour de France 2015 - 10a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 10a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

La Pierre à Saint-Martin - 167 km

Circuito radical marcou neste domingo a etapa X-Treme às margens do Poty

. Um domingo familiar, de amizade e de grandes pegas, marcado por disputas alucinantes em um circuito travado nas trilhas do Parque Ambiental Poty I, que fica às margens do Rio Poty e da Av. Marechal Castelo Branco, em Teresina.
http://cidadeverde.com/assets/uploads/noticias/8e4f1b297b30a5e403351a9b29e409ce.jpg. As maioria mais 140 atletas inscritos encararam com raça a prova X-Treme, que teve sua primeira edição, comemorando e homenageando os 20 anos do club de bike mais tradicional do Piauí, o Teresina Bikers Club –TBC. No estilo circuito olímpico ou XCO, os participantes foram divididos por categorias e realizaram baterias de quatro e cinco voltas no percurso que tinha 4,5 km. Apesar do sol forte e do calor, as sombras das árvores ajudaram a não desgastar os competidores. Vários curiosos foram conferir a técnica dos atletas em subidas e descidas radicais.
. O organizador da prova empresário do ramo de turismo e esportes de aventura, Márcio Braz Filho disse que o circuito foi minuciosamente pensado para oferecer uma prova de bom nível técnico. “Os competidores adoraram, porque esse é o verdadeiro XCO, cheio de curvas, areia fofa, muitas subidas e descidas em ligação, alguns obstáculos como pedras e árvores para desviar, onde em alguns pontos até os mais fortes tinha que empurrar a bike e correr contra o tempo”, destacou Márcio, afirmando que nenhum incidente grave foi registrado. Uma ambulância com paramédicos esteve à disposição dos participantes, além do apoio da PM.
. A atleta Cristiany Siqueira Dantas fez um passeio pela trilha sem adversárias na categoria Máster Feminino. “Prova muito boa, bastante difícil em alguns pontos, tanto que fiquei com hematomas, mas estarei recuperada amanhã”, destacou, ela que está na liderança do campeonato em sua categoria.
. Carmem Castro, tetracampeã piauiense de mountain bike também adorou a trilha. “Prova dura, muito bem elaborada, com surpresas e obstáculos em todo o circuito para fazer a gente usar a cabeça e a força para concluir as baterias com êxito”, disse.
http://cidadeverde.com/assets/uploads/noticias/ef345c2fbcee053728115b8e8a430767.jpg
. Se é para encarar a prova, pois que seja até o fim. Foi assim que Francisco de Assis (o Bombom), fez. No final da sua bateria, a roda dianteira ficou danificada após cair em um ponto mais profundo da trilha e não pensou duas vezes, seguiu carregando a bike até a chegada final. Motivo de aplausos dos colegas. O atleta que já foi campeão brasileiro de judô, pesa 166 kg e sua meta no MTB é conseguir reduzir para 100 kg.
 “Eu não tinha mais condições de continuar pedalando, mas eu queria chegar, concluir e carreguei a bike até o final. O importante é sempre completar”, disse.
. Entre as mulheres da categoria Elite, a caçula mostrou que pode ser uma forte concorrente no futuro. Vitória Alencar, de apenas 15 anos, encarou pela primeira vez um circuito e aprovou a experiência.
“Foi minha segunda competição, a primeira foi a Bike Explorer e eu adorei. Para essa prova tinha que estar treinado, foi muito pesado. O mais difícil foi descer e subir, muitas vezes empurrando a bike, pois não tinha como trocar a marcha rapidamente, principalmente nos areões”, disse. A jovem resolveu encarar o esporte por adorar pedalar, mas conta com o incentivo dos amigos e do pai, que também gosta de bicicleta.
“Eu pretendo fazer todas as demais etapas do campeonato”, disse Vitória, que integra a Equipe kalangos.
 Na categoria Elite Masculino, o atleta Emanuel Rabelo, o Kiko, foi o campeão, na Elite Feminino, a campeã foi Carmem Castro e na Master Feminino deu Cristiany Dantas. Na Master A-1, Rogério Nascimento foi o melhor; na Master A-2, o atleta de Altos, Lindomar Ferreira venceu; na Master B-2 o campeão foi José Ribamar da Silva.
. O resultado oficial será divulgado em breve na pagina https://www.facebook.com/pages/Xtrememtb.
-
Fotos: Márcia Cristina

Fonte: Ass. Imprensa FCP

Campeonato Brasileiro de MTB Marathon 2015 - Inscrições abertas

http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4955001f.jpg 
. Atenção amantes do Mountain Bike. As inscrições para o Brasileiro de MTB Marathon já estão abertas. O evento, marcado para os dias 29 e 30 de agosto, ocorre pela primeira vez na famosa Capital do Mel, a cidade de Picos, no estado do Piauí. A paisagem natural exuberante, com formações rochosas e serras propícias à prática de esportes radicais, prometem fazer da competição uma das mais emocionantes de todos os tempos.
"Serão muitas subidas com dificuldades técnicas e os atletas também devem sentir a alta temperatura da região. Mas, além da competição, será uma ótima oportunidade para os ciclistas explorarem o sertão do Piauí, um paraíso praticamente desconhecido para grande maioria das pessoas", comentou George Rodrigues, presidente da Federação de Ciclismo do Piauí.
. O percurso da competição já está passando pelos últimos detalhes, e a expectativa é que surpreenda os atletas inscritos. A competição realizará a largada na cidade de Picos enfrentando trilhas que apresentarão muitas subidas e descidas técnicas, passando por trechos que levam à floresta de pedra, seguindo por alguns quilômetros em terreno de areia até o Município de Dom Expedito Lopes, e retornando novamente a cidade de Picos.
. Os interessados poderão se inscrever até o dia 21/08 em uma das seguintes categorias:
. O link para realizar a inscrição online é o seguinte:Inscrição - Campeonato Brasileiro de MTB Marathon 2015.

