NOVAS NOTÍCIAS:
Carregando...

Ciclismo nas serras de Piracicaba

DANIELLA OLIVEIRA
Especial para a Gazeta de Piracicaba
- _ Estradas abandonadas, trilhas, riachos, fazendas, hortos florestais, bosques e parques fazem parte o roteiro, ainda desconhecido, dos 150 ciclistas já inscritos na 2ª etapa do Raid Bike Cup 2008/2009, que acontece nesse domingo, 30, às 9 horas, na Fazenda Palmeiras, localizada a 22 quilômetros do centro da cidade de São Pedro, na serra de Itirapina. Baseada numa competição de regularidade, onde o mais importante é a técnica de navegação, o enduro atrai pessoas de vários cantos do país.
- _ "Temos competidores até do Rio de Janeiro e Minas Gerais", fala Cláudia Stenico, da empresa organizadora do evento, Stenico Adventure. Sobre o local da competição, que fica ao lado da cachoeira do Saltão, Claudia conta que essa é a segunda vez que a Fazenda Palmeiras abre suas porteiras receber toda equipe da Raid Bike, "O lugar é ideal para quem gosta de ciclismo e aprecia estar em contato com a natureza", diz.
- _ Composta por seis etapas, a Copa teve inicio no mês de outubro desse ano, com o primeiro encontro na cidade de Rio Claro; o término está previsto para o dia 8 de novembro de 2009. Dividida em oito categorias, baseada no perfil de cada competidor, durante o início da prova, cada inscrito recebe uma planilha (mapa), para seguir o roteiro definido pela organização. "Essa planilha contem informações que definem a direção a ser seguida, isto é, à distância entre uma referência e outra, a velocidade média e o tempo em horas, minutos e segundos", explica a organizadora.
- _ MODALIDADES. Das oito modalidades da Raid Bike Cup, estão a Elite (solo) e a Dupla Pró, destinada a competidores que pedalam em torno de 30 a 50 km; a Solo Light, para os que pedalam em torno de 20 a 40 km; a Over 40, oferecida para ciclistas com idade acima de 40 anos e que pedalam em torno de 20 a 40 km; a Feminina, para mulheres que pedalam em torno de 20 a 40 km; e, ainda na mesma velocidade, a Mista (casal ou dupla feminina), a Dupla Light e a Equipes, para grupos de no mínimo três e máximo seis pessoas.
- _ Durante esse 2º encontro, as categorias Light, Over, Mista, Feminina e Equipe, irão pedalar 27,55 quilômetros, num percurso 2h08, com velocidade média de 13 km/h. As Elite e Pró, os ciclistas devem pedalar 33,74 km, 1h58, com velocidade média de 17 km/h. O neutro (parada para descanso) acontece com 19 km de prova, com a distribuição de água e frutas. Vale ressaltar que a prova acontece mesmo com chuva.
- _ O vencedor da etapa, de cada categoria, será o competidor que perder menos pontos na realização do roteiro, que estarão espalhados pelo percurso definido.
- _ A bicicleta deverá ser do tipo Mountain Bike, conter Roll Book ou outro equipamento para fixar planilha enrolada, além de odômetro, relógio ou cronômetro. O uso de capacete é obrigatório. A distribuição dos kits para os inscritos acontece a partir das 7 horas do domingo, e, às 9 horas, momento da largada, o intervalo de saída entre um competidor e outro será de 30 segundos. A premiação acontece a partir das 14 horas; também haverá sorteio de brindes da FOX/ASW e uma bicicleta Caloi.
- _ Mais informações: telefones (19) 3421-9658 e 9789-4917.
-
-# 2ª etapa da Raid Bike Cup 2008/2009 #
-
- _ Acontece nesse domingo, 30, na Fazenda Palmeiras (http://www.fazendapalmeiras.com.br/). A inscrição pode ser feita através dos sites http://www.raidbike.com.br/ ou http://www.stenicoadventure.com.br/;
Telefones (19) 3421-9658 e 9789-4917. O evento é organizado por Stenico Adventure, com apoio do Kaipira´s na Lama, Caloi, FOX/ASW, Pirabike, Sport Bike, Libório Cabeçotes, Totem, Qualiart, DM2WEB, Prefeitura de Itirapina.
-

‘Vaiquenqué’ comemora 17 anos.

Um dos mais tradicionais grupos ciclísticos da região mantém o fôlego entre trilhas, passeios e grandes amizades.

"Este é um bom exemplo de que a amizade criada através do pedal e pela vontade de poder sentir um pouco da
liberdade e da natureza pode transpor o tempo e unir gerações."
- Purga -

Por Adilson Camargo
- _ O Grupo Ciclístico “Vaiquenqué” completa, neste mês, 17 anos de existência. Para comemorar a data, haverá um churrasco, hoje, no quiosque do Aeroclube de Bauru, local onde os participantes sempre se reúnem antes e após as trilhas que fazem todos os fins-de-semana. A comemoração está marcada para 10h30 e deve se estender até 17h.
- _ A programação vai mudar um pouco a rotina dos ciclistas. A trilha, desta vez, será mais “light”. Ao invés de três horas, como de costume, ela vai demorar “apenas” duas horas. Como se vê, mais do que querer, para fazer parte do grupo, é preciso ter muito fôlego. Atualmente, o “Vaiquenqué” conta com 45 integrantes assíduos, cuja faixa etária varia de 18 a 74 anos.
- _ A história toda começou quando o promotor técnico de vendas João Aldo Paciello, mais conhecido como Foguinho, recebeu recomendações médicas para praticar algum tipo de atividade física. Foi então que decidiu pedalar, uma antiga paixão. Em novembro de 1991, na época com 55 anos, Foguinho convidou alguns amigos para percorrer algumas trilhas no meio do mato. Ele queria sair das vias urbanas, mesmo porque sua bicicleta, uma “mountain bike”, era mais apropriada para percorrer trechos de terra e não asfalto.- _ Foguinho lembra que, no início, o percurso mais utilizado por eles começava no radar da Universidade Estadual Paulista (Unesp), passava por Aimorés e voltava para o ponto de partida. Desde então, as opções foram aumentando e, atualmente, o grupo já percorre 13 trilhas diferentes. As menores têm cerca de 40 quilômetros de extensão. A maior e mais difícil de percorrer é a Bauru-Piratininga-Agudos-Bauru, com cerca de 57 quilômetros.- _ O ponto de partida também mudou. Agora, o grupo sai de frente da caixa d’água do Aeroclube e segue cada fim-de-semana por uma trilha diferente. No fim do percurso, todos se reúnem no quiosque do Aeroclube para descansar e tomar uma cervejinha. “Porque ninguém é de ferro”, diz Foguinho.- _ Os passeios ocorrem religiosamente todos os domingos de manhã - a única exceção é quando amanhece chovendo e a previsão é de mais chuva. Se chover na noite anterior ou durante o percurso, o passeio não é cancelado. O horário de partida é sempre às 8h30 em ponto. Junto com os ciclistas segue uma caminhonete de apoio, caso seja preciso transportar alguma bicicleta danificada ou mesmo socorrer alguém que sofra algum acidente grave.
# Exigências #
- _ Para participar dos passeios é preciso atender a algumas exigências. Se a pessoa interessada ainda não faz parte do grupo, ela é sabatinada antes pelos responsáveis do “Vaiquenqué”. Antes de mais nada, o interessado tem de estar ciente de que terá de ir e voltar pedalando; voltar em cima da caminhonete, nem pensar.
- _ Além disso, os equipamentos de proteção, como capacete, luva, óculos e garrafa de água, são obrigatórios. Maço de cigarro no bolso também está fora de cogitação. “É uma incoerência muito grande associar cigarro com esporte”, justifica Foguinho. “A pessoa pode até fumar, mas longe do grupo”, avisa.
- _ Outra recomendação é não deixar para pedalar apenas no domingo. É importante fazer isso também durante a semana, mesmo que de forma mais branda. Fazer um esforço gigantesco como esse, de pedalar por quase três horas seguidas, pode ser mais prejudicial do que benéfico se a pessoa não pratica outra atividade física ou pedala por menos tempo durante a semana.
- _ Apesar de seus 72 anos, Foguinho é um exemplo de vitalidade. Além de participar das trilhas aos domingos, ele ainda pedala cerca de 20 quilômetros todas as terças, quartas e quintas-feiras.
# Serviço #
- _ O churrasco comemorativo dos 17 anos do Grupo Ciclístico “Vaiquenqué” será no quiosque do Aeroclube de Bauru, hoje a partir das 10h30.
-
Fonte: http://www.jcnet.com.br/editorias/detalhe_geral.php?codigo=144975
Link Origem: http://www.jcnet.com.br/editorias/detalhe_geral.php?codigo=144975

EL JEGUITO ESTÁ DE OLHO



EL JEGUITO ESTÁ DE OLHO!!



