Clique aqui e faça sua inscrição para o Desafio. Clique aqui para mais informações sobre o pedal. Clique aqui para ver a lista de inscritos.
NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

A bicicleta e a educação de trânsito...

--_O tétrico acidente da avenida Paulista, onde o carro arrancou o braço do ciclista (e o motorista, alcoolizado, fugiu e jogou o membro num riacho) tem ocupado boa parte do noticiário dos últimos dias. O relato volta hoje, 22, com a notícia da libertação do jovem, beneficiado por um habeas-corpus, depois de passar 11 dias na prisão. Divide espaço com a notícia da jovem de 25 anos que se feriu ao cortar a frente de um ônibus, com sua bicicleta, na avenida Rebouças. Esses e outros fatos envolvendo ciclistas – 52 deles morreram em acidentes durante o ano passado nas ruas de São Paulo – levaram o prefeito Fernando Haddad a interessar-se pelo problema. Reunido com cicloativistas, ele ouviu reivindicações e prometeu verbas para construção de ciclovias e ciclofaixas, além de um plano de comunicação para promover a segurança de ciclistas.
--_A bicicleta é um antigo e interessante meio de locomoção. Mas, para poder conviver com os outros entes do trânsito urbano, precisa estar inserida num contexto onde seu condutor reconheça e obedeça regras para, com isso, poder exercitar seus direitos e deveres. Não basta alguém que viajou à Ásia ou Europa e lá viu ciclistas trafegando em meio aos carros, vir aqui, pintar faixas ou colocar cones nas ruas e dizer que aquilo é uma ciclovia. É necessário que tanto ciclistas quanto motoristas sejam conscientizados de que a rua é um espaço público e que nele terão de conviver, respeitando-se mutuamente. Há que se definir áreas para o ciclismo de transporte e o esportivo e, também, que utilizar todos os recursos técnicos e de comunicação para evitar acidentes.
--_Tanto na capital paulista quanto em outras capitais e cidades brasileiras grandes e médias, é comum encontrarmos pelas ruas o ciclista inconsciente, que trafega sobre as calçadas, passa no sinal vermelho, circula na contramão e ainda diz que faz isso porque, no contrafluxo, vê melhor os veículos pois estes vêm em sua direção. Também é frequente o motorista chegar a um cruzamento, olhar para o lado de onde vem o trânsito e, ao avançar, ter a sua frente atravessada por um ciclista vindo da contramão. É preciso dizer a esses usuários da carinhosa “magrela” que, num acidente, os mais vulneráveis são eles.
--_Não podemos ignorar que, desde a implantação da indústria automobilística, o sonho de todas as pessoas é ter um carro. Durante as últimas cinco décadas, as cidades brasileiras foram pensadas exclusivamente para o veiculo automotor. As bicicletas, que tanto serviram aos nossos avós, foram alijadas do processo e só utilizadas na periferia, por gente muito pobre. Exceção àqueles que as têm para o esporte e o lazer. Agora, para reintroduzí-las como opção de transporte, é preciso uma ampla e cuidadosa operação. O grande ponto de interrogação, sem qualquer dúvida, está na educação do ciclista, do motorista e, até, do pedestre. Sem isso, nada feito...
-
(Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves, dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo))
-
Fonte: DIARIO DA MANHÃ
Link Origem: http://dm.com.br/texto/103050-a-bicicleta-e-a-educaaao-de-transito

Ultramaratona - Desafio dos rochas vai movimentar Santa Catarina... Quem vai encarar???

--_Acordar cedo, juntar a turma, carregar as bikes no carro e partir para o reconhecimento da pista. Esta foi a proposta de 100 atletas, profissionais e amadores, que participaram do Treino de Reconhecimento do Circuito Amador do Desafio dos Rochas.
--_A ultramaratona de mountain bike, agendada para os dias 13 e 14 de abril, está movimentando o mundo dos apaixonados por MTB. Com mais de 200 inscritos, entre eles nomes de peso como Márcio May e Ricardo Pscheidt, o Desafio dos Rochas promete surpreender os participantes, em Pomerode - Santa Catarina.
--_E você, sabe como funciona uma ultramaratona de mountain bike? O idealizador do projeto, José Carlos Rocha, conta em entrevista pingue pongue, todos os detalhes do Desafio dos Rochas:  

A paixão pela bicicleta vem de berço, certo?
José Carlos Rocha - Sim, como fala minha mãe eu e meu irmão gêmeo Luís nascemos no meio da oficina de bicicletas sempre cheios de graxa. Aos 13 anos começamos a pedalar buscando uma carreira no ciclismo. Aos 16 anos de idade realizamos o sonho de sermos campeões catarinenses e dali em diante a paixão só aumentou.
E como é pedalar em família?
Rocha - Uma sensação inexplicável, contar com a participação dos irmãos em cada pedal, discutir assuntos e novos lugares onde queremos chegar, destinos do próximo pedal e o melhor reunir a família e amigos para curtir aquelas fotos tiradas em cada pedal e dar aquelas boas risadas, coisas que não tem preço!
Quando surgiu a proposta para o Desafio dos Rochas?
Rocha - O Desafio dos Rochas surgiu após muitas conversas e trocas de ideias, a insistência de alguns amigos para que surgisse uma prova que recuperasse a força do Mountain Bike catarinense e que mostrasse a todos as mais bonitas paisagens de Pomerode, cidade natal da família Rocha. Porém o nome dado “Desafio” não foi por acaso, todos os atletas que largarem, sendo ele amador ou pró, ao cruzarem a linha de chegada terão a sensação de conquista, superação, alegria e satisfação este é o nosso objetivo, realizar uma grande festa para todos aqueles que estiverem presentes.
A ideia é explorar Pomerode de ângulos bem diferentes? Como foi definir o trajeto de cada circuito?
Rocha - Sim, neste pedal exploratório levamos todos a conhecerem Pomerode de lugares que muitos moradores da própria cidade não chegaram a conhecer. Para o circuito pró a elaboração foi mais detalhada e contamos com a língua alemã para chegar com mais facilidade aos moradores, conseguirmos autorizações de passagem e descobrirmos novas trilhas e regiões. Temos lugares que nem nos conhecíamos, toda família estava empenhada em buscar novos lugares e imagens de tirar o fôlego, tivemos ajuda de vários amigos também que nos passaram dicas e foram atrás de novos lugares.
Mas o que é uma ultramaratona de mountain bike?
Rocha - A ultramaratona de Mountain bike é uma prova que consistem em longas distâncias, ou seja, o Mountain Bike, ou bicicleta de montanha, é um tipo de bicicleta utilizada no Mountain Biking, modalidade de ciclismo na qual o objetivo é transpor percursos com diversas irregularidades e obstáculos. Praticado em estradas de terra, trilhas de fazendas, montanhas, parques ou mesmo nas cidades, o esporte desenvolve resistência, destreza e autossuficiência. Como a prática da modalidade é comum em locais isolados, o aspecto da autossuficiência, principalmente, é importante para que o atleta consiga realizar pequenos reparos em sua bicicleta, quando necessário.
Só atletas profissionais podem participar?
Rocha - Não, nosso principal foco é atrair os chamados atletas de fim de semana, ciclistas que estão acostumados a pedalar 50km ou 100km nos fins de semana entre amigos e colegas, pessoas que buscam descobrir neste evento uma lição de vida, pois completar os 100km deste desafio não será apenas uma vitória, será uma superação, uma lição, serão verdadeiros vencedores.
Além da força física todos terão que utilizar a estratégia, o emocional e a parceria nas duplas. Tanto os atletas da amador quanto da pró serão recepcionados como verdadeiros heróis, pois superar seus limites e cruzar a linha de chegada será o desafio pessoal de cada um daqueles que se inscreveram para participar.
Como é organizar um evento pela primeira vez e ter o reconhecimento de ciclistas importantes como Márcio May e Ricardo Pscheidt?
Rocha - Receber ciclistas de renome para a primeira edição do desafio é para nós uma grande satisfação e motivo de muita alegria. São atletas que inspiram novos adeptos e os atletas amadores a vencer este desafio. Após esse treinamento de reconhecimento, muitos atletas ficaram surpreendidos com o percurso.
Qual o recado que você deixa para quem ainda não fez sua inscrição?
Rocha - Venha desafiar a você mesmo e provar que é capaz de andar por caminhos antes nunca trilhados e apreciar os belos panoramas por onde montamos o Desafio dos Rochas.
-
Fonte: 360 GRAUS
Link Origem: http://360graus.terra.com.br/biking/default.asp?did=34878&action=news