Brasileira fica em sétimo no Giro D'Itália feminino de ciclismo

http://www.bikemagazine.com.br/wp-content/uploads/2015/07/2015-giro-rosa.jpg 
. O ciclismo brasileiro conquistou, neste domingo, um resultado histórico. E não foi nos Jogos Pan-Americanos.
. Competindo por uma equipe italiana Flávia Oliveira terminou no sétimo lugar o tradicional Giro Rosa, como é chamada a versão feminina do Giro D'Itália. Ela ainda faturou o título de montanha, levando para casa a camisa verde.
. Após 10 etapas de uma competição que começou na Eslovênia, Flavinha terminou 7min35s atrás da campeã, a holandesa Anna van der Breggen, quarta do ranking mundial. À frente da brasileira, que compete pela equipe Ale Cipollini, ainda duas norte-americanas, uma sul-africana, uma polonesa e uma francesa.
. Na disputa como melhor da montanha, não teve para ninguém. Flavinha somou 42 pontos, contra 31 de Van der Breggen. Isso apesar de a bicicleta dela ter problemas na última etapa e a brasileira precisar pedalar por cerca de meia hora com a bike de uma companheira mais alta.
. Também competindo pela Ale Cipollini, Uênia Fernandes terminou o Giro no 42.º lugar entre 106 ciclistas que completaram.
. Como estão na Itália, nenhuma das duas vai participar dos Jogos Pan-Americanos – a família Fernandes será representada por Clemilda e Janildes, primas de Uênia.
. O resultado de Flávia, em uma competição do mais alto nível do ciclismo internacional, deve fazer ela subir bastante no ranking mundial. Os pontos dela e de Uênia são fundamentais para que o Brasil, 18.º do ranking de nações, suba até a 13.ª posição e garanta quatro credenciais na Olimpíada. Hoje, teria apenas duas.
-
Fonte: https://www.ultimoinstante.com.br/ultimas-noticias/noticias-esportes/brasileira-fica-em-setimo-no-giro-d39italia-feminino-de-ciclismo/103954/

Tour de France 2015: Ivan Basso descobre que está com câncer durante o Tour

http://www.abola.pt/img/fotos/ABOLA2015/FOTOSDR/ITALIA/ivanbasso.jpg
. Ivan Basso abandonou, nesta segunda-feira (dia de descanso para os atletas), o Tour 2015 por um dos piores motivos possíveis.
. O ciclista italiano da Tinkoff-Saxo, de 37 anos, descobriu que está com câncer nos testículos.
. Basso explicou que já tinha dores desde o início da prova, e que se intensificaram nos últimos dias, e vai agora viajar para Itália para ser operado «o mais rápido possível».
«Fiz exames no hospital e chegou a pior notícia do mundo para mim. Tenho que abandonar o Tour. Lamento não poder ajudar Contador, mas espero vê-lo de amarelo em Paris», disse Ivan Basso.
-
Fonte: http://abola.pt/nnh/ver.aspx?id=559840

Donas da casa são ouro e prata no ciclismo de montanha do Pan 2015 e o Brasil entre os TOP 10

http://www.cp24.com/polopoly_fs/1.2465633.1436722083!/httpImage/image.jpg_gen/derivatives/landscape_620/image.jpg 
# As donas da casa aproveitaram seus 'quintais' em venceram ouro e prata na ciclismo de montanha.
-
. Emily Batty foi a vencedora da prova, com a marca de 1h27min13s; a segunda colocada foi Catherine Pendrel, com o tempo de 1h27min20s. Fechando o pódio ficou a americana Erin Huck.
-
http://news.portalbraganca.com.br/wp-content/uploads/2015/07/mountain-bike-1024x576.jpg
.No mountain bike, as brasileiras não eram favoritas, mas chegaram a Toronto com reais possibilidades de subirem ao pódio mas Raiza Goulão e Isabella Larceda terminam em quinta e sexta respectivamente.
. Raiza, 26.ª do ranking mundial, completou a prova em 1h35min17 e Isabella, que está três posições abaixo no ranking, fechou em 1h35min46, a pouco mais de três minutos da medalhista de bronze.
. Pensando nos Jogos Olímpicos do Rio, o resultado não é ruim. Afinal, com os pontos obtidos em Toronto, o Brasil deve subir da 12.ª colocação do ranking de nações. Para ter duas ciclistas na próxima Olimpíada, o País precisa atingir o oitavo lugar.
. Entre os homens, os resultados também foram abaixo do esperado. O medalhista de prata do Pan de 2007, Rubens Valeriano, não conseguiu repetir o bom desempenho que teve no Rio de Janeiro e acabou na sétima posição ao completar a prova em 1h35min37s. Já Luiz Cocuzzi ficou com a 16ª colocação (1h44min49s).
-

Fonte: http://rederecord.r7.com/pan-toronto-2015/donas-da-casa-sao-ouro-e-prata-no-ciclismo-de-montanha-12072015