A Cera é, em princípio, um medicamento voltado a pacientes com deficiência renal, caiu na mira de atletas pelo potencial de aumentar a capacidade de resistência – sua aplicação no corpo gera multiplicação dos glóbulos vermelhos.
Ela é uma evolução da eritropoietina (EPO), hormônio que foi muito utilizado por ciclistas no fim dos anos 1990 e demorou para ter um teste específico para detecção.
Autoridades antidoping crêem que a Cera passou a ser usada com substância dopante neste ano.
Para Thomaz Mattos de Paiva, presidente da Agência Nacional Antidoping, vinculada à Confederação de Atletismo (CBAt), o pouco tempo entre o aparecimento e o flagrante provam que a lacuna entre trapaceiros e autoridades diminuiu.
A rapidez com que se descobriu a Cera prova que as autoridades estão sempre no encalço dos fraudadores. Há drogas novas surgindo, mas é importante notar que as providências têm sido tomadas - disse Paiva.
A Cera foi descoberta pelo laboratório francês Chatenay-Malabry. Veja como a droga age:

Por isso Mazobikers, fiquem espertos!!!!! No máximo uma bananinha e Dipirona 500 Mg!!

Abraços,

EL TEMIDO JEGUITO.

Mountain Bike Downhill - Esta é o inferno sobre rodas. 9ª Etapa da World Cup

- _ Estabelecendo quase 2 km de encostas traiçoeiras de montanha que desce cerca de 520 metros de elevação. Árvores, rochas, raízes expostas, encostas íngremes, locais planos transpostos pelos rides, atingindo velocidades de até 70 km/h.
- _ Esta é o mountain bike downhill. Este sim é perigoso.
- _ "Você vai ter um bocado de gente batendo em árvores neste fim de semana", diz Chris Kovarik. "É por isso que usamos um capacete integral rosto e corpo coberto por armadura. Pois este é um esporte extremo."
- _ Kovarik sabe, pois ele tem corrido o circuito internacional há mais de uma década. Ele é um dos melhores pilotos a descer em todo o mundo e ele tem cicatrizes de batalha para provar isso.
- _ "Tenho alguns ossos quebrados, inúmeros pontos e passagens no hospital por quase todos os anos tenho corrido", diz ele. "Mas quando você começa bem neste esporte você não acha que é perigoso. Você só vai conseguir descer focado sobre a colina e o bater do relógio."
- _ Kovarik tem como objetivo abater neste campo de mais de 80 pilotos que irão ser testados, os homens da elite em duas seções de descida em montanha australiana.
- _ O evento terá início amanhã e no domingo em Illinbah, perto de Canungra.
- _ Kovarik está no seu próprio território. Ele viveu na Gold Coast durante seis anos antes de mudar para Deception Bay há cerca de um ano.
- _ Com 30 anos, estando na nona etapa da Copa do Mundo “última da temporada”, diz que este fim de semana o percurso será duro, técnico e perigoso. "Se você não é sabe usar os ferio suficientemente bem, mais cedo você vai bater numa árvore e isto será bastante ruim", ele advertiu.
- _ Kovarik é o favorito para este fim de semana, especialmente en Gold Coaster pois o ultimo campeão Nathan Rennie está machucado.
- _ Mas vai haver muita pressão do BMXer Jared Graves, que venceu a recente abertura rodada em Adelaide.
- _ "Jared será certamente uma ameaça neste fim de semana", disse Kovarik.
- _ A corrida começa às 11h hoje e amanhã ao meio-dia.
-
Por Pat McLeod - 28 de novembro de 2008
-
Tradução: Purga
-
Fonte: http://www.goldcoast.com.au
Link Origem: http://www.goldcoast.com.au/article/2008/11/28/26731_sport.html

Kohl: ``metade do pelotão usou CERA´´

Ciclista austríaco resolve contribuir com as investigações sobre doping, mas não revela nome do médico que lhe forneceu a substância
- _ O austríaco Bernhard Kohl, flagrado pelo uso de CERA durante o Tour de France 2008, resolveu colaborar com as investigações sobre a nova substância e declarou que muitos outros atletas já tomaram a nova geração do EPO. O ciclista disse que ouviu falar pela primeira do medicamento no ano passado, na internet, mas só a utilizou na volta francesa.
- _ “Quando conheci a CERA estava fora dos meus planos usar doping. Mas com o tempo ela passou a ser discutida mais detalhadamente entre os competidores. Provavelmente, metade do pelotão já utilizou a substância”, declarou.
- _ Em seu depoimento à Federação Austríaca de Ciclismo (ÖRF), nesta segunda-feira, dia 24 de novembro, Kohl negou-se a revelar o nome do médico que lhe forneceu a CERA, mas garantiu que “ele não faz parte de uma rede de doping esportivo”.
- _ “Ele só me deu a CERA depois de muita insistência. Ele não tem nada a ver com o esporte ou doping. Caso eu revele seu nome, sua carreira estará destruída”, afirmou o austríaco.
- _ Já o secretário geral da ÖRF, Rudolf Massak, declarou que Bernhard Kohl tentou usar ao seu favor durante o julgamento o impasse que existia entre a União Ciclística Internacional (UCI) e os organizadores do Tour, para tentar escapar da suspensão de dois anos que recebeu.
- _ “Acho que não tem porque discutir se o exame positivo aconteceu em uma corrida do ProTour ou não. Em nenhum lugar está escrito que um atleta só pode ser testado em competições aprovadas pela federação internacional”, explicou Massak.
-
Por Cesar Candido dos Santos
-
Fonte: http://prologo.uol.com.br
Link Origem: http://prologo.uol.com.br/scripts/materia/materia_det.asp?idMateria=2612&stCanal=Estrada

Márcio May faz doações às vitimas das enchentes

Alimentos arrecadados no 2º Desafio Márcio May de Ciclismo são destinados aos desabrigados no Vale do Itajaí
- _ Todos os alimentos arrecadados no 2º Desafio Márcio May de Ciclismo de Estrada e Mountain Bike, disputado no dia 2 de novembro, em Rio do Sul, Santa Catarina, foram doados aos desabrigados das enchentes no Vale do Itajaí, uma das regiões mais afetadas pelo drama que vive o estado catarinense.
- _ “Arrecadamos mais de 600 quilos de alimentos com a realização da prova, sendo 23 cestas básicas e 250 quilos avulsos”, informou o ex-ciclista Márcio May, idealizador do evento.Ao se inscrever na disputa, cada competidor deveria doar 2 quilos de alimentos não perecíveis ou pagar uma taxa de R$ 5,00. Este dinheiro foi usado para a compra de cestas básicas. “Os mantimentos estavam guardados e seriam destinados ao Natal Solidário de Rio do Sul, mas, devido à extrema necessidade dos desabrigados das cheias, resolvemos fazer a doação”, explicou May.
-