Ciclistas reinam e brilham na Copa Internacional de Mountain Bike...

--_Não teve lama, nem pedras no caminho que atrapalhassem o desempenho dos melhores atletas de mtb da América do Sul. Neste último domingo (24/03) após uma manhã de muita expectativa, as elites masculina e feminina finalmente colocaram o pé no pedal dando início a disputa da temporada 2013 da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB).
--_Após uma largada super acirrada, 51 atletas da elite masculina e 19 da categoria feminina partiram em direção as trilhas da terra da Dona Beija. Com a forte chuva que caiu em Araxá na madrugada de domingo, a pista ficou escorregadia e muito técnica, o que exigiu ainda mais dos atletas. Súbidas e descidas íngremes fazem da pista de Araxá uma das melhores de mtb da América Latina.

“A parte mais difícil da pista são as subidas, é uma parte muito que exige muito e você tem que se doar 100%”, comenta a equatoriana Alexanda Serrano.
--_Rubinho Valeriano e Henrique Avancini, na ordem respectivamente, lideraram o pelotão de frente durante toda a prova na Estância Hidromineral do Barreiro. Na última volta, Henrique Avancini foi surpreendido pela ultrapassagem de Rubinho Valeriano que completou a 5 voltas em 1 hora,33 minutos e 53 segundos.
--_Logo em seguida, Avancini cruzou a linha de chegada menos de 37 segundos depois.

“Hoje a prova foi duríssima para mim. Estava cansado do sprint de ontem. Na quarta volta o Henrique sumiu na minha frente e eu já estava pensando no segundo lugar. Mas aí dentro da minha cabeça tava o primeiro lugar, e eu não ia desistir até cruzar a linha de chegada”, afirmou o campeão Rubinho Valeriano.
--_Segundo Henrique Avancini, a prova estava muito disputada e isso só comprova a evolução do mountain bike no Brasil. “Araxá talvez seja o circuito mais difícil para mim. Ter dominado a prova em alguns momentos e disputando lado a lado com o Rubinho foi muito bom, afinal ele é o principal nome do mtb no país”, declarou Avancini

.
--_Entre as belas, Érika Gramiscelli levou a melhor, cruzando em primeiro lugar a linha de chegada. “Eu tive um problema técnico no início, me afobei na primeira volta por conta da ansiedade, mas depois deu tudo certo”, afirmou a campeã. Isabella Lacerda, atleta da equipe LM, garantiu o 2º lugar. “Estou super feliz com o resultado. Andei no meu limite o tempo inteiro da prova”, explicou a atleta.
--_A atleta do equador, Alexandre Serrano, veio diretamente do Chile, onde participou de uma competição de mtb no último fim de semana e ficou muito feliz com a sua colocação. “A copa é muito emocionante, é uma prova de alto nível, há umas competidoras muito boas. Estamos competindo em nível de panamericano e a pista aqui de Araxá é incrível”, declarou a equatoriana.
--_Depois de Araxá, Rubinho Valeriano e Érika Gramiscelli embarcam para Argentina para representar o Brasil no Panamericano no próximo mês. A segunda etapa da CIMTB acontece entre os dias 3 e 5 de maio em São João Del Rei, Minas Gerais. A cidade será sede pela primeira vez da copa.

-
Fonte: 360 graus
Link Origem: http://360graus.terra.com.br/biking/default.asp?did=35050&action=news

Cape Epic 2013 7a. Etapa - Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy honram Stander com título, e Abraão e Nico são campeões na Master...

--_A décima edição do Cape Epic chegou ao fim. As sete etapas marcaram para muitos, principalmente para dupla da Bridge, com Abraão de Azevedo e o Nico Pfitzenmaier. Para Abraão, uma honra ser o primeiro brasileiro a conquistar este difícil título. E para Nico, ter um parceiro a sua altura foi mais do que especial. A sintonia dos dois foi imperada no decorrer da sete etapas com este brilhante resultado, que inclusive, concluíram na 11ª colocação no geral. Parabéns!
--_Neste estágio que definiu os campeões de todas as categorias, os pilotos partiram da cidade de Stellenbosch em direção a Lourensford Wine Estate e percorreram 54 quilômetros e 1.550 metros de ascensão acumulada. Ao todo foram 1.258 participantes inscritos que largaram a primeira etapa no último domingo (17), com o Prólogo, 1.105 competidores encerraram a ultramaratona.
--_Mais do que merecidos, os vencedores da Elite Masculino desta edição foram Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy, da equipe Burry Stander - SONGO. Com certeza Burry Stander estava com eles nesta jornada. Se duvidar, já estava escrito este vitória, com todo respeito aos demais adversários. Para o suíço, a conclusão de mais uma edição com vitória (31ª em Cape Epic) e mais um título (terceiro), não tem preço. Competir com o nome do seu grande amigo e parceiro que se foi, vai ficar guardado na memória para sempre. Uma satisfação de dever cumprido por tudo que Burry Stander fez como cidadão e atleta. Para o campeão olímpico, a primeira vez numa ultramaratona em pró de um grande amigo e companheiro de equipe, foi mais do que um respeito. Uma honra!-
Premiação extra - Troféu Burry Stander (in memorian)
--_Com esta vitória da dupla da Specialized, a emoção tomou conta não só deles, mas pelos amigos e familiares de Burry Stander. Criado por Angus Taylor (artesão local), um troféu homenageou a dupla vitoriosa do Cape Epic. O troféu será uma homenagem a Stander, o primeiro e sulafricano a vencer a competição.
--_Sendo apenas uma única peça, já se falam em algumas replicas a serem distribuídas para os melhores atletas sulafricanos, familiares e amigos mais próximos.