Tour de France 2015: 9a. Etapa - BMC ganha contrarrelógio por equipes

http://static.globalnoticias.pt/storage/OJ/2015/big/ng4435804.jpg?type=big
. A norte-americana BMC impôs-se este domingo no contrarrelógio por equipes da nona etapa da Volta a França em bicicleta, mas o segundo lugar da Sky permitiu que Chris Froome mantivesse a camisola amarela.
. Os campeões mundiais de contrarrelógio por equipes cumpriram os 28 quilômetros entre Vannes e Plumelec em 32m15s, sendo um segundo mais rápidos do que a britânica Sky e quatro do que a espanhola Movistar.
. Froome mantem a camisola amarela, tendo dois homens da BMC nos lugares cimeiros da classificação: o norte-americano Tejay Van Garderen é segundo, a 12 segundos, e o belga Greg Van Avermaet é terceiro, a 27.
-
A classificação da 9a. etapa ficou da seguinte forma:
http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/09-results-large.jpg 
-
Classificação Geral após a 9a. Etapa 
GBR  1  FROOME, Christopher (SKY)                           31:34:12
USA  2  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)                     +    12
BEL  3  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)                      +    27
SVK  4  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                        +    38
ESP  5  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)           +  1:03
COL  6  URAN URAN, Rigoberto (ETIXX - QUICK STEP)            +  1:18
ESP  7  VALVERDE BELMONTE, Alejandro (MOVISTAR)              +  1:50
GBR  8  THOMAS, Geraint (SKY)                                +  1:52
COL  9  QUINTANA ROJAS, Nairo Alexander (MOVISTAR)           +  1:59
CZE  10 STYBAR, Zdenek (ETIXX - QUICK STEP)                 
FRA  11 GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                        +  2:01
-

Fonte:  http://www.ojogo.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=4676590

O Ciclismo BMX do Brasil termina o Pan 2015 perto do Pódio

http://news.portalbraganca.com.br/wp-content/uploads/2015/07/BMX-2-1024x576.jpg 
. O ciclismo BMX brasileiro ficou perto de subir ao pódio dos Jogos Pan-americanos Toronto 2015. Nas finais das categorias feminina e masculina, disputadas neste sábado, dia 11 de julho, Priscila Stevaux e Anderson Ezequiel terminaram na quarta colocação. Thaynara Morosini e Renato Rezende foram eliminados nas semifinais.
. Priscila Stevaux conquistou sua vaga na final após fechar sua bateria na semi na quarta colocação, enquanto Thaynara Morosini acabou eliminada ao terminar em sexto na segunda bateria. Na decisão, Priscila acabou em quarto, com 45s556. O ouro foi para a americana Felicia Stancil (41s647), a prata para a equatoriana Domenica Gonzales (41s948) e o bronze para a argentina Mariana Diaz (50s145).
. No masculino, o dia começou com a disputa das quartas de final. Renato Rezende e Anderson Ezequiel se sairam bem e conquistaram a primeira e a segunda colocação em suas respectivas baterias. Na disputa por vaga na final, porém, apenas Anderson conseguiu avançar, com o segundo lugar na bateria 2. Já Renato não conseguiu repetir o bom desempenho das quartas e terminou em sexto na bateria 1, sendo eliminado do Pan.
. Na briga por medalha, Anderson Ezequiel acabou em quarto, com o tempo de 37s299, apenas dois segundos atrás do medalhista de bronze Nicholas Long, dos Estados Unidos (37s046). A prata foi para o equatoriano Alfredo Vintimilla (36s501) e o ouro ficou com o canadense Tory Nyhaug (36s208).
-
Fonte: http://news.portalbraganca.com.br/esporte/jogos-pan-americanos-de-toronto-2015-o-ciclismo-bmx-do-brasil-termina-o-pan-2015-perto-do-podio.html

Tour de France 2015 - 7a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 7a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

Livarot á Fougéres - 190.5 km

Tour de France 2015: 6a. Etapa: Zdenek Stybar ganha, Tony Martin cai e Froome assume a camisa amarela

http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/06-322-PIC546576517-640.jpg
. O ciclista checo Zdenek Stybar (Etixx-Quickstep) venceu hoje isolado a sexta etapa do Tour de France, depois de uma queda que envolveu o camisa amarela Tony Martin (Etixx-Quickstep) anulando totalmente o ‘sprint’ final.
. Stybar cumpriu os 191,5 quilômetros entre Abbeville e Le Havre em 4h53m46s, dois segundos antes do eslovaco Peter Sagan (Tinkoff-Saxo) e do francês Bryan Coquard (Europcar).

http://www.maisfutebol.iol.pt/multimedia/oratvi/multimedia/imagem/id/559ec14c0cf270c6d470103b/600.jpg. Apesar de ter caído juntamente com Vincenzo Nibali (Astana) e Nairo Quintana (Movistar), o alemão Tony Martin (Etixx-Quickstep), que cortou a meta com o braço imobilizado, continua de amarelo, com 12 segundos de vantagem sobre o britânico Chris Froome (Sky) e 25 sobre o norte-americano Tejay Van Garderen (BMC).
-
. Tony Martin foi entretanto submetido a uma radiografia que confirmou uma fratura na clavícula.
. Mais tarde, o diretor desportivo da Etixx-Quickstep, Patrick Lefevere, confirmou a desistência de Tony Martin.
. O ciclista alemão, campeão mundial de contrarrelógio, é o segundo camisa amarela a desistir do Tour, depois de Fabian Cancellara no início da semana.
. O britânico Chris Froome, vencedor da prova em 2013, é o novo líder.

-
Classificação da 6a. Etapa
CZE  1  STYBAR, Zdenek (ETIXX - QUICK STEP)                    4:53:46
SVK  2  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                          
FRA  3  COQUARD, Bryan (EUROPCAR)                              
GER  4  DEGENKOLB, John (GIANT - ALPECIN)                      
BEL  5  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)                        
FRA  6  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                          
NOR  7  BOASSON HAGEN, Edvald (MTN - QHUBEKA)                  
ITA  8  CIMOLAI, Davide (LAMPRE - MERIDA)                      
FRA  9  SIMON, Julien (COFIDIS, SOLUTIONS CREDITS)             
ESP  10 IZAGUIRRE INSAUSTI, Gorka (MOVISTAR) 
-
Classificação geral após a 6a. Etapa
GER  1  MARTIN, Tony (ETIXX - QUICK STEP)            22:13:14
GBR  2  FROOME, Christopher (SKY)                      +   12
USA  3  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)               +   25
SVK  4  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                  +   27
FRA  5  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                  +   38
BEL  6  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)                +   40
COL  7  URAN URAN, Rigoberto (ETIXX - QUICK STEP)      +   46
ESP  8  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)     +   48
CZE  9  STYBAR, Zdenek (ETIXX - QUICK STEP)            + 1:04
GBR  10 THOMAS, Geraint (SKY)                          + 1:15
-
Veja o final da etapa e a queda de Martin