Cancelada a Volta de Santa Catarina de Ciclismo

- _ Não sai mais a 22ª volta Ciclística de Santa Catarina. A Federação Catarinense divulgou comunicado oficial cancelando a realização da prova em virtude da enchentes que castigaram várias cidades do estado. A prova estava marcada para iniciar domingo, em Chapecó, e se encerrar no dia 6 em Ituporanga. O cancelamento atende a um pedido do governo do estado para que nenhum evento seja realizado nos próximos dias.
- _ Até o momento já foram registradas mais de 100 mortes e 75.000 pessoas estão desabrigadas, número que cresce a cada dia devido às fortes chuvas que castigam o estado.O fato forçou os organizadores da 22ª edição do Tour de Santa Catarina (maior prova ciclística da América Latina) a suspender o evento, até que se restabeleça a ordem no estado catarinense. A prova vale pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI) e seria disputada entre os dias 30 de novembro e 6 de dezembro.Segundo nota oficial divulgada no site da FCC - Federação Catarinense de Ciclismo, também informa que o governo catarinense e as secretarias envolvidas definirão nova data para o evento, que terá a participação, inclusive, de uma equipe rio-clarense.
-

Nova Zelândia realizará sua primeira sua primeira corrida de mountain bike multi-stage em 2009

- _ Com quatro dias, cinco fases, 5250m de ascenção, 259 km de paisagens deslumbrantes, e pleno apoio logístico, a Nova Zelândia pela primeira vez realizará uma corrida de mountain bike em várias fases, está definida para ser um evento de proporções 'épicas'.
- _ O "Skins Alpine Epic", que será realizado de 25 a 28 de Fevereiro de 2009, será a primeira mountain bike da Nova Zelândia a ser realizada neste formato e apoio com logístico total, eliminando a necessidade de uma equipe de apoio.
- _ Os quatro dias da corrida de mountain bike cross-country veremos times em duas batalha durante mais de 259 km de paisagem dignas que irá de cartão postal da Canterbury foothills of Mt Somers através dos Alpes Sulinos até o Lago Tekapo em Mount Cook/Mackenzie. O curso, que está predominantemente passando por Fazendas, cruzando rios e extensões, deduzido o relevo acidentado das principais montanhas.
- _ A equipe que criou o evento é constituída por Nick Ross, marido e esposa Angus e Katherine Jennings, e Peter Savage, todos da Cetembery. Eles têm uma variedade de corridas e experiência empresarial e são apaixonadas pela Nova Zelândia e no exterior, área onde será realizada a corrida.
- _ Os organizadores acreditam que o evento vai atrair todo as espécies de desportistas, atletas de elite nível para aqueles que procuram por um desafio realizável, grandes paisagens e a segurança da uma corrida com apoio.
- _ Os organizadores têm garantido o patrocínio Destination Mt Cook Mackenzie, R&R Sport, Swordfox Design, Suunto, Isofuel, Paraflights Queenstown, Sunrise Balloons and Sock Guy, que disponibilizará um mix de produtos e premios monetários para os concorrentes. Nomeando os direitos de patrocínio da Skins, um especialista em body-moulded compressão desempenho equipamento, se comprometeu $5000 em dinheiro que vai para os vencedores das etapas e categorias, incluindo os dos homens e das mulheres em equipes, equipes corporativas, e equipas mistas.
- _ Para saber mais sobre as Skins Alpine Epic, incluindo as inscrições, formas, apoio para bagagens e transporte, visite http://www.alpineepic.co.nz/. As inscrições encerrar em 20 de Janeiro de 2009.
-

Ribeirão Preto recebe final do Paulista de Resistência

- _ Nesse domingo, 30 de novembro, acontece a 5ª e última etapa do Campeonato Paulista de Ciclismo de Resistência na cidade de Ribeirão Preto, interior paulista. A prova fecha a temporada de competições do calendário paulista da modalidade, e para a essa final, a organização adianta que a pontuação será dobrada.
- _ As inscrições deverão ser feitas no local da etapa, no dia do evento, e custam R$ 10 por ciclista. Apenas os competidores das categorias Juvenil, Infanto-Juvenil e Infantil estão isentos do pagamento. A disputa acontece em circuito montado no Parque Dr. Luiz Carlos Raya, no Jardim Botânico, perto do Clube Esportivo AABB.
- _ As categorias em disputa serão: Elite Masculino (23 a 29 anos / critério técnico), Elite Feminina (19 a 29 anos / critério técnico), Sub- 30 (23 a 29 anos), Júnior (17 a 18 anos), Juvenil (15 a 16 anos), Infanto-Juvenil (13 a 14 anos), Infantil (10 a 12 anos), Sênior A (30 a 39 anos), Sênior B (40 a 49 anos), Máster A (50 a 59 anos), Máster B (acima de 60 anos), Universitários (mediante a apresentação da carteirinha de estudante deste ano), Speed Estreantes Masculino (acima de 16 anos) e MTB Estreantes Masculino (acima de 16 anos).
-

Ciclista cascavelense encerra o ano com saldo positivo e vislumbra projeto para 2009

Pastel quebra recorde da Graciosa
- _ Com o tempo de 33min14s, o ciclista cascavelense Alcides Vieira, o Pastel, fez os 18 quilômetros da Serra da Graciosa na última etapa do Campeonato Paranaense de Ciclismo. O número equivale ao novo recorde da prova de Montanha do litoral paranaense e garantiu o campeonato para ele.
- _ O atleta arrematou o segundo lugar geral do estadual na categoria Elite, mesmo competindo apenas duas etapas da competição durante o ano. Pastel ainda conquistou o vice-campeonato do contra-relógio, por uma diferença de dois segundos do primeiro colocado. Ele também conquistou medalhas de prata e uma quinta colocação na categoria Estrada.“Não me preocupei com o paranaense, pois estava focada em competições nacionais e internacionais. Infelizmente acabou dando errado o foco da Copa da República, que era o meu objetivo de final de ano. Eles não pagaram a premiação no ano passado para minha equipe, que ficou com o título da competição, e de várias provas. Agora entro em período de férias”.
- _ Com 26 anos, ele caminha para a melhor fase da vida. Ele passa por um crescimento profissional nos últimos três anos. Só neste ano Pastel foi convocado pela seleção brasileira e disputou o Pan-Americano. Já com contrato renovado com a patrocinadora Data Rô, Pastel se prepara para a Copa América, que será dia 6 de janeiro de 2009. “Fico 20 dias parado e retorno para esta competição que abre o meu ano. Pretendo melhorar ainda mais meus números. No ciclismo, o ápice dos atletas é aos 30 anos”.
-
Fonte: http://www.jhoje.com.br
Link Origem: http://www.jhoje.com.br/27112008/esportes.php

“Bicicleta de Ouro” para Alberto Contador

- _ O ciclista espanhol Alberto Contador, vencedor do Giro d’Italia e do Vuelta a España este ano, foi premiado pela segunda época consecutiva com a “Bicicleta de Ouro”, prémio atribuído pela revista francesa “Velo Magazine”, por votação dos jornalistas internacionais da especialidade. Em segundo lugar ficou o suíço Fábio Cancellara, campeão olímpico de contra-relógio, e em terceiro o espanhol Carlos Sastre, vencedor do Tour.
-
-

Bernhard Kohl - Terceiro na Volta da França é banido do ciclismo

- _ O ciclista austríaco Bernhard Kohl foi banido do esporte nesta segunda-feira, pela Agência Nacional Antidoping da Áustria, por dois anos por causa da utilização do hormônio sintético CERA durante a Volta da França deste ano.
- _ Kohl, que terminou a prova na terceira posição, chegou a admitir a utilização da substância proibida em outubro, após ter sido pego no exame antidoping, mas o ato do ciclista não foi suficiente para livrá-lo da punição.
- _ Terceiro colocado na Volta da França deste ano, e ainda dono do título de melhor escalador de montanhas da competição, Kohl foi o quarto ciclista flagrado pela utilização do CERA (Ativador Contínuo do Receptor de Eritropoietina, na sigla em inglês) e sétimo pelo uso de doping na edição da Volta da França deste ano.
- _ Durante toda a temporada, Kohl fez parte da equipe Gerolsteiner, mas tinha assinado com a Silence-Lotto até 2011. Depois da divulgação do doping, o ciclista foi expulso da equipe.
-
-