--_Angus Taylor falou do troféu: "É uma honra fazer parte desta homenagem a Burry. O troféu foi inspirado por uma chiwara (um antílope), feito em madeira entalhadas ao estilo usados em cerimônias africanas, semelhante a uma pomba branca na tradição ocidental. Mostrado em execução em uma base simplista, materiais predominantemente Sul Africano foram utilizados, incluindo hematita encontrada em Thabazimbi e madeira Matumi, que só é encontrado em rios. Thabazimbi significa montanha de roubo. Para mim, isso representa as montanhas que os pilotos Absa Cape Epic devem cruzar durante a sua jornada."
-
Segue: Equipe / Colocação na categoria / Tempo de conclusão / Colocação no geral 
Equipe Bridge - 1ª Master - Tempo: 32:27.38,4 / 11ª Geral
62-1 Nico Pfitzenmaier (Sulafricano) / 62-2 Abraão Azevedo (Brasil)
-

Equipe BH Negócios Imobiliários - 68ª Elite Masculina - Tempo: 40:25.00,9 / 106ª Geral
585-1 Thiago Fernandes (Brasil) / 585-2 Felipe Miranda Pais (Brasil)
-
Equipe Thule - 69ª Master - 46:46.20,2 / 252ª Geral
446-1 Werner Wiedenbrug (Brasil / 446-2 Ricardo Ferret (Brasil)
-
Equipe Rio de Janeiro Muds - 165ª Elite masculino - Tempo: 49:21.17,9 / 312ª Geral
501-1 David Klabin (Brasil) / 501-2 Henrique Werneck (Brasil)
-
Equipe Mountaineers Brasil - 23ª Grand Master - Tempo: 51:21.58,0 / 353ª Geral
181-1 Mauricio Marques de Castro (Brasil) / 181-2 Marco Antonio Batista De Melo (Brasil)
-
Equipe Thule Brasil - 124ª Master - 53:01.05,1 / 391ª Geral
447-1 Joao Paulo de Toledo Cera (Brasil) / 447-2 Daniel Constantino (Brasil)

-Conclusão Individual:
423-1 Ramyrez Munhoz (ThunderBikers) - Elite masculino - Tempo: 39:28.24,0
423-2 Marcelo Rodrigo Tavares ((ThunderBikers) - Elite masculino - Não concluiu
-
372-1 Miguel Dieckmann (Panache) - Masters - Tempo: 55:48.25,4
372-2 Claudio Kligerman (Panache) - Masters - Não concluiu

-
Resultados completos - Cape Epic 2013 (todas as etapas)

-

Vejam alguns videos da última etapa videos da última etapa
Video feito pela OAKLEY

-
Vídeo feito pela SPECIALIZED

-
Vídeo feito pela GOPRO

-
Vídeo feito pela ABSA CAPE EPIC PORTAL

-
Vídeo feito pela SPECIALIZED
Entrevista com Alan Prost, falando sobre sua experiência ao participar do CAPE EPIC 2013

-
Fonte: PEDAL.COM.BR / WEBVENTURE

Jasper Stuyven ganha Volta ao Alentejo

--_O ciclista belga Jasper Stuyven (Bontrager) tornou-se este domingo o 31º vencedor da Volta ao Alentejo, após a quinta e última etapa, entre Vila Nova de Santo André a Santiago do Cacém, ganha por António Carvalho (LA Alumínios-Antarte).
--_Carvalho foi o primeiro a concluir os 135,4 quilômetros da etapa, batendo ao "sprint" o norte-americano Chad Haga (Optum) e o espanhol Delio Fernandez (OFM/Quinta da Lixa), que cedeu dois segundos para o vencedor.
"Desde o primeiro dia que me levaram sempre nas melhores condições para a disputa da Volta ao Alentejo, que era um objetivo que eu trazia e não consegui alcançar, mas estou satisfeito com esta vitória", afirmou o ciclista da LA Alumínios-Antarte, em declarações reproduzidas pela assessoria de comunicação da prova.
--_A classificação geral consagrou Stuyven, que manteve a tradição de nunca repetir um vencedor no historial da "Alentejana", apesar de ter visto Haga aproximar-se e terminar a prova no segundo lugar, a apenas 10 segundos, enquanto o espanhol Alejandro Marque (OFM/Quinta da Lixa) completou o pódio, a 29 segundos do belga.

"Embora hoje [domingo] não estivesse muito bem, a subida final foi muito difícil, mas fico muito contente por ter alcançado este triunfo", afirmou Stuyven, que além da vitória final, garantiu ainda o primeiro lugar na classificação por pontos.
-
Fonte: RECORD
Link Origem:  http://www.record.xl.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=811761

Daniel Martin vence Volta à Catalunha

--_O irlandês Daniel Martin (Garmin) conquistou neste último domingo a 93.ª edição da Volta à Catalunha, após a sétima e última etapa, com a vitória ao sprint do belga Thomas de Gendt (Vacansoleil), após uma fuga.
--_Na chegada à montanha de Montjuic, em Barcelona, De Gendt impôs-se ao espanhol David López (Sky), ao croata Robert Kiserlovski (Radioshack) e ao italiano Michele Scarponi (Lampre), que chegaram com uma vantagem de 21 segundos sobre o pelotão.
--_Daniel Martin, que sucede na historia ao suíço Michael Albasini, conseguiu, ao longo dos 122,2 quilômetros da última etapa, manter a vantagem de 17 segundos sobre Joaquim 'Purito' Rodríguez (Katusha), segundo na geral, enquanto Scarponi ascendeu ao terceiro posto, a 34 do irlandês.
--_Os portugueses da RadioShack-Leopard Tiago Machado e Nelson Oliveira terminaram a etapa na 45.ª e 68.ª, a 21 segundos e 1.15 minutos do vencedor, respetivamente.
--_Na geral, Machado terminou no 17.º posto, a 3m01s de Martin, e Oliveira no 79.º a 37m44s.
-
Vejam como foi os últimos quilômetros da 7a. etapa.
-
Fonte: RECORD
Link Origem: http://www.record.xl.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=811734

CAPE EPIC 2013 5a Etapa: Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy vencem na Elite Masculina e Abrãao Azevedo e Nico Pfitzenmaier vencem mais uma na Master

--_O quinto estágio do Cape Epic 2013 já começa a ter seus pretendentes aos títulos. Na categoria Elite Masculino, Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy (Burry Stander-SONGO) venceram a etapa e colocaram mais de 43 segundos de vantagem. Na classificação geral, Burry Stander tem quase 4 minutos de cantagem. Com certeza a equipe vai manter a marcação na equipe da Bulls, Karl Platt e Urs Huber, que chegaram na terceira colocação nesta quinta etapa. A segunda dupla a concluir na prova de hoje foi Nino Schurter e Florian Vogel (Scott-Swisspower MTB-Racing).
--_Pela categoria Master, o brasileiro Abraão de Azevedo e o sulafricano Nico Pfitzenmaier, venceram mais uma e colocam mais de 50 minutos de vantagem para segunda dupla da Superior-Brentjens, Bart Brentjens e Robert Sim.
--_
Entre as mulheres, Yolande Speedy e Catherine Williamson (Energas) estão absolutas. Com a vitória de hoje, elas colocam mais de 2 horas de vantagem para as sulafricanas Hanlie Booyens e Ischen Stopforth (Pragma Volcan Ladies).
--_As duplas mistas, o casal Ariane Kleinhans e Erik Kleinhans (RE:CM) concluíram a etapa na segunda colocação, mas permanecem líderes absolutos, com mais de 1:40 minutos.
--_A dupla vencedora do dia foi Theresa Ralph e Damian Perrin (Biogen Britehouse).
--_Na Grand Master, Bärti Bucher e Heinz Zoerweg (Songo.info) levaram mais uma.