Bicampeã se anima com experiência inédita em “prova clássica”

http://www.gazetaesportiva.net/upload/imagem/2015/07/09/g_156971_camila-vibrou-muito-com-o-seu-segundo-titulo-da-9-de-julho-a-paranaense-ja-havia-vencido-em-2008.jpeg
. Camila Coelho Ferreira não conteve a alegria ao cruzar a linha de chegada da 69ª edição da Prova 9 de Julho à frente de suas concorrentes, após uma disputa acirrada nos últimos metros. A ciclista da equipe Memorial, de Santos, ergueu os dois braços, deu um berro com a cabeça erguida e continuou a festejar com mais algumas pedaladas. A vitória desta quinta-feira foi a sua segunda na tradicional competição paulistana, mas a primeira conquistada nas ruas da cidade.
“A 9 de Julho é uma prova clássica, de que gosto muito. Já havia ganhado em 2008, mas foi em um circuito fechado na época. Nunca tinha corrido nas ruas de São Paulo. Foi um trajeto bem legal mesmo, diferente para mim. Gostei bastante”, comemorou Camila, muito sorridente e interpelada com frequência para receber cumprimentos de suas adversárias. 

. Quando todas ainda pedalavam, no entanto, a amizade ficou de lado. “Essa prova é plana e tem um nível muito alto. As melhores do Brasil estavam aqui. A Ana Paula Polegatch, que é da minha equipe, representará o País nos Jogos Pan-americanos de Toronto”, argumentou Camila. “Por tudo isso, já esperava que fosse ser difícil, decidido no sprint, com bastantes ataques. Aí, fui me enfiando do jeito que dava para conseguir uma boa posição. Acabei saindo com a vitória”, sorriu, após os seus 44min31s028 de prova.
. O título não chegou a surpreender Camila. Natural da cidade paranaense de Pitanga, ela vive em Taubaté e é treinada pelo marido, o também ciclista Alex Arseno. Ambos se conheceram em uma extinta rede social da internet e trabalharam duro nos últimos dias para fazer uma boa 9 de Julho.


“O Alex me conhece muito bem, né? Então, os treinos encaixaram legal. Sou privilegiada por tê-lo ao meu lado. A preparação me deixou confiante para vir até aqui e conseguir esse resultado. Além disso, a minha equipe é unida e me ajudou muito. Não me desgastei tanto por isso”, agradeceu a bicampeã.
Camila agora já pensa na próxima edição da Prova 9 de Julho, em que buscará o tricampeonato.

 http://www.gazetaesportiva.net/upload/imagem/2015/07/09/g_156972_a-bicampea-foi-se-enfiando-do-jeito-que-dava-para-superar-concorrentes-e-subir-no-topo-do-podio.jpeg

“Sempre que tiver, virei correr. É uma prova muito tradicional. Vou me preparar para defender o meu título no ano que vem”, avisou.
-
Fonte:  http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2015/07/ciclismo/bicampea-se-anima-com-experiencia-inedita-em-prova-classica.html

Prova Ciclística 9 de Julho é atração da quinta-feira

http://www.gazetaesportiva.net/upload/imagem/2015/07/08/g_156890_prova-ciclistica-9-de-julho-foi-criada-em-1933-e-volta-as-ruas-de-sao-paulo.jpeg 
. Nesta quinta-feira, o dia 9 de julho marca a volta uma das mais tradicionais competições do calendário do ciclismo nacional. Trata-se da Prova Ciclística 9 de Julho, em sua 69ª edição, percorrendo novamente, após seis anos, as ruas e avenidas da capital paulista.
. A largada ocorreu as 7h45 (de Brasília), na Avenida Lineu de Paula Machado, em frente ao Jockey Club, no Morumbi, local também da chegada, reunindo cerca de 400 atletas e alguns dos melhores do país, no masculino e feminino. O evento vale pontos para o ranking nacional, nas categorias elite e sub-23, e faz parte das comemorações da Revolução Constitucionalista de 1932.
. Os participantes encontram o desafio de um circuito com duas voltas, sendo a primeira de 28,3 km e a segunda de 25,3 km, ambos bastante técnicos e competitivos. A elite masculina dará duas voltas (53,6km), ficando os demais competidores com apenas uma volta a ser cumprida, de 28,3 km. O percurso é conhecido, pois é utilizado também na Maratona Internacional de São Paulo, passando pela Cidade Universitária, Ponte Cidade Jardim, Avenida Juscelino Kubitschek, Avenida República do Líbano, Avenida Pedro Álvares Cabral, entre outras.
. Entre as equipes inscritas estiveram forças do ciclismo brasileiro como Clube Dataro, Equipe UFF, Green/Piracicaba, Associação Radical, Carrefour Funvic Soul, Equipe de Taubaté, São Francisco Saúde/Ribeirão Preto, ACC/ SEL- Cordeirópolis, Associação Jundiaí, Associação Atlética Desportiva, ADF Guarulhos, AD Indaiatuba, Clube Maringaense, Osasco, Memorial/Santos, Clube Fernandes e Velo/Seme, entre outras que farão o show de técnica e garra no dia 9.
-
Fonte:  http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2015/07/ciclismo/prova-ciclistica-9-de-julho-e-atracao-da-quintafeira.html