Greg Minnar testa percurso para abertura do UCI World Cup 2009

- _ Greg Minnaar comemorou o seu 27o aniversário na semana passada, enquanto inspecionava o cursopara a primeira etapa de 2009 da UCI Mountain Bike World Cup a realizar-se em sua cidade Pietermaritzburg na África do Sul.
- _ Minnaar, que foi coroado Campeão da World Cup de 2008 de Downhill Extreme, conversando com a mídia e publicações locais deu um vislumbre do que a cidade pode esperar em abril próximo, quando os melhores do mundo e suas comitivas chegarem para competir e prestigiar o evento ciclistico.
- _ "É fabuloso receber uma corrida do Campeonato do Mundial na minha cidade natal, certamente estou ansioso por isso. E será, evidentemente, estarei muita pressão por ser o atual campeão, mas eu gosto, a perspectiva de correr contra os melhores pilotos do mundo, na frente de todos os meus amigos, família e fãs em casa", disse Minnaar.
- _ Com uma chuva pesada durante a madrugada tornou o curso muito enlameado e descidas escorregadias, Minnaar optou por servir como um guia turístico para a midia, social, local, internacional, pela Pietermaritzburg. Com funcionários e agentes a pé pela cidade e através de seções de downhill é claro, em meio as encostas íngremes reflorestadas a oeste da cidade.
- _ Minaar acrescentou: "É um percurso fantástico que vai oferecer por todo o lugar um conjunto muito sólido para testar a experiência dos riders. Não há tempo para se recuperar, e há algumas drops e saltos espectaculares que irão, sem dúvida dar emoção aos espectadores!".
- _ Com os percursos de cross-country e downhill praticamente concluídos, a construção do percurso de 4X teve início na semana passada.
- _ A World Cup de 2009 da UCI terá seu ponta-pé inicial em Pietermaritzburg e será de 3 a 12 de abril.
-
-
Tradução: Purga

Beber café antes de exercício prolongado de alta intensidade pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico.

- _ O consumo de café pode melhorar os mecanismos de defesa de atletas após um período prolongado de atividade física, concluiu um estudo britânico apresentado durante o 30º Congresso Mundial de Medicina do Esporte, que está sendo realizado aqui no CCIB (Centro de Convenciones Internacional Barcelona).
- _ A cafeína já é freqüentemente ingerida por muitos atletas que acreditam que a mesma possua propriedades ergogênicas, ou seja, capacidade em contribuir para melhorar o rendimento atlético. Embora diversos estudos tenham realmente demonstrado uma melhora na performance esportiva após a ingestão de cafeína, poucas pesquisas haviam sido conduzidas com foco nos efeitos que a droga pode ter sobre os vários aspectos da função imunológica, explicaram os autores do estudo, Fletcher, Bowry, Noon e Bishop, ligados à Loughborough University (Reino Unido).
- _ O estudo avaliou seis ciclistas saudáveis (todos homens) e treinados em provas de resistência. Após passarem a noite em jejum e ficarem 60h sem consumir qualquer alimento ou bebida contendo cafeína, os participantes ingeriram cápsulas de cafeína, em doses calculadas de acordo com suas massas corporais, ou placebo e, então, pedalaram por 90min. Foram colhidas amostras de sangue, para análise posterior, antes da suplementação (com cafeína ou placebo) e, depois, antes e logo depois da atividade física e 1h após o término da mesma.
- _ De acordo com o pôster apresentado no encontro científico, o objetivo dos pesquisadores foi, especificamente, investigar os efeitos da ingestão prévia de cafeína sobre a função dos linfócitos NK (natural killer), após 90min pedalando a 70% do VO2 máximo, em resposta à estimulação de antígeno, cuja avaliação foi feita com base na ativação precoce do marcador CD69.
- _ “A cafeína pode afetar a função imunológica da célula devido a sua ação como um antagonista do receptor de adenosina e sobre a liberação de catecolamina. As células natural killer são um componente essencial do sistema imunológico inato, desempenhando um papel crítico na defesa contra a infecção viral e a vigilância de células malignas”, explicam os autores no pôster.
- _ Os resultados apresentados pelos pesquisadores mostraram que a concentração sérica de cafeína foi significativamente mais alta nos atletas que ingeriram cafeína comparados àqueles que tomaram a cápsula de placebo antes e após (imediatamente e em 1h) o exercício.
- _ “O percentual de células CD3- CD56+ foi significativamente maior no grupo CAF (cafeína) do que no PLA (placebo) tanto antes quanto em 1h após o exercício. Além disso, o percentual de células CD3- CD56+ estimuladas foi mais alto no pré e no pós-exercício no (grupo) CAF e mais baixo 1h após no PLA (comparado à avaliação) pré-suplemento”, ressaltam os autores.
- _ Com base nestes dados, os pesquisadores concluíram que a ingestão de cafeína melhora a expressão de CD69 em células natural killers estimulada por antígeno 1h após ciclismo prolongado de alta intensidade.
-

Urgente: Jasc 2008: Chuva suspende disputas deste domingo no Alto Vale - 23/11/2008, 13:00

- _ Os representantes da CCO dos 48º Jogos Abertos de Santa Catarina, bem como os prefeitos e a coordenação técnica da Fesporte decidiram adiar a programação deste domingo (23/11) dos JASC, devido ao estado de calamidade em que se encontram as cidades de Pomerode, Timbó, Indaial, e Rio dos Cedros por causa da chuva que castiga a região.
- _Vários locais estão alagados e não há como se movimentar de uma cidade para outra. Os acessos para Pomerode estão comprometidos, uma vez que as principais vias de ligação da cidade estão com água na pista ou interditadas. Ainda não parou de chover na região.
-

JASC - Florianópolis lidera o ciclismo do Jasc - [23/11/2008]

Florianópolis lidera o ciclismo do Jasc
-- --
- _ Concordiense Diego Martins levou o ouro no "km/contra- relógio"
Abaixo de intensa chuva foi realizada na rodovia SC 418, sentido Pomerode Blumenau, a prova de "km/contra- relógio", segunda etapa da competição de ciclismo dos Jogos Abertos de Santa Catarina.
- _ Com o tempo de 1min13seg o concordiense Diego Martins conquistou a medalha de ouro, ficando a prata para Edson Luis Resende, de Florianópolis, que completou a prova em 1min13seg51, cabendo o bronze ao criciumense Julian Frasseto, com o tempo de 1min14seg81. Encerradas as provas de cross-country e km/contra-relógio, a equipe de Florianópolis lidera a competição de ciclismo do Jasc com 23 pontos, com São Bento do Sul na segunda colocação com 22 e Joinville em terceiro com 19 pontos.
- _ O ciclismo continua neste domingo com duas provas. Às 11 horas, no Morro da Turquia, em Pomerode, acontece a prova de down hill, e às 16 horas, a prova de resistência com percurso de 120 km na rodovia SC 416, entre os municípios de Pomerode, Timbó, Rio dos Cedros.
-
Álvaro Roberge
Fonte: Fesporte – Assessoria de Comunicação
Link Origem: http://www.ciclismosc.com.br/index.php?cod_local=12&id_noticia=1475&tip_noticia=1

JASC - Ricardo Pscheidt vence o Cross Country - 21/11/2008

Joinville vence no cross country

- _ Ricardo Pscheidt, de Joinville, confirmou o favoritismo e venceu o cross country, competição que abriu o ciclismo dos Jasc. É o terceiro título consecutivo do ciclista que completou os quatro quilômetros do percurso da Chácara Blazius, em Idaial, em 1h42min, três a mais do segundo colocado Gilberto Góes, de São Bento do Sul. A terceira posição ficou com Robson Ferreira, também de São Bento.
-- / / --

JASC - Jogos Abertos de Santa Catarina - 21/11/2008

JASC: Floripa e Concórdia na disputa e briga será pelo ouro.