-
Vejam os videos da 5a Etapa.
VIDEO
VIDEO
RESULTADOS COMPLETOS DA 5a ETAPA
Fonte: PEDAL.COM.BR

:: Destaque Internacional :: Araxá abre temporada 2013 da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike

Cerca de 1200 atletas, divididos em 23 categorias, irão participar da prova de MTB que promete ser uma das mais disputadas da temporada...
--_Falta 1 dia para Araxá ser dominada por bicicletas de todo país. Desde a última segunda, 18 de março, atletas de todas as partes estão chegando à cidade para a disputa da primeira etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB). Muitos deles já estão treinando nas imediações do Tauá Grande Hotel e fazendo reconhecimento de pista.
--_O organizador da copa, Rogério Bernardes, acredita que cerca de 10 mil pessoas devem passar pelo evento durante o fim de semana. A cidade está lotada. Não há mais vagas nos hotéis e alguns atletas estão se deslocando para as cidades vizinhas, Uberlândia, Ibiá e Uberaba.
--_Cerca de 1200 atletas, divididos em 23 categorias, irão participar da prova de MTB que promete ser uma das mais disputadas da temporada. A grande surpresa desta etapa está no sprint eliminator. 51 atletas, sendo 12 homens e 39 homens, irão pedalar contra o tempo nesta sexta-feira para garantir uma vaga na disputa do sábado de manhã.
--_O número de inscritos da prova superou as expectativas da organização. “Vai ser o mais emocionante. É o maior número de inscritos do sprint eliminator na CIMTB até agora”, afirma Rogério Bernardes.
--_A equipe de montagem está trabalhando debaixo de chuva para que a pista do mountain bike esteja perfeita no domingo de manhã. Subidas íngremes, trechos de curvas sinuosas e descidas fortes fazem da pista da cidade famosa por suas termas, umas das melhores da América do Sul.
-
Transporte público
--_Pensando no conforto e na tranquilidade do público, a Prefeitura Municipal de Araxá por meio da Secretaria de Trânsito e a empresa de transporte Vera Cruz, disponibilizaram dois ônibus que farão o trajeto centro/barreiro. Os coletivos saem de vinte em vinte minutos do centro em direção ao local do evento.

-
Fonte: JORNAL DE ARAXÁ
Link Origem: http://www.jornalaraxa.com.br/esportes/?SESSION=esportes&PAGE=noticia&ID=4238

Volta a Catalunha: François Parisien vence a quinta etapa...

--_O ciclista canadense François Parisien (Argos) ganhou nesta sexta-feira a quinta etapa da Volta à Catalunha, numa jornada em que o líder Daniel Martin conquistou mais alguns segundos em relação aos seus perseguidores.
--_No "sprint" final da etapa que ligou Rialp a Lleida, Parisien bateu os franceses Samuel Dumoulin (AG2R) e Stephane Poulhies (Cofidis), cumprindo os 156,5 quilômetros em 03h32m02s.
--_O irlandês da Garmim aproveitou para ampliar a vantagem para todos os concorrentes em quatro segundos, depois de bonificar numa meta volante e beneficiar de um corte de três segundos na linha de chegada, estando agora a 14 segundos de Joaquim Rodriguez (Katusha) e a 41 de Nairo Quintana (Movistar).
--_Os candidatos à geral tem este sábado nova oportunidade para afastar Daniel Martin da liderança na sexta etapa, um trajeto nervoso entre Almacelles e Valls (178,7 quilómetros), com duas contagens de montanha na segunda metade: Prades (1ª) e Lilla (2ª), a 15 quilômetros do final.

-
Fonte: SAPO Desporto
Link Origem: http://desporto.sapo.pt/ciclismo/artigo/2013/03/22/fran_ois_parisien_vence_quinta_e.html

CAPE EPIC 2013 - 4a ETAPA: Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy retomam a camisa amarela + VIDEOS DA ETAPA

--_As duplas que competem no Cape Epic enfrentaram 120 quilômetros de percurso na quarta etapa da prova. Ao todo, foram 2.300 metros de subidas acumuladas, em um roteiro que percorreu vales e montanhas de Tulbagh até a cidade de Wellington.
--_Na Elite Masculina, a dupla da Bulls estavam bem na frente, quando se perderam no percurso e ficaram à deriva. O prejuízo foi grande, terminando a etapa na sétima colocação com quase 22 minutos de diferença para os campeões do dia, Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy (Burry Stander - Songo) que concluíram com o tempo de 4h32m49s. De quebra, os amigos de Burry Stander retomaram a camisa amarela de líder. Porém, com uma diferença mínima de 1m12s. Vamos ficar ligados nas próximas etapas!
--_Mais uma vez a dupla da Bridge venceu na categoria Master. O brasileiro Abraão Azevedo e o sulafricano Nico Pfitzenmaier concluíram a quarta etapa em 5h01m04,8s. Com esta segunda vitória, eles se distanciam mais ainda segunda dupla, Bart Brentjens e Robert Sim (Superior-Brentjens), apenas oito segundos de vantagem. Com o resultado, a dupla de Abraão, continua na liderança da categoria, com tempo total de 21h35min37.
--_Marco Aurélio Fontana e Fumic Manuel (Cannondale Factory Racing) concluíram na segunda colocação, com o tempo de 4:50:57. E os sul-africanos Philip Buys e Matthys Beukes (Scott Factory Racing) fecharam o pódio da etapa com 04:52:17.
--_Entre as mulheres, o melhor tempo continua com Yolande Speedy e Catherine Williamso, que venceram pelo terceiro dia seguido e acumulam 24h50min06. Nas duplas mistas, o casal Erik e Ariane Kleinhans também continua liderando, com tempo de 23h02min25. Bärti Bucher e Heinz Zoerweg seguem à frente na Grand Masters, 23h05min45 de pedal.
-
VIDEO DA 4a ETAPA FEITO PELA SPECIALIZED
-
VIDEO DA 4a ETAPA FEITO PELA CYCLESAFRICA
-
VIDEO DA 4a ETAPA FEITO PELA MARATHONMTB
-
Fonte: PEDAL.COM.BR / WEBVENTURE

CAPE EPIC 2013 3a Etapa - Brasileiro Abraão Azevedo e o Sul-fricano Nico Pfitzenmaier vencem e lideram Cape Epic na Masters