Tour de France 2015: 5a. Etapa - André Greipel vence pela segunda vez e Martin mantém camisa amarela


http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/05-318-PIC546343569-640.jpg 
. Pela segunda vez nesta edição da Volta da França, o alemão André Greipel venceu uma etapa. Nesta quarta-feira, eleconquistou o quinto estágio da competição, entre as cidades de Arras e Amiens, novamente levando a melhor sobre seus concorrentes no sprint final.
. Greipel concluiu os 189.5km de competição desta quarta-feira com o tempo de 4h39min, o mesmo dos 65 primeiros colocados que compunham o pelotão. Assim como na segunda etapa, o alemão da Lotto-Soudal mostrou eficiência no sprint para cruzar a linha de chegada em primeiro. A segunda colocação em Amiens ficou com o eslovaco Peter Sagan, com Mark Cavendish em terceiro.
. Com o resultado da quinta etapa, a liderança da Volta da França continua nas mãos do alemão Tony Martin. Ele soma 17h19min26s após cinco etapas, com 12s de vantagem para o britânico Christopher Froome. A terceira posição é do norte-americano, 25s atrás do dono da camisa amarela. Peter Sagan é o quarto com 33s de desvantagem.
-

Resulktado da 5a. Etapa
GER  1  GREIPEL, André (LOTTO SOUDAL)                  4:39:00
SVK  2  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                  
GBR  3  CAVENDISH, Mark (ETIXX - QUICK STEP)           
NOR  4  KRISTOFF, Alexander (KATUSHA)                  
NOR  5  BOASSON HAGEN, Edvald (MTN - QHUBEKA)          
GER  6  DEGENKOLB, John (GIANT - ALPECIN)              
FRA  7  DEMARE, Arnaud (FDJ)                           
FRA  8  COQUARD, Bryan (EUROPCAR)                      
ITA  9  CIMOLAI, Davide (LAMPRE - MERIDA)              
BEL  10 VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING) 
-
Classificação Geral após a 5a. Etapa
GER  1  MARTIN, Tony (ETIXX - QUICK STEP)            17:19:26
GBR  2  FROOME, Christopher (SKY)                      +   12
USA  3  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)               +   25
SVK  4  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                  +   33
FRA  5  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                  +   38
BEL  6  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)                +   40
COL  7  URAN URAN, Rigoberto (ETIXX - QUICK STEP)      +   46
ESP  8  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)     +   48
GBR  9  THOMAS, Geraint (SKY)                          + 1:15 
-
Fonte: http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2015/07/ciclismo/alemao-vence-pela-segunda-vez-e-martin-mantem-camisa-amarela.html

Tour de France 2015 - 6a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 6a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

Abbeville á La Havre - 191.5 km

Tour de France 2015 - 5a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 5a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso:

Arras Communauté Urbaine á Amiens Métropole - 189.5 km

Vem ai o 1o. DOWNHILL URBANO DE JAGUARIAÍVA




Aeee bikers do Paraná, e de todo o Brasil!

. Pela primeira vez na nossa região, nos dias 26 e 27 de setembro, acontecerá na cidade de Jaguariaíva, a etapa única do DOWNHILL URBANO de JAGUARIAÍVA.
. Serão 777 metros de pura adrenalina ladeira abaixo, pois além do percurso ser bem inclinado e com os mais variados obstáculos, os atletas terão que transpor duas escadarias de grande porte...
Venha participar conosco! Radicalize!!!

Mais informações:
https://www.facebook.com/events/619841308152679/permalink/619841981485945/

Veja como será o percurso através deste Passeio Virtual.

Campeonato Mexicano de Downhill - Brasileiro se destaca!!

http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4931001f.jpg. Em qualquer parte do mundo tem brasileiro pedalando por prazer ou competindo. Seja desconhecidos por uns ou "famosos" para outros, o site Pedal.com.br sempre gostou de falar deles quando temos oportunidades ou descobrimos algo sobre os mesmos nos respectivos locais.
. O paulista Adil Filoso, um grande amigo e parceiro do site Pedal.com.br foi morar no México devido a uma transferência de trabalho. Fundador do Projeto 29 Brasil, ele deixa saudades nas trilhas de São Roque, sua terra natal. A galera gostava de vê-lo em ação e ler seus "posts" relacionados ao mundo das rodas gigantes no seu site.
. Agora em terras mexicanas, ele vem fazendo o mesmo que fazia aqui no Brasil: quando tem tempo. Pois a sua atenção está mais voltada para seu filho, Rafael Filoso. A jovem promessa do mountain biking vem se destacando no cenário local nas provas de downhill.
. E como se não bastasse, Rafa conquistou de maneira brilhante o bronze no difícil Campeonato Nacional Mexicano de Downhill, disputado na cidade de Cuernavaca.
. Com apenas 15 anos de idade, ele triunfou no duelo contra pilotos experientes que, inclusive foram pódio na última edição do Panamericano de MTB. Mesmo sem equipamentos profissionais, Rafa mostrou que vai dar trabalho nas próximas provas.
-
Relato de Rafael Filoso

http://www.pedal.com.br/fotos/noticias/4931002f.jpg
"Apoiado por meus últimos resultados, no momento tenho como principal objetivo conseguir um patrocínio que me permita estar em igualdade em termos de equipamentos com meus adversários diretos", declara o atleta que descobriu o DH na cidade paulista de São Roque, onde era treinado pelo também famoso piloto Djone Fornari.
-
Rafael Filoso vem trabalhando forte fisicamente, faz cross fit e yoga, planejando muito em breve representar o Brasil em algumas provas nos Estados Unidos.
-
Fonte: http://www.pedal.com.br/campeonato-mexicano-de-downhill-brasileiro-se-destaca_texto9388.html