- _ O ciclismo dos JASC teve início nesta sexta-feira com a participação de 133 atletas de 19 municípios. A prova do Cross Country abre a briga por medalhas. Florianópolis (atual campeã) e Concórdia figuram entre os principais favoritos para conquistar o troféu de campeão geral da modalidade.
- _ Os principais nomes têm na bagagem títulos de campeão brasileiro e Jasc, portanto, com grandes chances de ouro. Pela capital os principais nomes são Rafael Silva (km contra-relógio), Jair dos Santos e Ramiro Cabrera (ambos no Contra-Relógio Individual), além de Leonardo Griebler (Downhill).- _ Já por Concórdia são favoritos Diego Martins (km contra relógio), Daniel Rogelin (contra-relógio individual) e Markolf Berctold (Downhill). Também estão no seleto grupo dos que têm título nacional: Murilo Ferraz, de Criciúma (Contra-relógio Individual), Nataniel Giacomozzi, de Ibirama, e Felipe Wermult, de Joinville (ambos no Down Hill).

Trek introduz bikes chainless (Sem Corrente)

RICHMOND, Va. (AP) - Pedaleiros do mundo, uni-vos! Vocês não tem nada a perder, mas suas correntes.
- Se você alguma vez enquanto estava andando pela rua e teve a barra da sua calça rasgada, pode haver uma revolução nas suas mãos.
- Trek Bicycle faz parte de um movimento para enterrar o beliscador de dedos, Mascatigador de calças, dentes enferrujados de coroas e catracas, e iniciar uma era de bikes com correia que poderia ter conduzido os inventores dos transportes de auto-propulsão Schwinning para a sepultura .
- A Trek está introduzindo dois novos modelos nesta próxima temporada que são sem correntes, utilizando uma tecnologia cada vez mais frequentemente encontradas em motos e veículos de neve. Enquanto alguns pequenos construtores têm utilizado isto para personalizar suas bikes, a Trek é o primeiro a utilizar a tecnologia na produção em massa para bicicletas.
- A maior empresa nacional fabricante de bikes moto está esperando conquistar um novo grupo de pedal urbano e empurradores (pessoas que estão procurando outros meios em vez de seus carros para dar a volta por causa dos preços dos combustíveis, bem como as preocupações ambientais e de saúde.
- Nos Estados Unidos a indústria de bicicletas obteve $ 5.4 bilhões em 2007, incluindo o valor de revenda de bicicletas, de suas peças, acessórios e através de todos os canais de distribuição, de acordo com uma pesquisa financiada pela National Sporting Goods Association. Mais de 43 milhões de americanos de 7 anos até idosos foram estimados que utilizaram uma bicicleta seis vezes ou mais em 2005.

- "As pessoas estão realmente encontrando nas bicicletas uma solução muito simples para alguns problemas muito complexos que eles enfrentam todos os dias", disse Eric Bjorling, Trek's lifestyle brand manager. "Qualquer coisa que podemos fazer na nossa concepção pode realmente ajudá-los e ajudá-las a viver esse estilo de vida e provavelmente será melhor para ambos, os consumidores e nós".
- Bjorling disse que a nova correia é uma solução para baixo custo em relação manutenção de uma corrente, que tem cerca de 3000 peças, incluindo todas as ligações e conectores.
Além do andar silencioso, são mais leves e mais duráveis, as correias compostas de fibra de carbono não enferrugem, não pode ser cortada, não vai esticar ou escorregar e não vai deixar marcas graxa em torno do seu tornozelo.
- Uma versão da bike sem corrente, o chamado District ($ 930), é uma single-speed, com um quadro todo em cor prata, banco de couro e guidão em laranja e marrom. O outra, é chamado de Soho ($ 990), de oito velocidade é uma bike que usa um hub interno para regular a velocidade ao em vez de engrenagens.
- As bicicletas têm percorrido um longo caminho desde as "boneshakers" por volta do século 19", disse Orin Starn, professor da Duke University, que leciona um curso sobre a antropologia do esporte.As bikes Trek "chainless", estão ai com esses dois modelos ainda não têm ainda como substituir a velha corrente.
"Certamente durante os últimos 40 ou 50 anos temos essa imagem icónica da tradicional bicicleta que inclui a corrente", disse Starn. "Nós vimos esta evolução nos diferentes estilos e outras coisas, mas a corrente tem sido uma constante cultural."
- Bjorling admite que bikes com comendo a corrente ainda são eficientes, mas disse um ciclista urbano que não terá que se preocupar com a limpeza ou lubrificação da corrente. A correia pode ser limpa com um pouco de detergente em um pano úmido e os dentes da roda da bicicleta foram projetados para fazer passar qualquer coisa neve, sujeira ou pó. E a correia dura em média três últimos anos - o tempo de vida das três correntes.
- Como ciclistas vão receber estas novas bikes não se sabe, uma vez que eles não estão à venda ainda. O modelo District irá à venda em dezembro, seguido do próximo mês, pela Soho.

- Ao longo dos anos tem havido muitas mudanças na indústria de bicicletas, especificamente têm feito produtos com materiais mais leves e mais fortes, disse David Oakley, um gerente de Agee's Bicycle, que esta em atividade desde 1910, em Richmond.
- Enquanto alguns podem questionar as bikes chainless, Oakley apontou para um ceticismo inicial, e um eventual sucesso, em mountain bikes.
- Oakley disse: há um entusiasmo geral por trás da nova tecnologia, mas advertiu que poderá trazer um pequeno problema.
- "A partir do ponto de vista da manutenção, ele é enorme", disse ele. "Se isso realmente, pegar, a industria de lubrificantes é que não vai ficar nada animada... risos"


Tradução: Purga

Fonte: TREK/Google News

Intermunicipal de MTB de Capão Bonito já tem data para iniciar em 2009

A primeira etapa do Campeonato Intermunicipal de Capão Bonito MTB 2009 acontece no dia 11 de janeiro, na cidade de Capão Bonito (SP). A competição terá mais duas etapas ao longo do ano. A largada da prova acontece na Avenida Ademar de Barros, próximo a Sabesp. As inscrições estão abertas aqui no Webventure.
O percurso Trip Trail passará pela zona rural da cidade. De acordo com a categoria, o trajeto terá 17 ou 28 quilômetros, alternando trechos de dificuldades médias, com subidas e descidas. Ao todo, serão dez categorias divididas por idade. Haverá também um percurso específico para as crianças. 
Cada colocação somará pontos para as próximas etapas e definirá o campeão geral do Intermunicipal. O primeiro colocado soma 20; o segundo, 16 e o terceiro, 14. O critério de desempate será o número de etapas participadas e a melhor colocação na última etapa.
Inscrições - As inscrições da prova estão abertas e podem ser feitas no site da Webventure clicando aqui e garanta sua participação. O valor é de R$ 14,00 para todas as categorias e as inscrições encerram no dia 7 de janeiro de 2009. Mais informações pelo site www.smigool.com/intermunicipal