--_A etapa desta quarta-feira (20) no Cape Epic teve 94 quilômetros de circuito ao redor da cidade de Saronsberg de Tulbagh, na África do Sul. Os ciclistas participantes enfrentaram uma altimetria menos severa que nos dias anteriores, com 1.950 metros de ascensão acumulada.
--_O brasileiro mais rápido desde o início da prova, Abraão Azevedo, que pedala ao lado do sul-africano Nico Pfitzenmaier, chegou em primeiro na Masters, com tempo de 4h12min08. Esse resultado também levou à dupla a liderança da categoria no ranking acumulado. Eles estão em 15º lugar na classificação geral da prova.
--_Ainda na mesma categoria, a dupla Thule, formada por Werner Wiedenbrug e Ricardo Ferret, ficou em 61º lugar pelo tempo acumulado. Na 133ª posição vem o time Thule Brasil, de João Paulo de Toledo Cera e Daniel Constantino.
--_Na categoria Masculina, os melhores brasileiro são Ramyrez Munhoz e Marcelo Rodrigo Tavares, da ThunderBikes, com tempo acumulado de 19h45min46, que os coloca em 61º lugar. Depois deles vêm Thiago Fernandes e Felipe Miranda Pais, da IBH Negócios Imobiliários, na 77ª posição. David Klabin e Henrique Werneck, da dupla Rio de Janeiro Muds, estão em 196º.
--_Pela Grand Masters, a dupla Mountaneering Brazil, de Mauricio Marques de Castro e Marco Antonio Batista De Melo, terminou o dia em 26º lugar no ranking acumulado.
-
Lideranças. Na categoria Masculina, pelo ranking geral da prova, a dupla Bulls, de Karl Plartt e Urs Huber, venceu pelo segundo dia seguido, acumulando tempo total de 14h58min25. Eles estão com vantagem de 8min49 sobre os segundos colocados, Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy, da Burry Stander – Songo.
Entre as mulheres, a dupla mais rápida é a Energas, de Yolande Speedy e Catherine Williamson, que acumulam tempo de 19h00min07 após duas vitórias seguidas. Na categoria Mista, o time de ponta é o RE:CM, com o casal Erik Kleinhans e Ariane Kleinhans (17h27min57). Pela Grand Masters, Bärti Bucher e Heinz Zoerweg, da Songo Info, são os mais bem colocados (17h41min12).
-
Vejam alguns videos desta 3a Etapa
VIDEO FEITO PELA SPECIALIZED

VIDEO FEITO PELA CYCLESAFRICA

- Fonte: Webventure
Link Origem: http://www.webventure.com.br/bike/n/brasileiro-abraao-azevedo-lidera-cape-epic-na-masters/32180

Audax 200 UNESC chega a sua sexta edição...

--_Uma mistura de superação pessoal, paixão pelo ciclismo e paisagens lindas. O Audax 200 Unesc está com um trajeto reorganizado para a sua sexta edição, que possibilitará aos ciclistas vencer suas limitações em um roteiro que envolve lombadas e caminhos planos, visando que ao final todos possam sair campeões. O desafio de longa distância será realizado no dia 14 de abril e já está com inscrições abertas.
--_De acordo com o coordenador do evento, Augusto Freitas, o trajeto foi repensado para que as pessoas possam enfrentar as partes mais difíceis na parte da manhã, quando estão menos cansadas, podendo garantir a superação na segunda parte, quando andarão em lugares planos. “É o primeiro ano que vamos até Orleans. Os primeiros 100 quilômetros serão em direção a cidade, na qual os ciclistas passarão por algumas subidas. Já os últimos 100 quilômetros são em direção a localidade de Novo Roma, no município de Morro Grande”, destacou Freitas. Segundo o coordenador do evento, as paisagens pelas quais os atletas passarão são encantadoras. “Os lugares são realmente bonitos e com certeza ajudarão para que eles possam se superar”, complementou.
--_Os ciclistas partirão às 5 horas do campus da Unesc em direção ao primeiro PC (Posto de Controle), localizado em Orleans, onde os atletas receberão água, frutas e alimentação e carimbarão seu passaporte. 
--_Em cada PC eles deverão carimbar seu passe. Partindo da cidade, passarão novamente pelo PC na Unesc, seguindo em direção a Nova Roma, de onde voltarão à Universidade. O tempo para o cumprimento do trajeto é de 13 horas 30 minutos.
--_Podem participar do evento qualquer pessoa maior de 16 anos ou ainda aqueles que não atingiram esta idade, mas que estejam acompanhadas de pais ou responsáveis, que também participem da prova.
Segurança em primeiro lugar
--_Para participar da prova é obrigatório o uso dos equipamentos essenciais de segurança. Capacete, farois dianteiros e traseiros, coletes refletivos e ferramentas de manutenção básica são essenciais.
--_As inscrições podem ser feitas no site www.bikepointsc.com.br ou na loja de bicicletas Bike Point, na Rua Joaquim Nabuco, no Centro de Criciúma. Mais informações pelo telefone 3439-3788.
Desafio 100 (novidade)
--_Uma das novidades desse ano será o Desafio 100. Para Augusto Freitas, a necessidade de abrir espaço para as pessoas que acreditam não conseguir cumprir a prova foi uma das coisas mais pensadas em 2013. Segundo ele, aqueles que ponderam que não cumprirão, poderão participar do Desafio 100, que sairá da Unesc, às 9 horas, com destino plano a Nova Roma, tendo um percurso de 100 quilômetros. “Todo o contexto do Desafio 100 será igual do Audax 200. Nossa intenção é prepará-los para poder participar posteriormente do Audax, que ocorrerá novamente em novembro”, pontuou Augusto. A prova poderá ser cumprida em até 6 horas e 45 minutos.
Evento internacional
--_O evento nasceu em 1981 na França como uma competição que seria realizada a cada 10 anos. Passados os anos e com o desafio ganhando adesão dos ciclistas de todo mundo ele passou a ser realizado a cada quatro anos, atingindo diversos países da Europa. Em 2003 foi criada a Fundação do Clube Audax Brasil por Manuel Terra e Cristiano Cordeiro e iniciou as primeiras séries de brevets no Brasil, espalhando-se rapidamente por todos os estados.
--_A palavra “Audax” vem do latim audacioso e é o nome dado a este evento ciclístico não competitivo e de longa distância. O grande foco é a possibilidade de percorrer a longa distância de bicicleta no próprio ritmo, terminando o percurso dentro do tempo limite estabelecido.
-
Fonte: Portal Veneza

“Dobradinha” da Movistar na 3a etapa da Volta à Catalunha

--_O ciclista colombiano Nairo Quintana (Movistar) surpreendeu esta quarta-feira os favoritos para conquistar a terceira etapa da Volta à Catalunha, que, depois da primeira jornada de montanha, passou a ser liderada pelo seu companheiro, o espanhol Alejandro Valverde.
--_Tida como um dos momentos decisivos desta edição da prova espanhola, a terceira etapa, que ligou Vidreres ao alto da estação de esqui de Vallter, pouco decidiu na geral individual, com os grandes candidatos a atravessarem a meta com poucos segundos de diferença.
--_Quintana beneficiou da vigilância entre os grandes e atacou nos últimos quilômetros da subida, iniciando uma “viagem” em solitário até ao final da contagem de categoria especial. O ciclista ganhou a etapa com o tempo de 5h01m20s, menos seis segundos do que o seu colega de equipe, Valverde, Joaquim Rodríguez (Katusha) e Bradley Wiggins (Sky).
--_Os três principais aspirantes ao triunfo final ocupam agora os três primeiros postos da geral, pela ordem em que atravessaram a  linha de chegada, e estão separados por apenas dez segundos.
«Sabíamos que tínhamos de esperar pelo último momento, porque o ritmo já estava alto, os ciclistas estavam fortes e os rivais perigosos», descreveu o colombiano, de 23 anos, que esperava um ritmo mais forte por parte da Sky, que atacou com Wiggins já no final.
--_Na quinta-feira disputa-se a quarta etapa, entre Llanars e Port Ainé, com o final, após 217,7 quilômetros, a prometer luta pela camisola de líder.
-
Fonte: SAPO Desporto