Tour de France 2015: 4a Etapa - Tony Martin coroado no inferno do «pavé»

https://keyassets.timeincuk.net/inspirewp/live/wp-content/uploads/sites/2/2015/07/WATSON_00004272-002.jpg 
. O Tour desceu ao inferno e poucos sobreviveram. Sete setores de pavé (empedrado) - 13,5 quilômetros no total - provocaram uma agitação inacreditável no pelotão, criando grandes diferenças entre os mais fortes e os restantes.
. Os principais favoritos na classificação geral deram uma boa resposta, com Vincenzo Nibali (Astana) impressionante em algumas fases, mas no final a vitória foi para o alemão Tony Martin, da Ettix-Quick Step.
. Martin estava só a um segundo de Chris Froome (Sky) e passa a ser, assim, o novo camisa amarela do Tour de France.
. A quarta etapa juntou Seraing a Cambrai (223,5 kms) e foi verdadeiramente espetacular. No último setor de pavé, Tony Martin atacou e fez sozinho os últimos dez quilômetros, deixando para trás o primeiro e exclusivo grupo (35 ciclistas) de perseguidores.
-

Classificação da 4a. Etapa (Seraing-Cambrai, 223,5 kms): 
GER  1  MARTIN, Tony (ETIXX - QUICK STEP)                  5:28:58
GER  2  DEGENKOLB, John (GIANT - ALPECIN)                     +  3
SVK  3  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                      
BEL  4  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)                    
NOR  5  BOASSON HAGEN, Edvald (MTN - QHUBEKA)              
FRA  6  BOUHANNI, Nacer (COFIDIS, SOLUTIONS CREDITS)       
ITA  7  GUARNIERI, Jacopo (KATUSHA)                        
FRA  8  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                      
CZE  9  STYBAR, Zdenek (ETIXX - QUICK STEP)                
FRA  10 COQUARD, Bryan (EUROPCAR) 
-
Classificação Geral após a 4a. Etapa
GER  1  MARTIN, Tony (ETIXX - QUICK STEP)            12:40:26
GBR  2  FROOME, Christopher (SKY)                      +   12
USA  3  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)               +   25
FRA  4  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                  +   38
SVK  5  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                  +   39
BEL  6  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)                +   40
COL  7  URAN URAN, Rigoberto (ETIXX - QUICK STEP)      +   46
ESP  8  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)     +   48
GBR  9  THOMAS, Geraint (SKY)                          + 1:15
CZE  10 STYBAR, Zdenek (ETIXX - QUICK STEP)            + 1:16 
-
Fonte: http://www.maisfutebol.iol.pt/ciclismo/07-07-2015/tour-tony-martin-coroado-no-inferno-do-pave

Marcelo Cândido conquista bicampeonato mineiro de Cross Country‏

http://surgiu.com.br/imagem/noticias/t8/204258/439ee5887844b9edafdc2cb0792a3111.jpg. O fim de semana do Shimano Sports Team foi de comemoração por bons resultados e mais um título. O ciclista Marcelo Cândido (LM/Shimano) repetiu o feito de 2014 e conquistou o bicampeonato mineiro de Cross Country. Neste domingo (5), Marcelo venceu a última etapa da competição, disputada em Santana dos Montes, superando adversários como Rubinho Valeriano, ciclista número 2 do mountain bike brasileiro e segundo colocado na prova.
"Fiquei supersatisfeito, porque a prova foi muito disputada. Eu e o Rubinho revezamos na liderança durante o circuito inteiro, consegui abrir um pouco apenas na última subida, quando mantive um ritmo mais forte. Esse título aumenta minha confiança para o Campeonato Brasileiro de Cross Country [em Petrópolis, no próximo dia 19], quero brigar para ficar entre os três primeiros lá", celebrou Marcelo.
. O ciclista da Equipe LM/Shimano utilizou pela primeira vez em uma competição oficial o grupo eletrônico para mountain bike da Shimano, o XTR Di2. Com o sistema eletrônico, as trocas de marchas ficam mais rápidas e precisas em qualquer condição de terreno, possibilitando ao ciclista utilizar apenas um trocador no guidão para fazer as mudanças traseiras e dianteiras, o que o torna mais eficiente e potente.
. Também na última etapa do Campeonato Mineiro, Bruno Martins (Caloi Elite Team) venceu na sub-23 e ficou na terceira colocação geral, atrás de Marcelo e Rubinho. Assim como Marcelo, Bruno agora passa a ter o Brasileiro como principal objetivo.
-
Fonte: http://esporte.surgiu.com.br/noticia/204258/marcelo-candido-conquista-bicampeonato-mineiro-de-cross-country.html

Tour de France 2015 - Fabian Cancellara abandona depois da queda na 3a Etapa

http://cdn.record.xl.pt/storage/2015_7/ngC331733F-052E-4529-8DF4-8C5868908ED4.jpg?type=big
. Fabian Cancellara abandona hoje esta edição do Tour, depois de fraturar duas costelas na sequência da grande queda que marcou a 3.ª etapa e que arrastou dezenas de ciclistas, num cenário de caos que obrigou até mesmo à neutralização da etapa.
. Cancellara ainda suportou as dores das costelas quebradas pelos 60km restantes da 3a. etapa...
. Ontem ao final da etapa já havia-se confirmado a desistência dos holandeses Tom Dumoulin (Giant-Alpecin), do francês William Bonnet (FDJ) e do australiano Simon Gerrans (Orica-GreenEdge).
-
Fonte: http://www.record.xl.pt/Modalidades/Ciclismo/Tour/2015/interior.aspx?content_id=960436