Lance Armstrong afirma inocencia - 18/11/08 09:27AM

- Lance Armstrong em mais uma nota a imprensa, mais nega firmemente acusações de doping que têm pairado como uma sombra sobre a sua ilustre carreira, insistindo: "Existem atletas excepcionais atletas lá fora.
- " O sete vezes campeão do Tour de France, que em setembro anunciou que iria retomando sua carreira no ciclismo em 2009, tem sido repetidamente acusado de tomar subtâncias proibidas para aumentar a performance, como tem acontecido desde sua aposentadoria em 2005.
- Seu retorno provocou polêmica, como alguns observadores insistem mostrar que o americano deverá ser testado novamente. Mas com 37 anos ele diz insistentemente que inocente de todas as acusações doping e seu sucesso é devido ao trabalho árduo. "Tem havido uma certa quantidade de desconfiança em torno de mim, e um inferno de cheio de suspeitas em torno de ciclismo," disse Armstrong ao "The Guardian".
- "O nível de controle que eu tive em toda a minha carreira por parte da imprensa e as autoridades anti-doping é incomparável."
- "Não tenho medo de nada. Que não tenho nada a esconder. Há sete taças nesta sala por causa do meu trabalho árduo. Este próximo ano não vai ser diferente - ainda que as pessoas odeiam ouvir isso."
- "Estou indo para ser focado em todos os aspectos da bike, da equipe, da estratégia a ser usada, da formação, do trabalho duro, do sacrifício. Não existem segredos."
- "Para os críticos, devo dizer que, acredite ou não, existem atletas excepcionais lá fora." Armstrong insiste em ter as suas velhas amostras re-testadas novamente. "Ninguém no seu perfeito juízo iria ter o que testar," acrescentou ele. "Algo poderia ter sido colocado na sua vida e nelas, a sua credibilidade depende delas (amostras de teste de doping). O texano fará seu retorno no Tour Down Under no Sul da Austrália, em janeiro antes do Tour da Califórnia, mais corridas na França e na Suíça e sua participação no Giro da Italia.
- Sua busca para um oitavo título Tour de França, em seguida, vai começar em Mônaco, em 4 de Julho, quando ele recebe um convite por parte dos organizadores. Armstrong se tornou o mais velho vencedor de Le Tour em 2005 e admite que ele tem para treinar ainda mais duro para desafiar a idade dele, mas ele está determinado a provar novamente seus críticos errado.
- "Tenho ansiedade e insegurança quanto a ter 37 anos," disse ele. "Não vamos esquecer, sou o mais velho vencedor a correr no ciclismo da história moderna e que isso foi há quatro anos.
- "Mas que esse nervosismo me faz trabalhar ainda mais duro. Estamos fazendo um treinamento de campo em dezembro em Tenerife e outro na Califórnia com grandes subidas.
- "Normalmente eu não iria cheirar uma montanha até fevereiro, eu estarei começando bem mais cedo."

Tradução: Purga

Desconfiança e preconceito quase tiraram Pagliarini do ciclismo - 18/11/2008 - 07h00

Não é de hoje que o ciclismo está entre as modalidades que mais sofrem com o abuso de doping, em casos que a cada ano são escancarados pelas próprias entidades que dirigem o esporte. Mas não é apenas quem faz uso de substâncias ilícitas quem "sofre". Alguns dos mais prejudicados são os que correm de forma honesta.
Para o brasileiro Luciano Pagliarini, um dos maiores nomes do país, a desconfiança em torno da profissão quase encerrou sua carreira."Pensei em parar de correr de bicicleta", admitiu o paranaense, em entrevista ao UOL Esporte. "Você é tratado como culpado até que prove o contrário".
Correndo pela Saunier Duval, ele se viu no meio de escândalos de doping nesta temporada. Os italianos Riccardo Riccò e Leonardo Piepoli, seus companheiros de equipe, foram pegos com Cera, uma evolução do estimulante EPO, em exames realizados durante a Volta da França.
O incidente causou uma crise no time. Com dois ciclistas flagrados, a Saunier Duval acabou deixando o Tour, principal competição do ciclismo. "Eles se sentiram na obrigação de sair. A vergonha foi tão grande que abandonaram", contou Pagliarini, que não esteve na prova, mas sofreu com as conseqüências. A primeira desconfiança partiu da própria equipe, que perdeu parte dos patrocinadores. "Depois do caso do Riccò, ficamos suspensos.
A equipe quis garantir que todos estavam limpos e deixou todos em casa por dois meses, enquanto tudo não estivesse resolvido. Pagamos o pato pelos dois, e não quero viver este tipo de situação por causa dos outros." A irritação foi grande, uma vez que os ciclistas se encontravam no meio da preparação para as Olimpíadas e a parte final do calendário de provas. Assim, o ciclista decidiu deixar o time. Aos 30 anos - dez na Europa, onde pedala ao lado do compatriota Murilo Fischer -, o paranaense se sentiu pronto para dizer adeus, após ter realizado a maioria dos seus sonhos sobre as duas rodas. A salvação veio com um novo contrato, com uma equipe ainda em formação.
Agora, Pagliarini defenderá os franceses do TelTech H2O, com um plantel em formação, mas que se espera fazer bonito nas principais provas do calendário profissional como o Tour e as Voltas da Espanha e da Itália. "É um grupo novo, o que tem me deixado empolgado. Vamos poder continuar batalhando e fazendo as coisas do jeito certo", disse o brasileiro, que voltou da Europa e iniciou sua preparação para 2009 pedalando nas estradas do Paraná.
Mesmo com a nova fase em progresso, ele terá de continuar lutando contra o preconceito. "Já passei por muitas situações assim, mas procuro apagar da minha mente. Com certeza o ciclista já ficou taxado. É como dizer que todo político é ladrão. Já senti muito disso, mesmo durante os exames antidoping", explicou o brasileiro, que de acordo com as regras do ciclismo, está sujeito a testes surpresa, que podem acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar.Acostumado com as cobranças e pressões, Pagliarini se prepara para continuar pedalando, deixando as preocupações para trás. "Nem penso mais nisso, quero olhar para o futuro", afirmou ele, que ainda não conhece seu calendário e não sabe se participará do Tour de 2009. "Ciclismo requer muita dedicação, então tem que valer a pena até pela ilusão, o prazer. Se voltar a sofrer, é porque é hora de fazer outra coisa", concluiu o brasileiro, que defendeu as cores do país nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos.
Com apenas 24 anos, Riccardo Riccò foi de esperança a decepção na Saunier Duval. O ciclista italiano era uma das revelações do time e chegou a vencer duas etapas da Volta da França deste ano. No entanto, um exame antidoping detectou a presença de Cera, evolução do estimulante EPO, ocasionando sua suspensão da tradicional competição. "Ele era considerado um novo fenômeno e acabou chamando atenção só pelo doping", lamentou o brasileiro Luciano Pagliarini.

Maurício Dehò
Em São Paulo (SP)

Na 15ª posição, Mario Roma finaliza La Ruta de Los Conquistadores, na Costa Rica - 17/11/08 - 11h05

Mario Roma participou dos quatro dias de competições do La Ruta de Los Conquistadores, na Costa Rica, e finalizou o desafio de uma das provas mais difíceis do mountain bike mundial na 15ª posição em sua categoria.

Após dois dias difíceis no começo da prova, o atleta luso-brasileiro encarou mais dois dias complicados, com uma ascensão de 2.600 metros em um percurso de 65 quilômetros até o vulcão Irazu.

“Só tinha um pequeno pormenor neste dia curto da La Ruta: iríamos cruzar o ponto mais alto da prova com 3.010 metros de altitude, sendo que saímos de 1.200 metros de altitude e foram 35 quilômetros de escalada até ao topo do vulcão. Subidas com uma inclinação inacreditável, o peito tinha de ficar literalmente sobre o guidão e manter um ritmo constante para não colocar os pés no chão. Se tivesse de parar, não subia mais, só empurrando. Foi uma batalha de técnica força e pulmão para vencer esse esforço a essa altitude”, explicou Roma, que finalizou o dia em 5h18min.
A última etapa do La Ruta foi a maior de todas, com 120 quilômetros de percurso e 2.250 metros de ascensão. “Já largamos subindo 7 quilômetros com uma inclinação brutal onde só ao som dos gritos e aplausos da multidão que assistia durante toda a escala nos motivava e nos transmitia a força extra necessária”, disse. “No quilômetro 100 finalmente avistamos o Mar do Caribe, e a sensação de conquista começou a alimentar os poucos músculos que ainda restavam nas pernas de todos”, completou Mario Roma.
Ao todo foram 386 quilômetros e 14.000 metros de ascensão nos quatro dias de prova vencida por Edgar Madrigal, da Costa Rica, pentacampeão da La Ruta de los Conquistadores. “Viemos em um pelotão de 15 bikers sempre juntos onde deveria ter umas 10 nacionalidades. Foi sem dúvida uma chegada que não esquecerei, o espírito esportivo nesse tipo de provas vence o espírito competitivo por diversos momentos durante as etapas”, contou o atleta.