Gianni Meersman vence pela vez consecutiva na Volta à Catalunha

--_O ciclista belga superou Daniele Ratto e Bret Lancaster no sprint à chegada a Bañolas.
--_O ciclista belga Gianni Meersman (Omega Pharma-Quickstep) venceu ontem pela segunda vez consevutiva na Volta à Catalunha, vencendo a segunda etapa e mantendo a liderança da geral.
«Ganhar ontem (segunda-feira) foi mais fácil, porque só tive de sprintar num grupo reduzido», reconheceu o belga, que tem duas vitórias em tantas etapas da prova espanhola.
--_Meersmam impôs-se a Daniele Ratto (Cannondale) e Bret Lancaster (Orica GreenEdge), com o pelotão a atravessar a linha de chegada com o tempo de 03h48m10s, no final dos 160 quilômetros entre Girona e Bañolas.
--_A Omega Pharma-Quickstep fez valer mais uma vez o estatuto de formação dominante do pelotão e passou a jornada na frente, anulando a fuga do dia Oliver Kaisen (Lotto), Christian Meier (Orica GreenEdge) e Mederel (Sojasun), que nunca chegou a ter mais de quatro minutos.
-
Fonte: SAPO Desporto

Cape Epic 2a. ETAPA - Karl Platt e Urs Huber vencem... Vejam os flashs da etapa!

--_O maior percurso do Cape Epic de 2013 foi hoje, com os 145km entre Citrusdal - Saronsberg em Tulbagh. Todos os atletas já previam uma pedalada de mais de 5 horas e meia (por parte dos tops). Aos demais, a partir de 7 horas.
--_As equipes da Bulls fizeram dobradinha no pódio, com Karl Platt e Urs Huber na primeira colocação e Thomas Dietsch e Tim Boehme logo em seguida. A terceira dupla a chegar foi da equipe Burry Stander-SONGO, com Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy. A quarta dupla foram Nino Schurter e Florian Vogel (Scott-Swisspower MTB-Racing).
--_A dupla da Multivan Merida que venceu o primeiro estágio, concluíram na quinta colocação. José Hermida e Rudi Van Houts chegaram depois de 11.28 dos campeões da etapa.
--_As meninas Yolande Speedy e Catherine Williamson (Energas) foram as primeiras a concluírem a etapa do dia, com quase 7 horas de pedalada. O casal da equipe RE:CM, Erik Kleinhans e Ariane Kleinhans, foram os primeiros da categoria Mista.
--_Na Master, a primeira dupla a completar foram os atletas Carsten Bresser e Udo Boelts (Juwi) com o tempo de 6:04.23,5. Mas bem na cola deles, depois de 1.12,7 a dupla Nico Pfitzenmaier e Abraao Azevedo (Bridge).

Os brasileiros da Elite, Ramyrez Munhoz e Marcelo Rodrigo Tavares (ThunderBikers) completaram a prova na 104ª colocação, mas mantêm a 70ª colocação no geral. Thiago Fernandes e Felipe Miranda (BH Negócios Imobiliários) concluíram no 150ª lugar e estão 93ª colocação no geral.

Até às 10:30 (horário de Brasília) os demais brasileiros ainda não tinham fechado a etapa, como tanto outros estrangeiros. Mas no decorrer do dia, os resultados abaixo vão sendo atualizados e os nomes e colocações serão adicionados no quadro abaixo.

Na etapa de ontem, o atleta Cláudio Kligerman da equipe Panache, teve problemas de desidratação e foi para o posto médico e suspenso para continuar nas próximas etapas por medida de segurança. Seu parceiro, Miguel Dieckmann continuou e completou a prova depois de 9 horas. Miguel permanece na competição de forma individual. Ainda não se sabe se Cláudio retorna nas próximas, já que a organização às vezes abrem exceções.
-
Classificação Geral após a Segunda Etapa

Video feito pela SPECIALIZED
Video feito pela CyclesAfrica
Video feito pela WorldofHeroesZA