Copa Norte/Nordeste de ciclismo de estrada será em Teresina

http://s2.glbimg.com/CSSe7isa1SivzIurKRAEyh0fmMs=/620x349/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2013/08/28/ciclismo_2.jpg 
. Agora é oficial. A Confederação Brasileira de Ciclismo - CBC confirmou que o Piauí será a sede da Copa Norte/Nordeste de Ciclismo de Estrada, nos dias 21, 22 e 23 de agosto, na capital Teresina. As seleções dos 16 estados das duas regiões são esperadas para grandes disputas nos três tipos de provas: Contra-Relógio, Resistência e Circuito. O evento seria realizado em São Luís, Maranhão, que, por motivos superiores, desistiu de realizar o evento. A Federação de Ciclismo do Piauí – FCP candidatou-se à vaga, junto com outras federações e o Piauí venceu a votação, por unanimidade, nesta semana.
. Para o presidente da FCP, George Rodrigues, a confiança dos demais estados e da CBC reafirma o prestígios que o Piauí possui em realizar grandes eventos, com total estrutura e segurança. A FCP assinou um termo de responsabilidade, pelo qual se compromete em realizar o evento e terá pela frente um caderno de encargos para cumprir, perante a CBC. Inclusive, os comissários de prova serão todos nomeados pela FCP.
. Essa é mais uma competição regional e oficial da CBC que acontecerá no Piauí. A Copa Nordeste de Ciclismo de Estrada também foi realizada aqui em Teresina por dois anos, 2013 e 2014. Também já sediou a Copa Norte e Nordeste de MTB em 2012, a Copa Nordeste de MTB, em 2013, a Copa Norte/Nordeste de MTB, em 2014 e em novembro Teresina também será palco da Copa Nordeste de MTB.
. Além de todos esses grandes eventos, nos dias 29 e 30 de agosto deste ano, a cidade de Picos, ao Sul do Estado, realizará o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Maratona, com a presença das maiores feras do MTB brasileiro brigando pelos títulos de melhores bikers do país.
-
Parabéns à FCP e a todos que contribuem para o ciclismo piauiense. Estaremos de portas abertas para receber todas as federações do Norte e Nordeste para mais uma grande reverência do ciclismo.
-
Fonte: http://www.meionorte.com/esportes/copa-norte-nordeste-de-ciclismo-de-estrada-sera-em-teresina-274346

Tour de France 2015 - 4a. Etapa - Transmissão ao Vivo.



 
Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 4a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso: De Seraing a Cambrai - 223.5 km

Tour de France 2015: 3a Etapa: Rodríguez vence, Froome veste camisa amarela

http://www.steephill.tv/2015/tour-de-france/03-PIC545521841-640.jpg 
. O espanhol Joaquim Rodríguez (Katusha) venceu esta segunda-feira a terceira etapa do Tour de France, marcada por uma queda numerosa que gerou uma neutralização parcial da etapa, e Chris Froome (Sky) é o novo camisa amarela.

. ‘Purito’ foi o mais forte no muro de Huy, ponto final dos 159,5 quilômetros desde Antuérpia, impondo-se com o tempo de 03h26m54s, à frente de Chris Froome (Sky), com o mesmo tempo, e Alexis Vuillermoz (AG2R), terceiro a quatro segundos.

. O vencedor do Tour2013 se beneficiou da queda do suíço Fabian Cancellara (Trek) para subir à primeira posição da geral, com um segundo de vantagem sobre o alemão Tony Martin (Etixx-Quickstep) e 13 sobre o norte-americano Tejay Van Garderen (BMC).
-
Resultado final da 3a. Etapa
ESP  1  RODRIGUEZ OLIVER, Joaquin (KATUSHA)                      3:26:54
GBR  2  FROOME, Christopher (SKY)                                
FRA  3  VUILLERMOZ, Alexis (AG2R LA MONDIALE)                     +    4
IRL  4  MARTIN, Daniel (CANNONDALE - GARMIN)                      +    5
FRA  5  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                             +    8
USA  6  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)                          +   11
ITA  7  NIBALI, Vincenzo (ASTANA)                                
GBR  8  YATES, Simon (ORICA GreenEDGE)                           
COL  9  QUINTANA ROJAS, Nairo Alexander (MOVISTAR)               
NED  10 MOLLEMA, Bauke (TREK FACTORY RACING)                     
-
Classificação Geral após a 3a Etapa
GBR  1  FROOME, Christopher (SKY)                    7:11:37
GER  2  MARTIN, Tony (ETIXX - QUICK STEP)             +    1
USA  3  VAN GARDEREN, Tejay (BMC RACING)              +   13
FRA  4  GALLOPIN, Tony (LOTTO SOUDAL)                 +   26
BEL  5  VAN AVERMAET, Greg (BMC RACING)               +   28
SVK  6  SAGAN, Peter (TINKOFF - SAXO)                 +   31
COL  7  URAN URAN, Rigoberto (ETIXX - QUICK STEP)     +   34
ESP  8  CONTADOR VELASCO, Alberto (TINKOFF - SAXO)    +   36
GBR  9  THOMAS, Geraint (SKY)                         + 1:03
CZE  10 STYBAR, Zdenek (ETIXX - QUICK STEP)           + 1:04
-
Fonte: http://desporto.sapo.pt/ciclismo/artigo/2015/07/06/rodriguez-vence-terceira-etapa-froome-veste-camisola-amarela

Tour de France 2015: 3a Etapa - Etapa teve parte do percurso neutralizada após violenta queda que afetou vários ciclistas

. A terceira etapa do Tour de France desta segunda-feira teve uma  neutralização após uma violenta queda coletiva, que afetou, entre outros, o campeão português Rui Costa (Lampre-Merida) e o suíço Fabian Cancellara (Trek), o atual camisa amarela.

. A direção do Tour decidiu parar a corrida ao quilômetro 107, antes do início da subida para o Alto de Bohisseau, a primeira subida do dia.

. Quando faltavam pouco mais de 50 quilômetros da etapa, que liga Antuérpia a Huy, na Bélgica, a queda de um corredor que seguia praticamente na frente do pelotão levou a queda de cerca de duas dezenas de corredores.

. O incidente já levou à desistência dos holandeses Tom Dumoulin (Giant-Alpecin), do francês William Bonnet (FDJ) e do australiano Simon Gerrans (Orica-GreenEdge).
-
Veja como foi a queda que levou a neutralização de parte do percurso da etapa.