"É impossível ganhar o Tour de France sem doping"

O número um atual do ciclocross europeu, um tipo de ciclismo off-road com bicicletas adaptadas. O jovem belga de 22 anos, Niels Albert, conquistou a Copa do Mundo e prestigio neste domingo 16/11/2008, veio aos diários esportivos neste e algumas das suas declarações, falou que é impossível se ganhar o Tour de France sem doparse.
Em uma reportagem publicada para a revista belga Humo, o discípulo do treinador Eddy de Rick afirmou que "é uma corrida muito dura durante duas semanas e as trocas de ritmo tanto em etapas de montanha quanto em planícies baixas, as vezes em baixo de um sol de cozinhar e em outras com frio, sempre com uma velocidade média de 42 km/h. Sem mencionar nomes ou qualquer substância, o biker de 66 quilos distribuidos em 1,82 de altura reconheceu que "os organizadores do Tour de France desejam que a corrida seja mais limpa, mas, ao olhar para o perfil da edição 2009, não é vista como um teste que pode-se ganhar sem utilizar substâncias proibidas."
Questionado sobre sua especialidade, ciclocross, definiu-o como "uma forma diferente das grandes voltas do ciclismo pedalando, porque no fundo é apenas uma sequência de coisas e condições climáticas que não são os mesmas, mas que depois não há tempo para se recuperar até a próxima prova. "No que diz respeito ao doping no cyclocross está desviou do assunto tão rápido como em um sprint final. "Não diga que o cyclocross é 100% limpa, mas em grande parte é", disse Albert.

Brian Lopes vence o stack of dollar bills em Cleveland, Ohio

Brian Lopes dirt rider da Ibis / Oakley vence o stack of dollar bills em Cleveland, Ohio no dia 1 de novembro realizado no (Ray's Indoor Mountain Bike Park).
Conseguindo a vitória na competição Red Bull Inside / Out no Ray's Indoor Mountain Bike Park, em Cleveland, Ohio.
Tal como o homônimo do evento, o percurso foi criado metade para fora e metade no interior do edifício.
O formato usado para julgamento foi o time-trial, sem qualquer qualificação exigida. O resultado da competição informada pela Red Bull ficou assim Lopes, e seu companheiro rider Chris Herndon, e o garoto local Nonno Vance, Jeff Lenosky teve de deixar a competição no início da competição após uma manobra mal sucedida.
O tipo de tomada de tempo foi favorável para Lopes, como dit rider veterano com o tempo mais rápido do dia em 1:15.22, seguido de Herndon, 1,5 segundo atrás.

Fonte: www.bikeradar.com

Link Origem: http://www.bikeradar.com/news/article/brian-lopes-wins-stack-of-dollar-bills-in-ohio-19304





ASTANA FORTÍSSIMA

Alberto Contador, Lance Armstrong, Levi Leipheimer, Andreas Kloden e agora Yaroslav Popovich. Esta poderia ser uma lista de candidatos à vitória de qualquer uma prova de ciclismo, mas é somente a constelação de estrelas que a Astana possui na sua equipa. Com Johan Brunyeel como director desportivo, a equipa do Cazaquistão contratou por duas épocas o ucraniano Popovich, ciclista de 28 anos e profissional desde 2002, correu em equipas como a Discovery Channel e a Silence-Lotto.



Fonte: http://www.scn.pt/


Link Origem: http://www.scn.pt/outras/noticia.php?id=JAErFs0HbCg&menu=23

Grupo SRAM "XX", lancamento previsto para início de 2009

- A fabricante de peças SRAM anunciou uma completa nova linha de grupos high-end para mountain bike que estará disponível em meados de 2009. Apelidada 'XX' o novo grupo "irá exceder as exigências dos atletas de cross-country, através de todas as novas tecnologias que estão focadas na precisão, eficácia, e peso", segundo a SRAM. Tal como o grupo Red para Speed, vai ser um verdadeiro desenvolvimento em conjunto entre as divisões SRAM, RockShox, Avid e Truvativ.
- Além disso, SRAM está escondendo o jogo para prevenir uma resposta rápida por parte de sua rival Shimano. A Shimano informou estar desenvolvendo um grupo de 10 velocidades para mountain bike, em resposta aos rumores do novo grupo SRAM.
- Um boato “confiável”, porém, diz respeito à comparação entre XX e o grupo Top-end da Shimano para speed. O "XX" irá pesar, nós ouvimos, o mesmo que o grupo Dura-Ace 2009.
- O primeiro câmbio dez velocidades off-road .
- O cassete provavelmente será baseado no design inovador PowerDome do grupo Red para Speed, mas modificado para melhor desempenho em condições enlameadas com uma arquitetura mais aberta. O intervalo de dentes 11-34 é muito improvável nesta mudança, mas a distribuição adicional no meio vai significar menores saltos entre marchas, algo que os corredores sempre querem.
- Na frente, é esperado o uso de um leve câmbio XX de carbono otimizado para “dois-aneis”, criado com uma postura mais restrita na largura de pedal e mais perto da linha da corrente.
- Os rolamentos híbridos de cerâmica são uma certeza e também é possível que SRAM o desenhe sobre a nova tecnologias recém adquirida, wheel and crank maker Zipp para sua estrutura composta e um oversized aluminum spindle rolamentado.
- No entanto, dadas as vantagens de desempenho do sistema lançada recentemente Truvativ Hammerschmidt, perguntamo-nos se essa tecnologia poderia ser atenuada até a World Cup cross-country.
- Fibra de carbono, sem dúvida, irá desempenhar um papel central no grupo XX. Prováveis candidatos à construção incluem peças habituais, como pedivela, o câmbio dianteiro, traseiro, alavanca do freio, canote, guidão e mesa.
Tradução/Revisão: Purga/Sacola

Fonte:
http://www.cyclingnews.com/
Para mais detalhes acesse:
Link Origem:
http://www.cyclingnews.com/tech.php?id=/tech/2008/news/11-13

Norte-americano quer o tricampeonato no MTB 12 Horas

Em sua quarta participação no MTB 12 Horas, Tinker Juarez vem ao Brasil para disputar a 13ª edição da competição, que acontece na Arena do Mountain Bike do Shopping Serrazul, em Itupeva (SP). A largada da prova acontece à meia noite de sábado para domingo.
O norte-americano tem dois títulos da competição e quer o tricampeonato na edição de 2008 e sagrar-se como o maior campeão da categoria Solo da competição. As vitórias do estrangeiro vieram nos anos de 2003 e 2005.No ano de 2006, Tinker Juarez teve que abandonar a prova após 8 horas de disputa. O biker teve problemas com a sua bicicleta por conta da chuva que caiu na região.
Tinker foi campeão no Pan-Americano de 1995, vice Mundial em 1994, hepta campeão americano de MTB e tetracampeão americano em provas 24 Horas. Aos 47 anos, Tinker é especialista em provas de longa duração e em 2001 entrou para o Hall da Fama da modalidade.
Fonte: http://www.zone.com.br/ Data: 12/11/2008