-
Fonte: PEDAL.COM / ABSA CAPE EPIC

Copa Nordeste teve circuito de alto nível em disputas de titãs

--_O ciclismo tanto de estrada como no MTB. Segundo o comissário técnico da Confederação Brasileira de Ciclismo – CBC, que supervisionou a competição, cearense Eduardo Lopes, o Piauí passou de 27º para 9º colocado em 2012 em número de filiados na entidade nacional. Atualmente são 480 atletas filiados, tanto de ciclismo (speed), quanto do mountain bike. As maiores seleções na Copa foram as do Piauí, com 57 atletas, e do Ceará, com 43. Os cearenses foram melhores em equipe e abocanharam a maioria dos títulos; só na primeira posição, deu Ceará em oito das nove categorias.
--_A campeã do Feminino foi a atleta de Fortaleza Joana Eleonora Nóbrega, de 34 anos. Ela completou as cinco voltas com o tempo de 1h08min. A segunda colocada, a atleta de Teresina e atual campeã piauiense, Maria do Carmo Castro, completou o circuito com o tempo de 1h14min. Joana é tetracampeã cearense de mountain bike. O vencedor da categoria Master B-1 foi o atleta de Teresina, Ernani Castro. Ele completou as sete voltas com o tempo de 1h16min. O segundo colocado foi o italiano, que reside em Parnaíba, Piauí, Richard Oberazbacher, com 1h18min.
Ernani justificou sua vitória pela experiência que vem acumulando em provas de circuito olímpico no Ceará, já que este estilo não é comum no Piauí.
“Há vinte dias participei de um circuito similar em Ubajara, o qual venci – era etapa do Cearense. Além disso, circuito técnico é a minha praia, principalmente porque já fiz BMX, e portanto, não tenho tantas dificuldades”, disse Castro.
--_O presidente da FICICLOPI, George Augusto Rodrigues, afirmou que “como estava no planejamento, o evento foi um sucesso total, com 100 por cento de aprovação, de nível nacional, tanto tecnicamente como em organização”. Ele adiantou que a próxima prova do Piauiense de Mountain Bike será o ‘Short Trak’, no próximo mês na Ponte Estaiada Mestre João Isidoro França, em Teresina; já a abertura do Piauiense de Ciclismo (estrada) está prevista também para o próximo mês em local e nome da etapa a serem divulgados em breve.
--_O campeão da Elite foi o também cearense Diego Almeida, de 27 anos. Ele disse que usou da estratégia e da experiência em competições XCO para ultrapassar a todos. “Muito treino, fiz uma largada forte para depois ficar administrando na frente e observando os pontos fracos dos adversários, nas subidas e descidas para tirar proveito disso, buscando um melhor rendimento meu no circuito”, disse ele, que é tricampeão (2010/2011/2012) cearense de XCO e campeão cearense XCM de 2012.
--_O atleta Jardel Silva, de Fortaleza, que está de olho em uma vaga para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, participou da prova na categoria Elite. O atleta é considerado uma fera, tanto que obteve a classificação no Campeonato Brasileiro de MTB de  2012 para disputar as seletivas para os jogos olímpicos. “Consegui a última vaga. Pretendo disputar primeiro o Mundial de MTB e depois a Olimpíada. O atleta tem vários títulos em competições como o de campeão geral do Rally Cerapió 2012.
RESULTADO DA COPA NORDESTE DE MOUNTAIN BIKE 2013 – ETAPA DO CAMPEONATO PIAUIENSE DE MTB E RANKING NACIONAL - CBC
ELITE
1º - Diego de Almeida – Fortaleza - CE
2º - Tiago Emílio Martins – Fortaleza -CE
3º - Vitor Afonso – Fortaleza - CE
4º - Ruan Jacinto Martins – Juazeiro do Norte - CE
5º - Gerson Albuquerque – Teresina - PI
JUNIOR
1º - Ailton de Oliveira Moura – Maranguape - CE
2º - Antonio Rodrigues – Parnaíba - PI
3º - Elison Lobão da Cunha – Fortaleza - CE
4º - Thyago Tharson – Parnaíba - PI
5º -Jonathan Holanda – Ubajara - CE
SUB-30
1º - Francilângio Pinto – Tianguá - CE
2º - Luís Simão de Melo – Maracanaú - CE
3º - Francisco Cristiano – Ubajara - CE
4º - Genilson Venek Mota – Juazeiro do Norte - CE
5º -Linunes Manso – Ubajara - CE
MASTER A-1
1º - Gilberto de Sousa – Maracanaú - CE
2º - Felipe Mateus Barbosa – Fortaleza - CE
3º - Pedro Henrique – Fortaleza - CE
4º - André Matos Barbosa – Fortaleza - CE
5º - Adalberto Morais – Parnaíba – PI
MASTER A-2
1º - José Ivanildo de Sousa – Ouricuri - PE
2º - Francisco Ronaldo – Fortaleza - CE
3º - José Gonçalves Murta – Teresina - PI
4º - Fábio Nogueira Dantas – Teresina - PI
5º - Dennis Ferreira – Fortaleza - CE
MASTER B-1
1º - Ernani Castro Costa – Teresina - PI
2º - Richard Oberazbacher - Itália
3º - Willamy de Sousa Brito – Juazeiro do Norte- CE
4º - Marcos Haritov – Fortaleza - CE
5º - Evandro Francisco – Tianguá - CE
MASTER B-2
1º - Ronald Soares Júnior – Fortaleza – CE
2º -Francisco Lucídio – Fortaleza - CE
3º - Cascirrênio Frota – Tianguá - CE
4º - André Borges – Parnaíba - PI
5º - Wagner Dias de Freitas – Teresina – PI
OVER-50
1º - José Lito Soares Moura – Maranguapé - CE
2º - Aldo Ferro Silva Neto – Teresina - PI
3º - Antonio Francisco – Teresina - PI
4º - Leonardo Silva Sousa – Pacatuba -CE
5º - Francisco Carleonis – Fortaleza - CE
FEMININO
1º - Joana Eleonora Nóbrega – Fortaleza -CE
2º - Maria do Carmo Castro – Teresina - PI
3º - Venilda Eli – Fortaleza –CE
4º - Antonia Luíza (Pituíba) – Floriano – PI
5º - Lidiana Alves Macedo – Teresina – PI
-
Fonte: O Radical
Link Origem: http://oradical.uol.com.br/bike/copa_nordeste_circuito_alto_nivel_disputa_de_titas_46298

Cape Epic começa com liderança da equipe Multivan Merida...

--_O CAPE EPIC uma das principais ultramaratonas de mountain bike no mundo, teve início neste domingo (17), quando ocorreu o prólogo da prova. Com apenas 22 quilômetros, esse estágio serviu para definir a ordem de largada na primeira etapa, mas também acumulou tempo no ranking geral. --_Nesta segunda-feira aconteceu o verdadeiro estágio em estilo ultramaratona, que levou os competidores a percorrerem 96 quilômetros ao redor da cidade de Citrusdal, com mais de 2500 metros de ascensão ao longo do percurso.
--_epois de pedalarem os 103 km na região de Citrusdal em 4:30.56,7, a dupla da Multivan Merida completou a prova muito bem, com mais de 1 minuto na frente da segunda dupla, Karl Platt e Urs Huber, da Bulls. Colado com eles, a equipe Bulls 2, com os atletas Thomas Dietsch e Tim Boehme.--_Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy, que tinham vencido o Prólogo, completaram na quarta colocação. Com esta posição, a dupla Burry Stander-SONGO entregam a camisa de líder para Hermida e Van Houts. --_Pelo lado das mulheres, Esther Süss e Jane Nuessli (BMC Wheeler) venceram com o tempo de 5:29:01. Yolande Speedy e Catherine Williamson (Energas) chegaram em segundo, com o tempo de 5:58:13. Completando o pódio das damas, as sulafricanas Hanlie Booyens e Ischen Stopforth (Pragma Volcan) depois de pedalarem 6:03:45.
--_ Na liderança da competição, que é disputada em duplas, está o espanhol José Hermina e o holandês Rudi Van Houts, que competem pela equipe Mltivan Merida. Eles acumularam tempo de 5h27min13. --_ Em segundo lugar vem a dupla do projeto social Burry Stander – Songo, que busca angariar recursos para pequenas comunidades na África, formada pelos atletas Christoph Sauser e Jaroslav Kulhavy, com 1min42 de diferença. O time Bulls, de Karl Platt e Urs Huber, segue em terceiro, com tempo de 5h29min36. 
-
Brasil
--_Entre os brasileiros na competição, o melhor tempo é de Abraão Azevedo, que corre ao lado do sul africano Nico Pfitzenmaier na equipe Bridge, acumulando 6h16min48. Eles estão em 20º lugar no ranking geral e em terceiro na categoria masters. --_Além de Abraão, há mais 12 atletas do país na prova, divididos em seis equipes. Na mesma categoria que ele, estão as duplas formadas por Werner Wiedenbrug com Ricardo Ferret, e João Paulo Cera com Daniel Constantino, respectivamente em 82º e 135º lugares. --_Na categoria masculina, Ramyrez Munhoz e Marcelo Rodrigo Tavares seguem em 52º, Thiago Fernandes e Felipe Miranda Pais em 72º, e David Klabin com Henrique Werneck em 209º. --_A dupla formada por Mauricio Marques de Castro e Marco Antonio Batista De Melo disputa na categoria grand masters, onde segue na 23ª posição.
-
Veja os Resultados após esta primeira etapa.
-
Veja os videos desta primeira etapa:
-
Video feito SPECIALIZED
-
Video feito pela SUBARU-MarathonMTB
-
Fonte: WEBVENTURE / PEDAL.COM.BR / ABSA CAPE EPIC

Meersman vence 1.ª etapa na Volta à Catalunha

--_O belga Gianni Meersman, da Omega Pharma, ganhou esta segunda-feira a primeira etapa da Volta à Catalunha, em que um primeiro grupo, de 13 ciclistas, ganhou quase meio minuto ao pelotão.
--_O grupo, que incluía a quase totalidade dos candidatos ao triunfo final, foi formado na descida após a última subida do dia, Alt de Collascreu, a 18 quilômetros da linha de chegada em Calella, com a Sky (através de David Lopez e Dario Cataldo) a controlar a escalada e a defender bem a posição do britânico Bradley Wiggins, vencedor do último Tour. Atrás de Meersman entraram o italiano Valerio Agnoli (Astana) e o espanhol Alejandro Valverde (Movistar), mas no grupo também estavam, entre outros, Wiggins, o espanhol Joaquin Rodriguez (Katusha) e o italiano Michelle Scarponi (Lampre).
--_A bonificação de meta permitiu a Meersman liderar com quatro segundos de avanço sobre Agnoli, seis sobre Valverde e 10 sobre os restantes ciclistas do primeiro grupo.
--_Na terça-feira, corre-se a segunda etapa entre Girona e Banyole, na distância de 160,7 quilômetros.
-
Fonte: RECORD
Link Origem: http://www.record.xl.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=810556

Subindo a montanha mais alta da Europa com uma bike de pinhão fixo… Coisa de Maluco!