-
Fonte: http://desporto.sapo.pt/ciclismo/artigo/2015/07/06/etapa-parada-apos-violenta-queda-que-afetou-rui-costa

GP Murilo Fischer tem frio e muita velocidade na Grande Florianópolis

# Competição percorreu 60 quilômetros entre São José, São Pedro de Alcântara e Santo Amaro da Imperatriz.
GP Murilo Fischer tem frio e muita velocidade na Grande Florianópolis Erich Casagrande/Agêcnia RBS
. Eram 7h deste domingo quando cerca de 200 ciclistas se reuniam no estacionamento do Continente Park Shopping, em São José. O vapor que saia da boca quando alguém respirava ou falava denunciava o frio de 9ºC. O ar gelado vencia a disputa com o calor do sol, ainda tímido atrás da névoa no horizonte. Mas os ciclistas não tinham tempo para sentir frio, era o momento dos últimos preparativos antes da largada do 3º GP Murilo Fischer, pontualmente às 7h30min. Bikes das mais diversas cores saíram para tomar conta da SC-407, no percurso de até 60 quilômetros entre os morros da Grande Florianópolis.
. O orvalho da noite ainda estava sobre as folhas das plantas quando os ciclistas passaram velozes, em alguns trechos até 70 km/h, pelas curvas e retas da SC-407 e depois da Rua 22, que vai de São Pedro de Alcântara até Santo Amaro da Imperatriz. A paisagem alternava entre as vilas com casa simples e um certo bucolismo. Os espaços mais abertos davam para campos cercados de morros com algum gado pastando sobre a relva, ou um cavalo ensaiando um trote. Da varanda, alguns morados observavam o movimento e a névoa que aos poucos se dissipava.
. Na pista, o som das rodas dos ciclistas zunia e era rompido pelo ruído das trocas de marchas que antecediam as subidas mais íngremes. Ao todo a prova contou com 900 metros de subida acumulada. Mas na hora descer era apenas alinhar o corpo e a bike para contornar as curvas e sentir o vento soprando rente ao ouvido. Conforme a prova avançava, outro som se tornava mais comum: o da respiração ofegante e angustiante pela busca de força para pedalar. As subidas mias íngremes se tornavam cruéis depois de 45 quilômetros.
. Murilo Fischer, que deve representar Santa Catarina nas Olímpiadas de 2016 e atualmente mora na Itália onde disputa provas internacionais, foi coadjuvante durante a prova que leva seu nome. Fisher andou no ritmo dos pelotões mais lentos e se dedicou mais a organização do evento.
— Eu curti a prova é claro. Mas a prova é feita para quem gosta de pedalar. E o frio até que é gostoso, quem pedala está acostumado a sair cedo de casa — disse Fisher.
Ao final da prova, novamente no estacionamento onde ocorreu a largada, a integração era grande entre os amigos do ciclismo. Cada um comentando um momento da prova enquanto comia uma fruta e descansavam. Sem rivalidades, mas com brincadeiras sobre os momentos de ultrapassagens. Entre eles, Luiz Piñeyrua, uruguaio de 71 anos que mora em Tubarão.
— Ciclismo é eu poder fazer o que gosta com a idade que eu tenho. Toda a vida correndo de bicicleta, só na experiência, eu já pedalo sozinho — disse Piñeyrua.
Confira os vencedores
Mountain bike 30km — masculinoLuiz Fernado Gouvea Teixeira — 57'28
Adolf Knolseise — 57'30
John Albert Schlegel — 57'31
Alexandre Carlos Elias — 57'34
Edi Wilson Pires Viana — 57'35

Mountain bike 30km — femininoFernanda Ventura — 01:06'18
Maria Aparecida de Amorim Casas — 01:06'31
Regiane Capalbo — 01:23'25
Thaisa Tavares Medeiros — 01:26'25
Atamar Cristina Silveira de Oliveira — 01:28'39
Ciclismo 30km — masculinoJuliano Boeira — 53'25
Lucas Luiz de Souza — 53'30
Rogério Américo — 54'02
André Venturi Pereira — 55'46
Gabriel C. Boehme — 56'11

Ciclismo 30km — femininoMarluci bruno — 01:01'25
Cristianne Maroso dos Santos — 01:03'24
Lenise dos Nascimento — 01:05'06
Taynara Boneti — 01:11'11
Lidiane Vargas — 01:11'42

Ciclismo 45km — masculinoSamuel Niels — 01:21'07
Giovano de Bona — 01:21'29
Claudiomir Dias — 01:21'33
Bruno Hort — 01:23'53
Thiago Cardoso — 01:23'54

Ciclismo 45km — femininoCaroline Rodrigues Pereira — 01:44'01
Cinthia Andreia Mafra — 01:49'57
Karoline de Campos — 01:54'09
Elizandra Campos Turnes — 01:55'10

Ciclismo 60km — masculinoSergio José Reis — 01:38'39
Gabriel Machado da Silva — 01:38'45
Aquila Roux — 01:39'15
Felipe dos Passos — 01:40'06
Nelson Corrêa Junior — 01:40'09

Ciclismo 60km — feminino
A
na Lidia Borba — 02:01'52
Ligia Milanez — 02:04'08
Mariana Marli Pereira — 02:04'26
Louise Kovaleski — 02:04'51
Lisandra Andrade — 02:33'36
-
Fonte: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/esportes/noticia/2015/07/gp-murilo-fischer-tem-frio-e-muita-velocidade-na-grande-florianopolis-4795520.html

Tour de France 2015 - 3a. Etapa - Transmissão ao Vivo.


Bom dia a todos,

Já estamos ao vivo com o streaming da 3a etapa do TOUR DE FRANCE 2015

Percurso: Anvers à Huy 159km