Lance Armstrong realiza teste de preparação para 2009

Lance Armstrong já começou cedo sua preparação para a temporada 2009, entrando no San Diego Air & Space Technology em um túnel de vento de baixa velocidade para um teste aerodinâmico completo. A BikeRadar estava lá para capturar fotos e vídeo, e passar um tempo conversando com Armstrong e sua equipe técnica em um overcast day, proximo ao Aeroporto de San Diego.
O consultor aerodinâmico de longo tempo Steve HED reservou o tempo no túnel do vento em seu nome para Armstrong, iniciando com uma linha de base para Armstrong que estava parado desde 2005, a julgar pela sua posição e equipamentos. Na sessão de uma hora, arranjadas para a visita da mídia, Armstrong vistia a sua nova skinsuit preta da Livestrong e calçados Nike cobre, na cabeçaum novo capacete Giro aerodinâmico e vez mais presentes óculos Oakley.
Os dados brutos (coeficiente de arraste, força) foram zerados, para grande desgosto da aglomeração da midia. Representantes de fornecedores de equipamento Trek, SRAM, SRM e Giro estavam lá a pedido de Armstrong e HED.
Após a sessão liberada a mídia, Armstrong deu uma luz sobre suas razões para estar no túnel do vento tão cedo, em comparação com anos anteriores, dizendo que fez mais sentido começar do início, então, gradualmente melhorar a sua posição, com base nos três anos afastados das competições. Há também a ressalva de terem de se adaptar aos novos equipamentos do patrocinador SRAM, e o envelhecimento corporal. Obs: Estes serão os provaveis equipamentos usados pela equipe ASTANA em 2009.

Fonte: http://www.bikeradar.com/


Link origem: http://www.bikeradar.com/news/article/lance-armstrong-returns-to-the-wind-tunnel-19197





Lance Armstrong vence no Texas mais uma prova de Mountain Bike.



Na sua segunda aparição pública desde que retornou as competições, a lenda do Tour de France, Lance Armstrong alimentiu o seu caminho para a vitória em uma corrida de mountain bike no Texas. Armstrong, que venceu sete Tours entre 1999 e 2005, está programado para fazer um completo regresso as competições em 2009 com a equipe Astana após aposentar-se a três anos atrás.

Este fim de semana 09/11/2008, ele completou no Rocky Hill Roundup em Smithville, a série final da Copa Texas Fall. Após um começo poeirento, Armstrong vestido preto e amarelo e fazendo propaganda da "Jersey" sua loja e Mellow Johnny's - acabamos por conseguirmos evitar uma colisão e acabando em 10o lugar com os outros corredores no singletrack.


Com um ritmo forte veio o grupo de Brian Fawley (Park Place Lexus), Armstrong e Scott Henry (Trek / VW) que surgiram rapidamente, com Mitch Comardo (Bicycle Sport Shop) ficando atrás de perto. Na segunda volta das três principais (nose-to-tail) um na cola do outro em subidas curtas e em singletracks, enquanto Comardo perdia um pouco de terreno.

Qualquer que seja vantagem e Fawley e Henry tinham mais ficavam apertados nas seções, Armstrong em campos abertos acabava recuperando no final do ciclo. Ele aproveitou o reabastecimento da seção no início do terceira volta e abrir 30 segundos liderando e terminando a 27 milha em primeiro lugar, com um tempo de 1:52:02. Henry ficando em segundo, 48 segundos para trás, enquanto Fawley com o terceiro lugaro da série com 2m e 55s e Comardo ficou em quarto na corrida e em segundo no cup com 6m e 39s atrás. Henry Marvelled fala sobre o desempenho de Armstrong, dizendo que "é difícil competir com um grande motor".

Armstrong mostrou seu intuito, no início deste mês quando ele ganhou as duas etapas do Tour de Gruene Time Trial no Texas.

Resultados:

1 - Lance Armstrong (Mellow Johnny's) 01:52:02
2 - Scott Henry (Trek/VW) 01:53:50
3 - Bryan Fawley (Park Place Lexus) 01:54:57
4 - Mitch Comardo (Gary Fisher 29er) 01:58:41
5 - JT Cody (Solar Eclipse) 01:59:27


Fonte:
http://www.cyclingnews.com/mtb.php?id=mtb/2008/nov08/rockyhill08
Photos ©: Mike Gladu/PhotoSport International

Passeio Ciclístico de Ibaití a Tomazina - Dia 15/11/2008

Eaee pessoal! Nos dias 15 e 16 de Novembro estará sendo realizado na cidade de Tomazina o "20º FESTIVAL DE TOMAZINA DE CANOAGEM E VOLEY DE AREIA" organizado pela ATOCA e por isto a equipe de ciclismo de Ibaití estará realizando no dia 15 um passeio ciclístico da cidade de Ibaití até a cidade de Tomazina, que será de 47 km de percurso. Caminho este que torna possível um contato maior com a natureza e a possibilidade de conhecer as belezas naturais da região.
O pedal começará as 08:00 da manhã, após o café da manhã.
Chegando em Tomazina, vamos curtir o fervo da canoagem e do voley de areia.
Favor confirmar a presença do pedal com o nosso amigo biker HELDER no email helderrodriguesadv@hotmail.com.

Um grande abraço ao Helder e ao Pantera "Atoca".




PRA DESCONTRAIR


ATENÇÃO MAZOBIKERS!!!! AVISO IMPORTANTE


APESAR DO FATO NAO SER NOVIDADE ENTRE OS INTEGRANTES, TEM PASSADO DESAPERCEBIDO, MAS ALGUNS MAZOBIKERS QUE SENTIRAM OS EFEITOS DE MANEIRA MAIS ACENTUADA RESOLVERAM TRAZER A QUESTÃO À TONA. PRESTEM ATENÇÃO NO INDIVÍDUO AO LADO!!!!! COM SEU JEITINHO TINHOSO ELE ABORDA A VÍTIMA DO PEDAL E INICIA O ATAQUE. COM CONVERSAS INCESSANTES VAI MINANDO A RESISTÊNCIA DO COMPANHEIRO E QUANDO PERCEBE QUE A VITIMA JA FOI AFETADA PELA FALTA DE AR, AUMENTA O RITMO E CONCLUI SEU ATAQUE. RESTA APENAS AO MAZOBIKER FITÁ-LO ABRINDO CADA VEZ MAIS DISTÂNCIA E SUMIR NA ESTRADA. CASO QUEIRAM MAIS INFORMAÇÕES PROCURE ALGUNS MAZOBIKERS QUE JA SOFRERAM O ATAQUE SEGUIDAS VEZES(SACOLA, JOAO RICARDO, FÁBIO). ELES DARÃO DETALHES DO EFEITOS CAUSADOS PELO "MANIACO DO PAPO".



ABRAÇOS,



EL JEGUITO

DEMO de trial "By PlucDuck"

Pois é galera, nosso blog não são só notícias de mountain bike, saúde, resultados e lançamentos de DVDs sobre duas rodas. Neste video temos o nosso amigão Everton (vulgo PLUC) da loja "Bike Adventure" da cidade de Ponta Grossa, nos demonstrando um pouco de sua habilidade técnica e equilíbrio sobre duas rodas. A modalidade de TRIAL não é coisa para qualquer um. Muito dez este video, vale a pela conferir.Justificar
Obrigado PLUC e um grande abraço dos seus amigos Mazobikers, e que este seu exemplo faça com que cresça cada vez mais essa modalidade na região e no Brasil.

Lance Armstrong vence na volta ao ciclismo profissional

Redação central, 2 nov (EFE).- O ciclista americano Lance Armstrong, heptacampeão do Tour de France, começou com vitória no retorno às competições ao vencer a primeira etapa do Tour de Gruene, nos Estados Unidos.

Armstrong venceu a fase inicial do Tour de Gruene, uma prova reservada para corredores entre 35 e 39 anos, ao marcar o melhor tempo. A competição é disputada em seu estado natal, o Texas.


O ciclista, de 37 anos, correrá na equipe Astana, junto com o espanhol Alberto Contador (vencedor do Tour de France ano passado). Ele acabou o percurso, de 26,6 quilômetros, em 33min14s.


A segunda etapa será um contra-relógio em duplas, de 43,7 quilômetros, também em Gruene. Armstrong ainda não decidiu com quem competirá. EFE