O ciclistata Patrick Seabase subiu durante 34km até o Col Du Galibier em uma bike de pinhão fixo (Uma marcha só), E desceu do outros lado… Sem freios??? naum, ele usou um freio contra-pedal, conhecido vulgarmente como "freio de torpedo".
-
Vejam o video e babem com o visual!


Video postado pelo mazobiker SACOLA na fanpage do Mazobikers BLOG, no facebook.

Cape Epic - Sauser e Jaroslav vencem o Prólogo - Vejam como foi...

Começou a maior prova de mountain biking do planeta

--_A décima edição do Cape Epic começou em clima de muita emoção por parte das homenagens ao sulafricano Burry Stander, que faleceu após se atropelado por um táxi no início do ano. E a sua famosa equipe não poderia dar uma homenagem melhor, ao trocar o nome tradicional pelo nome do grande piloto.--_Com certeza será muito difícil superar o "trio" da Specialized nesta edição. Jaroslav Kulhavy e Christoph Sauser já mostraram que não vão dar mole. A dupla completou o percurso de 22km em 55 minutos e 10 segundos. José Hermida e Rudi Van Houts (Multivan Merida) chegaram na segunda colocação. E os atletas da Cannondale, Marco Aurelio Fontona e Manuel Fumic completaram o pódio neste Prólogo.
--_Pelas mulheres, Esther Süss e Jane Nuessli (BMC-Wheeler) garantiram a camisa amarela para o primeiro estágio. Entre as duplas Mistas, Erik Kleinhans e Ariane Kleinhans ((RE:CM) venceram. E Bärti Bucher e Heinz Zoerweg (Songo.info) foram os vencedores da Gran Master.
--_Mas sem sombra de dúvidas, a equipe que devemos ficar de olho é a do brasileiro Abraão de Azevedo, que está disputando a categoria Master. Ele tem como companheiro, o sulafricano Nico Pfitzenmaier. A dupla chegou na segunda colocação depois de três décimos para Bart Brentjens e Robert Sim. Então, vamos ficar ligados neste por este disputa na categoria!

Percurso da prólogo 22km - by GOPRO
Homenagens à Burry Stander e a vitória de Jaroslav Kulhavy e Christoph Sauser
Entrevistas com os atletas, sobre o que eles esperam, e acreditem... participando da Cape Epic 2013 o 3 vezes campeão do mundo de Formula 1 - o frances  Alain Prost... quem diria hein....
Entenda como é o CAPE EPIC, a maior prova de mountain bike do mundo....

Outros brasileiros presentes e suas colocações nas categorias:

Elite Masculino
75. Ramyrez Munhoz / Marcelo Rodrigo Tavares (ThunderBikers) 1:14.39,5
79. Thiago Fernandes / Felipe Miranda (BH Negócios Imobiliários) 1:15.39,2
164. David Klabin / Henrique Werneck (Rio de Janeiro Muds) 1:24.20,7
Master
68. Werner Wiedenbrug / Ricardo Ferret ( Thule) 1:23.18,4
72. Joao Paulo de Toledo Cera / Daniel Constantino (Thule Brasil) 1:23.52,5
194. Miguel Dieckmann / Claudio Kligerman (Panache) 1:45.27,2
Grand Masters
22. Mauricio Marques de Castro / Marco Antonio Batista De Melo (Mountaineers - Brazil) 1:27.42,6
-
Resultados do Prólogo - 23km

Elite Masculino
1. Christoph Sauser / Jaroslav Kulhavy (Burry Stander-SONGO) 55.10,1
2. Jose Hermida / Rudi Van Houts (Multivan Merida) 56.17,1
3. Marco Aurelio Fontana / Manuel Fumic (Cannondale Factory Racing) 56.34,2
Elite Feminina
1. Esther Süss / Jane Nuessli (BMC-Wheeler) 1:08.21,4
2. Sally Bigham / Milena Landtwing (Topeak-Ergon) +1.57,6
3. Yolande Speedy / Catherine Williamson (Energas) +3.34,8
Masters
1. Bart Brentjens / Robert Sim (Superior-Brentjens 2) 1:01.14,5
2. Nico Pfitzenmaier / Abraao Azevedo (Bridge) 1:01.14,8
3. Carsten Bresser / Udo Boelts (Juwi) 1:01.58,9
Grand Masters
1. Bärti Bucher / Heinz Zoerweg (Songo.info) 1:06.12,4
2. Paul Furbank / Chris Brand (Genesis Capital) 1:08.53,8
3. Linus Van Onse / lenDoug Brown (BALAMORY) 1:09.30,2
Mista
1. Erik Kleinhans / Ariane Kleinhans (RE:CM) 1:06.23,9
2. Theresa Ralph / Damian Perrin Biogen (Biogen Britehouse) 1:08.40,9
3. Jennie Stenerhag / Craig Gerber (Big tree) 1:11.13,3
-
Resultados Completos

 
Fonte: Pedal.com.br / Absa CAPE EPIC 

Um pesadelo na neve: Gerald Ciolek venceu uma prova desumana, com 245 quilômetros de frio intenso e muita chuva.

--_O alemão Gerald Ciolek (MTN-Qhubeka) venceu a clássica Milão-San Remo, ao superar nos últimos metros o eslovaco Peter Sagan (Cannondale) e o suíço Fabian Cancellara (Radioshack), mas a corrida de um dia, mais longa do calendário voltou a levantar interrogações sobre os sacrifícios a que os ciclistas são obrigados: ontem, apesar de uma neutralização de 43 quilômetros, feitos de carro pelo motivo de a estrada estar intransitável, o pelotão ainda percorreu 245, enfrentando neve, chuva e vento.
--_As quedas foram muitas e as desistências ainda mais, em alguns casos, como o de Vincenzo Nibali, por os ciclistas não resistirem à baixa temperatura. Apesar disso, a San Remo ainda chegaram 135 corredores, após uma epopéia de mais de 5 horas e meia. "Hoje todos fomos heróis", comentou Fabian Cancellara, um dos mais suaves na análise.

-
Vejam as fotos, uma verdadeira batalha contra o tempo...
 
 
 
Fonte: O Jogo
Link Origem: http://www.ojogo.pt/Modalidades/Ciclismo/interior.aspx?content_id=3114195